Qimonda passa a chamar-se Nanium

Qimonda

A nova Qimonda que se irá chamar Nanium, vai ter accionistas como o Estado, o banco BCP e o BES, voltando assim de novo à actividade já no início do próximo ano com cerca de 380 funcionários.

A Infineon e a Nanium (Qimonda) têm já um acordo para o fabrico de memórias à semelhança do que acontecia anteriormente.

Qimonda

A Qimonda Portugal, situada em Vila do Conde, dedica-se ao fornecimento de serviços de manufactura e engenharia na área de negócios de semicondutores, operando em particular nas áreas de montagem e teste de produtos de memórias DRAM (Dynamic Random Access Memories).

Estas memórias destinam-se à incorporação em computadores, servidores e equipamentos digitais diversos (leitores de MP3, telemóveis, câmaras fotográficas, consolas de jogos, entre outros).

YouTube Downloader – Fazer download dos vídeos do YouTube

YouTube Downloader

Quem usa frequentemente o YouTube, por vezes necessita de fazer download dos vídeos para o computador. Com o YouTube Downloader poderá fazer download dos vídeos e para alem disso, poderá também fazer a conversão para outros formatos.

  • Download de vídeos do YouTube, Google Video, MySpaceTV entre outros
  • Permite fazer downloads de vídeos do YouTube em que necessita de ter uma idade superior a 18 anos
  • Converte vídeos para iPod, PSP, telemóvel, Windows Media, XVid e MP3
  • Permite alterar a qualidade do vídeo final
  • Usa a biblioteca ffmpeg para converter os vídeos
  • Reproduz videos em Flash (flv)

Para alem disso, o YouTube Download é extremamente fácil de utilizar e apenas ocupa 3Mb.

Podtek Take 2 Episódio 1 – Twitter

Podtek

O Podtek é um podcast que nasceu em Setembro de 2008 e para o qual fui convidado a participar no ultimo episódio que marca o renascimento de um podcast que há muito tempo que estava parado.

Nesta edição do Podtek participaram 4 pessoas, incluindo o jp3dro do Omitek, o Igor Pascoal do Pomaceous, o Tiago Teixeira (tiagotex), moderador do WebTuga e blogger no AppleTuga e eu… aquela personagem que se identifica por “cenourinha” e tem como nome Teotónio Ricardo.

Podem ouvir aqui o Podcast ou fazer o download do mp3 aqui.

Novo iPod Shuffle 4GB

iPod Shuffle

A Apple acabou de lançar um novo iPod Shuffle e se pensavam que o modelo anterior do Shuffle era bastante pequeno, então surpreendam-se com o novo modelo que tem quase metade do tamanho do anterior, conseguindo ser ainda mais pequeno que uma pilha.

O novo iPod Shuffle, apesar de pequeno permite armazenar até 1000 músicas nos 4GB disponíveis de espaço para música.

Para além de mais pequeno, o iPod Shuffle traz novidades, onde por exemplo, todos os controlos são feitos através de um gestor de controlo localizado no cordão dos auscultadores, que permite efectuar várias acções, desde mudar de música, obter o nome da música actual e mudar de playlis, visto que também suporta agora múltiplas playlists.

Como sabem, o iPod Shuffle não tem ecrã, mas a Apple achou uma nova forma de obter as informações das suas músicas, utilizando o VoiceOver.

O VoiceOver permite a interacção com a pessoa, falando e descrevendo a música e a playlist actual. Todas as vozes são geridas e diferenciadas, conforme a plataforma em que o iPod foi formatado, PC ou Mac. A plataforma tem suporte para até 14 línguas, incluindo Inglês, Português, Checo, Holandês, Francês, Alemão, Grego, Italiano, Japonês, Chinês (Mandarim), Poláco, Espanhol, Sueco e Turco.

A bateria tem uma duração de até 10 horas, o que aumentará em muito o tempo em que poderá ouvir música sem ter que recarregar o aparelho.

O iPod Shuffle está disponível em duas versões, uma cinza e outra preta, ambas pelo preço de 75€.

O modelo anterior do iPod Shuffle de segunda geração, está ainda disponível por 45€, no entanto apenas dispõe de 1GB de armazenamento.

Em relação ao design deste novo Shuffle, pode-se dizer que é um pouco simples demais. Espera-se que venha a estar disponível em várias cores como o anterior, no entanto continuo a preferir o iPod Shuffle 2 geração.

iPod Shuffle

Vloud – aumentar o volume dos seus mp3s

Vloud

Por vezes os nossos ficheiros de som tem o volume bastante baixo e mesmo com as colunas no máximo não conseguimos obter o resultado que queremos (que é partir os vidros das janelas, apesar de nunca acontecer (quase)).

Pois bem, apresento-vos uma aplicação Web que permite aumentar o volume dos nossos mp3s, bastando apenas fazer upload dos mesmos para um pequeno formulário e indicar o nível do volume que desejamos.

Vloud torna o processo de aumentar o volume dum mp3 bastante simples.

MP3 com 500 Terabytes de espaço

iPod

Hoje em dia já começa a ser normal o uso de discos rígidos com capacidade de 500GB ou 1 Terabyte.

Ainda sou do tempo em que 4GB de espaço era um luxo e muitos dos nossos leitores ainda se devem lembrar dos primeiros computadores com capacidades 1000 vezes menores que estas.

Agora imaginemos ter um MP3 com 500 Terabytes de espaço, ou seja, 500 mil Gigabytes. À primeira vista parece ser um absurdo, mas segundo indica o Digital Trends, os cientistas da Universidade de Glasgow criaram uma nanotecnologia que poderá aumentar a capacidade de espaço em 150.000 vezes mais.

Para além disso, os cientistas dizem poder levar esta capacidade até 4 Petabytes.

Com estas novidades, começo a acreditar no Woz que afirma que o iPod está para “morrer”.

Microsoft Zune 3.0 em 16 de Setembro

A Microsoft vai renovar o seu reprodutor de multimédia Zune, mais conhecido como o iPod Killer.

O Zune, actualmente com uma versão com memória flash de 4GB e outra com disco de 80GB, irá ter uma baixa de preço e serão lançadas novas versões, uma nova versão com memória flash de 16GB que terá o custo de $199.99 dólares e a uma versão com disco rígido de 120GB que terá um custo de $249.99 dólares.

As dimensões continuarão a ser as mesmas, no entanto existem duas novas combinações de cores, uma delas é o Azul com o prateado e em seguida temos uma versão totalmente em preto.

O novo Zune em simultâneo com o novo software Zune 3.0 serão disponibilizados no dia 16 de Setembro.

AudioCommander 4.0 – Converter ficheiros de áudio

AudioCommander (command-line MP3 converter) é uma aplicação bastante útil para quem trabalha com ficheiros de áudio, como DJ ou até mesmo para fazer pequenas simulações ou conversões de formato.

Com o AudioCommander pode converter, codificar e descodificar ficheiros de áudio recorrendo a um ambiente gráfico, ou até mesmo à linha de comandos.

Poderá alterar a frequência, o bitrate, os canais e muito, muito mais, podendo para além disso converter dos formatos de áudio CD, WAV, WMA, OGG, AAC, AC3, AIFF, FLAC, AU, VOX, RAW, PCM, ADPCM, A-LAW, u-LAW, MP2, ALAC, CD, M4A, MP4, WavPack, AVI para outros formatos de ficheiros de áudio como são o exemplo do MP3, WMA, WAV, OGG, AAC, ADPCM, AIFF, AMR, A-LAW, u-LAW ou até VOX.

Para além disso pode usar o AudioCommander como ferramenta de compressão de ficheiros de áudio, permitindo assim por exemplo que comprima ficheiros MP3 de 320kbps para 128kbps de forma a poder colocar muitas mais músicas no seu leitor de mp3 ou gadget com suporte a mp3.

Esta aplicação pode ser bastante útil para quem desenvolva aplicações web em servidores Windows, podendo assim converter áudio directamente no servidor, duma forma semelhante à extensão ffmpeg em servidores Linux.

O AudioCommander celebra a versão 4.0, funciona em Windows 95, 98, me, 2000, XP, 2003 e Windows Vista e tem o preço de 65 dólares americanos.

Site: AudioCommander – command-line audio converter

[actualizado] Nokia 6630 em GNU/Linux

Uma das minhas grandes dores de cabeça desde que utilizo GNU/Linux era não conseguir comunicar, por USB, com o meu Nokia 6630 a partir do sistema operativo. Durante algum tempo, fiz umas pesquisas e a pouca informação que encontrava requeria muitas hacks e não garantiam um funcionamento correcto. Para mal dos meus pecados, nunca nenhuma funcionou.

Entretanto, desisti disto e passei a usar o computador do meu pai, onde o Windows está instalado juntamente com a Caixa Mágica 12. Só por causa deste meu problema é que o computador do meu pai se manteve com Windows.

Hoje, já sem pensar neste assunto, vi uma entrada no meu leitor de feeds, o Liferea, com o título «Nokia 6630 Using USB Cable On Debian». Um sorriso de orelha a orelha esboçou-se imediatamente na minha cara. Abri o artigo, segui as instruções e agora consigo aceder ao meu Nokia 6630 sem problemas, seja à memória interna ou ao cartão de memória, e tenho uma entrada no fstab que faz mount ao telemóvel sempre que ligo o computador.

Apesar do artigo se focar apenas no Debian, o procedimento funciona na perfeição em distribuições derivadas desta e também deverá funcionar sem problemas noutras distribuições do sistema GNU/Linux.

Agora, só me falta encontrar uma implementação livre dos formatos amr e awb, para poder converter alguns sons em mp3 e ogg para os formatos anteriores, os únicos que o meu telemóvel suporta.

Atenção: se utilizarem Ubuntu e derivados, terão que correr os comandos do tutorial com sudo.

Actualização: no tutorial, o autor tem um pequeno erro. Na altura de adicionar o vosso user ao grupo fuse, não usem a opção -G, mas a opção -a. Exemplo: usermod -a fuse bruno. Opcionalmente, poderão utilizar a ferramenta gráfica para gerir utilizadores.