Como activar POP3 no Hotmail

POP3 HotmailSegundo o Kiss My Ascii, o Hotmail tem finalmente suporte para acesso POP3, no entanto este serviço apenas está activo em alguns países e Portugal não está incluindo, mas muito probabelmente dependerá do país que tiver nas suas contas, portanto muito provavelmente bastará alterar o País ao qual a sua conta está associado e já poderá utilizar POP3.

Para activar o serviço deve utilizar as seguintes configurações no seu cliente de e-mail:

Servidor: pop3.live.com
Porta: 995
SSL: sim
Servidor SMTP: smtp.live.com
Porta SMTP: 25
Autenticação: sim
TLS/SSL: sim

E finalmente conseguirá ter acesso POP3 utilizando o seu cliente de e-mail favorito.

Alojamento Web

Microsoft vai terminar o acesso ao Hotmail a partir do Outlook Express

stopA Microsoft anunciou que vai terminar o acesso ao Hotmail a partir do Outlook Express em Junho deste ano. Este é mais um prego no caixão deste cliente de email da Microsoft que servirá para aumentar a adopção do Windows Live Mail.

Apenas o Outlook Express será "bloqueado". O Outlook poderá continuar a ser usado, mas os utilizadores terão que actualizar a ferramenta de sincronização Outlook Connector. Outras aplicações, como o Thunderbird e qualquer outro cliente com suporte para POP3, poderão também continuar a ser usadas.

A razão para o fim do suporte do Hotmail no Outlook Express é a mudança do protocolo utilizado para comunicar entre as aplicações e os servidores do Hotmail. Em vez do WebDav, será utilizado o DeltaSync que, pela discrição, parece ser bastante similar ao IMAP, mas com a vantagem de suportar mais que emails.

via Inforworld.com e mes-newslive.blogspot.com

Nota: a imagem deste post é a autoria de Elephant wearing striped pants, que a disponibilizou sob uma licença Creative Commons 2.0

Alojamento Web

Tiny USB Office – um pacote de produtividade grande em aplicações e pequeno em tamanho

Ainda se fazem programas que cabem numa disquete. Digo mais, ainda se fazem pacotes de produtividade que cabem numa disquete. Ou melhor, faziam, porque o pacote de produtividade em causa passou de quase 1.44MB para 2.4MB.

Sim, eu sei que 2.4MB é um abuso, mas têm que compreender que são muitas aplicações.

Este pacote de produtividade, para Windows, de que falo chama-se Tiny USB Office – o nome não podia ser mais apropriado, porque ele já necessita de uma pendrive, pois ocupa uns enormes 2.4MB (lá vai o tempo em que podíamos copiá-lo para uma disquete).

Algumas das aplicações incluídas neste pacote de produtividade são o cliente de email NPopUK, o processador de texto KPad, o leitor de PDFs PDF Producer, a ferramenta de compressão 100 Zipper e o cliente de chat para a rede MSN PixaMSN. Ao todo são… muitos programas.

Tiny USB Office, via shellcity.net

Alojamento Web

Mac OS X e Vista comprometidos em concurso de segurança. Ubuntu sobrevive.

TuxNa passada semana decorreu o concurso PWN2OWN, inserido na conferência de segurança CanSecWest. O objectivo era conseguir acesso remoto aos três sistemas operativos escolhidos para o concurso – Ubuntu 7.10, Mac OS X 10.5 e Vista – através de uma falha de segurança desconhecida.

No primeiro dia, foram apenas permitidos ataques através da rede. Nenhum dos participantes conseguiu comprometer qualquer dos sistemas.
No segundo dia, os utilizadores poderam utilizar um browser e um cliente de email. Dois minutos após o inicio do segundo dia de concurso, o Mac OS X caiu devido a uma falha de segurança do Safari.
Ao terceiro dia, a organização do evento instalou alguns plugins (Flash, Silverlight e afins) e aplicações nas máquinas. Resultado: Vista OWND devido a uma falha do Flash Player.

O único sistema que "sobreviveu" aos três dias de tentativas de exploração de falhas de segurança ainda não conhecidas foi o Ubuntu, a famosa distribuição de GNU/Linux.

Os participantes que conseguiram invadir os sistemas em concurso ganharam o portátil em que o sistema que comprometeram estava instalado e ainda um prémio de 10 mil dólares para o participante que subjugou o Mac OS X e 5 mil dólares para o que "cegou" o Vista. O participante que tentou comprometer o Ubuntu ficou de mãos a abanar.

via Desktoplinux.com

Alojamento Web

eM Client – o Outlook Killer?!

Se o Thunderbird não corresponde às vossas expectativas e não têm paciência para o Outlook (lookout), o eM Client é uma boa opção para PIM (personal information managment).

Com funcionalidades como calendário, tarefas e contactos, este cliente de email é uma opção a ter em conta. Futuramente, terá integração com o Google Calendar, Google Contacts, redes de mensagens instantâneas, Facebook e anti-vírus; e suporte para ActiveSync.

Se estão habituados ao Microsoft Outlook ou ao Tunderbird, vão-se sentir mais ou menos à vontade com as funcionalidades do eM Client.

Recentemente, um projecto opensource semelhante chamado Spicebird, já aqui mencionado, foi lançado. Esta aplicação também tem calendário, gestor de tarefas e contactos e integração com a rede Jabber.

Com todas estas funcionalidades, será o eM Client o Outlook killer? Não sei porquê, mas não me parece. E a vocês?

Alojamento Web

Fifth Element para os maníacos da produtividade

Fifth Element é o nome de um pacote de ferramentas gratuitas para "Office maniacs", compatíveis com Windows. Entre aplicações incluídas estão um cliente de email, um editor de texto, uma agenda, um leitor de música, uma aplicação de VoIP e uma aplicação de desenho.

São mais de 30 aplicações que ocupam um total de 48MB após a sua instalação e que não exigem grandes requisitos para funcionar sem problemas. Ah, e são compatíveis até com o Windows Vista.

Download

Alojamento Web

Digsby – uma aplicação que uniformiza a comunicação

As mensagens instantâneas, quer se goste ou não, ainda são uma forma de comunicação e de perda de tempo muito usada. E como ninguém utiliza a mesma rede, existem alguns destes programas com suporte para várias redes em simultâneo, como o Pidgin ou o MirandaIM.

O email é outra forma de comunicação, pelo menos tão utilizada como as mensagens instantâneas: basta ver a quantidade de emails enviados sobre crianças que, em quatro anos, não cresceram um milímetro, tiveram mais de uma centena de nomes e mais de um milhar de doenças; e que as pessoas, por não saberem se é verdade ou não, por via das dúvidas enviam (ainda é mais estúpido do que parece).

Também as redes sociais servem como forma de comunicação, mas o seu grande uso é lazer – nem que seja adicionar completos desconhecidos como se não houvesse amanhã.

Para se ligarem às redes de chats, acederem ao vosso email e gerirem as vossas contas nas redes sociais, têm que utilizar três aplicações diferentes: cliente de mensagens instantâneas, cliente de email e browser. Poderão também utilizar apenas o browser, mas como ele é usado para ver uma miríade de sites, pode tornar-se difícil fazer as leituras diárias, acompanhar os emails e ainda ter umas conversas.

Para simplificar as comunicações, foi criado o Digsby. Esta aplicação multi-plataforma combina as mensagens instantâneas multi-protocolo com o email e as redes sociais, permitindo utilizar estas três formas de comunicação numa aplicação dedicada exclusivamente a elas. O programa suporta ainda temas, separadores para as conversas, popups de alerta, ordenação dos contactos, definição dos tipos de alerta desejados, sincronização entre computadores e ainda gere transferências de ficheiros.

De momento, o Digsby está apenas disponível para Windows. Os utilizadores de GNU/Linux e Mac OS X terão que esperar um pouco até uma versão para estes sistemas estar disponível (ou então tentam emular a aplicação).

Digsby, via Arstechnica.com

Alojamento Web

Recupere alguns megas de espaço ocupados pelos emails

O Thunderbird é um cliente de email muito porreiro. Mas, como qualquer cliente de email, pode chegar a ocupar vários megas – nalguns casos gigas – de meses ou anos de emails recebidos.

Para recuperarem algum desse espaço, que poderá servir para guardarem mais *cof* documentos *cof*, abram o Thunderbird, cliquem no menu "Ficheiro" e escolham a opção "Compactar Pastas".

via Boing Boing

Alojamento Web

Imap disponível para todos os utilizadores do Gmail

O acesso por Imap já está disponível a todos os utilizadores do Gmail. O anúncio oficial foi feito no dia 31 de Outubro, no blog oficial do Gmail.

Para activarem o Imap, vão às opções do Gmail e alterem a língua para "English (US)". Agora já têm o Imap activo, como poderão constatar quando virem novamente as opções. Para terem o vosso cliente de email a funcionar com esta nova funcionalidade, basta lerem as instruções do Google.

Alojamento Web

Configurar o Thunderbird para o Imap do Gmail

Agora que o Gmail começou a adicionar suporte para IMAP às contas dos seus utilizadores, os felizes contemplados por esta nova funcionalidade (eu ainda estou à espera, Google) estão a preparar os seus clientes de email para esta novidade.

Ora, um dos clientes de email mais conhecidos é precisamente o Thunderbird. Para ter este extensível cliente de email a usar o protocolo Imap na vossa conta do Gmail, o Lifehacker escreveu um tutorial ilustrado que explica tudo o que precisam saber, desde a configuração da conta, à criação de pastas.

Agora já podem ter total controlo sobre a vossa caixa de correio. Eu cá continuarei à espera do Imap na minha conta, com uma lágrima no canto do olho e quase a entrar em depressão.

{Turn Thunderbird into the Ultimate Gmail IMAP Client}