5 bejecas para o Webtuga!

Webtuga - 5 anos

Parabéns Webtuga!!!

Belisquem-nos que nem queremos acreditar, mas já passaram 5 anos desde que a palavra Webtuga começou a ser espalhada pelo imenso oceano que é a Web! De um grupo de amigos que decidiu criar um fórum, actualmente somos uma forte e reconhecida marca nacional que consegue vingar através dos nossos vários serviços, onde estão incluídas também a Rede de Blogs Webtuga e a empresa de alojamento Webtuga.

Apesar do Projecto Webtuga completar mais um aniversário, é a NOSSA comunidade que está de parabéns pois TUDO o que o Webtuga foi, é e será é graças à colaboração de TODOS e nós sentimo-nos honrados e orgulhosos por fazer parte das vossas vidas. Fazendo uma pequena retrospectiva podemos afirmar que nem tudo foram rosas no entanto, o saldo é francamente positivo. Prova disso são as mais de milhares de visitas que temos diariamente e a vasta clientela que depositou a sua confiança em nós com os seus espaços virtuais alojados nos nossos servidores.

Webtuga 5 anos

5 anos é praticamente uma vida na Web e queremos, como sempre, melhorar cada vez mais. Sabiam que o fórum que foi inicialmente a nossa plataforma de lançamento ainda persiste? É neste intuito e, em ocasião do 5º aniversário do Webtuga, que pretendemos relançar o projecto original com a mote “Regresso às origens”. Lembram-se do tempo em que os fóruns eram a fonte da vida na Internet? Antes do baby-boom dos blogs e das redes sociais? Um espaço de entre-ajuda mútuo? Não têm saudades? Temos actualmente mais de 20 mil tópicos e quase (mas mesmo quase!!) de 200 mil respostas que são fonte valiosa de conhecimento para todos os que procuram informação, expandir horizontes, opinar ou simplesmente interagir com outros utilizadores entre milhares de linhas. Acreditamos que com o VOSSO contributo podemos (re)construir ainda mais um grande fórum. Devem estar a perguntar porque estamos a pedir-vos isto. A resposta é simples: porque SIM 😀

Uma grande salva de palmas que venham ainda mais bejecas!!! Parabéns WEBTUGA!!!

Alojamento Web

Webtuga festeja 4 anos

WebTuga

Sejam bem vindos ao novo Webtuga!

Foi no dia 27 de Julho de 2005 que nasceu um projecto que foi abraçado com carinho e apreço por um conjunto de amigos, o Webtuga. Custa-me a acreditar, que ao longo destes anos, o Webtuga veio a tornar-se num projecto ambicioso – Fórum Webtuga, Rede de Blogs Webtuga, serviço de alojamento, entre outros serviços – com uma equipa que cresceu e contribui para fazer do Webtuga, uma comunidade de referência nacional.

Por ocasião do quarto aniversário do Webtuga, a equipa decidiu renovar novamente a sua imagem e sempre, como do costume, para melhor. Após estes 4 anos de funcionamento ininterrupto, já se notava que o nosso espaço dedicado para a comunidade, o fórum Webtuga, estava a precisar de uma lufada de ar fresco. Pois bem, foi isso que se vez e após uma renovação exaustiva, o fórum reaparece sob um novo sistema de gestão de fóruns, com um novo aspecto, mais limpo e funcional. O objectivo deste make-over é simples, proporcionar aos nossos utilizadores um ponto de convívio de cultura e entre-ajuda melhor do que nunca e regressar aos velhos tempos de uma comunidade de amigos, ao invés de uma comunidade de utilizadores.

Eis aqui as principais novidades do novo fórum:

Integração com o blog Webtuga

O fórum está neste momento, completamente integrado com o blog Webtuga. Esta integração permite que os nossos membros tenham acesso às estatísticas do fórum a partir do momento que acedem ao blog. Para além disso, uma das principais novidades é o facto do utilizador poder fazer o login tanto no blog como no fórum. Para melhorar esta integração, o blog também recebeu um novo design.

Notificações de mensagens privadas

Muito semelhante ao growl do macOSx, o membro receberá notificações de novas mensagens privadas, através de um pequeno pop-up localizado no canto superior direito. Agora, não poderá dizer que esqueceu de consultar as suas mensagens 🙂

Nova estrutura de categorias

A antiga estrutura do fórum estava demasiado extensa. Optámos assim, por apostar em poucas categorias, mais generalizadas, e praticamente começar de novo. Para isso, criou-se uma categoria com o nome Arquivo, disponível apenas para leitura, que contém todas as secções bem como os  tópicos do fórum Webtuga, pré-SMF. Convém referir que procurámos salvar os tópicos mais recentes de forma a não começar com o fórum completamente vazio.

Pesquisa rápida directamente no local

Uma das principais novidades é a pesquisa rápida local. Isto significa que será possível pesquisar por uma determinada categoria, tópico, post no local onde se encontra. Por exemplo, se o membro estiver a consultar o fórum, todos os termos pesquisados serão apenas apresentados na página do fórum onde este se encontra. Se estiver no blog, a pesquisa é feita apenas no blog. Caso o membro esteja num determinado tópico, a pesquisa vai ser feita dentro desses mesmo tópico, o mesmo acontece quando o membro está dentro de uma determinada categoria.

Estatísticas individuais de cada utilizador

Com o fórum na plataforma opensource SMF, cada membro tem acesso às estatísticas individuais de cada utilizador. Desta forma, poderá ver a distribuição das suas mensagens pelas várias categorias do fórum e as principais horas em que participa.

Porque o WebTuga é a nossa comunidade, colocamos também nas mãos dos nossos utilizadores a recuperação deste projecto e contamos convosco para a dinamização do mesmo.

Aproveito e deixo uma mensagem especial de agradecimentos aos elementos da equipa Webtuga que sacrificaram muito do seu tempo para poder ser possível apresentar o novo fórum a tempo e horas.

Parabéns Webtuga!

Alojamento Web

A caminho da Twittersfera

Para não variar hoje falo-vos novamente do Twitter. Acordei hoje bem disposto e depois do pequeno-almoço, fiz o que faço diariamente: sentar-me à frente do computador para consultar mails, aprovar comentarios nos meus blogs e pois claro, ver os Tweets da malta.

Eis que reparo num tweet da jornalista Alberta Marques Fernandes (@AlbertaMF) sobre um vídeo onde conta a história de uma personagem que ainda não sabia o que era o Twitter. Chocado, o seu amigo fanático pelo Twitter levou-o para a Twittersfera para melhor explicar o que é este fenómeno.

Acontece que com uma simples afirmação desta personagem, todos os tweeteiros utilizadores deste serviço de micro-blogging, entram em estado de choque desesperando-se completamente. O resultado? “Twitter is over capacity” (quem nunca apanhou aquela imagem da baleia?).

O vídeo por si, está bestial e mostra que nem sempre aquilo que escrevemos, interessa. Mas, uma coisa é certa, só nos segue quem quer não é? É claro que tweetei sobre este vídeo. 😀

Alojamento Web

20 anos de World Wide Web

Março de 1989. Foi neste mês que Sir Tim Berners-Lee, físico britânico, apresentou aos seus superiores no CERN um documento que denominou de “Gestão da Informação: uma Proposta”. Com esta proposta, Tim procurava organizar da melhor forma as trocas de informação e documentos entre os seus colegas no CERN. Pouco haveria Tim de imaginar que tinha acabado de criar os primeiros passos daquilo que hoje conhecemos como a World Wide Web.

Em comemoração da data que se assinala hoje, o laboratório europeu organizou uma conferência na sua sede, em Genebra, e onde o chamado pai da WWW teve presença confirmada.

O CERN criou igualmente um endereço comemorativo do 20º aniversário da WWW, assim como um vídeo de perto de 30 minutos onde reúne entrevistas a Tim Berners-Lee e Robert Calliau.

Aqui está um vídeo de Tim a falar inicialmente sobre esse momento antes de falar sobre Linked Data:

O documento está actualmente exposto no laboratório europeu de partículas e é encarado como uma espécie de certidão de nascimento da World Wide Web.

Alojamento Web

Os países mais interessados no Twitter nos primeiros meses de 2009

Já todos conhecemos o fenómeno que é o Twitter. De acordo com um artigo recente, 2009 será um excelente ano para este serviço visto que está a continuar a ter um grande impacto por esse mundo fora.

De forma a verificar o impacto global do Twitter, o Pingdom utilizou como ferramenta o Google Insights for Search, que permite comparar o volume de buscas em regiões específicas, categorias ou períodos de tempo, e parece ser muito útil para estudar vários aspectos, como padrões e tendências. Dito por outras palavras, é possível saber o grau de interesse por país dos utilizadores sobre este ou aquele serviço.

De acordo com os primeiros meses de 2009 obteve-se o seguinte resultado:

Taxa de interesse no Twitter

Algumas observações:

  • Os cinco primeiros são todos países de língua oficial inglesa. De facto, se olharmos para o Top10, sete são países onde a população fala maioritariamente o inglês.
  • Os países com a maior taxa de interesse no Twitter são o Reino Unido e a República da Irlanda neste momento.
  • Portugal surge num excelente 6º lugar mostrando que somos fortes amantes do Twitter e que a divulgação pela imprensa e pela blogosfera deste serviço conseguiu a atenção dos portugueses.
  • A África do Sul, que desconhecia possuírem uma forte comunidade internauta, completa o Top10.

O que os resultados nos mostram é que o Twitter está a tornar-se um grande fenómeno global com principal tendência nos países com língua oficial inglesa. Este domínio explica-se pelo facto de existir uma grande comunidade inglesa de utilizadores do Twitter o que faciita muito. Isto não acontece em países como a Suécia ou Alemanha cujo maior obstáculo é mesmo a língua, sendo que apenas uma pequena minoria de utilizadores escreve tweets em inglês.

Alojamento Web

10 anos de Google em 2 minutos

Dando sequência aos artigos publicados aqui nas últimas semanas de vídeos que mostram a Natureza a passar pelas 4 estações do ano em 40 segundos e em 2 minutos, hoje apresento-vos algo mais relacionado com o mundo informático em que vivemos, um vídeo que relata os 10 anos de história em 2 minutos do mais famoso motor de busca da Internet, o Google.

Foi produzido pelos escritórios do Google sediados no Reino Unido e resume os 10 anos da história da empresa em 2 minutos. Entre os serviços Google que foram contemplados estão o Adsense, Adwords, Image Search, Google News, Gmail, iGoogle, Google Earth, Analytics, Street View, YouTube, o Android e terminando com o Google Chrome. Tudo começou é claro, com o encontro de Larry Page e Sergey Brin, em 1995, na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.

Quem quiser conhecer mais pode visitar a página especial do aniversário de 10 anos. A página exibe de forma cronológica e interativa todas os feitos da empresa, e tem versão em português. Há ainda uma galeria de 308 doodles (logotipos especiais feitos para homenagear uma personalidade ou data importante).

Alojamento Web

Cloudo – Web OS já está na versão Beta

Já por aqui se tinha falado do Cloudo, um sistema operativo web. Recordando um pouco a memória da malta, o Cloudo é basicamente um sistema operativo a correr no nosso browser e que irá fornecer muitos recursos, tal como a sincronização automática de ficheiros no nosso computador com o nosso computador online, a partilha de ficheiros e o acesso aos ficheiros a partir de um terminal móvel.

Cloudo Web Os

No início do ano passado, o Cloud encontrava-se na versão alfa. Presentemente, este web OS já se encontra na versão beta e disponível ao público. Estive a experimentá-lo por algum tempo e deu para ver que ainda está a precisar de vários ajustes. O registo para o nosso Cloudo não pedia um e-mail, apenas o nome, username e password, o que significa que na perda de memória ou extravio da nossa password, dificilmente recuperava-se o nosso desktop online. Já com o login efectuado encontramos um desktop limpo muito Vista-alike mas, rapidamente vi nas opções de visualização que existiam vários skins tanto para Windows como para Linux e Mac.

Outro factor curioso é aquilo que refere: sincronização de ficheiros entre computador de casa e o da web e a partilha de ficheiros. Não encontrei referência nenhuma no desktop online sobre esses serviços. Até experimentei o drag-and-drop para ver se aceitava ficheiros mas nem isso resultou. A versão beta ainda se encontra muito limitada.

Se mesmo assim têm curiosidade em experimentar o Cloudo, basta aceder ao seguinte link.

Alojamento Web

Lenovo IdeaCentre A600: Tudo-em-um

A Lenovo não quis ficar atrás dos iMacs da Apple e dos TouchSmart da HP no que toca a tudo-e-um apresentando o Lenovo IdeaCentre A600, um desktop integrado e o mais fino do momento.

O seu ponto forte pretende ser o seu preço, com os modelos a rondar os 740€. Para este objectivo ser atingido, o Lenovo IdeaCentre A600 permitirá várias configurações e opções na altura da sua compra.

Lenovo IdeaCentre A600 tudo-em-um
Lenovo IdeaCentre A600 tudo-em-um

Na hora de adquirir este desktop, pode-se optar por escolher como processadores Intel Core 2 Duo, placas gráficas ATI Radeon, 4GB de RAM DDR3 e 1TB de armazenamento. Para além disso, pode-se incluir ainda um leitor de discos Blu-Ray, sintonizador de TV e um comando com acelerómetro, ideal para controlar aplicações multimédia

Comum a todos os modelos está um ecrã de 21.5”, que oferece uma resolução de 1920 x 1080 px emFull HD, colunas integradas (certificação Dolby Home Theatre com subwoofer incluído). Como ligações, encontra-se Wi-Fi, um leitor de cartões de memória, portas USB e Firewire nas laterais e portas USB adicionais na parte posterior.

Alojamento Web

WordPressDirect: Criar um blog sem precisar de blogar

Numa press release divulgado pelo equipa do WordPressDirect agora é possível ter um blog sem a necessidade de escrever um linha sequer. Segundo a equipa do WPD, a única coisa que precisa fazer é escolher um theme para o blog, acrescentar as keywords e a respectiva descrição do blog, escolher que conteúdo é que quer ver postado, através dos sites da Yahoo, Google, etc… e numa questão de minutos, voilá! O Blog fica actualizado diariamente com as notícias que escolheu.

Para além disso, também é possível escreverem os vossos próprios posts quando têm tempo e pachorra para tal não sendo preciso preocupar com SEO, visto que os blogs já vêm optimizados para os motores de busca. A ideia surgiu em meados de Agosto deste ano e conta actualmente com mais de 10 mil utiizadores, em categorias que permitem a criação de 10, 20 e 100 blogs.

Do meu ponto de vista no papel de blogger, trata-se nada mais como outro meio de ver conteúdo duplicado dos artigos que se escreve. Está-se mesmo a dizer na cara: “Deixem os outros escreverem os artigos e eu vou lá e copio o conteúdo sem problemas, ou seja, uma máquina de spam no seu estado puro. Do ponto de vista de uma pessoa comum, parece bastante interessante a ideia, visto que é referido que não precisamos de escolher automaticamente as notícias que escolhemos. Podemos optar por criar o nosso próprio conteúdo sem a chatice de instalar temas, plugins e afins. Pena que este produto não esteja a ser vendido deste prisma.