[Video] Pense em grande com a HP

HP

Pense em grande com a HP – Grande? Pequena? No mundo das empresas a dimensão é algo muito relativo. Saiba como a tecnologia HP presente nos Desktops e Portáteis HP pode ajudar a sua empresa a destacar-se no mercado, sem ficar limitada pela sua dimensão.

Apenas porque a sua empresa não é grande, não quer dizer que você não tenha grandes ideias.

A HP anuncia o lançamento do primeiro, de uma série de vídeos, criados para demonstrar como os empresários de toda a Europa podem realizar os seus sonhos pertencentes à campanha “HP – Make it big“.

Ligando-se aos empresários de pequenas e médias empresas, bem como aos que aspiram estabelecer o seu próprio negócio, a campanha tem como objectivo inspirar na realização das suas ambições, enquanto estabelece metas ainda mais altas, para o seu sucesso pessoal e profissional.

Alojamento Web

Dilema: Ter uma empresa “web based” ou marcar a presença da sua empresa na Internet?

No século XXI a Internet tornou-se o principal meio de comunicação do globo. Com esse avanço as empresas começaram a estudar maneiras de rentabilizar mais os seus serviços divulgando-os neste meio.

Hoje em dia web sites de empresas, sejam lucrativas ou não, são base em qualquer pesquisa que façamos. Tendo um web site de uma empresa é como se essa empresa estivesse disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano, exceptuando-se tempo de manutenção. Isto para muitas empresas é fulcral.

Pois bem, vamos agora ao dilema que me traz aqui hoje. O que será melhor, ter uma empresa “web based” ou marcar a presença da sua empresa na Internet?

Existem várias variantes a estudar neste tema, mas vou tentar falar das mais relevantes.

Uma empresa “web based”, como eu disse em termo de sarcasmo, é uma empresa que existe apenas na Internet, o espaço de trabalho é usualmente um escritório na casa de alguém e conta com uma ou duas pessoas que dividem os gastos e os lucros. Estas empresas são maioritariamente ilegais ou então micro-empresas. Quem opta por este tipo de trabalho são desempregados ou pessoas com algum tempo livre, criatividade e vontade de ganhar umas massas extra no final do mês. Os principais serviços destas empresas são a prestação de serviços web, ou seja, design e programação de sites e aplicações, criação vectorial, desenvolvimento de conteúdo, SEO (Search Engine Optimization), marketing entre muitas outras.

Estas empresas são bastante úteis quando, vestindo a pele de um webmaster, precisamos de um “pequeno serviço” sem o recursos a direitos registados e burocracias demoradas. Estas empresas tem uma relação trabalho-pagamento meramente via web, sem reuniões em escritórios e cafés “chiques” e uma relação qualidade-preço bastante atractiva.

Visto isto você já conseguiu entender que é uma área lucrativa, mas atenção, tem as suas ilegalidades, mas confessemos, que fisco correria atrás de um jovem mascarado através de um IP?

Agora virando o rumo para o sentido oposto, marcar a presença da sua empresa na Internet. Vestindo-nos agora de analistas de marketing, porque precisaríamos da nossa empresa na Internet e quais as vantagens disso? A resposta é simples. Publicidade e Lucro. São as duas palavras essenciais para o correcto funcionamento de uma empresa.

Qualquer tipo de empresa, seja regional ou internacional, seja de uma construtora ou de uma desenvolvedora de software tem como principal objectivo o LUCRO. Pois é, sem ele nenhuma empresa se mantém em pé. E de que maneira um site pode trazer lucro a uma empresa? É simples, sendo um meio de fácil transmissão de informação, com um pouco trabalho fazemos chegar as nossas ofertas a todo o mundo. Vantagens? Sim, não gastamos dinheiro em folhetins e anúncios televisivos, não necessitamos de tanta gente envolvida na parte da publicidade, e isto tudo quase que se faz automaticamente, os motores de busca e as comunidades fazem toda a distribuição por si.

Estas empresas apenas “publicitam” as suas ofertas na Internet, geralmente, toda a tarefa de reunião e contratos são feitos e assinados localmente na sede dessa mesma empresa. Todas as acções são legais, exigem as suas tais burocracias mas é tudo feito legalmente, com impostos, recibos, contratos, daí o preço do produto final ser bastante maior do que na média das empresas “web based”.

Vantagens? Sim, é tudo legal e é geralmente um trabalho mais profissional, não querendo eu menosprezar as outras empresas “web based” atenção.

Tendo você encarando estas duas realidades distintas diga-nos agora a sua opinião em relação a isso, se tem algum destes tipos de empresa, se concorda ou se discorda, seja criativo.

Alojamento Web

Aim CRM – Software de Customer Relationship Management

O que é um software CRM?

Aim CRM

CRM é a abreviatura de Online Crisis Management Solution, termo usado para definir um conjunto de metodologias e ferramentas que proporcionam a gestão e o fortalecimento das relações com os seus clientes.

Um software de CRM, ajuda-o qualquer empresa a gerir os seus clientes e a recolher informações acerca de como conseguir angariar novos clientes.

Pequenas empresas precisam de manter contacto com os seus melhores clientes e com aqueles clientes que lhes são fieis, que passam a palavra e ajudam-o a crescer no mercado.

Uma empresa pode ter a melhor publicidade do mundo, mas nenhum tipo de publicidade supera o poder do chamado “passa a palavra” de uns clientes aos outros.

Por isso mesmo, existe uma necessidade adicional de manter os clientes actuais satisfeitos.

Se tem uma empresa que estagnou, o melhor é investir numa solução de CRM e agradar o quanto mais aos seus actuais clientes.

Aim CRM

A solução Aim crm, é um crm software que lhe permite obter e armazenar informações dos seus clientes através de várias formas, como por exemplo um formulário Web ou um HTTP POST.

É ainda possível adicionar informação manualmente, através de um inquérito via chamada pelo Call Center ou ainda importar os seus clientes automaticamente por um ficheiro *.csv.

Quando tiver todas as informações dos seus clientes, poderão fazer mil e uma coisas com este customer relationship management software, desde enviar e-mails com templates pré-definidos, anexar ficheiros a cada cliente, gerir actividades, enviar facturação, controlar os créditos do cliente e muito mais.

Também é possível obter informações dos clientes através de RSS feeds personalizáveis com filtros específicos.

Enfim, uma solução crm como o Aim CRM irá aumentar certamente a sua relação com os seus clientes.

Alojamento Web

App Store: Potenciais Receitas e Preços

 

Uma pesquisa levada a cargo pela empresa Piper Jaffray concluiu que a maioria das aplicações disponibilizadas na App Store poderá ser gratuita.

Numa pesquisa levada a cargo junto de 20 programadores no final da keynote de Steve Jobs concluiu-se que 50% desses programadores iriam programar só para o OS X iPhone e os outros 50% para OS X iPhone e OS X Leopard.

Em relação aos preços, a pesquisa diz que a grande maioria das aplicações será disponibilizada a menos de 3$ e 70% das aplicações a custo zero.

15% das aplicações serão orientadas para empresas, 10% para entretenimento e outros 10% para jogos, sendo que 15% das aplicações deverão usar os serviços de localização do iPhone.

Este estudo indica ainda que 70% dos contactados programaram noutras plataformas e que 70% das suas aplicações apenas estarão disponíveis no iPhone.

Por outro lado, pessoas próximas dos gestores da App Store avançam com uma data para a abertura da mesma, e preços escalonados, ao invés de totalmente livres.

A App Store deverá abrir no dia 11 de Julho, data de lançamento do iPhone 3G, com o limite de tamanho de aplicação de 2GB. As aplicações deverão ser submetidas através de uma interface Web no site da Apple.

O preço deverá ser escalonado, podendo o programador escolher o preço entre os definidos pela Apple, até 999$.

Entretanto, a mesma empresa que fez o estudo com os programadores calculou que a App Store pode tornar-se num negócio de 1,2 mil milhões de dólares em 2009.

Estes cálculos são feitos com base nas estimativas de iPhones vendidos em todo o mundo até ao fim de 2009 e com estimativas de uso da App Store, calculados pelo uso de outros serviços oferecidos pelo iPhone.

 

Alojamento Web

Apple anunciou iPhone 3G na WWDC08

Ontem foi dia de evento Apple. Realizou-se em São Francisco nos Estados Unidos da América a World Wide Developer Conference 2008, um evento que tem como objectivo chegar mais perto dos programadores e saber o que estes necessitam e como de costume, foram anunciadas algumas novidades.

Como sempre, Steve Jobs começou por fazer um apanhado do sucesso dos produtos da Apple, informando-nos que o iPhone vendeu no seu primeiro ano, cerca de 6 milhões de iPhones.

AppStore

AppStore

Algumas empresas e alguns programadores demonstraram as suas aplicações desenvolvidas para o iPhone e expressaram a sua opinião acerca da sua experiência a programar na plataforma. Entre as demonstrações encontravam-se projectos da Sega, eBay, TypePad e da MLB.com.

As aplicações vão estar disponíveis na AppStore quando esta estiver disponível, sendo o próprio programador a definir o valor que deseja cobrar pela aplicação. Este ficará com 70% do preço final, enquanto que a Apple ficará com o restante para cobrir os custos de alojamento e divulgação. Caso o programador opte por disponibilizar a aplicação gratuitamente, não terá custos adicionais.

A AppStore vai estar disponível em 62 países e será possível fazer o download das aplicações por Wifi, pelo iTunes ou pela rede da sua operadora móvel, no entanto esta ultima opção não estará disponível para ficheiros com tamanho superior a 10MB.

Mobileme

Mobileme Box

Foi apresentado um novo serviço chamado Mobileme que permite ter acesso aos seus dados, como por exemplo calendários, e-mails, documentos ou ficheiros e sincronizar com o seu computador ( PC ou Mac ) e com o seu iPhone.

Este serviço está presente no domínio me.com, tem o valor de $99 dólares no pacote individual ou $149 no pacote familiar e vem substituir o anterior serviço .Mac.

Apresenta um interface web dinâmico nunca antes visto com novidades como drag and drop de múltiplos ficheiros, e-mails ou contactos e ainda pesquisa com resultados em tempo real, tal como se fosse no seu computador.

iPhone 2.0 Software Update

iPhone 2.0 Software Update


Foram dados a conhecer novidades que podemos esperar na iPhone 2.0 Software Update e uma delas bem resolver um problemas com que os desenvolvedores de aplicações 3rd party se depararam, que é o facto de ser impossível correr aplicações em background. Como opção e para reduzir o consumo de energia no gadget, a Apple criou uma solução que permite receber alertas de eventos server-side.

Para além disso, o novo iPhone 2.0 Software permite a pesquisa de contactos, suporte a documentos do iWork e do Microsoft Office, salvar imagens que receba por e-mail no seu iPhone, controlos parentais, máquina de calcular cientifica no modo landscape e ainda suporte a mais linguagens das quais 4 tipos de japonês e chinês tradicional e simplificado com a possibilidade de escrever com o dedo.

O novo software estará disponível gratuitamente para qualquer detentor de um iPhone em Julho e terá um custo de apenas $9.95 para aqueles que tenham um iPod Touch.

iPhone 3G

iPhone 3G

O novo iPhone foi apresentado, chama-se iPhone 3G e tal como o nome indica, integra a tecnologia de transferência de dados 3G, revelando uma velocidade 2,8 vezes mais rápida que a tecnologia EDGE, um novo conector para headphones como os do iPod e ainda inclui o GPS. Para além disso o novo iPhone faz uma melhor gestão da bateria.

A Apple pretende colocar o iPhone disponível em 70 países até ao fim do ano, sendo que no dia 11 de Julho, 22 desses 70 países, incluindo Portugal, vão ter o iPhone disponível pelo preço fantástico preço de 199$ na versão 8GB e 299$ na versão de 16GB. O iPhone 3G 16GB estará disponível em preto e branco.

Falta-nos saber o que Bertrand Serlet falou, horas depois, acerca do novo Mac OS X Snow Leopard.

Entretanto já é possível reservar o seu iPhone na Optimus.

Alojamento Web

CDs gratuitos de Sistemas Operativos OpenSource

CDs Gratuitos

Apesar de muitas pessoas ainda não terem conhecimento, existem vários sistemas operativos gratuitos e open-source que poderão usar sem ter que gastar dinheiro para usufruir dos serviços do mesmo.

No entanto, hoje em dia não é apenas o código destes sistemas operativos que é gratuito, mas inclusive são distribuídos CDs gratuitos com o sistema operativo.

As empresas responsáveis pelos sistemas operativos, vêem assim uma maneira de promover o software livre e de convencer as pessoas a testarem uma alternativa.

Para aqueles que estejam interessados a testar uma alternativa ao sistema operativo que usam, o WebTuga deixa aqui alguns sistemas operativos que pode receber gratuitamente em casa, preenchendo apenas um simples formulário.

Ubuntu ( Canonical )
edubuntu ( Canonical )
kubuntu ( Canonical )
OpenSolaris ( Sun )
Unbreakable Linux ( Oracle )

Preencha os formulários, espere umas semanas e terá em sua casa os CDs com os respectivos Sistemas Operativos.

Alojamento Web

Associação Ensino Livre publicou manifesto sobre formatos padrão abertos no sistema de ensino

Os formatos padrão abertos são a pedra basilar das comunicações digitais. Sem eles, ficamos sujeitos a formatos fechados, o que faz com que uma empresa ou governo autoritário passem a censurar toda a informação que nos chega. E também permite que nos fechem.
Para evitar isso, devemos usar formatos abertos em todo o lado, até no ensino. Por isso a Associação Ensino Livre publicou recentemente um conjunto de orientações sobre a utilização de formatos padrão abertos, para que escolas, professores e alunos possam escrever, divulgar e trocar informação sem estarem sujeitos a amarras que não se vêm mas se sentem a apertar os pulsos.

PRESS RELEASE: Manifesto sobre standards abertos no sistema de ensino

A utilização de standards tem-se revelado de extrema importância numa sociedade de inovação e conhecimento. No sector das tecnologias de informação são particularmente cruciais. Ao estabelecerem uma linguagem comum entre diferentes intervenientes, empresas e outras entidades podem desenvolver equipamento e programas de computador que comunicam entre si sem obstáculos, eliminando directamente barreiras aos utilizadores finais. O conhecimento pode assim fluir e escoar livremente entre todos os cidadãos. Um dos grandes exemplos é o êxito da Internet, que só foi possível devido à existência desta liberdade na transmissão de informação.

Existem contudo áreas em que a neutralidade tecnológica ainda não está suficientemente desenvolvida. Por exemplo, ao produzir um documento no processador de texto do seu computador, e ao tentar partilhá-lo com um amigo, já se deparou com a situação de que o amigo não conseguiu abrir o documento, ou que o documento lhe apareceu completamente desformatado? Esta situação poderá ser especialmente grave em instituições públicas, nomeadamente instituições de ensino. Imagine um professor que solicita um trabalho de casa a um aluno, que o professor depois não consegue abrir para avaliar correctamente. Ou então imagine um aluno que recebeu um trabalho de casa que depois não consegue abrir correctamente no seu computador pessoal. Outras situações ainda mais sérias existirão, tais como o armazenamento de informação vital em formatos binários, que se pode tornar inacessível com o passar dos anos, ou ainda a impossibilidade de alguns elementos da comunidade educativa acederem a informação legalmente sem dispenderem largas centenas de euros.

A Associação Ensino Livre publica o "Manifesto sobre standards abertos no sistema de ensino" com os seguintes objectivos gerais:

– potenciar a neutralidade tecnológica nas instituições de ensino, de forma a que a utilização de recursos electrónicos não esteja dependente das plataformas e ferramentas dos utilizadores;
– garantir o máximo de justiça e igualdade na utilização dos recursos electrónicos;
– garantir o acesso, agora e no futuro, a informação produzida no decurso das actividades institucionais;
– fomentar a literacia tecnológica;
– reduzir o desperdício de recursos no sector das tecnologias de informação;
– tornar a tecnologia mais acessível;

Um Guia de Aplicação do "Manifesto sobre Standards Abertos no Sistema de Ensino" será publicado em breve.

Sensibilizem os vossos alunos, professores, familiares e amigos para a importância da utilização dos formatos livres. Sem eles, o "mundo virtual" não é um mundo democrático, mas um local ditatorial e autoritário. Defendam a vossa liberdade.

Download do manifesto, em PDF

via blog.softwarelivre.sapo.pt

Alojamento Web

SalesForce Troca Dell por Apple

A SalesForce, uma das empresas presentes no evento do SDK do iPhone, irá trocar todos os seus computadores por Macs.

Informação enviada a Alex Curylo, e publicada no seu blog, indica que o contrato com a Dell está a acabar e que a SalesForce não tenciona renová-lo, mas sim trocar os computadores dos seus 4000 funcionários por Macs.

A troca permite, entre uma maior segurança e menos gastos em manutenção, o desenvolvimento de aplicações para o iPhone, uma vez que o SDK deste não está disponível para Windows.

Recentemente anunciaram a integração com as Google Apps, e agora com a troca para Macs, esta empresa fica Redmond-free improve your sales organization.

[Via ValleyWag]

Alojamento Web

MySql fecha acordo de 10 Milhões de dólares

MySql deal

A aplicação de criação de base de dados MySql fechou um acordo de 10 milhões de dólares segundo o Chief Executive Officer da Sun Microsystems Jonathan Schwartz.

Segundo Jonathan, as empresas começam a olhar para as vantagens do MySql e começam finalmente a apostar e a desenvolver aplicações com base de dados MySql com maior confiança.

O jornalista Matt Asay do jornal on-line Cnet, lança alguns palpites de qual terá sido a empresa a fechar este negócio, fazendo parte da lista a Cisco, o Google e o Yahoo.

Alojamento Web

Microsoft e Novell de mão dadas para a China

A cooperação entre a Novell e a Microsoft conheceu mais um novo marco, com a aliança formada entre as duas empresas para entrar no mercado Chinês.

Estas duas empresas vão, mais uma vez, colaborar, desta vez para oferecer soluções mistas – de sistemas livres e fechados – às empresas chinesas. Estas soluções estarão protegidas de potenciais processos por violação de patentes.

A China é um mercado onde o software livre tem muito sucesso. Um exemplo deste sucesso é o Red Flag Linux, uma distribuição de GNU/Linux usada no sector empresarial deste país asiático.

via news.yahoo.com

Nota: Obrigado ao Francisco Carinha pela dica