MIT desenvolve robô capaz de expressar emoções

nexiO MIT (Massachusetts Institute of Technology), juntamente com a Xitome Design, desenvolveram o Nexi: um robô que consegue movimentar a cabeça em quatro direcções, reproduzir expressões faciais e deslocar-se à mesma velocidade dos humanos.

Para se movimentar à mesma velocidade que um humano, é usada uma base semelhante ao Segway em vez de pernas, o que lhe permite uma movimentação rápida e também um equilíbrio automático.

A face do Nexi, desenvolvida em parceria com a Xitome Design, consegue expressar 15 diferentes expressões faciais e movimentar as sobrancelhas, boca, olhos, etc, para realçar essas mesmas expressões. Quatro microfones permitem localizar a origem do som, um outro é usado para a captura de voz e um altifalante é utilizado para sintetizar a fala. Cada olho tem uma câmara que captura imagens a côr e um sensor de infravermelhos para detectar e evitar obstáculos, mesmo num local sem luminosidade.

As expressões faciais, movimento, visão, sintetização de voz, comunicação sem fios e outras funções são controladas através de um computador embebido que utiliza GNU/Linux, sendo possível controlar o Nexi remotamente.

Este robô, à primeira vista, pode parecer assustador. Mas, para mim, é fascinante, porque tem a capacidade de reproduzir expressões faciais e manter uma conversa, mesmo que ainda seja um pouco artificial.

Vídeo do Nexi, via Exame Informática e Daily Tech

Casal americano processa Google por imagem no Street View

Um casal de "pombinhos" do estado americano da Pensilvânia processou o Google por violação de privacidade.

A razão para este processo é uma imagem da casa do casal no Google Street View. Aaron e Christine Boring afirmam que compraram a casa para ter privacidade, mas que essa imagem a viola.

Esta não é a primeira situação do género a acontecer com o Google Street View. No início de Março, o Google foi obrigado a retirar imagens de uma base militar de San Antonio, Texas.

O casal afirma ainda que a imagem causou stress emocional em ambos e fez com que a propriedade se desvalorizasse. Por isso, exigem que o Google seja proibido de encetar actividades semelhantes no futuro e pedem uma compensação de 25 mil dólares pelos danos causados.

Um porta-voz do Google pronunciou-se sobre este caso e afirmou que a empresa permite que os utilizadores peçam a remoção de determinadas imagens.

via techwhack.com, tech.blorge.com e technologyexpert.blogspot.com

Tiny USB Office – um pacote de produtividade grande em aplicações e pequeno em tamanho

Ainda se fazem programas que cabem numa disquete. Digo mais, ainda se fazem pacotes de produtividade que cabem numa disquete. Ou melhor, faziam, porque o pacote de produtividade em causa passou de quase 1.44MB para 2.4MB.

Sim, eu sei que 2.4MB é um abuso, mas têm que compreender que são muitas aplicações.

Este pacote de produtividade, para Windows, de que falo chama-se Tiny USB Office – o nome não podia ser mais apropriado, porque ele já necessita de uma pendrive, pois ocupa uns enormes 2.4MB (lá vai o tempo em que podíamos copiá-lo para uma disquete).

Algumas das aplicações incluídas neste pacote de produtividade são o cliente de email NPopUK, o processador de texto KPad, o leitor de PDFs PDF Producer, a ferramenta de compressão 100 Zipper e o cliente de chat para a rede MSN PixaMSN. Ao todo são… muitos programas.

Tiny USB Office, via shellcity.net

SubDownloader – pesquise legendas a partir do desktop

Se são como eu, são extremamente sexy, inteligentes, possuem um humor acutilante e são dotados de um incrível bom gosto. Mas também gostam de ver os filmes em português. Normalmente, a maioria dos DVDs vêm com legendas na nossa língua; mas há sempre uma ovelha negra.
Nestes casos, o mais certo é evitarem a compra destes DVDs, acabando por não verem alguns filmes que vos interessavam.

Felizmente, há um pequeno programa multi-plataforma chamado SubDownloader. Inserem o nome do filme na caixa de pesquisa e o programa apresenta os resultados que encontrou.
O comportamento por defeito do SubDownloader é mostrar as legendas em todos os idiomas, mas isso muda-se facilmente nas opções.

SubDownloader, via Genbeta.com

Microsoft disponibiliza primeira beta do Internet Explorer 8

A Microsoft disponibilizou uma beta pública da próxima versão seu browser, Internet Explorer 8. Este lançamento destina-se a receber feedback da aplicação e a mostrar o desenvolvimento que o navegador está a ter.

A maior novidade do Internet Explorer 8 é o bom (ou quase bom) suporte para padrões web. Isto é uma excelente notícia para os webdevelopers e webdesigners, que passarão a fazer menos kung-fus para conseguir por um site a fazer render correctamente no browser da Microsoft.

Alguns serviços web da Microsoft estão integrados no browser. Exemplos disso são o MSN Weather, MSN Encarta e Windows Live Hotmail. Mas vários serviços externos à Microsoft também estão presentes no IE8, como o Facebook ou o Ebay. Estas funcionalidades chama-se Activites.

Os WebSlices são outra novidade presente nesta nova versão, ainda em desenvolvimento, do Internet Explorer. Isto é semelhante à barra de marcadores do Firefox, onde podem ser adicionadas feeds e atalhos para qualquer site, mas com maior versatilidade.

Parece que a Microsoft está finalmente a adoptar os padrões web. Mas, quando a esmola é grande, o pobre desconfia. Vamos lá ver se isto é apenas fogo de vista ou um bom primeiro passo dado pela empresa.

Download

Microsoft apresenta a nova versão do Windows Mobile

A Microsoft apresentou a versão 6.1 do Windows Mobile, o seu sistema operativo para dispositivos móveis, no certame CTIA Wireless 2008.

Esta nova versão do Windows Mobile, de acordo com a Microsoft, proporciona mais segurança e melhor navegação. Entre as novidades destaca-se a nova versão do Internet Explorer Mobile, que agora suporta o codec de vídeo H.264, Flash, Silverlight, permite visualizar as páginas em ecrã inteiro e ainda fazer zoom.

Para quem acede ao email num dispositivo móvel com Windows Mobile, está disponível o Fetch – uma aplicação que baixa os emails completos através de FTP e IMAP.

via efluxmedia.com

WGA do Vista SP1 cracado (quem é que não esperava esta?!)

pirataIsto que vou mencionar normalmente não é notícia por ser algo tão habitual como respirar; mas eu não resisto a fazer um pequeno rant sobre o tema.

Ao que parece, os sistemas anti-cópia desenvolvidos pela Microsoft têm mais utilidade na subida dos preços dos seus sistemas operativos que no combate às cópias ilegais do Windows. Perto de duas semanas após o lançamento do primeiro service pack para o Windows Vista, já circulam pela net alegados cracks para o WGA – o sistema de validação de cópia do Windows.

É verdade que, com este Service Pack, a Microsoft tornou o WGA um pouco menos rígido. Mas já quando o Windows Vista foi oficialmente lançado, um crack para o WGA apareceu pouco tempo depois.

Até que ponto valerá a pena gastar dinheiro a desenvolver estas tecnologias, que são cracadas pouco tempo depois e ajudam a encarecer os preços dos produtos? Não seria melhor dar prioridade a outras coisas como, sei lá, estabilidade, segurança e performance?

A quem estiver a pensar em pedir o crack, esqueçam. Não sei onde o encontrar; e mesmo que soubesse, não vos dizia. Se querem utilizar software proprietário, paguem por ele.

PCLinuxOS Magazine – edição de Abril já está disponível

A edição de Abril da PCLinuxOS Magazine, a revista da distribuição de GNU/Linux PCLinuxOS, já está disponível para download.

Nela, podem ler um artigo sobre a formatação de texto no editor de texto do OpenOffice e ficar a conhecer as distribuições baseadas no PCLinuxOS e o gestor de pacotes desta distribuição.

Download

Blinkx – um serviço p2p de streaming de vídeo com reconhecimento de voz

Foi lançado mais um serviço de streaming de vídeo que utiliza uma tecnologia p2p para disponibilizar os seus conteúdos: o Blinkx.

Tal como o Miro ou o Joost, os utilizadores têm que descarregar uma aplicação para poderem aceder ao serviço. Mas esta tem uma funcionalidade que a destaca das outros: reconhecimento de voz. Esta funcionalidade não está disponível em todos os vídeos mas, nos que a têm activa, os utilizadores podem clicar numa linha do texto que aparece para saltarem imediatamente para esse ponto no vídeo.

Outra funcionalidade que poderá ser interessante é a possibilidade de pesquisar informações sobre actores no IMDB, Google ou qualquer outro motor de busca.

Se estão à espera de encontrar no Blinkx aquelas séries televisivas que costumam descarregar, esqueçam; só estão disponíveis conteúdos independentes e videocasts. E isso não quer dizer que não existam bons conteúdos disponíveis, só por serem independentes – vejam a música indie, por exemplo.

Blinkx, via portfolio.com

Google Docs disponível offline

bender"Good news everyone". É com esta típica fala do professor Farnsworth, uma das personagens da excelente série animada Futurama, que tenho o prazer de anunciar que o Google Docs já permite a edição offline de documentos.

Para editarem os vossos documentos do Google Docs sem estarem ligados à net, apenas precisam de instalar a extensão do Google Gears, disponível para Firefox e Internet Explorer. Esta extensão sincronizará as alterações feitas aos documentos da próxima vez que se ligarem à net, mas infelizmente não permite a criação offline de ficheiros.

Para ficarem a saber como funciona a edição offline de documentos do Google Docs, vejam este vídeo disponibilizado pela equipa do Google Docs.