Microsoft Windows 7 blog

Windows Seven

Um novo blog oficial da Microsoft foi criado no site da MSDN (Microsoft Developer Network).

Este blog é gerido por dois engenheiros da Microsoft, Jon DeVaan e Steven Sinofsky e trata-se do blog oficial para a engenharia do Microsoft Windows 7, a próxima Release dos Windows.

O objectivo deste blog é informar os utilizadores mais curiosos acerca das novidades do desenvolvimento do projecto “Windows 7”.

Esta equipa espera assim pelo feedback dos utilizadores e as criticas dos bloggers.

Alojamento Web

Google Contact Data API – Aceder à informação dos seus contactos do Gmail

O Google anúnciou ontem, dia 5 de Março, uma nova API que permite aceder à informação dos seus contactos do Gmail e manipular a mesma.

Esta nova API permite aos desenvolvedores criarem aplicação que permitam aceder aos seus contactos, inserir novos contactos, eliminar contactos e até mesmo actualizar informação dos seus contactos.

Com esta nova introdução, será possível exportar os seus contactos do Google para um site para o seu desktop, importar os contactos de qualquer aplicação para a sua conta do Google, ou ainda sincronizar os mesmos.

Tudo isto é possível graças ao Google Data Protocol.

De notar que a Microsoft já havia lançado a Windows Live Contacts API – beta 1.0.

Alojamento Web

Visual Studio 2008 com 250 novas funcionalidades

A versão 2008 do Visual Studio 2008 já está disponível para os subscritores da MSDN. Nesta versão, os utilizadores podem esperar mais de 250 novas funcionalidades, entre elas suporte para AJAX e JSON e para as mais recentes versões dos sistemas Windows (Windows Vista e o ainda por lançar Windows Server 2008).

{Fonte: eWeek}

Alojamento Web

Então e o “developers! developers! developeres”?!

Caros leitores, vou contar-vos a história de um "developer" que, depois de ter sido reconhecido por uma certa empresa, é agora ameaçado pela mesma. A história começa assim:

Era uma vez um programador inglês, de nome Jamie Cansdale.

O Jamie, como tinha algum tempo livre, resolveu desenvolver um add-on para o Visual Studio da Microsoft e chamou-lhe TestDriven.Net. A Microsoft, de tão agradada que estava com este add-on, resolveu conceder-lhe o prémio "Most Valuable Professionals", fruto do seu óptimo trabalho.

Como consequência deste prémio, o Jamie teve acesso a uma versão mais completa do Visual Studio. O Jamie ficou muito contente. Mas, infelizmente, o contentamento do Jamie durou pouco tempo.

Por volta de Dezembro de 2005, o Jamie começou a receber emails de um executivo da Microsoft chamado Jason Weber. Parece que o add-on desenvolvido por Jamie suportava a versão Express do Visual Studio, que é a versão "menos completa" e gratuita do Visual Studio, e a Microsoft não queria isso. Mas o Jamie tinha desenvolvido o TestDriven.Net na versão Express.

O Jamie foi acusado de violar a licença do Visual Studio Express. Alegadamente, ele teria tido acesso a APIs não disponíveis na versão Express ou então teria feito "reverse engineering" das APIs.

O Jamie disse que tinha usado apenas as APIs publicadas no MSDN, mas o Jason Weber não desistiu e voltou a insistir. O Jamie, fruto da pressão de Jason Weber, consultou um advogado.

Uns tempos depois o Jamie voltou a receber outro prémio "Most Valuable Professionals", para lhe ser retirado uns dias depois.

Como o Jamie, depois deste tempo todo, não tinha retirado o suporte do seu add-on para a versão Express do Visual Studio, a Microsoft decidiu por os seus advogados a escrever ao Jamie.

Nestas cartas, a Microsoft deu ao Jamie até às 16 horas do dia 6 de Junho para remover o suporte para o Visual Studio Express. O prazo já expirou. Como acham que esta história vai acabar?

A Microsoft, depois de acusar o Linux de infringir patentes, agora ameaça os programadores da sua comunidade.

Que mais é que eles vão fazer? Só falta mesmo processarem os próprios trabalhadores por causa dos bugs encontrados nos seus produtos. E, já de agora, processarem os seus clientes por serem afectados por esses mesmos bugs.

É mesmo caso para dizer: Então e o "developers! developers! developeres"?! Se estiverem interessados, podem ler os emails e as cartas aqui, aqui, aqui e aqui.

Fonte: The Register

Alojamento Web

Microsoft Oultook 2007 sem CSS

O Outlook 2007 não vem com suporte completo para CSS. Coisas simples como float não vão ser suportadas. Isto tudo porque o Outlook já não vai usar o motor do Internet Explorer para fazer render ao HTML; em vez disso vai usar o motor do Microsoft Word.

Outros clientes de email, nomeadamente o Thunderbird (o meu preferido), têm muito bom suporte para CSS. E não é caso para menos; o Thunderbird utiliza o motor do Firefox (Gecko) para fazer render do HTML. E até vários clientes de webmail, entre eles o Gmail e o Yahoo! Mail beta, suportam CSS. Então qual é a razão deste retrocesso? Espero que a segurança não seja um dos factores por detrás desta mudança. Até porque, de acordo com eles, o Internet Explorer 7 é um grande avanço em segurança.

A Microsoft disponibilizou uma lista com o que é ou não é suportado. Como irão reparar, os atributos suportados da tag div são align, class, dir, id, lang, nowrap e style. E os outros?! Isto até parece discriminação.

Alojamento Web

Plugins WordPress usados no WebTuga

Wordpress Plugins WebTuga

Como devem saber, o WebTuga e todos os blogs da rede WebTuga, são "powered by" WordPress. Existem milhares de plug-ins espalhados pela web para este excelente script, neste artigo vou-lhes apresentar os usados por nós. Akismet – Vêm de default no WordPress e faz a selecção do que são comentários e do que são comentário Spam. Para usar é necessário uma ID do WordPress.com e assim tem o seu blog protegido contra spammers, no entanto o filtro ainda pode deixar alguns comentários indevidos passarem e pode bloquear alguns comentários normais. Backlinks – É um plug-in bastante útil que lhe permite saber em média quantos sites têm links para o seu blog. O script usa o Live Search para calcular os backlinks. Para trabalhar necessita duma MSN Search API ID. Diagnosis – Cria uma sub-página no menu principal da administração do WordPress que lhe mostra informações acerca do servidor, o Sistema Operativo, a versão do PHP, a versão do MySql, software de servidor, porta do mysql, entre outros… Google Analytics – Permite-lhe adicionar o código fornecido pelo Google Analytics para calcular as suas visitas e visualizações de páginas. Google Sitemaps – Permite-lhe criar um mapa do seu site para que o motor de busca Google o indexe rapidamente. More Smilies – Permite-lhe adicionar novos "smilies" aos seus comentários. Vem preparado já com algumas galerias, bastante útil para quem quer ter uma melhor interacção com o utilizador. Referer – Este é o plugin que melhor ajuda um blogger a saber quem o "linka" e quem cita os seus artigos. Grava a hora, a data e o url de onde veio uma determinada visita. Related Posts – Devolve uma lista de artigos relacionados com o artigo actual, segundo as suas tags. RSS Footer – Permite adicionar código html no final de cada item da sua RSS Feed, muito boa para promover outros sites ou artigos ( neste caso serve para promover os restantes blogs da Rede WebTuga ). Sidebar Widgets – Altera a barra lateral de forma a esta ser dinâmica e facilmente alterada através de blocos pelo painel admin, nem todos os themes suportam esta extensão, no entanto é muito fácil colocar qualquer theme compativél com a extensão, o do WebTuga não dava, mas em alguns minutos passou a dar… Subscribe To Comments – Permite ao utilizador ser notificado, através do e-mail, por novos comentários nos artigos do blog. Ultimate Tag Warrior – Permite adicionar tags especificas a cada artigo e/ou página do blog, sendo assim possível ter um blog mais SEF ( Search Engine Friend ). Tags in the Head – Permite colocar as tags geradas pelo plug-in anterior como Meta Keywords na header de cada página. Viper’s Video Quicktags – Facilita a colocação de Videos do Youtube, MySpace, Google Video, MetaCafe, IFilm, videos QuickTime e ainda videos genéricos em jpeg, wmv, avi, entre outros, nos posts do blog. Who is Online – Como o próprio nome indica, permite-lhe saber quem e quantas pessoas estão online no seu blog. Widget Pesquisa SAPO – Permite fazer uma pesquisa no sapo no domínio do teu blog. Esta extensão foi feita pelo nosso amigo André Ribeirinho. WP-ContactForm – permite ter um formulário de contacto bastante acessível e eficaz. WP-EMail – Deixa-o enviar uma notificação a um colega sobre um determinado tópico. WP-Notable – Adiciona um conjunto de links para que as suas visitas submetam os seus artigos para social bookmarkings. WP-PostViews – Mostra o número de vezes que os artigos do blog foram vistos. WP-Print – Altera o css do artigo de forma a ficar num formato de impressão. WP-Websnapr – Permite aos utilizadores verem um preview das páginas passando com o rato por cima dos links. Este plug-in aproveita as screenshot do serviço WebSnapr. WP Paginate – Adiciona uma paginação dos artigos no final de cada página. Além destes plug-ins ainda usamos outros que fazem umas minorias, mas não têm interesse para vocês. Espero que gostem das nossas escolhas e se tiverem sugestões, não se as esqueçam de recomendar.

Alojamento Web

UniveRSS – Leitor de RSS da Microsoft para o Vista

UniveRSS Parece que a Microsoft pretende finalmente inovar. Na screenshot acima podemos ver o leitor de RSS feeds que a Microsoft está a criar para o Windows Vista. Trata-se não apenas de um leitor de RSS Feeds normal, mas sim em 3D, onde as notícias estarão divididas em caixas 3D podendo interagir com o utilizador de uma forma bastante animadora. É como embarcar numa viagem pelo sistema solar, mas aqui os planetas são cubos onde as notícias são os seus seres vivos e o logo do feed é a superfície do planeta. Na primeira versão o programa irá usar os Rss feed’s guardadas no Internet Explorer 7, no entanto próximas versões irão ter o seu próprio gestor. Está simplesmente fenomenal, vejam.. Info: Microsoft team blog’s