Actualizações importantes


Actualização gráfica para o Snow Leopard

A Actualização Gráfica para o Snow Leopard visa questões de estabilidade e desempenho em aplicações gráficas e jogos e inclui correcções que:

  • visam problemas relacionados com a taxa de fotogramas no Portal e Team Fortress 2, em certos Macs;
  • resolvem um erro que podia levar o Aperture 3 ou do StarCraft II a fecharem de repente ou a não responderem;

Encontrará informação adicional desta actualização em: support.apple.com/…HT4286

Download icon
Actualização de Segurança 2010-005

A actualização de segurança 2010-005 é recomendada para todos os utilizadores e melhora a segurança do Mac OS X.

para obter mais informações sobre o conteúdo de segurança desta actualização, visite este website: support.apple.com/…HT1222

Download icon
Actualização do iWork 4

Esta actualização resolve problemas no Keynote, Pages e Numbers, e adiciona compatibilidade de exportação ao Pages com o formato de ficheiro padrão ePub (para utilização com o iBooks).

Esta actualização é recomendada para utilizadores do iWork 9.0, 9.0.1, 9.0.2 e 9.0.3. Encontrará informações detalhadas sobre esta actualização e as alterações específicas das aplicações no seguinte site: support.apple.com/…HT4165.

Para mais informações estas e de outras actualizações da Apple,
não deixem de visitar o website: http://support.apple.com/downloads/

Actualização de Segurança 2010-001 Mac OS X

A Actualização de Segurança 2010-001, recomendada a todos os utilizadores, aumenta a segurança do Mac OS X.

Não se esqueçam que vão ter de reiniciar o computador depois desta actualização!

Este documento destaca as actualizações de segurança dos produtos Apple. Para protecção dos clientes, a Apple não divulga, discute ou confirma questões de segurança até ter sido efectuada uma investigação completa e estarem disponíveis quaisquer correcções ou versões necessárias. Para obter mais informações sobre a segurança dos produtos Apple, consulte o website Segurança dos produtos Apple.

Encontrará informação adicional acerca do conteúdo de segurança desta actualização em: http://support.apple.com/kb/HT1222?viewlocale=pt_PT.

Use capacete, nós gostámos de si…

Numa tentativa de promover o uso de capacetes de segurança por parte dos ciclistas, a Policia Dinamarquesa em parceria com o Distrito Municipal de Aalborg e a Federação Dinamarquesa de Ciclistas começou uma nova campanha, onde o resultado está à vista.

Poderá ver mais informações aqui.

Hotmail com falha de segurança

Hotmail

Uma falha de segurança explorada por um hacker Japonês revela que o serviço de e-mail da Microsoft é bastante fácil de enganar.

Jinsoo Kim (譲弥奈 唄) aconselha a todas as pessoas que utilizem este tipo de serviço a mudaram para uma alternativa mais segura, como uma plataforma própria local ou um serviço gratuito do género mais seguro como o Yahoo Mail ou o Gmail.

A falha permite que ao criar um e-mail web-tuga@hotmail.com, consiga ler todas as mensagens do contacto webtuga@hotmail.com.

Esta falha havia já sido divulgada e corrigida à cerca de um ano pela Microsoft, no entanto está de volta disponível para que alguém com más intenções consiga ler o conteúdo da sua caixa de correio.

Feliz dia das mentiras!!! 😛

Bluetooth pode ser um perigo?

bluetooth logo

É dos protocolos de comunicação sem fio (Wireless) mais utilizado nos diversos equipamentos e é dedicado a aplicação e transferência de informação.

Mas, um dos mais utilizado que nos acompanha todo dia em nossos bolsos é o telemóvel, unido com esta bela tecnologia chamada Bluetooth, pode-se tornar um perigo!

Mas qual o motivo para tal aparato?

Os nossos telemóveis contêm informações importantes e que não gostávamos que fossem roubadas.

O perigo do Bluetooth

Ao deixar a sua ligação Bluetooth activa no seu telemóvel, está a permitir que outras pessoas consigam obter informações privadas do seu dispositivo sem grande esforço.

Pessoas mal intencionadas poderão roubar informações privadas do seu telemóvel e expor dados recolhidos do mesmo.

Isto pode acontecer devido aos endereços actuais de uma ligação Bluetooth não serem encriptados, o que faz com que exista uma falha de segurança presente no seu telemóvel sem que sequer dê por ela.

Devido à falta de informação, muitas pessoas não alteram a password de ligação, deixando a password que vem por omissão, o que torna assim o trabalho da outra pessoa muito mais fácil.

Existem equipamento para determinar dispositivos Bluetooth ao seu redor e que permite uma leitura da informação muito mais rápida.

Estudos reveladores:

A recente polémica em torno da falta de segurança nos padrões Bluetooth aconteceu no Reino Unido, na cidade de Bath. Milhares de moradores tiveram suas actividades e deslocamentos diários monitorizados por meio de scanners de Bluetooth espalhados pela cidade com alcance de mais de 10 km, e isso ocorreu sem qualquer autorização ou consentimento fosse dotado, configurando a quebra de sigilo e privacidade dos habitantes e assim provando o quão grave é falha do sistema. Os dados foram repassados para o projecto Cityware. Depois de colocar este teste mirabolante de varredura de Bluetooth em prática, os desenvolvedores ainda disponibilizaram o projecto para download na Internet, o que agravou ainda mais a situação e provocando grandes brigas na justiça.

Como faço para me prevenir?

Actualmente não existe uma forma de saber o local no qual você está ou não é vigiado, portanto a melhor maneira de evitar o roubo das suas informações é deixar o Bluetooth desactivado sempre que não o estiver a utilizar.

Desta forma está, para além de poupar bateria no seu telemóvel, a manter o seu gadget em segurança.

Se quiser realizar transferência de dados entre 2 telemóveis, ou até mesmo para o seu computador, active temporariamente e após desactive. Uma boa ideia é também evitar locais lotados de pessoas, como shoppings e outros locais, onde a probabilidade de ser vitima destes ataques é ainda maior.

Revisão WebTuga 2008

WebTuga

Está a chegar o final de 2008 e eu gostaria de vos trazer de volta alguns dos artigos relevantes neste últimos tempos (semanas/meses). Alguns artigos são bastante recentes, outros nem por isso. Como decidi dar uma vista de olhos ao passado do blog, recolhi alguns dos artigos que penso que marcaram a segunda metade do ano 2008 no WebTuga.

Alguns deles são opiniões pessoais, outros guias, outros discussões e outros apenas notícias, mas todos eles foram aqui discutidos por pessoas com opiniões diferentes.

Espero que gostem desta pequena (grande) recolha de artigos.

Web 3.0
Deskmod Linux
Windows 7 – 2008
Lista de url shortners
Drupal – Melhor CMS 2008
Alternativas ao phpmyadmin
Alojamento de ficheiros online
Compras Online em Segurança
Joost – Tv online no seu browser
Ver vídeos do Hulu em Portugal
Como aumentar o Alexa Ranking
PTGamers (Webrain) querem 200.000€
Fotos e Vídeo da Carolina Salgado nua
10 razões para não usar Ubuntu (Linux)
Publicidade na Internet – Bloquear ou não bloquear
Pixmania
Portátil Magalhães
O vício das séries
Google Chrome
BlogDay 2008
E-escolinhas

Em 2008 ocorreram bastantes acontecimentos no mundo das novas tecnologias. Esperemos que 2009 nos reserve bastantes surpresas, pois nós estaremos aqui para cobrir as novidades como sempre.

Proteja seu computador com 32 antivirus num só

Virus Total traz um novo conceito em antivírus até você, que proporciona uma rápida detecção de vírus, worms, cavalos-de-tróia, e de outros tipos de arquivos maliciosos detectados por vários mecanismos de uma única vez.

Ele se apresenta como um serviço online que pode ser acessado gratuitamente por qualquer usuário que tenha uma conexão com a internet. Por isso, se você realmente se preocupa com a segurança e o bom funcionamento do seu computador, essa é uma opção de serviço bastante útil para o seu perfil.

Proteção rápida e segura

O site, que possui tradução em diversas idiomas, possui também a sua versão em português, o que acaba facilitando muito a utilização do serviço. E, mesmo se não tivesse tradução, provavelmente você não teria grandes problemas para usá-lo, já que os procedimentos são extremamente simples e não exigem mais do que dois ou três cliques.

Assim, basta enviar um arquivo, esperar alguns minutos, e está pronto, o sistema analisa seus dados de acordo com trinta e dois antivírus de qualidade, o que torna o sistema ainda mais efetivo e seguro, já que ele terá muito mais definições cadastradas.

Apesar de alguns arquivos demorarem demasiadamente para serem carregados e analisados, é necessário ter o bom senso de considerar a velocidade da sua conexão, o tipo e o tamanho do arquivo selecionado, que, dependendo desses fatores, poderá fazer com que você espere bons momentos em frente ao computador. O limite de tamanho dos arquivos é de 10 MB, portanto não adianta tentar enviar um arquivo de um filme para ser testado, por exemplo.

Encontre qualquer virus!

link

O estado de segurança da web portuguesa

O Instituto Pedro Nunes (IPN) e a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) realizaram um estudo conjunto para avaliar o estado de segurança da internet portuguesa. Mais de 3.6 milhões de IP, 11 mil domínios .pt, 9 mil servidores DNS e vários computadores do Estado foram analisados. As conclusões não são nada boas.

Os resultados do estudo foram quantificados em quatro graus: aceitável (de 0 a 2.0), perigoso (de 2.1 a 5.0), muito perigoso (de 5.1 a 8.0) e caótico (de 8.1 a 10.0). Para o IPN e a FCTUC, a web portuguesa está no nível «perigoso», com uma classificação de 2.1. Isso deve-se às mais de 30 mil vulnerabilidades de 17 tipos diferentes encontradas e a 1 em cada 5 computadores do Estado estarem vulneráveis a possíveis ataques e infecções de malware. Para além disso, foram encontradas 722 infecções com malware, um número que me parece demasiado pequeno.

Dos tipos de vulnerabilidades testadas no sector privado, Telnet está em primeiro lugar com 15782 ocorrências, seguida de DNS Zones e SSLv2. No sector público, Telnet está igualmente em primeiro lugar, seguida de DNS Snooping e SSLv2.

No caso do malware, o MyTob foi o mais detectado, seguido do Zafi, NetSky e, por fim, MyDoom. Neste teste, a precisão não vai além dos 65%, por isso a situação real poderá ser um pouco diferente, tanto para melhor como para pior – eu acredito que é para muito pior.

Curiosamente, o estudo mostra que a situação no Estado é melhor que a do sector privado. O primeiro tem 1.6 pontos, o que o coloca no nível aceitável, ao passo que o segundo está no nível perigoso com 2.2 pontos. Talvez a disparidade no número de máquinas do sector público e do privado ajude a explicar parte desta diferença.

Neste estudo, também são mencionados os cinco ISPs onde se detectaram mais vulnerabilidades. No topo da lista está a Claranet, com a Novis Telecom no último lugar. Estas vulnerabilidades não se referem às do próprio ISPs, mas às dos seus clientes.

Claro que parte desta classificação da internet portuguesa se deve ao utilizador, aquela figura normalmente entre a cadeira e o teclado. Mas não podemos passar a vida a dizer que é culpa dos utilizadores, porque muitas vezes eles não têm culpa que a aplicação e/ou sistema que estão a utilizar para aceder a um site aparentemente legítimo possua uma segurança duvidosa.

Ingenuidade, falta de conhecimento, más configurações, pouca vontade e software cuja qualidade levanta muitas dúvidas: quando alguns destes ingredientes se juntam a mistura é explosiva, não é?

[Dados técnicos do estudo] {via Sapo Tek}

SalesForce Troca Dell por Apple

A SalesForce, uma das empresas presentes no evento do SDK do iPhone, irá trocar todos os seus computadores por Macs.

Informação enviada a Alex Curylo, e publicada no seu blog, indica que o contrato com a Dell está a acabar e que a SalesForce não tenciona renová-lo, mas sim trocar os computadores dos seus 4000 funcionários por Macs.

A troca permite, entre uma maior segurança e menos gastos em manutenção, o desenvolvimento de aplicações para o iPhone, uma vez que o SDK deste não está disponível para Windows.

Recentemente anunciaram a integração com as Google Apps, e agora com a troca para Macs, esta empresa fica Redmond-free improve your sales organization.

[Via ValleyWag]

Actualizações: Safari 3.1.1

A Apple actualizou hoje o Safari para a versão 3.1.1, corrigindo 3 bugs de segurança, além das típicas correcções de estabilidade e compatibilidade.

Entre os 3 bugs de segurança, foi corrigido o bug que permitiu entrar no MacBook Air no concurso PWN2OWN, concurso da CanSecWest.

O update está disponível via Software Update ou download no site da Apple.

Site | Safari 3.1.1