A caverna

Caverns é um jogo para quem gosta de explorar e fazer experiências, onde o objectivo é criar ambientes de forma a fazer surgir diferentes criaturas, e conseguir ainda que elas  co-existam em harmonia.

Embora o jogo seja inicialmente confuso e não exista ajuda, tudo o que precisam realmente saber é que cada criatura tem características especificas. Por exemplo os seres de água (seres azuis) caem do terreno azul como pingas de água.

Ao misturar criaturas diferentes podem surgir novas criaturas, que variam consoante o meio envolvente.

E é tudo! O resto é pura experimentação!

Cavern

Alojamento Web

Como criar um blog – parte 2

E aqui estamos nós para a segunda parte do artigo “Como criar um blog”. Desta vez o objectivo será criar a imagem do site, ou seja, colocar o site com um aspecto que o agrade a si e ao publico alvo.

Algumas das sugestões aqui dadas são apenas a minha opinião pessoal, poderão até haver melhores alternativas.

Como criar um logótipo

Uma das melhor formas de criar uma imagem única é ter um logótipo original, simples e que fique memorizado na cabeça dos seus leitores.

Exemplos disso são os logótipos de marcas como a Apple ou a Nike, simples e de fácil memorização.

Se não tem jeito para o design, procure algum designer com provas dadas de que tem jeito para a coisa. Esta opção pode não ser muito acessível para quem quiser iniciar um blog, mas se acreditamos em algo, devemos investir nele não?

A escolha do logótipo tem que ser algo feito com pés e cabeça. O logótipo deverá ter a ver com o tema do seu blog, não fazia sentido colocar uma bola de futebol num logótipo sobre um site de gadgets, bem como um telemóvel num logótipo de um site sobre desporto.

Principalmente escolha um logótipo que o permite criar várias tonalidades de cor.

Para além do logótipo, poderá em alternativa criar uma mascote, no entanto no caso da mascote terá que ter em causa que esta deverá mostrar várias posições.

Escolher o theme do blog

Após ter o logótipo do blog, deverá ter em conta na tonalidade de cores do blog.

Se for um site sobre Rock, não fará sentido colocar uma tonalidade de cores claras, muito pelo contrário, as cores deverão ser escuras. Se por outro lado, for um site sobre casamentos, não fará sentido colocar cores escuras.

Neste caso, como estamos a usar o WordPress, aconselho-o a dar uma vista de olhos pelo directório de themes oficial. Aí poderá encontrar vários themes compatíveis com o seu gosto e filtrar os resultados, escolhendo se deseja themes widget-ready, escuros, claros, com o código válido, uma, duas ou mais colunas, etc.

Em qualquer dos casos poderá fazer pequenas alterações no seu theme de forma a acertar pequenos detalhes.

Acima de tudo o que se deseja é que você se sinta bem com o design do seu próprio site e que a maioria dos seus leitores gostem do mesmo.

Caso deseje desenvolver o seu próprio theme, deverá ter alguns conhecimentos prévios em HTML e CSS e ler a excelente documentação do WordPress no Codex @ WordPress.

Deverá tentar perceber a hierarquia de um theme WordPress e em caso de dúvida, verificar o código de outros themes.

Facilmente poderá adicionar várias sidebars dinâmicas que podem ser geradas através do backend do WordPress.

Na minha opinião, o WordPress é um dos CMS mais fáceis de criar themes, por isso alguém com alguns conhecimentos, não terá dificuldade em criar um theme ao seu gosto.

A próxima parte do tutorial vai ser a escolha dos plugins para o WordPress, por isso não deixem de ler o WebTuga diariamente, pois não tem data definida para escrever esse artigo.

Veja a primeira parte do tutorial: Como criar um blog – parte 1
Alojamento Web

Equipa xTok apresenta amanhã nova versão do Blogtok

Blogtok

Actualmente existem centenas de Content Management Systems, no entanto o Blogtok destaca-se devido a ser um sistema de blogging criado exclusivamente em Portugal e um dos pioneiros na tecnologia RSS.

O Blogtok permite-lhe criar o seu blog, a sua galeria de fotos, inserir fontes de RSS na sua página e pesquisar numa base de dados de mais de 500 fontes de informação e integrar uma grande comunidade, onde poderá encontrar pessoas com todos os gostos.

A equipa xTok, estará amanhã, dia 8 de Julho de 2008, a lançar a nova versão do Portal Blogtok do qual se poderão esperar grandes novidades como um novo design, uma nova interface para a administração da sua conta, um novo gestor para a sua música ou para os seus podcasts, uma bolsa de valores que será uma espécie de karma que lhe permitirá evoluir na comunidade consoante o seu número de posts, comentários, visitas únicas entre outros.

Para além disso, o novo sistema permite a que um utilizador possa ter vários blogs, com uma única conta e ainda vários nicks.

Amanhã poderemos analisar melhor o sistema e dar-lhe melhor a conhecer as potencialidades da nova versão deste projecto que muito tem para ensinar aos restantes sistemas do género.

Alojamento Web

Google Favicon – O porquê da mudança

Já aqui tínhamos falado acerca do novo Favicon das páginas do Google, mas ainda não havíamos informado acerca da razão lógica de tal mudança.

O motivo da mudança do Favicon é o facto de o anterior não se adaptar facilmente aos novos gadgets e plataformas, como o iPhone e outros dispositivos móveis.

Sendo assim, os novos icons para as principais plataformas são os seguintes:

Favicon Google

Poderá ainda, a qualquer altura, criar e enviar o seu icon para o Google, através deste formulário e quem sabe não será o seu icon o próximo favicon das páginas do Google.

Alojamento Web

Gmail Labs – Novas ferramentas para o Gmail

Gmail Labs é a ultima ferramenta disponível na nova versão do Gmail, o serviço de e-mail do  Google.

O Gmail Labs permite aos utilizadores decidir se querem testar novas ferramentas para o Gmail e enviar o feedback para os developers do Google de forma a estes obterem as opiniões das ferramentas.

Isto faz-nos pensar que em breve também será possível a nós, utilizadores, criarmos pequenas ferramentas adicionais para o nosso e-mail.

Poderá activar as ferramentas disponíveis no Labs, na aba Labs do menu "Settings" da sua conta Gmail.

Alojamento Web

Nvidia Tegra – O futuro dos dispositiveis móveis

Nvidia Tegra, é o novo conceito criado pela empresa de renome internacional conhecida por produzir Placas Graficas e Chipsets, a Nvidia.

Consiste basicamente em criar o MID (Mobile Internet Device), mais avançado do mundo, com capacidade para jogar, ver filmes em full hd e muito mais.

Aqui fica uma tabela com alguns dos modelos iniciais:

Nvidia Tegra

nVidia Tegra

Alojamento Web

CMS sem base de dados

CMS Sem base de dados

Hoje em dia, qualquer plano de alojamento de qualquer empresa de hosting tem suporte a pelo menos uma base de dados.

No entanto, para aqueles servidores que não têm suporte ou aqueles que atingiram o limite máximo da base de dados no seu plano de alojamento, existe uma solução para esse problema: usar um CMS que não use uma base de dados, mas sim um ficheiro de texto para guardar a informação.

Desta forma, os ficheiros de texto vão realizar a mesma tarefa que uma base de dados, não havendo a necessidade de haver outro módulo a correr no servidor para a base de dados, tal como no caso do MySql.

Em baixo, deixo algumas soluções de sistemas de gestão de conteúdo que não necessitam de base de dados para correrem.

Flatpress

Já aqui tínhamos falado acerca do Flatpress. Um cms opensource para a plataforma de blogging, bastante semelhante ao WordPress, mas que não necessita de base de dados MySql.

Usa o sistema de templates Smarty e tem o suporte para Widgets e Plugins, tal como no WordPress.

Caso queira e após a instalação e o uso intensivo do FlatPress, deseje instalar o WordPress, poderá importar a base de dados usando este script.

Pivot

O Pivot é uma ferramenta gratuita, distribuída sob a GNU Public General License, que lhe permite criar páginas dinâmicas, como pequenos blogs ou jornais online em PHP, sem a necessidade de funções ou base de dados adicionais.

A razão pela qual o Pivot usa ficheiros de texto e não uma base de dados para guardar a informação, é fazer com que o sistema possa correr numa quantidade maior de servidores possível.

Cute News

Cute News é um poderoso sistema de gestão de notícias que permite facilmente adicionar notícias, comentários, efectuar pesquisas e envio de ficheiros, tudo sem a necessidade de usar MySql.

Para além de um excelente editor WYSIWYG, apresenta ainda um sistema de templates bastante fácil de usar.

simplePHPblog

simplePHPblog é a mais simples ferramenta de criação de blogs que pode existir.

Com este cms poderá em poucos segundos ter o seu blog com as funções básicas e sem a necessidade de uma base de dados.

CMSimple

Um cms dividido em duas versões, uma comercial e outra sob as licenças GPL e AGPL 3. Visite o site do CMSimple OpenSource.

E pronto, penso que podemos ficar por aqui. Caso seja programador e tenha criado algum CMS, leia acerca do txtsql e faça uma versão do seu gestor que não necessite de base de dados.

Alojamento Web

[Rede WebTuga] Top Semanal 05/05/08 – 11/05/08

Pois é, na sucessão do meu post acerca do Skribit, foram várias as pessoas que votaram na minha sugestão de criar semanalmente um post dos top 5 artigos da semana na rede WebTuga.

Decidi então fazer uma recolha dos melhores artigos da semana na rede WebTuga, no entanto não vou limitar os artigos a um número, mas sim colocar aqueles que foram mais relevantes.

Até para a semana… 😛

Alojamento Web

Lista de alternativas ao Paypal

Hoje enquanto falava com um colega meu, ele falou-me acerca de ter ganho uns trocos no Bux.to.

Sinceramente este tipo de sites como o Bux.to, os chamados PTC ( Paid To Click ), nunca foram por mim apreciados, no entanto enquanto falava com o meu colega, lembrei-me que em tempos tinha criado uma conta lá.

O que é verdade é que quando entrei no site, reparei que tinha um balanço de 36$ na conta. Fiquei parvo, pois nunca tinha levado aquilo a sério, mas o que é verdade é que os 36$ estavam lá. Só depois é que reparei que tinha 4 referals, o que justificou esse dinheiro.

O meu próximo passo foi descarregar o dinheiro dali, antes que aquilo me tire o dinheiro ou algo do género.

Foi então que reparei que só pagavam via AlertPay ( pelos vistos o Paypal não é muito amigo deste tipo de sites ) ou então tinha a possibilidade de trocar por publicidade.

Como eu acho que a publicidade neste tipo de sites não traz nenhuma vantagem ao site, pelo contrário, dá-lhe um ar de "Spam thing", decidi criar uma conta no AlertPay e fazer payout.

Neste artigo vou deixar o Bux.to por aqui e vou continuar a falar acerca dos métodos de pagamento on-line como o Paypal, o AlertPay e o Moneybookers.

Paypal

Talvez de todos eles, o mais conhecido e mais usado. A rápida propagação do Paypal como meio de pagamento online foi de tal modo crescente que o eBay decidiu comprou o serviço de forma a integrar no seu sistema que já era utilizado por milhões de pessoas.

O Paypal funciona igualmente como as transferências tradicionais, no entanto em vez de um NIB, é usado o seu e-mail como id de conta.

Existem dois tipo de contas no Paypal, a Personal e a Business. Ambas são gratuitas, no entanto a Business não tem tantos limites como a Pessoal e são cobradas taxas maiores.

Poderá usar a sua conta para fazer pagamentos, receber dinheiro, fazer pedido de dinheiro a outros utilizadores do serviço e ainda pedir a transferência do dinheiro para a sua conta bancária.

O Paypal é usado em grandes sites como o eBay, CompUSA e muitas outras lojas de venda on-line.

MooneyBookers

Moneybookers

Trata-se de mais uma plataforma de pagamentos on-line que permite receber dinheiro sem pagar taxas e fazer pagamentos com taxas de 1% até 0.50 cêntimos.

Poderá associar o seu cartão visa para fazer os seus pagamentos e ainda poderá pedir que o seu dinheiro seja transferido para a sua conta bancária ou enviado por cheque com taxas bastante baixas.

Para quem tem lojas online, o MoneyBookers permite a integração da sua API sem ter que pagar mais por isso.

Para além disso, o Moneybookers permite ganhar até 100$ por cada referência sua.

O uBid e o Auctions Cnet são dois exemplos de sites que usam o MoneyBookers.

AlertPay



Como já foi dito acima, o Bux.to usa este serviço para efectuar os seus pagamentos online, isto até porque o AlertPay informa estar aberto para todos os negócios, logo os PTC não são excepção à regra como acontece no Paypal.

Existem três tipos de contas no AlertPay, a Personal Starter, a Personal Pro e a Business.

A Personal Starter, é ideal para quem pretende receber uns trocos dos colegas ou da família, permitindo receber até 400$ por mês e um total de 2000$ anuais. Todas as transacções são gratuitas, existe a possibilidade de ter até 2 e-mails associados à conta e pode usar o cartão de crédito para efectuar pagamentos.

Por sua vez a Personal Pro é a melhor opção para quem tem pequenos negócios na Internet como lojas online. Com taxas de recebimento de 0.25% + 0.25$ por transacção, este tipo de conta permite o uso de ferramentas de venda como subscrições e pagamentos recorrentes e ainda o envio de pagamentos em massa.

A Business permite o mesmo que a Personal Pro e ainda ter várias sub-contas para os seus vários negócios, a implementação da API com a sua aplicação, alertas instantâneos e ainda ter um número ilimitado de e-mails associado à sua conta.

Google Checkout

Esta é a actual proposta do Google como alternativa ao Paypal, no entanto ainda só está disponível nos Estados Unidos da América e no Reino Unido e exige ter um cartão de crédito associado.

Algumas lojas que têm feito sucesso com este método de pagamento são a eBuyer, a Arial e a Vodafone.

2Checkout



O 2Checkout tem um taxa única de registo de 49$ e fica com 5.5% de cada comissão mais 0.45$. Penso que não seria a melhor opção das listadas acima.

Tem a vantagem de poder ser integrado numa loja online e de possibilitar usar uma plataforma de vendas online da 2Checkout.

Para além destas plataformas de pagamento presentes no artigo, existe ainda a TrialPay, a Netteler, o e-Junkie e ainda o iKobo.

Alojamento Web

Ferramentas e dicas de blogging

Ferramentas para Blogar

Hoje em dia qualquer pessoa tem o seu blog, ou pode ter em poucos segundos.

No entanto para blogar, não basta apenas ter um blog, é necessário ter vontade e escolher as ferramentas mais apropriadas para o acto do blogging. É quase como um soldado quando entra em batalha, tem que ter a arma correcta e as munições necessárias para estar totalmente preparado.

Na minha actividade como blogger, são várias as ferramentas que utilizo antes de colocar um post aqui no WebTuga ou em qualquer outro blog em que participe.

Google Reader / Gmail – Subscrição de conteúdo

Para estar sempre a par das notícias, subscrevo cerca de 790 rss feeds de sites em várias línguas, sendo a maioria em Espanhol, Inglês e Português. O Google Reader permite-me uma rápida leitura e selecção do conteúdo que me interessa.

Para além de subscrever rss feeds, participo em várias Mailing Lists e nada melhor que o Gmail para ler e gerir as entradas das mailing lists.

Bloco de notas – Editor de texto

Antes de começar a escrever o meu post no editor WYSIWYG do cms que uso ( Joomla ou WordPress ), começo sempre por escrever um rascunho no editor de texto mais simples que tenha à mão.
Ao escrever um rascunho, preocupo-me sempre por estruturar bem as frases de forma a ficar simples e de percepção fácil.

Revisor/Orangoo – Correctores ortográficos

Após criado o artigo, tento sempre dar uma vista de olhos pelos erros e correcções gramáticas, mas existe sempre um erro que deixo para trás, portanto nada melhor que um corrector ortográfico automático para ter uma menor probabilidade de deixar passar erros ortográficos.

Como corrector ortográfico costumo usar o Orangoo, ou então o Revisor, que basicamente são a mesma coisa, mas quando um está em falta, tenho sempre o outro para substituir.

Photoshop – Edição de imagem

Se há coisa que gosto de ver nos meus artigos, é um texto simples e uma imagem cuidada a acompanhar o texto. Penso que isso faz com que o leitor não perca o interesse pelo post.

É então aí que entra o editor de imagem, normalmente photoshop, para tratar uma imagem que vai acompanhar o texto.

Tenho o cuidado de criar uma imagem com fundo transparente, pois seja qual for o fundo, a probabilidade de ficar mais atractivo é maior.

Google Docs – Blogging cooperativo

Muitas das vezes antes de colocar o post no blog, gosto que algumas pessoas o leiam.

Há sempre algo que pode ser melhorado e portanto uso o Google Docs para poder distribuir aos meus colegas bloggers de forma a fazerem uma pequena revisão a este antes da sua publicação final.

O Google Docs é uma ferramenta on-line muito útil na cooperação em equipa. A possibilidade de partilhar e convidar outras pessoas para colaborarem consigo no documento é simplesmente fantástico.

eyeOS – Sistema Operativo Online

Normalmente, após a revisão de um outro blogger, o artigo é submetido no editor do CMS que uso e publicado no site.

Mas existe ainda outra aplicação que uso no meu dia a dia como blogger. Como devem saber, sou estudante e passo bastante tempo na escola. O tempo que me disponibilizam para aceder à Internet é aproveitado ao máximo para ler as RSS feeds, recolher noticias e começar a escrever textos ou pequenos trechos.
Como nem sempre tenho acesso ao mesmo computador ou nem sempre tenho tempo de publicar o post, comecei a usar uma ferramenta chamada eyeOS.

O eyeOS é um sistema operativo on-line que me permite o acesso a aplicações simples e armazenar pequenos ficheiros.

Muitas das vezes uso o RamISP, um serviço que corre a plataforma eyeOS, para guardar pequenos posts e links importantes que posso voltar a rever mais tarde sem a necessidade de guardar numa pen ou enviar para o e-mail. Basta-me apenas aceder ao meu sistema operativo on-line.

Esta é a minha rotina diária, parece um pouco complicado e trabalhoso, mas o resultado final vale sempre a pena. E quase que me esquecia, durante estes passos todos, nada melhor do que uma música para fazer as ideias vir ao de cima.

Fiquem bem e bons posts.