Storytlr – Plataforma Opensource de LifeStreaming

Storytrl

Storytlr é uma plataforma opensource de lifestreaming e microblogging que pode ser utilizada para uso pessoal ou também como plataforma multi-utilizador.

O que o Storytlr permite é juntar todas as informações das suas redes sociais e agregar num único local.

Storytlr

Poderá utilizar as suas contas de vários serviços, incluindo Delicious, Digg, Disqus, Flickr, Google Reader, Identi.ca / Laconi.ca, favoritos do Last.fm, Picasa, Qik, RSS Feeds, Seesmic, StumbleUpon, Tumblr, Imagens do Twitpic no Twitter, Twitter, Vimeo e Favoritos do Youtube.

O Storytlr é programado em PHP e utiliza base de dados MySql, poderá encontrar as instruções de instalação no repositório do Google Code.

Saezuri – Cliente para Twitter em Adobe Air

Saezuri

Saezuri é um cliente para Twitter publicado na Adobe Air Marketplace por Yusuke Narita que utiliza autenticação via OAuth, não sendo necessário efectuar login com os seus dados na aplicação.

Este cliente para o Twitter permite a utilização de várias contas, inclui um integração de serviços de url shortner, suporte para o twitpic, várias skins e possibilita ainda a criação de pesquisas no Twitter.

Um cliente bastante simples e completo para quem se está a iniciar nestas coisas do “Twitter”, pode fazer download dele aqui.

Listas de utilizadores no Twitter

twitter listas

A funcionalidade de listas de utilizadores no Twitter já aqui tinha sido falada e agora está disponível para os utilizadores no Twitter. Esta nova ferramenta permite-lhe criar dentro do seu perfil várias listas de utilizadores, privadas ou publicas, sendo bastante úteis para criar por exemplo uma timeline com apenas os seus colegas de trabalho, amigos, clientes, etc…

Por exemplo, veja aqui uma lista de todas as contas twitter de blogs da rede WebTuga. Interessante hein? 😀

BuddyPress – Torne o WordPressMu numa rede social

BuddyPress

Para quem não conhece, o BuddyPress é um conjunto de plugins criados especificamente para o WordPress MU (WordPress Multi-User).

Com o WordPress Multi User já podia criar uma rede de multi blogs, mas agora com a implementação do BuddyPress é possível tornar um WordPressMu numa autentica rede social.

Poderá expandir as funcionalidades do seu WordPressMu, adicionando-lhe perfis com mais conteúdo, sistema de mensagens privadas, amigos, grupos, lista de actividades, lista de blogs e até mesmo fóruns, utilizando o bbPress.

No futuro será até possível criar albums de fotos e ainda actualizações de estado, permitindo-lhe incrementar uma espécie de sistema de microblogging dentro da rede social.

Poderá ver uma demonstração do BuddyPress em Testbp.org e fazer o download da versão 1.0 do BuddyPress em BuddyPress.org.

Como o BuddyPress ainda só foi lançado ontem e ainda não há uma tradução pt_PT, decidi começar utilizando o pacote da versão pt_BR. Ainda só estará traduzida em cerca de 30%, porém enviei a ultima versão do pacote para a equipa do WordPress PT e estou à espera de uma resposta deles para saber se fornecem uma plataforma de tradução colaborativa. Até lá, muah! 😛

Flutter – nanoblogging em 26 caracteres

Se o Twitter conseguiu ter tanto sucesso com o seu novo sistema de microblogging com limite de 140 caracteres, porque não terá o Flutter o mesmo sucesso que o twitter com uma nova tendência chamada nanoblogging onde pode partilhar updates com apenas 26 caracteres?

A razão pelo twitter utilizar 140 caracteres era para permitir que os updates fossem partilhados por sms, reservando espaço para o username. O Flutter tem 26 caracteres devido a ser o número de caracteres que compõe o alfabeto Inglês.

É claro que isto tudo é uma paródia, não sendo um projecto que exista realmente, no entanto achei hilariante a ideia… 😛

E tu? Achas que conseguias “fluttar” em 26 caracteres?

Qual o cliente Twitter que usas?

Twitterific

Já todos sabemos que o Twitter veio para ficar e já existem por aí alguns viciados. Até já se diz que se o Twitter acabar, será necessário criar clínicas de desintoxicação (@pedroaniceto).

O que provavelmente fez com que o Twitter tivesse mais sucesso em relação ao Jaiku e a outros sistemas de microblogging foi provavelmente a sua API disponibilizada desde cedo com bastantes opções, o que permitiu aos web developers e restantes, desenvolverem pequenas aplicações que permitam interagir com o Twitter.

Hoje em dia são centenas as web apps que utilizam a API do Twitter e existem também centenas de clientes Twitter.

Como existe tanta variedade de escolha, torna-se difícil alguém escolher o cliente Twitter acertado e é por isso que vos peço que partilhem o ou os clientes de Twitter que utilizam e as razões que vos levam a escolher.

Tenho utilizado o Twitterrific em macOSx e não penso que encontre melhor cliente para Twitter, apesar de lhe faltar a integração com o TwitPic.

Partilhem as vossas experiências com clientes Twitters e já agora, partilhem aqui o vosso perfil no Twitter com os restantes twitterólicos, e já agora não se esqueçam de seguir o @webtuga pelo twitter.

@cenourinha

JaikuEngine – código fonte do Jaiku (opensource)

JaikuEngine

O JaikuEngine, código fonte do serviço de microblogging Jaiku comprado pelo Google, já está, como prometido, disponível gratuitamente e distribuído como opensource sob a licença Apache 2.0 no Google Code.

Uma vez que o Google não irá mais desenvolver o Jaiku, poderá correr o JaikuEngine no Google App Engine ou em qualquer servidor que tenha suporte para Python 2.4 ou Python 2.5.

Para além disso foi criado um grupo de discussão para o JaikuEngine no Google Groups onde os utilizadores poderão discutir e continuar a desenvolver o projecto.

Snipt – Partilha de código pelo twitter

Snipt O Twitter é um local de encontro de geeks (e spammers à mistura) e o termo geek rima com programador. Na comunidade em redor do Twitter existem imensos programadores e portanto é importante aproveitar esse fenómeno.

Para tal foi criado o Snipt, um pequeno site que permite partilhar pequenos excertos de código em mais de 125 linguagens de programação e para além disso permite-lhe criar pastas privadas, pastas colectivas e da-lhe o embeded code para colocar o seu código visível em qualquer site.

Twittmore v1.0 – Twitter sem limites de escrita

TwittMore

Twittmore – *Free the Twitter*

Como já todos sabemos o Twitter é uma dos sistemas de microblogging mais utilizado nos dias que decorrem, deitando por terra o tumblr, jaiku e outros sites do género.

No entanto, por vezes um sistema de microblogging está limitado a 140 caracteres devido às SMS, o que pode limitar  a escrita.

Pois bem, como o @tiagotex estava sempre a colocar (cont) no final dos seus tweets, o @Caneco decidiu criar uma aplicação web que permita enviar mensagens até 1400 caracteres automaticamente, sem ter que adicionar sempre (cont) no final de cada mensagem.

É assim que nasce o Twittmore das mãos do Caneco ( sim, o gajo do Flashfolio ), uma aplicação web para twitters que têm a mania que o Twitter é um blog e não um microblog.

PS: Sem a ajuda do @cenourinha, isto não saia do bloco de notas… 😛

Twitter – Novo design

Twitter Re-design

Ver Vídeo

A mais popular rede social de microblogging, leia-se Twitter, renovou a estrutura do seu site.

Para além de “arredondar” os elementos do site, agora o sistema de abas (tabs) está na barra lateral e não no topo como anteriormente.

A nível de design, o twitter permite agora a escolha de uma entre várias skins e ainda a possibilidade de personalizar cada uma dessas cores.

Existem também melhorias no que toca à velocidade do site, pois agora é muito mais acessível graças à implementação de Ajax na página home.

Não se esqueçam de seguir o @webtuga e de aturar o @cenourinha.