WebM – Novo standard de vídeo para a Web

WebMDurante o evento Google I/O têm sido reveladas várias novidades que terão um impacto significativo para todos nós, utilizadores da Internet, no que toca à visualização de conteúdos multimédia através da web, nomeadamente Video.

O Google, que detinha os direitos do VP8, um codec de vídeo semelhante ao H.264, anunciou a disponibilização do mesmo de forma gratuita e opensource, complementado com o codec de áudio Vorbis.

WebM é o nome do novo formato aberto de vídeo de alta qualidade com estrutura baseada no Matroska que certamente se tornará um standard no que toca a vídeo para a Web. Browsers como o Chrome, Opera e Firefox já estão a implementar o suporte deste novo formato para HTML 5 Video.

Uma vez que o YouTube é uma das maiores fontes de distribuição de conteúdos multimédia, a implementação deste novo codec nos browsers, vai certamente acelerar o processo de distribuição deste novo formato por todo o mundo.

Estamos a atravessar um momento de mudanças no que toca a Standards para a Web.

De lembrar que hoje em dia o uso de dispositivos móveis como smartphones para navegação na web é bastante comum e como existem browsers com suporte a HTML 5 disponíveis para estes dispositivos, é um grande avanço existirem este tipo de codecs.

É também de louvar que hajam alternativas para visualização de vídeos na web que de outra forma só poderiam ser vistos com Flash ou outros plugins que iriam gastar bateria e consumir recursos em excesso, tornando os dispositivos menos eficientes.

Poderá encontrar mais informação acerca deste novo formato no site do projecto WebM.

Alojamento Web

Google Chrome v3

Pouco tempo depois do Google Chrome ter completado 1 ano de existência, a Google lança a terceira versão do seu browser… mas só para Windows.

Segundo a Google, esta terceira versão do Chrome está 25% mais rápida do que a anterior versão a executar javascript e agora suporta HTML 5. Ou seja, tags HTML como <canvas>, <video> e <audio> passam a ser suportadas pelo Chrome.

A Google também aproveitou o lançamento desta nova versão para estrear oficialmente o Chrome Themes que permite alterar o visual do browser, à semelhança do Firefox.

Em relação à versão para Mac, continua tudo na mesma. Os utilizadores de Mac vão ter de continuar a usar a versão instável para developers que a Google disponibilizou há algum tempo atrás.

Se o seu browser suportar HTML 5 (Firefox 3.5, Opera 10, Safari 4, Google Chrome 3) pode visualizar este exemplo que demonstra o poder desta nova versão do HTML:
http://9elements.com/io/projects/html5/canvas/

Alojamento Web

Firefox 3.5 Download

Firefox 3.5

O Firefox 3.5 já está disponível para fazer download e como tal é recomendável a todos a actualização do browser, não só para que sejam corrigidos os bugs mais recentes, mas também para poder aproveitar novas funcionalidades como a renderização do HTML 5 e a navegação privada.

Agora é possível ver vídeos no Firefox evitando a utilização de plugins 3rd party como o Quicktime ou Flash, basta que o webmaster do site use as tags <video> ou <audio>. É possível também saber a localização do utilizador através da nova característica chamada Location Aware Browsing.

O nosso browser preferido está agora mais rápido, mais seguro e com mais e melhores opções de privacidade e renderização de HTML 5.