Como construir um computador Linux com 150$

tux webtugaJose Fermoso, um dos editores do blog Gadget Labs da Wired, escreveu um excelente artigo que o ensina como construir um computador "Powered by Linux" por apenas $150 dólares.

A motherboard que já inclui CPU , tem suporte para até 6 portas USB, uma porta LAN 10/100 e duas portas SATA. A acompanhar, temos uma memória ram de 512MB que poderá ser expansível até 1GB ( máximo que a motherboard suporta ), um disco de 80GB da Seagate, um leitor de CDs 52x. Tudo isto dentro de uma caixa branca e simples.

E claro, o motor de tudo isto será uma distribuição Linux, que custa niclas.

Como sugestão, o blogger aconselha também a comprarem o livro "Building a PC For Dummies".

Para os interessados, fica aqui a referência ao artigo.

O que é o wget?

O que é o Wget

Para quem nunca ouviu falar e não sabe para que serve, o wget é uma ferramenta para a linha de comandos que permite efectuar o download de ficheiros ou páginas web através dos protocolos FTP, HTTP e HTTPS, recorrendo a várias opções.

Para além disso, o wget não tem um interface interactivo, correndo totalmente na consola, o que permite a possibilidade de o executar em background, sem a necessidade de existir um utilizador logado para que o programa efectue as suas operações.

O wget permite fazer o download total de páginas web em HTML e XHTML, reconstruindo a estrutura base das mesmas e respeitando a informação que lhe é fornecida pelo robots.txt.

Neste artigo vou exemplificar algumas das opções de transferência que o wget permite e que são, a meu ver, bastante úteis.

Continuar um download

Se necessitar de parar uma transferência e pretender continuar novamente mais tarde, deverá usar a opção -c:

wget http://www.webtuga.com/download -c

Traffic shaping / Limitar a velocidade de transferência

Para aquelas pessoas que têm uma ligação à Internet lenta ou de pouca capacidade, esta é a melhor opção para usar o wget sem perturbar as restantes ligações à Internet. Tudo o que necessita é de usar a opção –limit-rate para limitar a velocidade a que a transferência vai ser realizada.

wget http://www.webtuga.com/download –limit-rate=20k

Deixar o wget a continuar a trabalhar depois de sair da conexão SSH

Muitas das vezes necessitamos de efectuar transferências de ficheiros de um servidor para o outro, usando para tal o wget. No entanto, para não haver a necessidade de estarmos conectados ao servidor enquanto o download continua, podemos usar a opção -b ( background ):

wget -b http://www.webtuga.com/download

Guardar os registos ( logs ) num ficheiro

Esta opção é bastante útil, pois permite-nos depurar problemas ocorridos durante a transferência, verificando os registos criados num ficheiro externo.

wget http://www.webtuga.com/download -o $HOME/logstransferencia.txt

Para além destas opções existem muitas mais, que poderão ser encontradas mais detalhadamente no man wget.

Damn Small Linux 4.3 Download

Tux WebTuga

Damn Small Linux, ou DSL para os amigos, é um sistema operativo com o kernel Linux com as aplicações mais importantes e que apenas ocupa 50MB.

É possível correr o sistema operativo em Live CD para operações básicas ou então instalar numa Pen ou num disco rígido.

As novidades nesta versão são apenas actualizações de aplicações 3rd party e algumas alterações na aparência do gestor de janelas, o FluxBox.

Changelog

Concurso T-Shirt WebTuga

WebTuga LogoWebTuga Tux

No dia 22 de Abril, foi apresentado no fórum o novo logótipo do WebTuga que irá representar a nossa comunidade nos próximos tempos.

De forma a levar o WebTuga ao mundo exterior ( para além da web ), decidimos que seria uma boa ideia criar umas t-shirt’s WebTuga. No entanto, gostávamos de saber como é que os membros preferem as camisolas, ou seja, se preferem com o logo à frente ou atrás, se o nome "WebTuga" aparece em baixo do logo, ao lado ou na manga da camisola, etc…

Foi então que surgiu a ideia de criar um concurso para que os WebTugueiros possam criar exemplos de t-shirts WebTuga, usando o novo logótipo.

O prémio para o vencedor será um exemplar com o desenho premiado.

Vejam mais informações no fórum para participar.

Valve poderá lançar versão para GNU/Linux do jogo Half-Life 2 Orange Box

Um alegado representante/colaborador da Valve entrou no canal de IRC #ubuntu-offtopic de um qualquer servidor e informou os presentes que a empresa está à procura de programadores para portarem o jogo Half-Life 2 Orange Box para GNU/Linux.

Um anúncio feito desta forma deixa bastantes dúvidas, mas o endereço deixado pelo alegado representante/colaborador realmente liga a uma página do site da Valve, onde está uma oferta de emprego em que se pode ler o seguinte: "Port Windows-based games to the Linux platform."

É uma notícia bem-vinda, mas que poderá não ser tão boa quanto isso se a Valve mantiver o código do jogo fechado.

via Tuxvermelho

Computador com gOS à venda na Chip7

A conhecida loja de informática Chip7 tem um interessante computador à venda. Ele tem um processador AMD Sempron 3000+, 1GB de ram DDR2, disco Sata de 160GB, gráfica nVidia GeForce 6400 e um gravador de DVD Dual Layer.

eu não quero imposto microsoft


Este computador custa apenas 199 euros e vem com o gOS pré-instalado. Se querem um computador com algo que funciona bem e não querem pagar o imposto Microsoft, adquiram uma máquina destas.

via Tuxvermelho

Mac OS X e Vista comprometidos em concurso de segurança. Ubuntu sobrevive.

TuxNa passada semana decorreu o concurso PWN2OWN, inserido na conferência de segurança CanSecWest. O objectivo era conseguir acesso remoto aos três sistemas operativos escolhidos para o concurso – Ubuntu 7.10, Mac OS X 10.5 e Vista – através de uma falha de segurança desconhecida.

No primeiro dia, foram apenas permitidos ataques através da rede. Nenhum dos participantes conseguiu comprometer qualquer dos sistemas.
No segundo dia, os utilizadores poderam utilizar um browser e um cliente de email. Dois minutos após o inicio do segundo dia de concurso, o Mac OS X caiu devido a uma falha de segurança do Safari.
Ao terceiro dia, a organização do evento instalou alguns plugins (Flash, Silverlight e afins) e aplicações nas máquinas. Resultado: Vista OWND devido a uma falha do Flash Player.

O único sistema que "sobreviveu" aos três dias de tentativas de exploração de falhas de segurança ainda não conhecidas foi o Ubuntu, a famosa distribuição de GNU/Linux.

Os participantes que conseguiram invadir os sistemas em concurso ganharam o portátil em que o sistema que comprometeram estava instalado e ainda um prémio de 10 mil dólares para o participante que subjugou o Mac OS X e 5 mil dólares para o que "cegou" o Vista. O participante que tentou comprometer o Ubuntu ficou de mãos a abanar.

via Desktoplinux.com

Os supercomputadores têm um novo número um

Um novo supercomputador ocupa o primeiro lugar na lista dos supercomputadores. Chama-se Ranger, tem uma capacidade de processamento que ronda os 504 TeraFlops, 94 racks Blade, mais de 14 KMs de cablagem e ocupa uma área de 600 metros quadrados.

O Ranger está instalado no Texas Advanced Computer Center (TACC), na Universidade do Texas, em Austin, Estados Unidos da América.

Sabem que sistema operativo é que ele está a correr? Sabem, sabem? Windows Vista!
Estou no gozo. O Ranger corre GNU/Linux, como boa parte dos mais potentes supercomputadores actuais.

via Vivaotux.blogspot.com

Full Circle Magazine, décima edição

A décima edição da revista Full Circle está disponível para download. Neste número, podem ver um tutorial de instalação do Linux Mint, aprender a compilar o TuxPaint e a ripar um DVD, ler a segunda parte do tutorial sobre a instalação de um servidor e ficar a conhecer a análise feita ao Asus EEE PC a correr o Xubuntu.

Download