Kalashnikov – Peace is dead! War Again!

Ontem à hora do jantar, liguei a televisão e deparei-me com um verdadeiro filme de acção no telejornal da TVI ( não me perguntem o nome do telejornal pois eu raramente vejo televisão ).

Bem, deduzi que fosse mais uma reportagem sobre o Iraque, mas afinal não. Era mesmo cá por terras lusas.

Aquele momento inspirou-me e foi esse o motivo que me levou a vir escrever este post aqui no WebTuga, já que não há mais nada para falar senão do iPhone.

Deixo-vos aqui uma música que associei ao momento televisivo.

( contém vídeo – visite o WebTuga para ver o vídeo )

Peace is dead! War AGAIN!
Alojamento Web

Dia da mãe

Obrigado porque tiveste na tua vida um lugar para a minha vida, renunciando a tantas coisas boas que poderias ter saboreado. Porque – mais do que isso – fizeste da tua vida um lugar para a minha. E de muitas maneiras morreste para que eu pudesse viver.

Porque não eras corajosa, mas tiveste a coragem de embarcar numa aventura que sabias não ter retorno.

Porque não fizeste as contas para avaliar se a minha chegada era conveniente: abriste simplesmente os braços quando eu vim.

Porque não só me aceitaste como era, como estavas disposta a aceitar-me fosse eu como fosse. Porque dirias "o meu filhinho" mesmo que eu tivesse nascido deformado e me contarias histórias ainda que eu tivesse nascido sem orelhas. E me levarias ao colo mesmo que eu fosse leproso. E, mesmo com tudo isso, me mostrarias com orgulho às tuas amigas. Porque seria sempre o teu bebé lindo.

Devo-te isso, embora não tenha acontecido, porque o farias.
Obrigado porque não tiveste tempo para visitar as capitais da Europa. Porque as tuas amigas usavam um perfume de melhor qualidade que o teu. Porque, sendo mulher, chegaste a esquecer-te de que havia a moda.

Porque não te deixei dormir e estavas sorridente no dia seguinte. Porque foste muitas vezes trabalhar com manchas de leite na blusa. Porque me sossegaste dizendo "não chores, filho, que a mãe está aqui", e estar no teu regaço era tão seguro como dormir na palma da mão de Deus.

Obrigado porque é pensando em ti que posso entender Deus.

Obrigado porque não tiveste vergonha de mim quando eu fazia birras nos museus, ou me enfiava debaixo da mesa do restaurante porque queria comer um gelado antes da refeição. E porque suportaste que eu, na adolescência, tivesse vergonha de que os meus amigos me vissem contigo na rua.

Obrigado porque fizeste de costureira e aprendeste a fazer bolos. Porque fizeste roupas e máscaras para as festas da escola. Porque passaste uma boa parte dos fins de semana a ver jogos de rugby ou de futebol para que – quando eu perguntasse "viste-me, mãe, viste-me?" – pudesses responder com sinceridade e orgulho "é claro que te vi!".

Obrigado por o teu coração ser do tamanho de me teres dado irmãos. Como eu seria pobre se não os tivesse!

Obrigado pelas lágrimas que choraste e nunca cheguei a saber que choraste.

Obrigado porque me ralhaste quando me portei mal nas lojas, quando bati os pés com teimosia, quando "roubei" batatas fritas antes de o jantar estar servido, quando atirei a roupa suja para um canto do quarto. Obrigado por me teres mandado para a escola quando não me apetecia e inventava desculpas. E por me teres mandado fazer tarefas da casa que tu farias bem melhor e muito mais depressa.

Obrigado por teres mantido a calma quando eu num dia de chuva fui consertar a bicicleta para a cozinha, ou quando arranjei uma namorada de cabelo verde…

Obrigado por teres querido conhecer os meus amigos, e por todas as vezes que não me deixaste sair à noite sem saberes muito bem com quem ia e onde ia.

Obrigado porque eu cresci e o teu coração parece ter também crescido. Porque me deste coragem. Porque aprovaste as minhas escolhas, e te mantiveste a meu lado apesar de ter passado a haver a distância. Porque levantas a cabeça – mesmo sabendo que eu estou muito longe – quando vais na rua e ouves alguém da multidão chamar: "mãe!".

Obrigado por guardares como tesouros os desenhos que fiz para ti na escola quando era, como hoje, o Dia da Mãe. E por ficares à janela a ver partir o carro, quando me vou embora, comovendo-te com os meus sinais de luzes.

Obrigado – já agora… – por não teres esquecido quais são os meus pratos favoritos; por o sótão da tua casa poder ser uma extensão do sótão da minha casa; por teres ainda no mesmo lugar a lata dos biscoitos…

por Paulo Geraldo
Alojamento Web

Web Hosting Information

Hoje em dia não existem 10, nem 100, nem 100 empresas que prestam serviços de hosting, mas sim milhares e milhares delas.

Para além de serviços de alojamento pago, existe uma grande percentagem de ofertas de alojamento gratuito disponível pela grande rede.

Desde serviços de alojamento gratuito, alojamento pago, contas de revenda, virtual private servers a servidores dedicados, existem várias empresas a oferecerem estes serviços, tanto a nível internacional, como a nível nacional e com preços cada vez mais acessíveis ao utilizador domestico.

Nos Estados Unidos da America existem centenas de Data Centers que suportam milhares de servidores que por sua vez mantêm milhões de websites em pé. Em Portugal o mercado está a avançar e já existem umas 3 ou 4 Data Centers com qualidade para servirem os melhores sites made in Portugal.

Para as páginas mais simples, os Internet Service Providers, como o Sapo, a Clix, a NetCabo entre outros, oferecem um pequeno espaço de alojamento para páginas em html nos seus servidores.

Para páginas que necessitem de programação PHP e de acesso a base de dados, existem serviços gratuitos, como o WebTuga Hosting e também serviços pagos como o WebLusa SP. Ambos prestam bons serviços, no entanto para sites com bastantes requisitos, é recomendado ser alojado num bom servidor, para que não haja problemas em ter a conta gasta por excesso de gastos de recursos no servidor.

Para aqueles que estejam indecisos em que serviço apostar, existe uma página de seu nome Web Hosting Information que reúne os 10 melhores serviços de alojamento do ano.

O site avalia cada serviço de hosting a fundo e classifica-o, deixando todas as informações que os levaram a dar uma determinada avaliação.

É possível enviar sugestões de Service Providers que acha que valem a pena estar na lista do próximo ano e ainda é possível enviar feedback em relação a serviços que já testamos.

Se quiser obter mais informação acerca de um dos servidores do top 10, poderá contactar o webmaster do site através do formulário de contacto.

Homepage: web site hosting

Alojamento Web

ENOS – Encontro Nacional de OpenSuse

No próximo dia 1 de Setembro irá ser realizado nas Caldas da Rainha um encontro de utilizadores portugueses de openSUSE onde serão realizadas várias palestras com direito a discussão. O objectivo do ENOS é dar a oportunidade aos utilizadores portugueses de OpenSUSE de se juntarem assim como dar aos participantes uma visão introspectiva dos últimos desenvolvimentos do projecto openSUSE e estimulá-los para que participem na comunidade em si. Para quem não sabe, OpenSuse é uma distribuição Linux que já conquistou muitos "corações" em terras lusas. O evento é promovido pela comunidade OpenSuse-PT e pela Caldas Rainha Network . Mesmo que não use OpenSuse, ou mesmo que não use Linux, está convidado pela comunidade para participar neste evento e conhecer as maravilhas do OpenSuse e do OpenSource. Se estiver interessado em participar, a equipa OpenSuse-PT reuniu todas as informações necessárias na Wiki. Informações: ENOS

Alojamento Web

[WebTuga] Razão da manutenção


Nos ultimos dois dias o WebTuga este offline devido a problemas com o servidor onde este se encontrava.

Como todos sabem o WebTuga não tem nenhuma fonte de apoio monetário, o que nos fez a encontrar um servidor mais barato.

Mas como diz o ditado "O barato, sai caro.", o servidor novo não aguentou com o WebTuga, tendo sido a conta suspensa.

Resposta da empresa de hosting:

This account was using 20% average CPU cycles and will not be able to be hosted on our servers as it was slowing the entire Dual Xeon down.

Portanto tivemos de mudar para um novo servidor, ao qual chegamos à conclusão que a WebLusa seria a melhor opção, não apenas por ser nacional e ter um bom servidor ( Xeon Quad-Core ), mas também pelo baixo preço e pela rapidez de resposta em pedido de suporte.

Sendo assim pedimos desculpa pelo tempo sem o "bixo", mas preparem-se pois voltamos em força.

Deixo aqui algumas novidades no mundo da tecnologia.

Alojamento Web

Google ultrapassa Microsoft

O motor de busca mais famoso do mundo, ultrapassou a Microsoft no que se refere ao seu valor, citando a lusa:

“O Google é a marca mais cara do mundo, valendo 49 mil milhões de euros, segundo revela a Millward Brown depois de analisados os dados de um estudo realizado em conjunto com o Financial Times. “

Decididamente as novas tecnologias têm dominado o mercado, como prova do mesmo no Ranking elaborado pelo Financial Times a maioria das marcas que apresentam um maior valor são de produtos tecnológicos, (Google, Microsoft, IBM, Nokia e HP) chegam aos 155,6 mil milhões de euros. Aspecto importante a salvaguarda é a presença de marcas Americanas, entre as 10 marcas com maior valor existem 8 que são dos Estados Unidos, mercado que gera Milhões e que continua a dominar as grandes movimentações económicas no mercado Mundial.

A tendência dos últimos anos é a de subida e a cotação das empresas sobe de ano para ano de uma forma impressionante, como mostram os números, o Google cresceu em apenas um ano 77%, valendo 49 mil milhões de euros.

AFCunha