LowKey, O Suporte para o iMac

O LowKey é um suporte da Macessity é discreto e que combina perfeitamente com o seu iMac ou monitor Apple Cinema. Este traz incorporado um hub de 4 portas USB 2.0 e tem espaço para arrumar o teclado e aquela bagunça em cima da sua mesa está com os dias contados, porque ele tem espaço para o seu teclado Apple e um hub embutido com 4 portas USB. Tudo isto com muito estilo, do jeito que os fãs da Maçã gostam.

O preço é de $ 60, cerca de 40 euros. Podem saber mais no site da Macessity.

Clique em baixo para ver outras fotos.

Continue reading

OS X no Asus Eee PC

O pequeno Asus Eee PC tem sido utilizador por alguns hackers* para fazer as mais variadas coisas, como correr o XP. Desta vez, um hacker conseguiu instalar o Mac OS X neste portátil – isto, se o vídeo não estiver a mostrar uma distribuição de GNU/Linux com o aspecto alterado.

via es.engadget.com

*hackers não são os criminosos virtuais. criminosos são uma coisa, hackers são outra. é graças aos hackers que a tecnologia tem evoluido tanto.

LiveCD do OLPC XO

Se gostavam de experimentar o OLPC XO, mas não têm disponibilidade ou vontade de o adquirir, experimentem o LiveCD desta distribuição baseada no excelente Debian GNU/Linux.

A mais recente versão deste LiveCD é baseado na development build 689 do OLPC e vem com suporte para os seguintes idiomas: inglês, espanhol, francês e alemão.

 Pode não ser o mesmo que o próprio portátil, mas já permite ficar a conhecer um pouco a plataforma.

Download, via alt1040.com

Recuva 1.10.223 – agora com suporte para remoção de ficheiros

Recuva é uma aplicação, desenvolvida pelos criadores do CCleaner, para recuperar ficheiros removidos. Agora, com esta a nova versão, o Recuva também elimina ficheiros definitivamente, evitando a recuperação dos mesmos.

Esta não é a única novidade do Recuva. A performance da aplicação, do registo de erros e a recuperação de ficheiros parciais foi melhorada e as configurações da aplicação podem ser guardadas num ficheiro INI.

Download

Liberalização dos domínios .pt novamente adiada

Afinal, a liberalização do domínio .pt não é para já.

A pedido do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o FCCN (Fundação para a Computação Científica) irá rever a liberalização do top domain português, com base em pareceres de algumas das principais empresas em Portugal.

De acordo com o ministro Mariano Gago, este novo adiamento é necessário para "proteger as empresas constituídas e os detentores de marcas registadas em Portugal de abusos de terceiros e de uma litigância desnecessária e onerosa".

Como somos de brandos costumes e deixamos tudo para o fim, tem que haver mais este adiamento. Por este andar, liberalização do domínio .pt só lá para 2009.

via Publico.pt

DNS comemora 25 anos de existência

Hoje comemorasse o vigésimo quinto aniversário do Domain Name System (DSN), criado originalmente por Paul Mockapetris. É graças a esta ferramenta que é possível, por exemplo, atribuir ao endereço webtuga.com um IP.

Para ficarem a conhecer melhor o DNS, leiam estas explicações das versões portuguesa e inglesa da Wikipédia.

Jarte – simplicidade na edição de texto

jarte editor texto wordpad windows vista txt doc docx

Os editores de texto são ferramentas muito úteis, mas por vezes são muito caros ou têm muitas funcionalidades de que não precisamos. Às vezes, só precisamos de um pouco de simplicidade.

Simplicidade é o que o Jarte tem. Este editor é baseado no Wordpad e suporta para formatação de texto (parágrafos, tipo de letra, tamanho da letra, etc), tem um corrector ortográfico e pré-visualização para impressão, e atribui a cada documento aberto um separador (semelhante aos separadores do Firefox).

Esta aplicação está disponível apenas para Windows, é totalmente compatível com Windows Vista e pode ser instalada ou executada sem instalação. Os formatos suportados são o RTF, TXT, DOC e DOCX. Infelizmente não suporta o formato padrão, o que é pena.

Jarte, via Techie-Buzz.com

Ubuntu Ultimate 1.7

Recordam-se do Ubuntu Ultimate, já aqui falado à uns meses atrás, ainda o Webtuga corria o WordPress como backend e não havia o excelente serviço de alojamento web Webtuga.net?

Para quem não se recorda – e também para quem se recorda -, o Ubuntu Ultimate é uma variante da distribuição de GNU/Linux Ubuntu que vem com todos aqueles codecs e drivers proprietários que o Ubuntu não trás instalados por defeito (existem algumas questões legais que impedem a Canonical de o fazer) e mais algumas aplicações pré-instaladas.

A última versão do Ubuntu Ultimate, versão 1.7, é baseada no Ubuntu 7.10, mas vem com um diferente tema – em tons de preto, vermelho e verde – e um tamanho de 1.8GB.

Download