Listas de utilizadores no Twitter

twitter listas

A funcionalidade de listas de utilizadores no Twitter já aqui tinha sido falada e agora está disponível para os utilizadores no Twitter. Esta nova ferramenta permite-lhe criar dentro do seu perfil várias listas de utilizadores, privadas ou publicas, sendo bastante úteis para criar por exemplo uma timeline com apenas os seus colegas de trabalho, amigos, clientes, etc…

Por exemplo, veja aqui uma lista de todas as contas twitter de blogs da rede WebTuga. Interessante hein? 😀

WebTuga Fórum: 31 mil membros registados

31000 membros

Ao longo dos últimos anos este projecto tem tido os seus altos e baixos, mas o número de utilizadores não pára de crescer… todos os dias a nossa comunidade acolhe cada vez mais membros no nosso fórum.

A aposta na rede de blogs, fez com que deixasse-mos o fórum um pouco de lado e apostássemos numa nova tendência.

Mas em breve, iremos apresentar grandes novidades neste projecto que irão certamente reunir toda a comunidade num local de partilha de conhecimento e sentimentos.

A lista de agradecimentos é de tal forma extensa, que provavelmente iria estar aqui uma semana a apontar-los a todos, portanto deixo um grande abraço a todos aqueles que ao longo dos anos me ajudaram de forma directa ou indirectamente para o desenvolvimento deste grande projecto.

Edited: (A sério… a lista chega a ser quase tão grande, quanto o número de pessoas que tentaram prejudicar o projecto…)

Facebook e os seus 200 milhões de utilizadores

É verdade sim senhor, o Facebook chegou ao fantástico número de 200 000 000 (200 milhões) de utilizadores a nível mundial e este número pode mesmo chegar a ser 280 milhões segundo o Sr Wei Zhu (“lead developer” do Facebook).

Isto foi dito há mais ou menos três dias numa conferência sobre o facebook e as suas tecnologias (Facebook Tech Talk). O Sr Wei Zhu disse que o Facebook teria 280 ou 250 milhões de utilizadores até que alguém (supostamente ligado as relações públicas do facebook) disse que o número eram 200 Milhões de utilizadores.

Podem ver isto no vídeo em baixo:

E vocês utilizam o facebook? ou outro site da “concorrência”?

Ubuntu com 8 milhões de utilizadores? Hum…

Tentar acertar no número de utilizadores de uma aplicação livre – a não ser que ela nunca tenha sido distribuida, tendo, por isso, apenas o seu criador como utilizador –  é como jogar no Euro Milhões: esperamos acertar, mas as probabilidades disso acontecer são muito pequenas. Isso não impede a Canonical de tentar adivinhar o número de utilizadores da sua distribuição do sistema GNU/Linux, tal como as extremamente baixas probabilidades de ganhar o Euro Milhões não nos impedem de continuar a apostar.

Em declarações ao site InternetNews.com, Chris Kenyon, da Canonical, afirmou que o Ubuntu é usado por mais de 8 milhões de pessoas. Chris afirma que a fórmula para chegar a estes números está longe de ser perfeita, mas que não vê nada que deixe dúvidas acerca dos números.

Tenho que concordar com a desconfiança na fórmula, e estendo-a aos números avançados. Não é nada contra o Ubuntu ou a Canonical, mas apontar um número de utilizadores é um tiro no escuro. Contabilizar o número de utilizadores do Ubuntu é bastante difícil, porque um único CD pode dar para dezenas de instalações – se for bem estimado, para centenas.

Terá o Ubuntu 8 milhões de utilizadores? Não serão antes 3 ou 4 milhões, ou 14 ou 15 milhões? Como disse Goethe: «Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida.»

Os utilizadores são estúpidos (como se não soubéssemos isso..)

Eu já escrevi aqui algumas vezes que os utilizadores são estúpidos. Em todas as ocasiões, fui “flamado” pelas hostes que vinham defender ou defender-se, mas, que me recorde, nunca apresentaram provas em contrário. Eu apresentei sempre a minha experiência pessoal, que inclui os meus erros e os dos outros.

Para provar que eu, como sempre, tenho razão, vou mencionar um estudo feito investigadores do Departamento de Psicologia da Universidade Estatal da Carolina do Norte.

dumbEste grupo de investigadores quis perceber como é o comportamento do “normal” utilizador está a trabalhar com um computador com Windows. Para isso, foram apresentadas falsas popups no browser aos participantes do estudo, todos estudantes. O que se verificou foi que os estudantes clicavam nas popups falsas sem ler o que lá estava escrito (o muito pouco tempo entre o aparecimento e o clique permitiu saber isto).

As popups apresentadas variavam entre mensagens de erro semelhantes às do Windows, a mensagens com a indicação de uma potencial ameaça de malware. Uma delas era apenas uma popup com um fundo branco com o texto «This is not safe!» a preto. Ainda foi apresentado uma aplicação em Flash onde o carregamento de vários sites era simulado.

Este estudo ainda não foi publicado, por isso não posso adiantar números. Se quiserem ficar com uma ideia, leiam este artigo (em inglês) do Ars Technica.

No final da apresentação das popups, foram feitas várias perguntas aos participantes acerca do estudo. Perto de metade afirmou que consideram que só se interessavam em fechar as popups, e que os utilizadores familiarizados com Windows disseram já não ligam ao que as popups do Windows dizem.

Antes que venham dizer que afinal a culpa não é do sistema, mas dos utilizadores, tenham em atenção que a falta de vontade de usar o cérebro é só parte de um problema muito maior e com outras causas.

Nota: a imagem deste post é da autoria de Laughing Squid e foi disponibilizada sob uma licença Creative Commons 2.0 by-nc-sa.

Parallels for Mac Atinge os 1000000 Utilizadores

A Parallels anunciou que o Parallels for Mac atingiu os 1 milhão de utilizadores.

Para comemorar este feito, bastante bom para software sem ser da Apple ou Microsoft, a Parallels está a disponibilizar 2 licensas por 129$

E você, usa este software? O que acha dele? Deixe a sua opinião nos comentários!

Gmail Labs – Novas ferramentas para o Gmail

Gmail Labs é a ultima ferramenta disponível na nova versão do Gmail, o serviço de e-mail do  Google.

O Gmail Labs permite aos utilizadores decidir se querem testar novas ferramentas para o Gmail e enviar o feedback para os developers do Google de forma a estes obterem as opiniões das ferramentas.

Isto faz-nos pensar que em breve também será possível a nós, utilizadores, criarmos pequenas ferramentas adicionais para o nosso e-mail.

Poderá activar as ferramentas disponíveis no Labs, na aba Labs do menu "Settings" da sua conta Gmail.

Rapidshare – Novo design, aumento dos limites e o novo TrafficShare

Rapidshare site

Muito se tem falado acerca do sistema de protecção CAPTCHA ridículo usado pelo Rapidshare, no entanto o Rapidshare parece não estar para ai virado e empenhou-se a melhorar o seu site a outros níveis.

O RapidShare apresentou hoje a sua nova interface, com um novo logótipo e grandes novidades para os utilizadores premium.

Agora os utilizadores Premium, em vez de terem um limite de 25GBs de downloads por cada 5 dias, têm o dobro desse tamanho, ou seja, viram o seu limite de download dobrado para os 50GBs.

Para além disso, uma grande novidade é o TrafficShare que permite fazer com que os seus ficheiros estejam disponíveis para download directo sem que os free users tenham que esperar pelo tempo imposto pelo RapidShare ou necessitem de preencher o CAPTCHA. Este serviço terá um preço adicional.

A página está bastante mais limpa, sem excessos de publicidade, adoptando por uma filosofia minimalista.

ThePlanet – Explosão na DataCenter H1

Como devem ter reparado, o WebTuga tem estado off desde há alguns dias. Tudo isto deve-se ao facto da DataCenter em que temos o nosso servidor dedicado alocado, ter tido um curto-circuito que fez com que não só o servidor do WebTuga ficasse sem energia, mas também 9000 outros servidores.

Felizmente ninguém ficou ferido e nenhum dos servidores ficou danificado, no entanto a equipa de incêndio aconselhou/não permitiu que o sistema de backup de energia fosse ligado de forma a não provocar outras pequenas réplicas deste problema.

A equipa ThePlanet tem estado a reunir esforços de forma a normalizar a situação. No meio de tanto azar, o Dragon ( nome que dá-mos ao nosso servidor/bicho de estimação ) estava localização no segundo piso da DataCenter, chamado de Phase 2, que já tem o problema resolvido, entre outros 6000 servidores. No entanto, os restantes 3000 servidores localizados na Phase1 estão ainda a ser alimentados por uma fonte de energia de backup, situação que deverá ser temporária e que irá provocar algum tempo de downtime nos próximos dias.

No meio disto resta-me pedir a compreensão de todos os clientes e utilizadores do WebTuga, pedimos desculpa se de alguma forma não fomos ao vosso encontro para vos esclarecer a situação, mesmo tendo sido tendo sido criado um blog temporário que substituiu a homepage do WebTuga Hosting.

Resta-me também dar o meu apoio a toda a equipa ThePlanet, que apesar de todo o azar, tem tentado resolver a situação de forma a diminuir os prejuízos a todos os seus clientes.

O mais difícil já está resolvido e pensemos pela positiva, em vez de serem 9000 servidores sem energia, poderiam ter sido 9000 servidores danificados.

E agora, vamos lá rapaziada que isto sem blogar durante 2 dias não dá com nada…

Sweetter 2.0 – Sistema de blogging gratuito

Com a chegada do Twitter à Internet, introduziu-se também um novo conceito de microblogging.

O Twitter, com milhares de utilizadores, tem tido um tremendo sucesso muito devido também ao número de aplicações que usam a sua API.

Para aqueles que andam atrás de um sistema de microblogging para instalar no seu site ou no servidor da empresa para partilhar as suas actividades, os seus sentimentos, etc, existe o Sweetter.

O Sweetter é um serviço de microblogging gratuito escrito em Python que lhe permite não só "microblogar" como também escrever as suas listas to-do, votar nos "microposts" dos outros utilizadores e ter um Karma conforme o seu número de votos, positivos ou negativos.

Para além disso o Sweetter tem também a possibilidade de escolher plug-ins que lhe permitirão enviar as suas mensagens para o seu Twitter ou Jaiku.

Visite já o site e verifique com os seus próprios olhos. E para aqueles que pensam que podem comprar o Sweetter, leiam esta página.