Apple “quase” vendeu mil milhões de apps

A Apple está a celebrar o facto de chegar em breve as mil milhões (1 billião em Inglês) de apps vendidas via iTunes.

Por estar perto de atingir este marco histórico, a Apple vai celebrar oferecendo prémios.

Para se poder habilitar a receber um dos prémios que a Apple esta a oferecer basta fazer download de uma app via iTunes.

Os prémios vão desde um Gift Card no valor de 10 000 dólares (mais ou menos 7600 euros), um iPod Touch, um Time Capsule e um MacBook Pro.

Alojamento Web

App Store: Potenciais Receitas e Preços

 

Uma pesquisa levada a cargo pela empresa Piper Jaffray concluiu que a maioria das aplicações disponibilizadas na App Store poderá ser gratuita.

Numa pesquisa levada a cargo junto de 20 programadores no final da keynote de Steve Jobs concluiu-se que 50% desses programadores iriam programar só para o OS X iPhone e os outros 50% para OS X iPhone e OS X Leopard.

Em relação aos preços, a pesquisa diz que a grande maioria das aplicações será disponibilizada a menos de 3$ e 70% das aplicações a custo zero.

15% das aplicações serão orientadas para empresas, 10% para entretenimento e outros 10% para jogos, sendo que 15% das aplicações deverão usar os serviços de localização do iPhone.

Este estudo indica ainda que 70% dos contactados programaram noutras plataformas e que 70% das suas aplicações apenas estarão disponíveis no iPhone.

Por outro lado, pessoas próximas dos gestores da App Store avançam com uma data para a abertura da mesma, e preços escalonados, ao invés de totalmente livres.

A App Store deverá abrir no dia 11 de Julho, data de lançamento do iPhone 3G, com o limite de tamanho de aplicação de 2GB. As aplicações deverão ser submetidas através de uma interface Web no site da Apple.

O preço deverá ser escalonado, podendo o programador escolher o preço entre os definidos pela Apple, até 999$.

Entretanto, a mesma empresa que fez o estudo com os programadores calculou que a App Store pode tornar-se num negócio de 1,2 mil milhões de dólares em 2009.

Estes cálculos são feitos com base nas estimativas de iPhones vendidos em todo o mundo até ao fim de 2009 e com estimativas de uso da App Store, calculados pelo uso de outros serviços oferecidos pelo iPhone.