MySpace vendido por 35 Milhões de dólares

Aquela que já foi a maior rede social do mundo, foi vendida à Specific Media por apenas 35 milhões de dólares.
Em 2005, foi comprado por 580 Milhões de dólares, um valor 16 vezes mais alto que o actual “preço”. Nessa época, o MySpace tinha 20 milhões de utilizadores por mês, e em 2008 os numeros rondavam os 80 milhões de membros.

Actualmente, a rede conta com apenas 35 milhões de utilizadores, numero bastante abaixo do maior rival, Facebook, que lideram com mais de 700 Milhões.

A nova compra vai trazer grandes novidades, não só na estruturação do site, bem como a nível de pessoal. O MySpace quer reduzir o número de empregados, que actualmente se encontra nos 400 trabalhadores.

Google – Resultados em tempo real

A forma como as pessoas pesquisam está em mudança e o Google não podia continuar a ignorar esse facto. Desta forma, agora o Google irá incluir resultados em tempo real, utilizando as informações dos sites de informações e redes sociais, melhorando assim os resultados das pesquisas.

Esta novidade traz-nos agora informações do Twitter, Facebook e até mesmo MySpace aos resultados das nossas pesquisas no Google.

Filmes porno inspirados no Twitter e Orkut

Filmes porno Twitter

Ao que parece o Twitter, o Facebook, o Orkut e outras redes sociais são mesmo grandes apostas de marketing por parte das empresas para angariar novos clientes e promover os seus produtos.

Desta forma a produtora de vídeos porno brasileira Sexxxy Video decidiu criar uma campanha lançando dois filmes intitulados de “As orkuteiras” e “Twittando e transando“.

Segundo o perfil no Twitter de Veronica e Tiffany (@veronica_tiffan), actrizes no filme “Twittando e transando“, os seus filmes prometem acção muito mais que 140 caracteres.

Para além disso no perfil @veronica_tiffan estão também a ser oferecidos descontos para os filmes.

Esta é provavelmente uma das campanhas via twitter levada mais a sério, o que tem a dizer desta ideia?

E já que pegaram na ideia, porque não lançar um filme com o nome “July e a sua flauta no MySpace“? Fica a sugestão…

via Fayerwayer

Google Music – Finalmente o Google dá-nos música

Após muito se falar acerca do Google Music, rumores e afins, a Google mostra-nos que está mesmo a entrar para o campo da música, mas neste caso no que sabe fazer melhor… pesquisas.

A partir de agora, até à data ainda só consegui em proxies dos EUA, é possível obter um “listening” da música enquanto se pesquisa um vez que as músicas começam a ser apresentadas no topo da pesquisa tal como já acontecia com os vídeos.

A Google expressa no seu blog oficial que esta inclusão nas pesquisas deve-se ao facto de 20% das pesquisas mais feitas no Google são sobre música, artistas musicais e os seus álbuns.

Estas músicas são fornecidas através de parcerias que a Google fez com a Lala, MySpace, Pandora, imeem and Rhapsody.

Como já referi só consegui obter resultados com músicas em proxies dos EUA mas esperemos ter entretanto por cá também 😉

Spotify – music stream

SpotifySpotify, é um novo serviço de “stream music” que permite a qualquer utilizador ouvir em multi-plataforma todo o tipo de música. Este serviço é grátis em países como, Suécia, Noruega, Finlândia, Reino Unido, França e Espanha., e no final do ano nos EUA, nos restantes terá de pagar um valor a rondar os 10 dollars, no entanto é expectável que com o crescimento do serviço mais países sejam adicionados à lista .

Recentemente devido a um comentário do fundador do Facebook Mark Zuckerberg, elogiando o serviço logo depois do recente acordo entre Myspace e Ilike, deu aso a vários rumores que dão como possível uma parceria/aquisição por parte do Facebook, rumor que ganhou mais força já que um dos investidores do Facebook é igualmente do Spotify. Para quem está habituado a utilizar Last.fm, Musicovery, Jango ou o Imeem o Spotify não será uma grande novidade ao nível do conceito . O Spotify é sim inovador nas funcionalidades.

SophiaSophia

Como ouvir as músicas ?

O Spotify possui um cliente, ao estilo iTunes e Windows Media Player, que funciona em Windows, MacOSx, e Linux . Podemos criar as nossas playlists, importar playlists de terceiros, procurar músicas, bandas e álbuns ou escolher um estilo musical e deixar que o Spotify escolha as músicas por nós.

Como usar em Portugal e no Brasil ?

O como já devem ter reparado o Spotify ainda não está oficialmente disponível em Portugal e no Brasil, pelo que será necessário pedir um convite ou ser convidado por alguém que já use a plataforma, no entanto depois de ter o convite tem de pagar uma mensalidade de cerca de 10 dollars. Pode sempre como alternativa utilizar servidores proxy de um dos países onde o serviço funciona gratuitamente no entanto esta maneira poderá revelar-se por vezes bastante instável.

Spotify Take a tour video

Spotify website

Tendência Online

OnlineA Internet é hoje a maior tendência Mundial e o principal meio de comunicação. Actualmente o computador substituiu gradualmente a televisão e isso reflecte-se nos hábitos de consumo da sociedade.

Estatisticamente hoje em dia, 50% dos europeus estão ligados online e um em cada sete jovens substituiu o tradicional ecrã de televisão pelas emissões web que muitos canais já utilizam.

Um dos principais impulsos a este domínio por parte da Internet são as redes sociais, que ligam milhões de pessoas em todo o Mundo, desde o Facebook, Twitter, MySpace e Hi5. Relatam uma 2º vida, uma vida virtual que ultrapassa os limites tangíveis e que provavelmente ninguém do Mundo real que tenha um computador consegue escapar.

O WebTuga tem como objectivo ser também uma tendência, por isso, oferecemos uma vasta gama de serviços disponíveis, desde actualidades no Mundo web, alojamentos, fórum e outras temáticas que podem ser encontradas neste Portal.

Enviado por LPT Online

YouTube RealTime

YouTube Realtime

Fui surpreendido agora no YouTube com uma barra no fundo do site, do género daquelas que estamos habituados a ver no FaceBook, MySpace e Hi5.

Ao que parece, esta nova ferramenta chama-se YouTube RealTime e permite partilhar os vídeos que está a ver com outros membros do YouTube e ainda verificar outros membros que estão a ver o mesmo vídeo.

Agora estou curioso por saber que mais funcionalidades vai o YouTube adicionar a esta ferramenta.

Tubemogul – Partilhe e distribua os seus vídeos

TubeMogulJá tinha aqui falado do Gazup, um serviço que permite distribuir ficheiros por vários sites da Internet. Hoje trago-vos um site do género, o Tubemogul.

O TubeMogul é um serviço que permite enviar um vídeo para várias redes sociais de partilha de vídeos, como o YouTube, Blip.tv, MySpace, Yahoo! Videos, entre outros, e assim atingir um número maior de espectadores.

É uma excelente ferramenta para marketing online, recorrendo a vídeo. O TubeMogul já disponibilizou ao todo mais de um milhão de vídeos por toda a rede Internet.

Se costuma partilhar vídeos online, recomendo-lhe o TubeMogul, pois trata-se de uma excelente ferramenta que certamente irá aumentar o número de visualizações dos seus vídeos.

NetVibes com suporte para OpenSocial

NetVibes

O NetVibes tem sido para mim um dos projectos mais bem conseguidos na Web 2.0.

Desta vez o NetVibes apresenta uma interface redesenhada e o suporte para OpenSocial.

No NetVibes poderá agregar a partir de agora não só notícias de blogs/sites por RSS, ou conteúdo das Widgets disponíveis no UWA, mas também colocar na sua página inicial informação acerca dos seus contactos das redes sociais em que participa.

Com o OpenSocial poderá juntar o MySpace, Hi5, Orkut, FaceBook e o Friendster numa única página em conjunto com as notícias dos blogs que lê.

Deixo aqui um conjunto de vídeos que representam e demonstram algumas das novidades do NetVibes.

NetVibes: Canvas View

NetVibes: Feed Views

NetVibes: OpenSocial + UWA

NetVibes: Layout Flexível

Junte-se ao Universo WebTuga no NetVibes.

Flock 2.0

FlockFlock 2.0 foi lançado recentemente e tem como principal novidade a integração do serviço MySpace.

Para além do MySpace, o Flock, também conhecido como o browser social, tem suporte para mais de 20 serviços web 2.0, entre eles o Gmail, Flickr, Twitter, YouTube, Digg, Facebook, entre muitos outros.

O MediaRSS é também uma grande novidade no Flock, visto que permite a subscrição de sites com conteúdos multimédia.

O Flock é cross-platform tal como o Firefox e permite uma maior personalização através do download de skins e outras extensões, podendo assim alargar o número de serviços integrados no browser.

Uma coisa que reparei quando acedi à página de download do Flock foi que o browser não está disponível em Português. Portanto a quem quiser ajudar a comunidade Flock, pede-se que leia a Wiki de forma a verificar o que poderá fazer para traduzir o browser na nossa língua.