Steve Ballmer deturpou o estudo sobre as potenciais infracções de patentes

A Microsoft, quando fez as acusações sobre a violação das patentes por parte da comunidade FOSS, baseou-se num estudo feito pela PUBPAT (the Public Patent Foundation).

Este estudo mostra que o GNU/Linux poderá violar 283 patentes de software e não as 235 que a Microsoft diz. Agora Dan Revicher, autor do estudo, sai em defesa da comunidade FOSS, dizendo que Steve Ballmer interpretou mal o estudo e que isto não passa do habitual FUD (fear, uncertainty and doubt) da gigante de Redmond. O autor diz que o software livre enfrenta tantos, se não menos, riscos de violar patentes como o software proprietário e que o estudo mostra isso mesmo.

O autor diz ainda que a intenção destes estudo era a de eliminar o já habitual FUD da Microsoft.

Fontes: Blog do jocaferro && Eweek

2 thoughts on “Steve Ballmer deturpou o estudo sobre as potenciais infracções de patentes

  1. Ainda foi mais longe quando disse que quanto às prováveis violações apenas 10% das patentes pertenceriam à M$ e que nenhuma delas daria sequer para começar qualquer acção judicial!
    É o desespero total face à banhada que estão a levar com o (teu) Me2. Eles tem que inventar qualquer coisa para que o esquema financeiro em pirâmide resulte.
    @braço.

  2. meu Me2?! Quase que me sinto insultado… :-) *kiddin’*
    Concordo contigo, é o desespero.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>