Launchy 2.1 – Agora disponível para Linux (Gnome e KDE)

amarok

Se no macOSx o Spotlight é uma das formas mais rápidas de iniciar aplicações, no Windows o Launchy é uma boa escolha para efectuar esta tarefa.

Mas a nova versão do Launchy vem apimentar ainda mais as coisas, suportando agora Linux, funcionando tanto no Gnome como no KDE.

Para além disso o Launchy 2.1 integra também um plug-in para utilizar o Google Calculator e permite agora recuperar janelas fechadas.

Uma alternativa ao Launchy para Linux, seria o Gnome-Do que tem uma interface bastante simples e agradável.

Bem, eu por cá continuo a preferir o Spotlight… a maravilha das maravilhas no macOSx…

Alojamento Web

Está disponível a nova edição da revista Full Circle

A nova edição da Full Circle, uma revista dedicada ao Ubuntu, já está nas bancas virtuais, ou seja, disponível para download.

Na nova edição, é feita uma comparação entre o Ubuntu e o Mint, explica-se como funciona a ferramenta de encriptação TrueCrypt e como se sincroniza um iPod Classic com o Amarok e é feita uma introdução ao LaTeX.

Para saberem quais os outros artigos desta edição, vão ter que descarregar a revista. Boas leituras.

Alojamento Web

As novidades do KDE 4.0

Após alguns atrasos, a versão 4.0 do gestor de desktop KDE, utilizado em várias distribuições de GNU/Linux e *BSD, chegou finalmente. Nova cara, maior performance e muito eye-candy são algumas das muitas novidades.

Nesta nova versão estável do KDE, houve uma reconstrução do núcleo do KDE, com recurso às novas bibliotecas QT, versão 4, da Trolltech. O uso destas novas bibliotecas traduz-se num aumento de performance, ao mesmo tempo que se adiciona suporte para composite, e numa superior framework multimédia.

Após muitos anos a servir fielmente a gestão de ficheiros e navegações web do KDE, o Konqueror foi relegado apenas para web browser, passando o papel da gestão de ficheiros ao Dolphin, que tem um interface mais intuitivo e simples. Mas, caso prefiram utilizar o Konqueror para gestor de ficheiros, podem configurar o KDE para isso.

Esta nova cara do KDE 4.0 é, sem dúvida, muito superior à anterior. Tanto os ícones como o tema são fruto do trabalho do projecto Oxygen, do qual faz parte o "nosso" Nuno Pinheiro – que, verdade seja dita, tem feito um trabalho, no mínimo, excelente. Pena é aquele menu de acesso às aplicações, que não me agrada muito – prefiro algo na onda do menu do GNOME.

Muitas aplicações do KDE sofreram alterações ao nível do interface e das suas funcionalidades. Exemplos disso são o visualizador de imagens Gwenview e o visualizador de documentos Okular. O Amarok é que, para infelicidade dos utilizadores do KDE, só vai ter nova versão daqui a algum tempo.

Ao contrário do que as vozes da desgraça dizem, eu não acredito que o KDE vá rivalizar com o GNOME, ou vice-versa. Esta nova versão do KDE é apenas mais uma excelente escolha, no meio de tantas, para os desktops livres. É certo que eles competem entre si, mas isso só é bom para os utilizadores, pois essa competição resulta num maior e melhor desenvolvimento.

Alojamento Web

Amarok 1.4.8 já dá música

A jukebox padrão do K Desktop Environment tem mais uma versão estável da série 1.x disponível: 1.4.8. As maiores novidades são o funcionamento com os novos iPod, o acesso às tags do Last.fm com o xine 1.1.8, a optimização dos queries ao MySQL e correcção da transferência de ficheiros com o nome em UTF-8 para dispositivos MTP.

Lista completa de novidades
Download

Alojamento Web

Instalar o Amarok em Windows

Caros utilizadores de Windows, vocês já podem por o Windows Media Player de lado porque, finalmente, o Amarok – o leitor áudio do KDE – já pode ser executado em Windows.

Infelizmente, correr o Amarok em Windows não é a coisa mais fácil deste mundo; terão que compilar o programa com o gcc ou Visual Studio e, se a compilação der problemas, fazer algum debugging e meter as mãos no código.

Correr esta aplicação em Windows vai dar algum trabalho e talvez algumas dores de cabeça, por isso, se não estão muito à vontade para o fazer, é melhor ficarem-se pelo Windows Media Player, Winamp ou iTunes.

{Instalar o Amarok em Windows, via Wired.com}

Alojamento Web

OpenSUSE 10.3 Alpha 6

A nova alpha do OpenSUSE está disponível para download. Esta versão vem com a última versão estável do kernel (2.6.22), com o KDE 4.0 Alpha 2, OpenOffice 2.3 Alpha, Mono 1.2.4, Wine 0.9.41, Gnome 2.19.x, Amarok 1.4.6 e gcc 4.2.

Para além das novas versões de algum software, foram adicionadas as versões 64bit dos cds de instalação KDE e GNOME.

{Fontes: Phoronix && Mário Martins}

Alojamento Web

Amarok 1.4.6 – Ouvir música com estilo

O Amarok é um reprodutor de música para GNU/Linux e Unix, com um interface intuitivo que permite uma gestão super fácil da sua colecção de música.

Nesta versão foram implementados novos ícones para entrar em consonância com as novas cores do novo KDE 4 Oxygen.

Foram ainda corrigidos alguns bugs e foi melhorada a integração com o iPod.
Este reprodutor é usado por defeito na maioria nos sistemas GNU/Linux com KDE.

Download: Amarok 1.4.6
Homepage: Amarok KDE

Technorati Tags: , , , , , ,