Linux Mint 6 – Codename Felicia

Grub GDM Gnome

Muitos de vocês já conhecem esta distribuição Linux. É bastante sólida e tem um aspecto muito bonito, fazendo assim a ponte entre o sistema operativo belo e o sistema operativo seguro.

No Linux Mint 6 codename Felicia, baseado no Ubuntu 8.10 Intrepid Ibex, podemos encontrar uma distribuição actualizada e completa, tendo como núcleo o Kernel Linux 2.6.27 e o Gnome 2.24 como gestor de janelas.

Certamente uma boa aposta para quem quer um sistema operativo seguro, fiável, mas também com um aspecto simples e atractivo.

Alojamento Web

Full Circle Magazine, décima edição

A décima edição da revista Full Circle está disponível para download. Neste número, podem ver um tutorial de instalação do Linux Mint, aprender a compilar o TuxPaint e a ripar um DVD, ler a segunda parte do tutorial sobre a instalação de um servidor e ficar a conhecer a análise feita ao Asus EEE PC a correr o Xubuntu.

Download

Alojamento Web

Remover ficheiros temporários em Linux com o FSLint

Em Windows, quando queremos remover ficheiros temporários e outra "tralha" do sistema, utilizamos o CCleaner ou outra ferramenta semelhante. Em GNU/Linux utiliza-se, entre outros utilitários, o FSLint.

O FSLint pode eliminar ficheiros temporários, ficheiros duplicados, ficheiros inválidos, pastas vazias, binários não reduzidos, ficheiros com conflito de nomes, links simbólicas inválidas e até pacotes instalados. Basta definir a pasta onde o programa deve pesquisar e se essa pesquisa é recursiva.

Para instalar esta aplicação em Debian, Ubuntu ou Linux Mint, basta um simples apt-get install fslint. Nas outras distribuições, usem o gestor de pacotes padrão.

Tenham sempre em atenção que nem todos os ficheiros devem ser removidos, porque podem invalidar um programa – ou até mesmo o sistema – se eliminarem o que não devem.

{Fonte: Download Squad}

Alojamento Web

Como criar uma versão personalizada do Ubuntu ou Linux Mint

Muitos utilizadores instalaram o Ubuntu, mas quantos se ficaram apenas pelas aplicações da instalação padrão?! Talvez poucos, porque acabam sempre por instalar codecs, mais um editor de texto, um leitor multimédia, um jogo e, no final, já têm uma mão cheia de aplicações extra instaladas. A determinada altura, por qualquer razão, decidem reinstalar o sistema e têm que voltar a instalar todas aquelas aplicações e jogos extra. Embora seja um processo muito menos penoso que em Windows, é um pouco chato.

Para evitar isso, existe o remastersys – uma ferramenta que permite a criação de imagens personalizadas do Ubuntu ou Linux Mint. O funcionamento desta aplicação é extremamente simples e, em pouco tempo, têm um sistema operativo adaptado a todas as vossas necessidades.

Comece agora a criar a sua versão personalizada do Ubuntu.

Alojamento Web

Mint Linux 4.0

O projecto Linux Mint anunciou o lançamento da versão 4.0 desta distribuição de GNU/Linux direccionada para utilizadores de desktop.

Como sempre, o Mint usa a mais recente versão do Ubuntu, 7.10, como base, por isso é compatível com os repositórios e pacotes do Ubuntu e vem com o gestor de desktop GNOME 2.20.

As maiores novidades nesta versão são a inclusão de um gestor de actualizações chamado mintUpdate, que avisa o utilizador da fiabilidade de cada update, por forma a que a estabilidade do sistema não seja comprometida; e a inclusão do mintDesktop, um utilitário que permite configurar o desktop de uma forma simples e intuitiva.

Sendo uma distribuição direccionada para o desktop, já vem com suporte para vários formatos multimédia e leitura e escrita em partições NTFS. Programas como Compiz, Thunderbird, Firefox, OpenOffice, Pidgin e GIMP estão incluídos no Mint 4.0.

Para poderem desfrutar das novidades do Linux Mint 4.0, apenas têm que fazer o download e proceder à sua simples e rápida instalação. Se utilizarem a versão anterior e quiserem fazer o upgrade, leiam atentamente as instruções disponibilizadas pelos criadores desta distribuição.

Boas "tuxadas"!

Alojamento Web

Linux Mint 3.1

Uma distribuição muito amigável e excelente para quem se quer iniciar em GNU/Linux, ou apenas quer uma distribuição para o desktop que não dê muito trabalho, é o Linux Mint. Esta distribuição é uma variante do Ubuntu, mas ao contrário deste, vem com codecs e drivers proprietários activos na instalação default.

Se ainda não conhecem o Linux Mint, leiam a análise feita pelo blog Open Review à versão 3.1 desta distribuição. O autor cobre vários aspectos das distribuição, como as capacidades multimédia, software usado e a instalação. Uma boa leitura para quem quer entrar no maravilhoso "mundo livre".

Linux Mint 3.1 Review