Guerra Santa

Todos têm uma fé. Uns acreditam em Delphi, outros em Java. Há ainda os discípulos de C, de Visual Basic, HTML e outras tantas igrejas menores. São programadores, mas poderiam muito bem ser chamados de pastores.

Jamais duvide da linguagem preferida de um programador. Pode ser o caminho mais curto para a fogueira da Guerra Santa Virtual.

Como não podia deixar de ser, também cultivei a minha religião. Ainda brincava com BASIC, sem fazer nada de importante, quando conheci o Pascal. Um amigo baixara algumas apostilas de um BBS – ainda não se acedia à Internet – e assim que li fiquei convertido.

Pela primeira vez na vida vi uma linguagem estruturada. Tudo muito lógico, restrito e, ao mesmo tempo, flexível. Talvez não tão eficiente quanto o todo poderoso C, que conhecia de fama, mas muito mais eficaz que o BASIC e perfeita para a correcta aprendizagem da programação.

Devorei os tutoriais todos e em questão de dias já fazia programas em Pascal que nunca conseguira fazer em BASIC.

Convertido, jurei nunca mais usar “goto” e sempre adorar a estrutura perfeita das constantes, variáveis e sub-rotinas, organizadas e declaradas previamente, Já havia versões estruturadas de BASIC por aí, mas sempre era possível numerar as linhas e desviar o programa usando “goto”, uma verdadeira blasfêmia a ser evitada.

Veio então a interface gráfica, e o computador ficava cada vez mais acessível aos impuros e infiéis humanos normais. Apanhei o comboio um pouco tarde, quando Windows 95 já se firmava como padrão de mercado e comecei a desenvolver em Delphi, que era baseado em Pascal. Percebi, porém, que apesar da minha firme convicção, as linguagens ditas inferiores não desapareciam. Pior.

Percebi que era possível sim, desenvolver programas bons até mesmo em Visual Basic. Minha fé perdera o sentido de ser.

Pode ser difícil de admitir, mas a sua linguagem de programação preferida, assim como a sua equipa de futebol, não ganha sempre. A evolução, já dizia Darwin, depende da selecção natural e da diversidade. Não importa o quanto se batalhe e dicuta, haverá sempre  alguém fazendo um programa melhor que o seu, na linguagem que você mais odeia. E não adianta nada deita-lo na fogueira.

Tentaram esse método há uns mil anos atrás e não deu certo.


resolvi partilhar com vocês esta cronica da revista PC Master (Ano 5, Edição 51, Por Leandro Calçada). O texto demonstra na perfeição a realidade… todos nós (programadores) por uma razão ou por outra gostamos mais de uma linguagem de programação e conscientes da nossa convicção defendemos-la até ao fim, quem diz linguagens de programação, diz sistemas operativos… somos todos seguidores de alguma coisa.

Eu digo, ainda bem que não concordamos em tudo e ainda bem que existe alternativas e concorrência.

Darwin tinha razão, a evolução depende da selecção natural e da diversidade… será sempre assim…

Bom fim de semana, Cumprimentos

Revista Programar – 17ª edição

Revista Programar

A equipa de pessoas que editam a Revista Programar decidiu lançar a 17ª edição como presente de Natal.

Entre os temas discutidos, podemos encontrar um artigo que explica o que é e como funciona o Subversion, um artigo sobre Performance e Optimização MySql, uma introdução ao Desenvolvimento de Jogos com a plataforma XNA, a continuação do artigo de Fundamentos de Segurança em Redes e ainda uma introdução ao Arduino.

Uma edição com artigos de qualidade e de interesse para qualquer pessoa que se interesse acerca de desenvolvimento de software e não só.

Clique aqui para fazer download da revista ou então aqui para obter mais informações acerca desta edição.

Revista PROGRAMAR – 15ª edição (ASP.net / Lucene / Python / IPv6)

Revista PROGRAMAR

A Revista PROGRAMAR já vai na 15ª edição e desta vez o tema de capa é o Estado da Virtualização em ASP.net.

Para além disso existem outros artigos bastante interessantes como é o caso do “Lucene – Programar um motor de busca” que ensina a como usar a biblioteca Lucene para desenvolver um motor de busca e também demonstra uma aplicação em Python que recorre ao uso da Lucene (Pylucene).

Depois podemos também ler um artigo sobre IPv6, bastante interessante escrito por Ciro Cardoso.

Download: Revista PROGRAMAR – 15ª edição

Portugal @ Programar festeja 3º aniversário

Portugal @ Programar

Apesar de não ser uma comunidade onde tenha participação activa, o projecto Portugal @ Programar tem sido um ponto de referência para todos os programadores portugueses.

Um dos projectos levado a cabo pelo P@P que mais admiro é a revista online PROGRAMAR, com artigos sobre os mais diversos tipos de linguagens de programação e técnicas que podem ser usadas no dia a dia do uso das mesmas.

Para além da revista PROGRAMAR, a equipa LinTeam também é um ponto alto desta comunidade. Equipa esta que fora anteriormente de outra comunidade e da qual fazia parte com alguns membros que ainda hoje a constituem.

O fórum conta com uma participação positiva entre os membros que se dedicam à entreajuda, à critica e à partilha de informação.

O Portugal @ Programar realiza hoje o seu 3º Aniversário, resta-me a mim desejar-lhes a todos os parabéns e que continuem com o excelente projecto que têm realizado até ao dia de hoje.

Parabéns Portugal-a-Programar

Revista PROGRAMAR – 14ª Edição

Recebi à pouco um e-mail da revista PROGRAMAR a informar da edição 14.

Nesta edição poderemos ler um artigo sobre a interacção entre MySql e a linguagem Python, bem como a análise a um livro sobre a mesma.

Para além disso, a revista descreve-nos um pouco dois importantes eventos, o Festival Nacional de Robótica e o Techdays 2008.

Site: Revista Programar

Ensaio sobre Software Livre e como ganhar dinheiro com ele

gnuÀ uns 14 meses atrás, fiquei completamente farto do Windows XP e decidi mudar de sistema operativo. Apesar de todos os cuidados que tinha e das aplicações de segurança que utilizava – firewall, anti-vírus, anti-spyware e por aí fora -, acabava com infecções de malware; e quando não era malware, era um decréscimo absurdo na performance.
Como, na altura, tinha aqui mencionado o Ubuntu algumas vezes e sabia que a comunidade portuguesa em torno desta distribuição era grande, mantive um dual-boot com o Windows Xp e o Ubuntu. Ao fim de duas semanas com dual-boot, removi a partição do Windows.
À medida que fui conhecendo mais sobre o GNU/Linux e os sistemas operativos livres em geral, fiquei a conhecer o movimento open source. Mais tarde, fiquei a conhecer o movimento Free Software, movimento em que me revejo.
Como a minha inaptidão para programar é tão grande como a inaptidão para desenhar, e como sinto que devo dar algo à comunidade que me deu o software que hoje utilizo, decidi escrever um pequeno ensaio sobre formas de ganhar dinheiro com software livre, para ajudar a desmistificar algumas ideias incorrectas que existem. O texto é simples, curto e direccionado para o público com menos conhecimentos de informática.
O texto original está disponível em português, sob uma licença GNU Free Documentation License. Uma tradução para inglês, igualmente sob a FDL, e revista por Karl Berry, a quem eu deixo o meu agradecimento, também está disponível para download. Ambos os documentos estão no formato ODF e PDF e não garanto que os disponibilize noutro formato.

Download da versão portuguesa (PDF)
Download da versão inglesa (PDF)

Revista WebDesigner, terceira edição

WebDesigner a Revista Premium para o autor de conteúdos online já está nas bancas com a edição número 3.
Nesta edição aprenda como usar uma extensão para aplicações AIR dentro do Dreamweaver CS3, aprenda com os tutoriais como construir interfaces para protótipos no Fireworks CS3, e outro sobre ActionScript3. Entre outros assuntos que não vai querer perder.
Veja as novidades em www.web-designer.pt. Beneficie de vantagens exclusivas ao ser assinante.
Não perca esta nova edição!

PCLinuxOS Magazine – edição de Abril já está disponível

A edição de Abril da PCLinuxOS Magazine, a revista da distribuição de GNU/Linux PCLinuxOS, já está disponível para download.

Nela, podem ler um artigo sobre a formatação de texto no editor de texto do OpenOffice e ficar a conhecer as distribuições baseadas no PCLinuxOS e o gestor de pacotes desta distribuição.

Download

Está disponível a nova edição da revista Full Circle

A nova edição da Full Circle, uma revista dedicada ao Ubuntu, já está nas bancas virtuais, ou seja, disponível para download.

Na nova edição, é feita uma comparação entre o Ubuntu e o Mint, explica-se como funciona a ferramenta de encriptação TrueCrypt e como se sincroniza um iPod Classic com o Amarok e é feita uma introdução ao LaTeX.

Para saberem quais os outros artigos desta edição, vão ter que descarregar a revista. Boas leituras.

Microsoft poderá apostar na criação de software para o iPhone

Em entrevista à Forbes, um dos vice-presidentes da Microsoft, Tom Gibbons, deixou no ar a hipótese do seu empregador começar a desenvolver aplicações para o iPhone.

Actualmente, a Apple tem algum software da Microsoft licenciado para o iPhone, como o suporte para Exchange e o protocolo ActiveSync.

Tom Gibbons não deu totais garantias de que a Microsoft irá realmente desenvolver aplicações para o iPhone, mas afirmou que a empresa está a examinar o SDK, a fim de tentar perceber se valerá realmente a pena desenvolver software para este telemóvel.

Caso a Microsoft realmente aposte no desenvolvimento de software para o telemóvel da Apple, será um claro reconhecimento do sucesso deste gadget.

via efluxmedia.com, intoiphone.com e fortune.cnn.com