Free Software Foundation lança campanha “Play Ogg”

A Free Software Foundation, fundada por Richard Stallman em 1985, iniciou uma campanha para promover o uso do formato de áudio livre Ogg Vorbis, intitulada "Play Ogg". A FSF escolheu o formato Ogg Vorbis porque este não tem custos associados à sua utilização e porque se enquadra na sua filosofia, "Free as in Freedom".

No site da Free Software Foundation podem encontrar um tutorial que explica como ter suporte para Ogg Vorbis em Mac OS e Windows, e ainda várias imagens que podem por no vosso blog, fórum, cms ou até como avatar no vosso cliente de chat. Fonte: FSF

Antes de nascer, já estava morta

Ainda falta uma semana para sair a nova revisão do AACS e já se sabe qual a volume key usada.

Vários hackers conseguiram, com sucesso, usar a versão beta mais recente do AnyDVD para ripar uma preview da trilogia do Matrix, que já usa o AACS 3. Esta notícia volta a levantar a questão da eficácia e necessidade dos sistemas DRM.

Se a nova revisão do AACS foi cracada mesmo antes de ser oficialmente lançada, não seria melhor acabar de vez com os DRM nos filmes? A industria musical, aos poucos, já o começa a fazer. E até que ponto existe a necessidade dos DRM, já que estes tiram a liberdade a quem comprou o produto?

Fonte: ars techica

Cyberlink PowerDVD Ultra liberta o poder das NVidia

A nova versão do Cyberlink PowerDVD Ultra usa a arquitectura PureVideo HD VP2 das séries 8500 e 8600 da NVidia para reproduzir Blu-Ray e HD DVD.

Assim, em vez de ser o processador a arcar com a descodificação e playback, é o GPU das NVidia que trata da maior parte do processamento.

Também a nova versão do WinDVD usa esta tecnologia. Esta tecnologia permite usar o computador noutras tarefas enquanto se vê um filme, já que o processador não está a ser usado exaustivamente. Infelizmente não acaba com o DRM, por isso vamos ter que "gramar" com esta praga durante mais uns tempos.

Fonte: gizmodo.com

Steve Ballmer deturpou o estudo sobre as potenciais infracções de patentes

A Microsoft, quando fez as acusações sobre a violação das patentes por parte da comunidade FOSS, baseou-se num estudo feito pela PUBPAT (the Public Patent Foundation).

Este estudo mostra que o GNU/Linux poderá violar 283 patentes de software e não as 235 que a Microsoft diz. Agora Dan Revicher, autor do estudo, sai em defesa da comunidade FOSS, dizendo que Steve Ballmer interpretou mal o estudo e que isto não passa do habitual FUD (fear, uncertainty and doubt) da gigante de Redmond. O autor diz que o software livre enfrenta tantos, se não menos, riscos de violar patentes como o software proprietário e que o estudo mostra isso mesmo.

O autor diz ainda que a intenção destes estudo era a de eliminar o já habitual FUD da Microsoft.

Fontes: Blog do jocaferro && Eweek

Versão pirata e completamente funcional do Windows Vista já circula na net

Fui visitar o blog do jocaferro e vi um post dele onde ser pode ler que está a circular, na auto-estrada da informação, uma versão completamente cracada, "out-of-the-box", do Windows Vista.

Já eram conhecidos vários cracks para o Windows Vista, sendo os mais famosos os "time-stoppers", que faziam reset ao tempo de trial. Um outro crack, mais eficaz que os "time-stoppers", é o OEM Bios emulation, que permite tornar a instalação do Windows Vista numa versão OEM "legal".

Mas esta release está toda cracada. O sistema operativo, assim que acaba de instalar, fica activado e pronto para receber os updates e nem é necessário serial. Esta notícia é uma facada nas medidas anti pirataria, que foram uma das bandeiras da Microsoft no lançamento do Windows Vista e só me vem dar mais razões para lhe chamar Windows Millenium 2.0.

Vamos ver o que a Microsoft vai fazer para contra-atacar esta versão pirateada.

Fontes: Blog do jocaferro && The Inquirer

Motorola inicia comercialização de dois telemóveis com GNU/Linux e Java nos EUA

A Motorola iniciou a comercialização de dois telemóveis com GNU/Linux e Java nos EUA, o Rokr Z6 e o Razr2.

O Motorola Razr2 só vai ser comercializado a partir de meados de Junho e só alguns modelos deste telemóvel vão ter GNU/Linux e Java. Este telemóvel vem equipado com um processador a 500 MHz – baseado no processador ARM11 -, USB 2.0, câmara com 2 megapixeis, browser integrado, uma tecnologia chamada Chrystal-talk, que permite ajustar o volume me função do ruído circundante e "a melhor experiência musical".

O Rokr Z6, por sua vez, aparece como um género de iPhone, mas sem o touchscreen; "fechado é um leitor de mp3, aberto é um telemóvel". Este telemóvel consegue sincronizar, com um computador, uma música em 3 segundos, suporta cartões SD/MMC até 2GB, vem com uma câmara de 2 megapixeis e com uns phones bluetooth (disponíveis apenas na Europa). Estes dois telemóveis vêm com um design moderno e apelativo, como parte da estratégia da empresa para voltar a pôr o factor "Wow" nos seus dispositivos móveis. {Fonte: Linuxdevices.com}

Porn.com vendido por nove milhões de dólares

O domínio porn.com foi adquirido pela empresa MXN Ltd, pela módica quantia de 9 milhões de dólares.

Este negócio coloca este domínio em segundo lugar no top de vendas de domínios para maiores de 18.

A MXN Ltd ainda não anunciou que planos tem, a longo prazo, para este domínio mas, para já, vão começar a preparar vários produtos e serviços por forma a tentar fazer do porn.com número um dos portais para maiores de idade.

{fonte}

OpenOffice.org 2.2 PT

O Vitor Domingos, aquele senhor simpático que traduz o OpenOffice, já tem a versão 2.2 do OpenOffice pronta para download.

Se utilizam o Ubuntu e já têm a versão 2.2 em inglês, podem fazer download de um deb para mudar a língua do OpenOffice para português.

Cura para o cancro cada vez mais próxima

Investigações levadas a cabo na Universidade de Alberta, Edmonton, Canada, parecem ter chegado perto de uma cura para um dos grandes males que afecta a humanidade, o cancro! Os investigadores usaram uma enzima chamada dichloroacetato (DCA) para fazer regredir muitos dos vários tipos de cancro, entre eles o cancro dos pulmões.

O dichloroacetato já é usado para tratar várias desordens do metabolismo e não tem patente, por isso torna-se uma droga bastante acessível e até pode ser misturada na água.

O que o dichloroacetato faz é re-activar as mitocôndrias das células cancerígenas, fazendo com que estas morram, provocando assim a regressão e extinção do cancro. Este é um grande passo na luta contra o cancro. A Universidade de Alberta aceita doações para continuar com a investigação, por isso não se acanhem.

fonte (link fornecida pelo cenourinha)

edit: este post foi corrigido graças aos comentários do(a) leitor(a) was. Obrigado pelos reparos.