Twitter: ainda tem muito pio para dar

Twitter

Um pouco por toda a blogosfera, através de posts e artigos em blogs e noutros sites, tem-se tornado um bocado lugar-comum falar sobre o possível abrandamento do Twitter.

Para quem tem vivido debaixo duma pedra ou numa caverna sem comunicação com o mundo exterior, o Twitter é um site que consiste numa rede social e serviço de microblogging, em que os utilizadores podem enviar e ler mensagens de outros utilizadores, mensagens estas que são chamadas de tweets. Estas mensagem têm um limite máximo de 140 caracteres. Cada utilizador pode seguir (follow) e ter outros seguidores que o queiram seguir (followers). Pode-se enviar tweets não só a partir do nosso perfil no site do Twitter como também a partir de aplicações externas como os smartphones e SMS a partir de telemóveis. Infelizmente Portugal ainda não está incluído na lista de países suportados para poder usar SMS.

Apesar de haver algumas mentes pela web que falam sobre a perda de poder do Twitter, esse cenário ainda está longe de acontecer. O Twitter tornou-se tão enraizado dentro da rotina virtual dos utilizadores mais virados para a web e as redes sociais, que vai ser difícil despegar este hábito. E cada vez mais pessoas, de todas as idades, se viram para o seu computadorzinho ligado à internet e entram na onda social. É quase como dizer que o Facebook está a perder terreno… o Facebook, segundo o Alexa Ranking, que é um site chamado Alexa que mede os níveis de tráfico dos sites por todo o mundo, é o 2.º site mais visitado do mundo. O primeiro é o Google, faz sentido? O Twitter está na 9.ª posição.

No dia 2 de Novembro de 2010 o Presidente da Venezuela ultrapassou a barreira de 1 milhão de seguidores. Agora, se aquele número é legítimo ou anda ali mão do diabo já não sei. Existem algumas formas de aumentar os números de seguidores no Twitter, umas mais fáceis do que outras, mas vamos partir do princípio que o Hugo Chavéz é mesmo um gajo popular.

O Twitter tornou-se um dos dois botões obrigatórios em todas as empresas que querem se mostrar “para a frentex”, tornou-se um hábito, e os hábitos são difíceis de mudar. Não é que o Twitter seja comprovadamente, em todos os casos, bom para o negócio, eu acho que acaba por ser uma distracção, porque muitas pessoas vão para o Twitter vindo dum website que tinha um botãozinho engraçado, e o webmaster daquele site pode ter perdido um cliente ou um leitor interessado, enquanto o utilizador já esqueceu, anda a navegar pelo twitter, ou pior ainda, apenas fechou a página anterior e foi para o youtube ver vídeos. Adeus utilizador.

Há mercados em que o Twitter pode funcionar melhor, se estes forem personalidades ou empresas que sejam genuinamente atractivas para os seus seguidores, em que as pessoas queiram mesmo, mas mesmo, mesmo estar actualizados com quem eles estão a seguir… em toda maioria dos outros, acaba por ser uma distracção. Não é que não contribua para a formação ou visibilidade da empresa, mas em termos de clientes em si, não é eficiente.

Twitter

O que é que isto quer dizer para utilizadores normais como nós? Nada de especial, mais uma maneira de usar o nosso tempo, ao menos não se perde tanto tempo lá como no Facebook (vocês sabem do que é que eu falo…).

______________________

O João Paulo é artista, designer, entusiasta sobre digital marketing e os motores de busca, gosta de ler, ver um bom filme, e veja-se lá, de vez em quando pensa que é escritor.

É administrador dum site àcerca do logotipo e tem ainda um outro engraçado sobre o retrato artístico como tema principal.

O video mais longo do YouTube

YouTube

A rede social de partilha de vídeos YouTube possui milhares de milhões de vídeos armazenados. Caracteristicamente os conteúdos não tendem a ultrapassar os dez minutos. No entanto, existem excepções a regra exageradamente longas, como o vídeo criado pelo user Canadian Studmuffin com mais de 13 horas.

O Canadiense criou o “LONGEST VIDEO ON YOUTUBE” com a duração de 13 horas, 5 minutos e 22 segundos em resposta ao até então considerado o maior vídeo da internet com 9h15min.

Levando em consideração o tempo que o vídeo possui, é pouco provável que algum outro visitante do YouTube  tenha tido a paciência necessária para assisti-lo na totalidade, com a agravante da qualidade de imagem ser péssima.

Mesmo assim, foi até a data visto quase 600.000 vezes e comentado mais de 6.000 vezes, embora a questão mais feita seja: “quantas semanas demorou o vídeo a carregar?”, para buy youtube views.

#NewTwitter – Conhece o novo Twitter

Twitter

O novo Twitter está a chegar e as novidades parecem ser bastante animadoras, com grandes alterações a nível do interface gráfico e novos conteúdos.

Novo Design

Novo Design

A navegação está agora muito mais simplificada, as menções, os retweets, pesquisas e listas aparecem agora acima da sua timeline, sendo a navegação feita numa única página e o conteúdo mencionando mostrado num painel à esquerda. Do lado direito poderá ver as ferramentas a que já está habituado como quem o seguiu e a quem você seguiu recentemente, os favoritos e os Trends.

Ver fotos, vídeos e outro tipo de conteúdo multimédia

Media Twitter

Graças a uma série de parcerias com o Dailybooth, DeviantArt, Etsy, Flickr, JustinTV, Kickstarter, Kiva, Photozou, Plixi, Twitgoo, TwitPic, Twitvid, uStream, Vimeo, Yfrog e YouTube, é agora muito mais fácil incorporar fotos e vídeos directamente no Twitter.

Conteúdo Relacionado

Conteudo Relacionado

Quando clica num Tweet, irá aparecer um painel adicional com informação relacionada com o autor e o assunto do Tweet. Dependendo do conteúdo do Tweet poderá aparecer replys, outros tweets do mesmo utilizador, um mapa com tweets geo-referenciados e muito mais.

Mini Perfis

Mini Profile

Ao clicar num @username poderá ver um pequeno perfil sem sair da própria página que lhe irá dar acesso a informação relacionada com a conta desse utilizador, incluindo a bio e tweets recentes.

Estas alterações irão ficar disponíveis em modo pré-visualização nas próximas semanas e poderá activar e desactivar a nova versão para que se possa habituar as novas funcionalidades.

WebM – Novo standard de vídeo para a Web

WebMDurante o evento Google I/O têm sido reveladas várias novidades que terão um impacto significativo para todos nós, utilizadores da Internet, no que toca à visualização de conteúdos multimédia através da web, nomeadamente Video.

O Google, que detinha os direitos do VP8, um codec de vídeo semelhante ao H.264, anunciou a disponibilização do mesmo de forma gratuita e opensource, complementado com o codec de áudio Vorbis.

WebM é o nome do novo formato aberto de vídeo de alta qualidade com estrutura baseada no Matroska que certamente se tornará um standard no que toca a vídeo para a Web. Browsers como o Chrome, Opera e Firefox já estão a implementar o suporte deste novo formato para HTML 5 Video.

Uma vez que o YouTube é uma das maiores fontes de distribuição de conteúdos multimédia, a implementação deste novo codec nos browsers, vai certamente acelerar o processo de distribuição deste novo formato por todo o mundo.

Estamos a atravessar um momento de mudanças no que toca a Standards para a Web.

De lembrar que hoje em dia o uso de dispositivos móveis como smartphones para navegação na web é bastante comum e como existem browsers com suporte a HTML 5 disponíveis para estes dispositivos, é um grande avanço existirem este tipo de codecs.

É também de louvar que hajam alternativas para visualização de vídeos na web que de outra forma só poderiam ser vistos com Flash ou outros plugins que iriam gastar bateria e consumir recursos em excesso, tornando os dispositivos menos eficientes.

Poderá encontrar mais informação acerca deste novo formato no site do projecto WebM.

Apple lança o iPad

Apple iPad

A Apple lançou ontem o tão esperado “Apple Tablet” com o nome de iPad e que segundo a própria Apple indica no site oficial, o iPad é nada mais nada menos que “Our most advanced technology in a magical and revolutionary device at an unbelievable price.”, ou seja, a mais avançada tecnologia da Apple num gadget mágico e revolucionário a um preço incrível.

A verdade é que o iPad é isso mesmo, um produto com a tecnologia multi-touchscreen da Apple a um preço que começa a partir dos 499 dólares.

Se até agora eu achava os preços dos eBooks Readers bastante caros, então a Apple veio mudar essa minha opinião com o iPad. O iPad é certamente à data do seu lançamento, o melhor eBook Reader do mercado, pois para além de ter um ecrã colorido de alta qualidade, uma nova forma de ler e uma maior capacidade de armazenamento que qualquer outro eBook Reader actualmente no mercado, tem também a iBook Store que será certamente um sucesso tal como assim o foi a iTunes Store e App Store.

Vídeo do iPad

Ecrã 9,7 polegadas LDE-Backlit IPS

O ecrã sensível ao toque de alta resolução do iPad tem cerca de 9.7 polegadas e demonstra uma cor viva, perfeita para ver vídeos, navegar na Internet ou ver fotos. O ecrã mostra a imagem conforme a sua orientação, possibilitando-o demonstrar o que está a ver a outras pessoas, girando apenas o ecrã para essa pessoa. Para além disto, este ecrã tem um espantoso ângulo de visualização de 178º.

Largura e peso do iPad

iPad Largura e Peso

O iPad é extremamente leve e fino, sendo para além disso mais pequeno que uma revista tradicional. Pesa cerca de 1.5 pounds (680 gramas) e tem 1,5 polegadas de largura, tornando-o assim num gadget bastante leve e fácil de transportar.

Bateria do iPad

Bateria iPad

Para maximizar a vida da sua bateria, os engenheiros da Apple aplicaram a mesma bateria de polímero de íon de lítio utilizada nos seus portáteis e aplicaram-na no iPad. Desta forma o tempo de vida do iPad é de até 10 horas de uso extremo (ver vídeos, ouvir música, navegar na Internet com Wifi, etc).

Wifi, 3G e Bluetooth no iPad

Wifi iPad

O iPad vem com tecnologia sem fios 802.11n integrada, tirando assim um melhor partido das ligação de rede Wi-Fi. Poderá ligar vários gadgets ao seu iPad como headphones ou o teclado wireless da Apple utilizando o Bluetooth 2.1.

Para além disso, existirão também modelos do iPad com suporte a 3G com ligações até 7,2Mbps garantindo que tem ligação à Internet em qualquer local. A Apple está a fechar parcerias com as operadoras para a criação de planos de dados, tal como aconteceu com o iPhone.

Processador A4 no iPad

iPad Jogos

O processador do iPad é um A4 chip desenhado especificamente para o iPad pelos engenheiros da Apple que para além de ser bastante potente é também bastante eficiente a nível de consumo de energia.

Graças a este processador é possível correr as aplicações e jogos com uma grande performance, enquanto que a duração da bateria é afectada minimamente.

Conectividade no iPad

O iPad tem um conector de 30 pins na parte de baixo, permitindo-o ligar à dock e carregar a bateria, bem como ligar outros acessórios do iPad como ao kit de ligação de Camera e a Dock com teclado (Keyboard Dock).

Áudio no iPad

O iPad vem com uma coluna integrada que proporciona uma qualidade de som perfeita para ouvir música ou ver filmes. Para além disso o iPad tem um microfone integrado e vem com uma entrada para auscultadores.

Aplicações da App Store no iPad

App Store

São cerca de 140.000 aplicações já presentes na App Store que poderá utilizar directamente no seu iPad. Para além disso foram desenvolvidas 3 aplicações especialmente a pensar no iPad, o Keynote, o Pages e o Numbers.

Graças a uma nova interface simplificada destas 3 novas aplicações, é bastante fácil criar qualquer tipo de documento sem enquanto está em qualquer local.

YouTube e Filmes no iPad

YouTube iPad

Não há nada melhor que ver um filme durante uma viagem ou navegar pelo YouTube, aproveitando assim ao máximo a qualidade do ecrã do iPad.

Alterne entre widescreen e fullscreen apenas com um duplo toque. Graças à simplicidade da interface do iPad poderá abstrair-se de qualquer distracção e desfrutar o seu filme ao máximo.

iPod ou iPad?

Com a aplicação iPod app, poderá ouvir todas as suas músicas em qualquer local, navegar por album, música, artista ou género com um simples clique.

Poderá ainda ouvir a sua música recorrendo a uns auscultadores sem fios via bluetooth.

Safari no iPad

Safari iPad

O iPad proporciona ao utilizador uma nova forma de navegar na Internet em qualquer lado. Apesar de o iPhone ser já assim um dispositivo móvel que permite navegar na Internet de uma forma bastante simples, o iPad graças a ter um ecrã maior, melhora a experiência de navegação móvel através do Safari.

Mail no iPad

Mails no iPad

Tenha a sua caixa de correio sempre consigo e responda aos seus e-mails como que se estivesse acompanhado do seu portátil ou sentado na sua secretária em frente ao seu desktop. O iPad permite-lhe responder aos seus e-mails através do teclado virtual bastante semelhante ao teclado que estamos habituados a utilizar.

Não deixe os seus clientes sem resposta por estar em viagem 🙂

Fotos no iPad

Fotos no iPad

O iPad é também um excelente gadget para mostrar e partilhar fotos com os seus familiares ou até mesmo fazer uma apresentação de slides para um cliente seu. Graças à tecnologia multi-touch é bastante fácil navegar e fazer zoom nas várias galerias de fotos. Pode inclusive utilizar o seu iPad como uma moldura digital enquanto o tem a carregar na sua dock. Com o acessório Apple Camera Connection Kit pode importar as suas fotos através de um cartão micro-sd.

iBooks no iPad

iBooks iPad

Uma aplicação do iPad é a iBooks app que lhe permite ler e comprar livros em formato ebook, online através da nova iBook Store. Poderá fazer download gratuito da aplicação através da App Store e comprar qualquer tipo de livro, desde os clássicos até aos best sellers.

Preços do iPad

O iPad vai estar disponível em vários modelos com capacidades de 16GB, 32GB e 64GB e os modelos com suporte adicional de ligações 3G têm um custo superior. Poderá ver abaixo a tabela de preços para os Estados Unidos da América.

Preços iPad

Conclusão

Concluindo, o iPad é certamente um produto que terá bastante sucesso devido ao seu preço e irá abalar o mercado dos Netbooks e dos eBook Readers pelo menos.

A nova iBook Store poderá ser uma nova fonte de rendimentos para a Apple, assim como o é a iTunes Store e a App Store e possibilitará as editoras e os escritores aumentarem as suas vendas.

Após o lançamento da iPad SDK, serão também muitas as aplicações e os jogos disponíveis para este novo dispositivo.

Estamos perante um gadget que vem, tal como outros produtos da Apple lançados anteriormente, vai mudar a forma como as pessoas interagem com os serviços.

Filmagens inéditas encontradas "A História do Macintosh"

O consultor Mac, Mike Kimble não é estranho a Apple, ele trabalhava num revendedor Apple antes da introdução do Mac em 1984, e ele esteve envolvido com Macs e outros produtos da Apple desde então.

Mike encontrou recentemente várias cassetes antigas da Apple que foram enviadas para o seu emprego por volta da introdução do Mac, sua descrição de um deles já diz tudo:

“I found this VHS cassette while cleaning my office this week. This “Found Footage” comes from a video tape I received from Apple back in 1984 when the original 128K Mac was introduced. It was part of the authorized dealer training videos given to each store to help them become familiar with the Macintosh. You will see a very young Burrell Smith, Andy Hertzfeld, Phil Gibbons, Mitch Kapor, Bill Gates and Steve Jobs. You really get a good feel for how proud and excited these people were for the creation of something special. Little did they know how much they were about to change the world…”


(Vídeo no Youtube)


(Vídeo no Youtube)

(via tuaw.com)

Youtube: aluguer de vídeos

O aluguer de filmes através do Youtube torna-se hoje realidade. Os primeiros vídeos a serem disponibilizados serão 5 filmes independentes do Festival de Cinema de Sundance de 2009 e 2010.

Os pré-requisitos para alugar vídeos serão uma conta de Youtube e de Google Checkout para efectuar os pagamentos, mas por enquanto este serviço de aluguer ainda não está disponível em Portugal.

Em relação aos preços, já se sabe que os filmes “The Cove” e “One Too Many Mornings” custarão 4 dólares (cada). O primeiro título, uma vez que já data de 2009, apenas ficará disponível para streaming durante 24 horas após o pagamento, enquanto que o segundo, sendo de 2010, ficará disponível durante 72 horas.

Embora neste momento apenas estejam disponíveis 5 filmes para alugar, isto não esconde o enorme potencial que este serviço poderá atingir. Este serviço de aluguer de filmes poderá ser mesmo o responsável por começar a fazer do Youtube um site rentável à Google. E se no futuro os acordos entre a Google e os estúdios cinematográficos abrangerem blockbusters, então aí a empresa poderá ter encontrado o filão de ouro que tanto ansiava encontrar no Youtube.