Ataque “hacker” rouba dados de 1,29 milhões de clientes da Sega

O grupo japonês de jogos Sega anunciou hoje que os dados pessoais de 1,29 milhões de clientes foram roubados na sequência de um ataque “hacker” através de um site da sua filial europeia.

O site Sega Passe, operado pela Sega Europe, com sede em Londres, não continha informações sobre cartões de crédito, assegurou a empresa. Mas os piratas informáticos roubaram, na sexta-feira, os nomes, as datas de nascimento e as senhas criptografadas dos clientes, acrescentou a Sega. Também a empresa japonesa Sony foi recentemente vítima de ataques praticados por piratas informáticos.

O último ataque foi reivindicado em 6 de junho por um grupo de “hackers” norte-americano, conhecido como o LulzSec, que disse já ter tido acesso a mais de um milhão de senhas, endereços de e-mail e outras informações da SonyPictures.com.

Um porta-voz da Sony confirmou à agência EFE que foi aberto um processo de investigação sobre este caso que acontece depois de piratas informáticos terem roubado desde meados de abril dados de mais de 100 milhões de utilizadores dos vários serviços da empresa na Internet.

Portugueses entre os mais preocupados da Europa com privacidade

Oitenta por cento dos cidadãos portugueses mostram apreensão sempre que têm de fornecer informação pessoal online. Os dados constam um novo inquérito Eurobarómetro sobre as atitudes relativas à protecção de dados e à identidade electrónica e colocam Portugal em segundo na lista dos “mais preocupados” com estas questões na UE.

O país iguala com a Grécia, e fica apenas atrás do Luxemburgo e da Irlanda, onde 83% dos cidadãos se mostram apreensivos em disponibilizar informação como o seu número de cartão bancário, morada, etc.

Do lado oposto, os europeus menos preocupados com estas questões são os suecos (33%) e os holandeses (49%).

Em termos gerais, três em cada quatro europeus estão conformados com a cedência dos seus dados pessoais, mas também se mostram preocupados com a utilização que as empresas – incluindo os motores de pesquisa e as redes sociais – fazem da sua informação.

O inquérito mostra que 60% dos europeus que usam a Internet (40% do total dos cidadãos da UE) compra ou vende bens online e usa redes sociais. Nestes serviços, os inquiridos revelam os seus dados pessoais, incluindo informação biográfica (quase 90%), informação social (quase 50%) e informação sensível (perto de 10%).

As preocupações mais frequentes relacionam-se com as fraudes ao fazer compras (mencionadas por 55 % dos inquiridos), a utilização da informação nas redes sociais sem o seu conhecimento (44 %) e a partilha dos dados entre empresas sem a sua autorização (43 %).

Facebook prepara nova ferramenta para fotografias

O Facebook poderá estar prestes a apresentar uma nova aplicação para partilhar fotografias na rede social, tornando mais simples o actual processo de upload de imagens via dispositivos móveis

A informação é avançada pelo portal TechCrunch, que cita alguns documentos que abordam a existência da nova aplicação.

De acordo com o portal especializado a nova aplicação irá melhorar o carregamento, partilha e a integração de etiquetas de identificação das fotografias no Facebook, através de dispositivos móveis.

 

Litigio entre Zuckerberg e gémeos Winklevoss ainda não acabou

Só o Supremo Tribunal Federal dos EUA pode por fim ao litígio entre o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, e os irmãos Winklevoss

Isto porque Zuckerberg viu suspenso um processo que tinha interposto contra Cameron e Tyler Winklevoss que o acusam de lhes ter roubado a ideia que originou a rede social Facebook.

Esta suspensão deve-se ao facto de os irmãos terem recorrido para o Supremo Tribunal Federal da decisão que, em 2008, lhes deu razão no processo contra Zuckerberg.

Neste processo o fundador do Facebook lhe teria de lhes pagar 65 milhões de dólares em dinheiro e acções da empresa, mas estes consideraram que o valor não era adequado e recorreram ao Supremo, que agora suspende, até decidir, todas as acções em tribunal sobre este caso.

Turquia prende 32 membros dos Anonymous

Depois de alguns ataques virtuais, as autoridades turcas decidiram deter 32 pessoas que alegadamente pertencem ao grupo de hackers Anonymous.

As detenções foram anunciadas no seguimento de investidas contra o site da entidade que regula as telecomunicações na Turquia como forma de protesto contra a iniciativa legislativa que prevê a aplicação de filtros à navegação na Internet.

A aplicação de filtros limita o acesso a vários conteúdos considerados nocivos ou mesmo polémicos.

De acordo com a BBC, os internautas turcos vão ser obrigados a escolher um de quatro perfis de filtros.

Voz e imagem podem ser pesquisadas na Internet

Uma busca na internet vai poder ser feita por voz e imagem através da incorporação de um microfone e de uma câmara fotográfica no motor de busca Google, anunciou ontem a empresa.

O sistema já disponível em dispositivos móveis, como telemóveis, com o sistema operativo Android chegará aos computadores tradicionais.

Na barra de busca do Google vão surgir dois novos ícones: um microfone, activado pelo reconhecimento de voz, e uma máquina fotográfica, que permitirá introduzir uma imagem para possibilitar procurar resultados relacionados.

Amit Singhal, membro da equipa de desenvolvimento da empresa multinacional, afirmou que os avanços feitos vão acabar com as «barreiras entre os utilizadores e o conhecimento».

Um clique no botão direito do rato sobre uma foto nos sistemas Chrome e Mozilla dará ainda a possibilidade de encontrar resultados relacionados com essa imagem no Google.

A busca por imagens arrancará em 40 idiomas, enquanto a por voz estará disponível apenas em inglês, mas já existem planos a para alargar a outras línguas.

Páginas Amarelas lançam aplicação para o iPad

As Paginas amarelas e as Paginas Brancas lançaram recentemente uma aplicação para iPad, iPhone e Android de modo a permitir uma fácil utilização os seus serviços nas diversas plataformas.

A aplicação é gratuita, rápida e tem múltiplas funcionalidade: a sugestão automática, a visualização dos resultados num mapa e a integração com as redes sociais ajudam os consumidores a encontrar o fornecedor certo com o seu iPad, para além de proporcionarem uma forma adicional de as empresas portuguesas se ligarem aos seus clientes.

Os consumidores podem encontrar rápida e facilmente o fornecedor certo.

Ao realizar uma pesquisa, a aplicação sugere automaticamente categorias de negócios ou locais, no momento. Os resultados da pesquisa são mostrados numa lista ou num mapa, ou na prática vista combinada, quando o iPad está virado no modo horizontal. Ao seleccionar uma empresa, são fornecidas informações fiáveis e detalhadas: dados para contacto, horas de abertura, localização, imagens, vídeos, indicações sobre como chegar à empresa e muito mais.

O utilizador pode partilhar facilmente estas informações por e-mail, no Facebook ou no Twitter.

Para ligar os consumidores às empresas locais ainda mais rapidamente do que antes, o website paginasamarelas.pt foi recentemente alvo de uma renovação completa. Agora o website possui uma nova interface que garante resultados mais completos, mais relevantes e mais locais.

Vamos correr a shell Linux num Browser?

Os browser são hoje em dia ferramentas multifacetadas, que permitem aos utilizadores a realização de várias tarefas. Através do browser podemos aceder à Internet, ler o e-mail, jogar, aceder às redes…enfim, quase que se coloca a questão “O que não se consegue fazer hoje através de um browser? ”.

Recentemente descobri o projecto “Javascript PC emulator” quer permite correr uma shell Linux através de um simples browser.

 

 

O Javascript PC Emulator (baseado no Linux Kernel 2.6.20) é um pequeno script que permite ter a consola Linux no browser. O script foi desenvolvido em Javascript (tal como o nome indica), usando W3C Typed Arrays e emula  o seguinte hardware:

  • 32 bit x86 CPU
  • 8259 Programmble Interrupt Controller
  • 8254 Programmble Interrupt Timer
  • 16450 UART
  • Real Time Clock

Segundo o autor, Fabrice Bellard (criado do QUEMU e do FFmpeg), a ideia de desenvolver um emulador da consola Linux para correr num browser surgiu por puro divertimento e para colocar em prática todo o poder que o javascript oferece, mesmo para tarefas mais complexas.

Webpage: http://bellard.org/jslinux/index.html

Finanças alertam para roubo de dados

O Ministério das Finanças e da Administração Pública emitiu um alerta para o facto de estarem a circular na Internet mais mensagens fraudulentas, que tentam enganar os utilizadores e recolher dados sensíveis ou instalar malware.

Tal como já tinha sido reportado pelo organismo nas últimas semanas, as mensagens em questão são assinadas pela Direcção-Geral dos Impostos, mas na verdade são enviadas por “entidades desconhecidas”, como caracteriza um comunicado.

 

“Salienta-se, uma vez mais, que estas mensagens são falsas e têm por objectivo a instalação de software fraudulento na máquina de quem recebeu a mensagem de correio electrónico”, alerta o MFAP.

No comunicado das finanças é também indicado que o ataque já está a ser investigado pelas autoridades competentes.

As mensagens que estão a circular por correio electrónico exibem este aspecto:

Google Les Paul ganha site permanente

As variações artísticas feitas na logo da Google, são chamadas de doodles. É uma pequena tradição da empresa.

Na última quinta-feira (09.06), o homenageado foi o guitarrista Les Paul. O doodle interativo, permitia os usuarios tocarem músicas utilizando o teclado, manipulando as cordas virtuais.

O doodle teve tanto socesso que passadas algumas horas forao colocados videos no youtube com varias musicas tocadas no google. O proprio twitter bateu recores de posts para o google. O interesse foi de tal maneira acentuado que agora os fãs do guitarrista podem acessar um link permanente e tocar sempre que quiserem.

O site é http://www.google.com/logos/2011/lespaul.html