Guerra Santa

Todos têm uma fé. Uns acreditam em Delphi, outros em Java. Há ainda os discípulos de C, de Visual Basic, HTML e outras tantas igrejas menores. São programadores, mas poderiam muito bem ser chamados de pastores.

Jamais duvide da linguagem preferida de um programador. Pode ser o caminho mais curto para a fogueira da Guerra Santa Virtual.

Como não podia deixar de ser, também cultivei a minha religião. Ainda brincava com BASIC, sem fazer nada de importante, quando conheci o Pascal. Um amigo baixara algumas apostilas de um BBS – ainda não se acedia à Internet – e assim que li fiquei convertido.

Pela primeira vez na vida vi uma linguagem estruturada. Tudo muito lógico, restrito e, ao mesmo tempo, flexível. Talvez não tão eficiente quanto o todo poderoso C, que conhecia de fama, mas muito mais eficaz que o BASIC e perfeita para a correcta aprendizagem da programação.

Devorei os tutoriais todos e em questão de dias já fazia programas em Pascal que nunca conseguira fazer em BASIC.

Convertido, jurei nunca mais usar “goto” e sempre adorar a estrutura perfeita das constantes, variáveis e sub-rotinas, organizadas e declaradas previamente, Já havia versões estruturadas de BASIC por aí, mas sempre era possível numerar as linhas e desviar o programa usando “goto”, uma verdadeira blasfêmia a ser evitada.

Veio então a interface gráfica, e o computador ficava cada vez mais acessível aos impuros e infiéis humanos normais. Apanhei o comboio um pouco tarde, quando Windows 95 já se firmava como padrão de mercado e comecei a desenvolver em Delphi, que era baseado em Pascal. Percebi, porém, que apesar da minha firme convicção, as linguagens ditas inferiores não desapareciam. Pior.

Percebi que era possível sim, desenvolver programas bons até mesmo em Visual Basic. Minha fé perdera o sentido de ser.

Pode ser difícil de admitir, mas a sua linguagem de programação preferida, assim como a sua equipa de futebol, não ganha sempre. A evolução, já dizia Darwin, depende da selecção natural e da diversidade. Não importa o quanto se batalhe e dicuta, haverá sempre  alguém fazendo um programa melhor que o seu, na linguagem que você mais odeia. E não adianta nada deita-lo na fogueira.

Tentaram esse método há uns mil anos atrás e não deu certo.


resolvi partilhar com vocês esta cronica da revista PC Master (Ano 5, Edição 51, Por Leandro Calçada). O texto demonstra na perfeição a realidade… todos nós (programadores) por uma razão ou por outra gostamos mais de uma linguagem de programação e conscientes da nossa convicção defendemos-la até ao fim, quem diz linguagens de programação, diz sistemas operativos… somos todos seguidores de alguma coisa.

Eu digo, ainda bem que não concordamos em tudo e ainda bem que existe alternativas e concorrência.

Darwin tinha razão, a evolução depende da selecção natural e da diversidade… será sempre assim…

Bom fim de semana, Cumprimentos

TinyPaste – Coloque pequenos textos na web

TinyPasteJá quase todos nós conhecemos o serviço TinyUrl que permite criar pequenos endereços que redireccionam para páginas com endereços demasiado compridos.

O TinyPaste, tem uma filosofia semelhante, no entanto este permite criar pequenos textos e guardar na web de forma a poder ser acedido por outras pessoas.

Nada de novo para quem já está habituado a usar o PasteBin, no entanto o TinyPaste apenas permite texto simples, não colocando as cores na sintaxe das linguagens de programação tal como acontece no PasteBin.

O TinyPaste tem uma extensão para Firefox que lhe permite seleccionar um texto de uma página web e guardar automaticamente no TinyPaste.

Apple anunciou iPhone 3G na WWDC08

Ontem foi dia de evento Apple. Realizou-se em São Francisco nos Estados Unidos da América a World Wide Developer Conference 2008, um evento que tem como objectivo chegar mais perto dos programadores e saber o que estes necessitam e como de costume, foram anunciadas algumas novidades.

Como sempre, Steve Jobs começou por fazer um apanhado do sucesso dos produtos da Apple, informando-nos que o iPhone vendeu no seu primeiro ano, cerca de 6 milhões de iPhones.

AppStore

AppStore

Algumas empresas e alguns programadores demonstraram as suas aplicações desenvolvidas para o iPhone e expressaram a sua opinião acerca da sua experiência a programar na plataforma. Entre as demonstrações encontravam-se projectos da Sega, eBay, TypePad e da MLB.com.

As aplicações vão estar disponíveis na AppStore quando esta estiver disponível, sendo o próprio programador a definir o valor que deseja cobrar pela aplicação. Este ficará com 70% do preço final, enquanto que a Apple ficará com o restante para cobrir os custos de alojamento e divulgação. Caso o programador opte por disponibilizar a aplicação gratuitamente, não terá custos adicionais.

A AppStore vai estar disponível em 62 países e será possível fazer o download das aplicações por Wifi, pelo iTunes ou pela rede da sua operadora móvel, no entanto esta ultima opção não estará disponível para ficheiros com tamanho superior a 10MB.

Mobileme

Mobileme Box

Foi apresentado um novo serviço chamado Mobileme que permite ter acesso aos seus dados, como por exemplo calendários, e-mails, documentos ou ficheiros e sincronizar com o seu computador ( PC ou Mac ) e com o seu iPhone.

Este serviço está presente no domínio me.com, tem o valor de $99 dólares no pacote individual ou $149 no pacote familiar e vem substituir o anterior serviço .Mac.

Apresenta um interface web dinâmico nunca antes visto com novidades como drag and drop de múltiplos ficheiros, e-mails ou contactos e ainda pesquisa com resultados em tempo real, tal como se fosse no seu computador.

iPhone 2.0 Software Update

iPhone 2.0 Software Update


Foram dados a conhecer novidades que podemos esperar na iPhone 2.0 Software Update e uma delas bem resolver um problemas com que os desenvolvedores de aplicações 3rd party se depararam, que é o facto de ser impossível correr aplicações em background. Como opção e para reduzir o consumo de energia no gadget, a Apple criou uma solução que permite receber alertas de eventos server-side.

Para além disso, o novo iPhone 2.0 Software permite a pesquisa de contactos, suporte a documentos do iWork e do Microsoft Office, salvar imagens que receba por e-mail no seu iPhone, controlos parentais, máquina de calcular cientifica no modo landscape e ainda suporte a mais linguagens das quais 4 tipos de japonês e chinês tradicional e simplificado com a possibilidade de escrever com o dedo.

O novo software estará disponível gratuitamente para qualquer detentor de um iPhone em Julho e terá um custo de apenas $9.95 para aqueles que tenham um iPod Touch.

iPhone 3G

iPhone 3G

O novo iPhone foi apresentado, chama-se iPhone 3G e tal como o nome indica, integra a tecnologia de transferência de dados 3G, revelando uma velocidade 2,8 vezes mais rápida que a tecnologia EDGE, um novo conector para headphones como os do iPod e ainda inclui o GPS. Para além disso o novo iPhone faz uma melhor gestão da bateria.

A Apple pretende colocar o iPhone disponível em 70 países até ao fim do ano, sendo que no dia 11 de Julho, 22 desses 70 países, incluindo Portugal, vão ter o iPhone disponível pelo preço fantástico preço de 199$ na versão 8GB e 299$ na versão de 16GB. O iPhone 3G 16GB estará disponível em preto e branco.

Falta-nos saber o que Bertrand Serlet falou, horas depois, acerca do novo Mac OS X Snow Leopard.

Entretanto já é possível reservar o seu iPhone na Optimus.

Portugal @ Programar festeja 3º aniversário

Portugal @ Programar

Apesar de não ser uma comunidade onde tenha participação activa, o projecto Portugal @ Programar tem sido um ponto de referência para todos os programadores portugueses.

Um dos projectos levado a cabo pelo P@P que mais admiro é a revista online PROGRAMAR, com artigos sobre os mais diversos tipos de linguagens de programação e técnicas que podem ser usadas no dia a dia do uso das mesmas.

Para além da revista PROGRAMAR, a equipa LinTeam também é um ponto alto desta comunidade. Equipa esta que fora anteriormente de outra comunidade e da qual fazia parte com alguns membros que ainda hoje a constituem.

O fórum conta com uma participação positiva entre os membros que se dedicam à entreajuda, à critica e à partilha de informação.

O Portugal @ Programar realiza hoje o seu 3º Aniversário, resta-me a mim desejar-lhes a todos os parabéns e que continuem com o excelente projecto que têm realizado até ao dia de hoje.

Parabéns Portugal-a-Programar

Open Source Rails – Directório de aplicações Rails código-livre

Ruby On Rails tem sido uma das linguagens mais prometedoras e usadas em aplicações Web 2.0.

Para quem programa em RoR, ou está a pensar em começar a aprender, o Open Source Rails reúne uma compilação de aplicações web open-source criadas em Ruby On Rails totalmente gratuitas.

Desde aplicações para serviços de endereços curtos, redes sociais e gestores de tarefas online, o Open Source Rails é uma referência a não faltar para quem estuda a linguagem.

Hello World – A colecção

<?php echo "Hello World"; ?>

Quando se começa a aprender uma nova linguagem de programação, a primeira instrução que nos ensinam é criar uma mensagem que mostre no ecrã "Hello World!" ou seja, "Olá Mundo!".

Com o desenvolvimento da tecnologia, foram criadas várias linguagens de programação com propósitos e objectivos diferentes.

Wolfram Rösler reuniu, com a ajuda de várias pessoas de toda a parte do Mundo, uma colecção de programas "Hello World" em 366 linguagens de programação e 56 linguagens humanas.

Clique aqui para ver a compilação.

eyeOS 1.6 – Gala Sync

eyeos 1.6 Gala Sync

Enquanto que no mundo dos sistemas operativos para desktop e servidores as atenções estão todas viradas para o Ubuntu 8.0.4 Hardy Heron, o mundo dos sistemas operativos on-line recebe grandes novidades.

Hoje nas minhas leituras diárias, reparei num "post" do meu colega Bit.ate do PlanetGeek que fala sobre a nova versão do eyeOS.

O famoso eyeOS, um sistema operativo on-line open-source, recebeu ontem uma das maiores actualizações desde a sua existência.

Na versão eyeOS 1.6 “Gala Sync”, todos os esforços foram centrados na melhoria da experiência do utilizador com este sistema, tendo sido implementadas novas aplicações e novas ferramentas que facilitam o desenvolvimento de web-apps para este sistema operativo.

Gala Sync tras novidades fresquinhas como um novo sistema de Drag and drop, novos widgets, um novo leitor de rss ( eyeFeeds ), um novo editor de texto com cores para as principais linguagens de programação e um sistema de auto-completar para facilitar a programação on-line, um IDE para desenvolvimento chamado eyeCode, uma nova calculadora e ainda um novo jogo chamado eyeTetravex.

No entanto a novidade mais relevante no eyeOS é a possibilidade de criar aplicações capazes de comunicar com o seu sistema operativo Desktop, sendo o eyeSync uma das primeiras aplicações que permite sincronizar os seus sistemas operativos.

Para já a versão 0.1 do eyeSync só está disponível para macOSx e para Linux, no entanto nas próximas semanas estará pronta para correr em Windows.

+info

Google entra no cloud computing com o lançamento do App Engine

google app engineO Google anunciou o lançamento de mais um serviço: o Google App Engine, por enquanto apenas disponível por convite.

O Google App Engine funciona um pouco como o Amazon EC2, mas as aplicações criadas assentam na infraestrutura do Google e podem interagir com os restantes serviços do Google.

Por enquanto, apenas podem ser criadas aplicações em Python. Mas à medida que o serviço for sendo desenvolvido, outras linguagens de programação serão suportadas.

Quando for aberto ao público, o Google promete disponibilizar um plano gratuito, que terá direito a 500 MB de espaço e "largura de banda suficiente para 5 milhões de visitas por mês". Mas até lá, só por convite.

Se quiserem experimentar este novo serviço do Google, tratem de arranjar um convite e descarreguem o SDK do Google App Engine, disponível para GNU/Linux, Mac OS X e Windows.

Google App Engine, via Blogoscoped.com

Rainlendar – Calendário Personalizável

Hoje trago-vos mais uma ferramenta útil ( para não variar 🙂 ), totalmente personalizável e grátis! O que é que se pode querer mais ?

Por sugestão de um dos nossos leitores, apresento-vos o Rainlendar, um calendário para o vosso desktop, personalizável e com temas ao gosto de cada utilizador.

Tenho que agradecer ao Fábio Ramos por esta fabulosa colaboração com o nosso blog; além de nos mostrar o programa ainda nos disponibilizou um link com temas para aplicar no Rainlendar. Para quem fizer o download dos temas disponíveis no site fica aqui a dica que têm que ser colocados na seguinte pasta : C:/Programas/Rainlendar2/Skins

Se a instalação for normal, sem ser alterado o disco padrão, caso contrário façam as alterações necessárias.

O site do Rainlendar disponibiliza ainda outras línguas para a utilização do programa, incluindo a língua Portuguesa. Por último mas não menos importante, é preciso referir que o download desta ferramenta está disponível tanto para Sistemas Operativos Windows como para Sistemas Linux.

O leitor que nos deu a conhecer este programa disponibilizou ainda um printscreen do seu desktop de forma a que todos possamos ter uma ideia da aparência do programa 😀

Fabio Ramos Desktop

Desktop – Fábio Ramos

 

A aplicação encontra-se no canto superior direito, para quem tiver dúvidas 😛

Em nome da equipa do Deskmod Portugal peço-vos que deixem os vossos feedbacks em forma de comentário aqui, no nosso blog ( nosso, e vosso, porque este espaço é de todos nós 😀 )

Download

Línguas para download

FAQ

Ruby on Rails 2.0

A nova versão da framework Ruby On Rails está finalmente acabada e tem novidades muito prometedoras.





Para quem não sabe, Ruby é uma linguagem de programação da autoria de Yukihiro Matsumoto inspirada nas linguagens Python e Perl, sendo o Ruby on Rails uma framework web criada pela 37 Signals (David Hansson).

Algumas das novidades desta versão são:

– melhoramentos no REST;
– Sessions guardadas em Cookies;
– HTTP Loving que lhe permite fazer autenticação por HTTP facilmente;
– Vários melhoramentos no perfomance da linguagem;




A instalação do Rails é bastante simples: basta digitar o comando gem install rails -y no terminal.

Caso não tenha o gestor gem instalado, terá que executar primeiro o comando gem install rails -y –source http://gems.rubyonrails.org, seguido do comando anterior.





Se estiver interessado em conhecer esta framework, visite a comunidade Ruby PT ou o site Portugal On Rails. Quando desejar testar o seu projecto em RoR, adquira um plano de alojamento Webtuga.

Ruby on Rails
Ruby-PT
Portugal On Rails
Alojamento com Ruby on Rails