Mozilla divulga planos para o Firefox 4

A Mozilla revelou os seus planos para a próxima versão do browser Firefox e a grande mensagem que passou foi o facto de quererem fazê-lo “super rápido“.

Uma das grandes alterações levadas a cabo no Firefox 4 foi o restyling da interface, que agora está mais limpa e directa com um um estilo “à la Google Chrome“. A justificação para este novo visual, segundo Mike Beltzner (director do projecto Firefox) é que um browser com um visual mais limpo transmite melhor a sensação de velocidade ao navegar (veja-se o exemplo do Google Chrome).
Outro ponto positivo é o facto de o Firefox 4 tirar muito mais partido da interface Aero e OS X, respectivamente:

Algumas características e controlos considerados dispensáveis pela equipa do Firefox serão removidos nesta nova versão, para darem lugar a um melhor desempenho do browser. Beltzner está ciente de que estas remoções poderão gerar descontentamento entre a comunidade de utilizadores, mas avança que estas alterações são pelo melhor.

Uma característica do Firefox 4 que deverá agradar à grande maioria dos utilizadores será a capacidade de se actualizar internamente (igual ao Google Chrome), de maneira a evitar o modo irritante como actualmente somos avisados de que existe um update por fazer.

A Mozilla não se esqueceu dos developers, e assim sendo, o Firefox 4 irá tirar partido da API Jetpack, que permitirá aos developers desenvolverem add-ons em HTML, CSS e Javascript. E segundo a Mozilla, os add-ons construídos sob esta API não irão bloquear o browser por completo, como acontece várias vezes com as versão actuais. Uma óptima notícia, portanto.

A Mozilla aponta Novembro como data de lançamento do Firefox 4.

Alojamento Web

Abre o Firefox dentro do Firefox

Mozilla Firefox

É isso mesmo, abra o Firefox dentro do seu próprio Firefox. O browser Firefox interpreta a linguagem XUL da Mozilla possibilitando a criação de plugins e extensões para o navegador da web, no entanto é possível também abrir o próprio browser como que se uma página tratasse.

Para obter este feito, basta que na barra de endereços do Firefox digite o seguinte endereço:

chrome://browser/content/browser.xul

E pronto, o resultado será algo deste género:

Firefox inside Firefox

Nada que seja útil, apenas uma brincadeira para mostrar aos amigos 😉

Alojamento Web

Escolha de browsers Windows 7: os resultados

A Microsoft implementou no princípio de Março a possibilidade do utilizador poder escolher o browser que pretende usar nas versões europeias do Windows 7, devido a um processo instaurado pela União Europeia. Passadas 3 semanas, a Opera divulga os resultados que obteve deste processo até agora.

Segundo a Opera, o número de downloads do seu browser duplicou na maioria dos países europeus, chegando mesmo a haver casos de países em que os números triplicaram. Segundo o mesmo relatório, só na Polónia, o aumento dos downloads foi na casa dos 328%. Portugal registou um aumento de 157%.

Aparentemente, pelos resultados apresentados pela Opera, o processo instaurado à Microsoft já começa a colher frutos e a tendência de a maioria dos utilizadores Windows usarem sempre o Internet Explorer como browser principal está a acalmar e a concorrência sem dúvida que agradece. Ficam por ser divulgados os resultados provenientes dos restantes browsers.

Press release completo da Opera >

Alojamento Web

Firefox faz 5 anos

Há 5 anos atrás, a versão 1.0 do browser Firefox era disponibilizada para download pela Mozilla Organization. Um browser open source que, para além de ser rápido e prático, permitia ao utilizador alterá-lo a seu gosto. O resultado é que ao fim de 5 anos, já na sua terceira versão, o Firefox conta com 24% da quota de mercado mundial, tendo já superado o número de utilizadores do Internet Explorer 6. O seguinte vídeo foi feito a propósito desta ocasião:

Alojamento Web

Hobnox – Web Based Audiotool

Os programas web based, que para quem desconhece são programas que são executados directamente na Internet, normalmente sob flash, sem ser preciso instala-los.

Consequentemente estão disponíveis para todos os sistemas operativos, sendo apenas necessário uma ligação à Internet com velocidade aceitável e um browser com o plugin flash.

Hobnox - Audiotool

Hoje trago-vos o Hobnox Audiotool, uma destas aplicações que permite desenvolver música online. O programa é simples de usar e completamente gratuito. Tem uma boa colectânea de efeitos e várias mesas de som. Basta um pouco de criatividade e meter mão à obra.

Home Page: Hobnox – Audiotool

Alojamento Web

eRepublik – a verdadeira segunda vida

eRepublikPT

Certamente já ouviram falar de jogos como o Travian ou o OGame, jogos que se desenrolam numa pagina web que é preciso visitar com mais ou menos regularidade para desenvolver o nosso planeta/povoamento/etc…

Pois hoje venho falar-vos de um outro jogo do mesmo estilo, um onde o objectivo é ser um cidadão activo de um país virtual: o jogo de que falo é o eRepublik.

Os objectivos do jogo são simples: evoluir a nossa personagem trabalhando diariamente e treinando a forma física da mesma sem esquecer de comprar comida para não morrer de fome.

Dito assim até parece simples demais mas isto é apenas o principio. Com a experiência vêm novas actividades possíveis como a criação de empresas, a participação activa na vida politica nacional quer como membro de um partido, como deputado ou até mesmo como presidente do país.

Há também a participação nas guerras activas da nação ou pura e simplesmente a interacção social com os demais jogadores do jogo.

Isto pode parecer aborrecido mas não é. Apesar de o jogo em si pode ser tão simples quanto dois cliques diários isso seria não aproveitar tudo o que há neste eMundo.

A vida politica do eRepublik encontra-se de boa saúde com a grande maioria da população activa do jogo a participar nas discussões das medidas a tomar e a vida militar não poderia ser mais interessante com uma grande guerra mundial a decorrer (com Portugal e Espanha em pólos opostos da mesma).

Por este facto não posso deixar de apelar ao nacionalismo de quem me lê para dar um pulo pelo jogo e pelo fórum “oficial” da comunidade portuguesa em eRepublikPT, local onde vão certamente encontrar quem vos mostre os cantos à casa.

Espero por vocês no nosso ePortugal!

Artigo enviado por Dextro

Alojamento Web

Voxli – Teamspeak pelo seu browser

Voxli

Voxli é um sistema que permite através do seu browser iniciar uma conversa de áudio muito ao género dos servidores TeamSpeak.

O Voxli funciona via flash, no entanto necessita de um plugin adicional que tratará de se certificar que todo o sistema funciona correctamente com o seu hardware.

Poderá criar novas salas/canais de conversa, convidar os seus colegas e ainda editar uma série de preferências.

É ainda possível definir uma tecla do seu teclado para que ao ser premida o seu microfone fique activo, tal como no TeamSpeak.

O único contra neste sistema, é o facto de não funcionar em Linux, pelo menos sem algumas alterações (provavelmente bastará mudar o user-agent e o serviço já funciona em Linux).

Alojamento Web

Gazelle by Microsoft

Depois do Kumo, trago-vos o Gazelle, outro projecto recente da Microsoft

Gazelle é o nome do novo browser da Microsoft (não é bem o nome de um novo browser, mais a frente explico), este projecto está entregue à Microsoft Research, não tem nada haver com a equipa do IE, o que ja por si é um bom sinal.

A guerra dos browses tem estado ao rubro, Apple apresentou um novo Safari, o Chrome da Google famoso pelas suas abas, o Firefox da Mozilla está cada vez melhor, e ainda ha o Opera, no meio disto tudo há o IE com resultados de render e performance vergonhosos. A Microsoft tem um problema grande nas mãos, precisa de um browser rápido e seguro para ser competitiva.

O este projecto é diferente dos actuais browsers, comporta-se como um sistema operativo, é aí que entra o nome GAZELLE que é o nome do kernel do browser

De acordo com um documento publicado recentemente pela empresa, a ideia por trás do Gazelle é criar um mecanismo que funcione como um sistema operativo, controlando todos os recursos do sistema  a princípios de websites. Com isso, a Microsoft espera obter muito mais segurança e robustez, ao mesmo tempo oferecer uma performance aceitável e retrocompatibilidade.

“Não obstante, nenhum browser existente, incluindo novas arquiteturas como IE 8, Google Chrome e OP, possui uma construção de SO multi-principal que dá ao sistema baseado no navegador, normalmente chamado Kernel do Browser, o controlo exclusivo para protecção e a partilha justa de todos os recursos do sistema entre os princípios do navegador”, explica a empresa.

Para já é apenas um projecto de pesquisa da Microsoft, já existe um protótipo funcional e em testes, com performace e resultados “aceitaveis” segundo a mesma, em 19 dos 20 sites mais famosos do Alexa.

Será este o trunfo da Microsoft para guerra dos Browsers?

Alojamento Web

Cloudo – Web OS já está na versão Beta

Já por aqui se tinha falado do Cloudo, um sistema operativo web. Recordando um pouco a memória da malta, o Cloudo é basicamente um sistema operativo a correr no nosso browser e que irá fornecer muitos recursos, tal como a sincronização automática de ficheiros no nosso computador com o nosso computador online, a partilha de ficheiros e o acesso aos ficheiros a partir de um terminal móvel.

Cloudo Web Os

No início do ano passado, o Cloud encontrava-se na versão alfa. Presentemente, este web OS já se encontra na versão beta e disponível ao público. Estive a experimentá-lo por algum tempo e deu para ver que ainda está a precisar de vários ajustes. O registo para o nosso Cloudo não pedia um e-mail, apenas o nome, username e password, o que significa que na perda de memória ou extravio da nossa password, dificilmente recuperava-se o nosso desktop online. Já com o login efectuado encontramos um desktop limpo muito Vista-alike mas, rapidamente vi nas opções de visualização que existiam vários skins tanto para Windows como para Linux e Mac.

Outro factor curioso é aquilo que refere: sincronização de ficheiros entre computador de casa e o da web e a partilha de ficheiros. Não encontrei referência nenhuma no desktop online sobre esses serviços. Até experimentei o drag-and-drop para ver se aceitava ficheiros mas nem isso resultou. A versão beta ainda se encontra muito limitada.

Se mesmo assim têm curiosidade em experimentar o Cloudo, basta aceder ao seguinte link.

Alojamento Web

Camino 2.0 Beta 1

Camino

A nova versão do browser Camino está ai e apresenta grandes novidades, entre as quais o novo sistema de renderização Gecko 1.9.

O Camino é conhecido como o browser minimalista para macOSx, no entanto apesar da sua simplicidade, é bastante completo.

Nesta nova versão temos um gestor de páginas ao estilo do exposé, alertas na Dock e ainda um sistema de bloqueio de animações flash.