[Rede WebTuga] Top Semanal 05/05/08 – 11/05/08

Pois é, na sucessão do meu post acerca do Skribit, foram várias as pessoas que votaram na minha sugestão de criar semanalmente um post dos top 5 artigos da semana na rede WebTuga.

Decidi então fazer uma recolha dos melhores artigos da semana na rede WebTuga, no entanto não vou limitar os artigos a um número, mas sim colocar aqueles que foram mais relevantes.

Até para a semana… 😛

Asus EeePC com Windows é mais caro que a versão com GNU/Linux

Tem circulado em vários sites conhecidos que o Asus EeePC com Windows é mais barato que a versão com GNU/Linux. Mas esta informação é totalmente falsa e usa diferentes critérios entre os modelos comparados.

Estas afirmações tinham como base um modelo com Windows com especificações inferiores ao modelo com GNU/Linux que estava a servir como comparação. Quando comparamos dois modelos com especificações iguais, como o ASUS eeePC 900, podemos constatar que a versão com Windows é, na verdade, perto de 150 euros mais caro que a versão com GNU/Linux. Se não acreditam, vejam no site da Asus.

Quem fica mal visto nisto é quem iniciou esta mentira, e também os sites mainstream que não fizeram, sequer, uma simples pesquisa sobre o assunto.

via Bitate.blogspot.com

Ensaio sobre Software Livre e como ganhar dinheiro com ele

gnuÀ uns 14 meses atrás, fiquei completamente farto do Windows XP e decidi mudar de sistema operativo. Apesar de todos os cuidados que tinha e das aplicações de segurança que utilizava – firewall, anti-vírus, anti-spyware e por aí fora -, acabava com infecções de malware; e quando não era malware, era um decréscimo absurdo na performance.
Como, na altura, tinha aqui mencionado o Ubuntu algumas vezes e sabia que a comunidade portuguesa em torno desta distribuição era grande, mantive um dual-boot com o Windows Xp e o Ubuntu. Ao fim de duas semanas com dual-boot, removi a partição do Windows.
À medida que fui conhecendo mais sobre o GNU/Linux e os sistemas operativos livres em geral, fiquei a conhecer o movimento open source. Mais tarde, fiquei a conhecer o movimento Free Software, movimento em que me revejo.
Como a minha inaptidão para programar é tão grande como a inaptidão para desenhar, e como sinto que devo dar algo à comunidade que me deu o software que hoje utilizo, decidi escrever um pequeno ensaio sobre formas de ganhar dinheiro com software livre, para ajudar a desmistificar algumas ideias incorrectas que existem. O texto é simples, curto e direccionado para o público com menos conhecimentos de informática.
O texto original está disponível em português, sob uma licença GNU Free Documentation License. Uma tradução para inglês, igualmente sob a FDL, e revista por Karl Berry, a quem eu deixo o meu agradecimento, também está disponível para download. Ambos os documentos estão no formato ODF e PDF e não garanto que os disponibilize noutro formato.

Download da versão portuguesa (PDF)
Download da versão inglesa (PDF)

Torna a PlayStation 3 num servidor multimédia com GNU/Linux

Um dos pontos fortes dos sistemas operativos livres, seja o GNU/linux, FreeBSD, OpenBSD ou outro, é a sua portabilidade: tanto podem correr num x86, como num x86_64, SPARC, PPC, etc. Isto faz com que seja possível usá-los em imensas plataformas.

Uma dessas plataformas é a PlayStation 3, da Sony, que pode ser usada como Media Server (servidor de conteúdos multimédia). Para saberem como a podem tornar no vosso servidor multimédia caseiro, leiam o tutorial do howtoforge.com.

Dicas para um osx mais "linux"

Ora bons dias, ou tardes, vou publicar algo que acho que é do conhecimento de alguns, novidade para outros, como tornar o osx “mais linux”, e porquê? só por uma questão de se ambientarem, ou para os utilizadores de linux que estão a dar os primeiros passos em mac osx.

Antes de mais nada, e partindo do princípio que estamos perante uma instalação limpa de osx(neste caso usamos o tiger para exemplificar), vamos instalar o Xcode(2.x.x para Tiger, 3.0 para Leopard), instalação personalizada, porque queremos instalar o GCC e o X11. Após instalar o Xcode, basta aceder a http://www.finkproject.org/download/ e instalar a versão respectiva de fink, consoante a versão do osx. Seguir instruções. O mesmo vamos fazer para o MacPorts (antigo darwinports), http://www.macports.org/install.php, seguir as instruções do site, depois abrir o Terminal em Applications>Utilities>Terminal e digitar o seguinte:

fink scanpackages
fink index
sudo apt-get install fink
sudo port -v selfupdate

em todos eles deve pedir uma password, neste caso, introduzam a password da conta de utilizador corrente

A partir daqui basta digitarem no Terminal o que querem instalar, existe bastante software portado para mac, é uma questao de explorar.

 

A dança dos Geeks por Richard Stallman

Quem não conhece Richard Stallman, umas das pessoas mais importantes no mundo do software livre, tendo sido fundador da Free Software Foundation (FSF), do projecto GNU e criou várias aplicações como GNU C Compiler e o Emacs. É também o criador das licenças GNU GPL.

Richard Stallman é uma pessoa com um espírito bastante aberto ( será que o espírito dele é open-source? ). Aqui neste vídeo podemos observa-lo a dançar com o seu portátil.

CNR para Ubuntu 8.04 já disponível

CNR para Ubuntu

Mesmo antes do lançamento final da distribuição Ubuntu 8.04 Hardy Heron, a equipa Linspire anunciou o lançamento do CNR para esta mesma distribuição.

O CNR é uma aplicação que permite com apenas alguns cliques a instalação de software e aplicações, bem como a sua gestão, em Linux.

Poderá fazer o download da aplicação para Ubuntu 8.04 no site oficial.

Caso use OpenSuse, Fedora ou Debian ainda terá que esperar ou então optar por uma distribuição que já o traga instalado como é o caso de Freespire e Linspire.

eyeOS 1.6 – Gala Sync

eyeos 1.6 Gala Sync

Enquanto que no mundo dos sistemas operativos para desktop e servidores as atenções estão todas viradas para o Ubuntu 8.0.4 Hardy Heron, o mundo dos sistemas operativos on-line recebe grandes novidades.

Hoje nas minhas leituras diárias, reparei num "post" do meu colega Bit.ate do PlanetGeek que fala sobre a nova versão do eyeOS.

O famoso eyeOS, um sistema operativo on-line open-source, recebeu ontem uma das maiores actualizações desde a sua existência.

Na versão eyeOS 1.6 “Gala Sync”, todos os esforços foram centrados na melhoria da experiência do utilizador com este sistema, tendo sido implementadas novas aplicações e novas ferramentas que facilitam o desenvolvimento de web-apps para este sistema operativo.

Gala Sync tras novidades fresquinhas como um novo sistema de Drag and drop, novos widgets, um novo leitor de rss ( eyeFeeds ), um novo editor de texto com cores para as principais linguagens de programação e um sistema de auto-completar para facilitar a programação on-line, um IDE para desenvolvimento chamado eyeCode, uma nova calculadora e ainda um novo jogo chamado eyeTetravex.

No entanto a novidade mais relevante no eyeOS é a possibilidade de criar aplicações capazes de comunicar com o seu sistema operativo Desktop, sendo o eyeSync uma das primeiras aplicações que permite sincronizar os seus sistemas operativos.

Para já a versão 0.1 do eyeSync só está disponível para macOSx e para Linux, no entanto nas próximas semanas estará pronta para correr em Windows.

+info

DebianDayPT – 15º Aniversário da Distribuição Debian


No dia 16 de Agosto de 2008 a distribuição GNU/Linux Debian festeja o seu 15º aniversário.

Para festejar, a Comunidade Portuguesa de Utilizadores de Debian GNU/Linux vai organizar um encontro em Aveiro para todos aqueles que usem esta distribuição, sejam utilizadores Linux ou estejam apenas interessados em saber mais do mundo Linux.

Para além de festejar os 15 anos da distribuição, este evento tem também o objectivo de divulgar o GNU/Linux e de divulgar a troca de conhecimentos e experiências no mundo Linux.

No decorrer do evento vão haver várias palestras e workshops.

Para mais informações visitem a página oficial da comunidade DebianPT.

Página Oficial: DebianPT

Microsoft e Novell de mão dadas para a China

A cooperação entre a Novell e a Microsoft conheceu mais um novo marco, com a aliança formada entre as duas empresas para entrar no mercado Chinês.

Estas duas empresas vão, mais uma vez, colaborar, desta vez para oferecer soluções mistas – de sistemas livres e fechados – às empresas chinesas. Estas soluções estarão protegidas de potenciais processos por violação de patentes.

A China é um mercado onde o software livre tem muito sucesso. Um exemplo deste sucesso é o Red Flag Linux, uma distribuição de GNU/Linux usada no sector empresarial deste país asiático.

via news.yahoo.com

Nota: Obrigado ao Francisco Carinha pela dica