App Store: Potenciais Receitas e Preços

 

Uma pesquisa levada a cargo pela empresa Piper Jaffray concluiu que a maioria das aplicações disponibilizadas na App Store poderá ser gratuita.

Numa pesquisa levada a cargo junto de 20 programadores no final da keynote de Steve Jobs concluiu-se que 50% desses programadores iriam programar só para o OS X iPhone e os outros 50% para OS X iPhone e OS X Leopard.

Em relação aos preços, a pesquisa diz que a grande maioria das aplicações será disponibilizada a menos de 3$ e 70% das aplicações a custo zero.

15% das aplicações serão orientadas para empresas, 10% para entretenimento e outros 10% para jogos, sendo que 15% das aplicações deverão usar os serviços de localização do iPhone.

Este estudo indica ainda que 70% dos contactados programaram noutras plataformas e que 70% das suas aplicações apenas estarão disponíveis no iPhone.

Por outro lado, pessoas próximas dos gestores da App Store avançam com uma data para a abertura da mesma, e preços escalonados, ao invés de totalmente livres.

A App Store deverá abrir no dia 11 de Julho, data de lançamento do iPhone 3G, com o limite de tamanho de aplicação de 2GB. As aplicações deverão ser submetidas através de uma interface Web no site da Apple.

O preço deverá ser escalonado, podendo o programador escolher o preço entre os definidos pela Apple, até 999$.

Entretanto, a mesma empresa que fez o estudo com os programadores calculou que a App Store pode tornar-se num negócio de 1,2 mil milhões de dólares em 2009.

Estes cálculos são feitos com base nas estimativas de iPhones vendidos em todo o mundo até ao fim de 2009 e com estimativas de uso da App Store, calculados pelo uso de outros serviços oferecidos pelo iPhone.

 

Alojamento Web

Apple Apresenta iPhone 3G na WWDC

 

A Apple apresentou hoje ao Mundo, pela mão de Steve Jobs, a sua nova geração do iPhone, denominada iPhone 3G.

Esta nova versão do dispositivo altamente aguardado da Apple brinda-nos com tudo aquilo que já foi apresentado em Março no evento do Roadmap do iPhone e umas alterações menores em Software como a calculadora científica quando em modo Landscape.

Em termos de Hardware, o novo iPhone inclui conectividade 3G, até 2 vezes mais rápido que EDGE e 35% mais rápido que outros smartphones 3G, aliada a um A-GPS (GPS assistido pelas antenas de telemóvel, tecnologia que a Apple já utilizava sem o GPS).

O sistema de GPS do iPhone permite detectar a localização e possivelmente indicar o percurso a decorrer (esta função não é confirmada pois não está referida em qualquer documento da Apple).

Em termos de bandas, o iPhone suporta 4 bandas dentro do GSM e 3 dentro do UMTS/HSDPA, fazendo dele virtualmente compatível com qualquer mercado do Mundo.

Em termos de bateria (e sim, ela continua a ser fixa), o novo iPhone permite 10 horas de conversação em GSM, 5 horas em 3G, 5 a 6 horas em navegação Web, 7 horas em vídeo e 24 horas em música.

O preço desta nova versão é exactamente metade na versão de 8GB, ou seja, 199$ e 299$ na versão de 16GB, que terá também uma versão em branco pelo mesmo preço.

O novo iPhone sairá para o Mundo a 11 de Julho, juntamente com o iTunes 7.7 e o iPhone OS 2.0.

Durante toda esta notícia usei a palavra Mundo. E não, não me enganei. A Apple vai lançar o iPhone em 70 países este ano, 22 dos quais já a 11 de Julho. Portugal encontra-se no lote dos que receberá o iPhone a 11 de Julho.

O iPhone em Portugal estará disponível pela Vodafone e Optimus. Por parte da Vodafone já está confirmada a existência de tarifários pré-pagos (o sistema que Portugal se orgulha de ter inventado) para o iPhone. A Optimus ainda não informou que tipo de tarifários irá disponibilizar.

O preço destes mesmos tarifários também é desconhecido, devendo ser revelado nos próximos dias.