Gazelle by Microsoft

Depois do Kumo, trago-vos o Gazelle, outro projecto recente da Microsoft

Gazelle é o nome do novo browser da Microsoft (não é bem o nome de um novo browser, mais a frente explico), este projecto está entregue à Microsoft Research, não tem nada haver com a equipa do IE, o que ja por si é um bom sinal.

A guerra dos browses tem estado ao rubro, Apple apresentou um novo Safari, o Chrome da Google famoso pelas suas abas, o Firefox da Mozilla está cada vez melhor, e ainda ha o Opera, no meio disto tudo há o IE com resultados de render e performance vergonhosos. A Microsoft tem um problema grande nas mãos, precisa de um browser rápido e seguro para ser competitiva.

O este projecto é diferente dos actuais browsers, comporta-se como um sistema operativo, é aí que entra o nome GAZELLE que é o nome do kernel do browser

De acordo com um documento publicado recentemente pela empresa, a ideia por trás do Gazelle é criar um mecanismo que funcione como um sistema operativo, controlando todos os recursos do sistema  a princípios de websites. Com isso, a Microsoft espera obter muito mais segurança e robustez, ao mesmo tempo oferecer uma performance aceitável e retrocompatibilidade.

“Não obstante, nenhum browser existente, incluindo novas arquiteturas como IE 8, Google Chrome e OP, possui uma construção de SO multi-principal que dá ao sistema baseado no navegador, normalmente chamado Kernel do Browser, o controlo exclusivo para protecção e a partilha justa de todos os recursos do sistema entre os princípios do navegador”, explica a empresa.

Para já é apenas um projecto de pesquisa da Microsoft, já existe um protótipo funcional e em testes, com performace e resultados “aceitaveis” segundo a mesma, em 19 dos 20 sites mais famosos do Alexa.

Será este o trunfo da Microsoft para guerra dos Browsers?

Alojamento Web

MicroSoft CodePlex

CodePlexA Microsoft está disposta a apostar em software OpenSource, apesar do seu sistema operativo e da maioria do seu software não o ser.

Em primeiro lugar existe a possibilidade do Internet Explorer vir a tornar-se OpenSource, o que talvez não seria totalmente uma má ideia.

Para reforçar o apoio à comunidade OpenSource de programadores que desenvolvem para a plataforma Windows, a Microsoft apresenta o CodePlex.

O CodePlex é um repositório de software opensource, tal como o SourceForge, mas que se limite a software desenvolvido para plataformas da Microsoft.

Alojamento Web

Internet Explorer utilizará Webkit?

Na sua ultima conferência em Sydney, Austrália, Steve Ballmer centrou a sua conversa para falar no Webkit e da forma como a Apple o utilizou para desenvolver o seu browser Safari, bem como o Safari Mobile.

Estes indícios indicam que a Microsoft poderá vir a utilizar o Webkit no Internet Explorer e tornar-lo OpenSource.

Se isto vier a acontecer, vai ser uma mais valia não só para os utilizadores como também para os webdesigners e programadores web.

Alojamento Web

WebTuga compatível com IE 5, IE 6, IE 7, IE8 e IE 4 ( quase )

WebTuga no IEComo deve ser do vosso conhecimento, eu estou completamente a marimbar-me para o Internet Explorer, no entanto, a falta de conhecimento de alguns dos nossos leitores (e a teimosice de outros) não pode ser a razão de eles não virem cá, portanto se o WebTuga aparentemente funcionar nesta espécie de browser, melhor para eles e melhor para nós.

Estava portanto a verificar as novidades da extensão Web Developer para o Firefox, quando decidi então resolver os problemas aqui do theme com o IE ( ou o contrário… ). Posso dizer que no Internet Explorer 5, 7 e 8 ficou perfeito, no entanto no IE 4 e 6 ainda apresenta algumas falhas, apesar de ser possível a leitura sem qualquer problema.

Assim já não se podem queixar que o cenourinha é um anti-microsoft, anti-ie ou anti-la-o-que-quer-que-isto-seja…

Como o WebTuga é para todos, bem-vindos utilizadores do IE! Boas leituras…

Alojamento Web

PlayOnLinux 3.0 / Arietis


PlayOnLinux
é um front-end para o Wine que facilita a instalação de aplicações e jogos do Windows na sua distribuição Linux.

A nova versão, apesar de suportar os mesmos scripts da versão 2, tem agora um novo aspecto para a interface de instalação de aplicações.

O PlayOnLinux v3 foi testado com a plataforma de jogos Steam, o Internet Explorer 6, Safari, Notepad++, Office 2003 e muitos mais.

Para além destas novidades, existe agora uma nova categoria para "Educação", o chamado EduOnLinux.

Site: PlayOnLinux v3

Alojamento Web

Microsoft disponibiliza primeira beta do Internet Explorer 8

A Microsoft disponibilizou uma beta pública da próxima versão seu browser, Internet Explorer 8. Este lançamento destina-se a receber feedback da aplicação e a mostrar o desenvolvimento que o navegador está a ter.

A maior novidade do Internet Explorer 8 é o bom (ou quase bom) suporte para padrões web. Isto é uma excelente notícia para os webdevelopers e webdesigners, que passarão a fazer menos kung-fus para conseguir por um site a fazer render correctamente no browser da Microsoft.

Alguns serviços web da Microsoft estão integrados no browser. Exemplos disso são o MSN Weather, MSN Encarta e Windows Live Hotmail. Mas vários serviços externos à Microsoft também estão presentes no IE8, como o Facebook ou o Ebay. Estas funcionalidades chama-se Activites.

Os WebSlices são outra novidade presente nesta nova versão, ainda em desenvolvimento, do Internet Explorer. Isto é semelhante à barra de marcadores do Firefox, onde podem ser adicionadas feeds e atalhos para qualquer site, mas com maior versatilidade.

Parece que a Microsoft está finalmente a adoptar os padrões web. Mas, quando a esmola é grande, o pobre desconfia. Vamos lá ver se isto é apenas fogo de vista ou um bom primeiro passo dado pela empresa.

Download

Alojamento Web

Microsoft apresenta a nova versão do Windows Mobile

A Microsoft apresentou a versão 6.1 do Windows Mobile, o seu sistema operativo para dispositivos móveis, no certame CTIA Wireless 2008.

Esta nova versão do Windows Mobile, de acordo com a Microsoft, proporciona mais segurança e melhor navegação. Entre as novidades destaca-se a nova versão do Internet Explorer Mobile, que agora suporta o codec de vídeo H.264, Flash, Silverlight, permite visualizar as páginas em ecrã inteiro e ainda fazer zoom.

Para quem acede ao email num dispositivo móvel com Windows Mobile, está disponível o Fetch – uma aplicação que baixa os emails completos através de FTP e IMAP.

via efluxmedia.com

Alojamento Web

Foi há 10 anos que a Mozilla disponibilizou o primeiro código do seu browser

Para não variar, quase me esquecia de mencionar uma data com alguma importância para quem utiliza a internet: o décimo aniversário da disponibilização do código da Mozilla.

Corria o dia 31 de Março de 1998, quando o primeiro código do Mozilla, baseado no código doado pela Netscape, foi disponibilizado. Desde então, esse código tem conhecido muitas evoluções e formas – a mais recente é o Firefox, que aos poucos vai "roubando" utilizadores ao Internet Explorer.

Que venham muitos mais 10 anos de código aberto.

Alojamento Web

Google Docs disponível offline

bender"Good news everyone". É com esta típica fala do professor Farnsworth, uma das personagens da excelente série animada Futurama, que tenho o prazer de anunciar que o Google Docs já permite a edição offline de documentos.

Para editarem os vossos documentos do Google Docs sem estarem ligados à net, apenas precisam de instalar a extensão do Google Gears, disponível para Firefox e Internet Explorer. Esta extensão sincronizará as alterações feitas aos documentos da próxima vez que se ligarem à net, mas infelizmente não permite a criação offline de ficheiros.

Para ficarem a saber como funciona a edição offline de documentos do Google Docs, vejam este vídeo disponibilizado pela equipa do Google Docs.

Alojamento Web

Utilização do Firefox sob no sector empresarial

O famoso browser da Mozilla Corp, Firefox, parece estar lentamente a conquistar um lugar no coração nos utilizadores corporativos.

De acordo com um estudo publicado pela consultora Forrester, o Firefox é o browser preferido de 18% dos utilizadores do sector empresarial. O estudo teve a duração de um mês e abrange um universo de 50 mil utilizadores.

O Internet Explorer, da Microsoft, continua à frente, com 79%. O Opera, Safari e outros browsers ficam atrás do Firefox, com um total de 3% – um valor ainda bastante reduzido.

via ZDNet.com

Recomendação: Browse Happy logo