Ubuntu Free Culture Showcase: vencedores anunciados

Os vencedores do Ubuntu Free Culture Showcase, uma competição destinada a quem cria conteúdos artísticos com software livre, qe figurarão na próxima versão do Ubuntu já estão escolhidos. O anúncio foi feito por Jono Bacon, o responsável pela comunidade do Ubuntu.

Os vencedores são Adrés Vidau, um engenheiro electrónico mexicano que venceu a categoria Áudio, e Andrew Higginson, um jovem inglês de 14 anos que conseguiu o primeiro lugar na categoria Vídeo.

Estes dois trabalhos serão incluídos na próxima versão do Ubuntu. Para acederem a eles, irá bastar um simples sudo apt-get install example-content.

Alojamento Web

Grand Theft Auto 4 confirmado para PC

GTA IVA RockStar Games é a editora dos jogos mais polémicos como são o exemplo a saga Grand Theft Auto, Bully e Manhunt.

Como sempre, a saga mais polémica é o GTA, devido à violência extrema representada graficamente, apesar de Manhunt não lhe ficar nada atrás.

Neste momento já existem milhares de pessoas a jogar GTA 4, no entanto a versão para PC ainda não foi oficialmente confirmada.

Mas apesar de não ter sido oficialmente confirmada, já existem informações de que a versão para PC está em desenvolvimento e chegará em breve aos computadores.

Alojamento Web

Kantaris 0.3.7 – Reproductor de multimédia open-source

Kantais Player

Kantaris é uma aplicação de reprodução de ficheiros multimédia, criado através do código-fonte do já conhecido reprodutor Open-Source VLC Player.

Esta aplicação reproduz a maioria dos ficheiros de media conhecidos, como são o exemplo dos AVI, MPEG, MGEG-AVC, WMV, MOV, MKV, quicktime, matroska, divx, xvid, H264, MP3, WMA, OGG e muitos outros.

Entre as novidades deste player em relação ao VLC Player está a possibilidade de ver trailers de filmes do site da Apple e ainda a integração do Last.fm no mesmo.

O único problema a apontar é o facto de não estar disponível para Linux ou macOSx, estando limitado a sistemas operativos da Microsoft, o que pode ser temporário visto que o código é livre e qualquer pessoa o poderá editar.

Site: Kantaris
Download: Kantaris 0.3.7

Alojamento Web

Associação Ensino Livre publicou manifesto sobre formatos padrão abertos no sistema de ensino

Os formatos padrão abertos são a pedra basilar das comunicações digitais. Sem eles, ficamos sujeitos a formatos fechados, o que faz com que uma empresa ou governo autoritário passem a censurar toda a informação que nos chega. E também permite que nos fechem.
Para evitar isso, devemos usar formatos abertos em todo o lado, até no ensino. Por isso a Associação Ensino Livre publicou recentemente um conjunto de orientações sobre a utilização de formatos padrão abertos, para que escolas, professores e alunos possam escrever, divulgar e trocar informação sem estarem sujeitos a amarras que não se vêm mas se sentem a apertar os pulsos.

PRESS RELEASE: Manifesto sobre standards abertos no sistema de ensino

A utilização de standards tem-se revelado de extrema importância numa sociedade de inovação e conhecimento. No sector das tecnologias de informação são particularmente cruciais. Ao estabelecerem uma linguagem comum entre diferentes intervenientes, empresas e outras entidades podem desenvolver equipamento e programas de computador que comunicam entre si sem obstáculos, eliminando directamente barreiras aos utilizadores finais. O conhecimento pode assim fluir e escoar livremente entre todos os cidadãos. Um dos grandes exemplos é o êxito da Internet, que só foi possível devido à existência desta liberdade na transmissão de informação.

Existem contudo áreas em que a neutralidade tecnológica ainda não está suficientemente desenvolvida. Por exemplo, ao produzir um documento no processador de texto do seu computador, e ao tentar partilhá-lo com um amigo, já se deparou com a situação de que o amigo não conseguiu abrir o documento, ou que o documento lhe apareceu completamente desformatado? Esta situação poderá ser especialmente grave em instituições públicas, nomeadamente instituições de ensino. Imagine um professor que solicita um trabalho de casa a um aluno, que o professor depois não consegue abrir para avaliar correctamente. Ou então imagine um aluno que recebeu um trabalho de casa que depois não consegue abrir correctamente no seu computador pessoal. Outras situações ainda mais sérias existirão, tais como o armazenamento de informação vital em formatos binários, que se pode tornar inacessível com o passar dos anos, ou ainda a impossibilidade de alguns elementos da comunidade educativa acederem a informação legalmente sem dispenderem largas centenas de euros.

A Associação Ensino Livre publica o "Manifesto sobre standards abertos no sistema de ensino" com os seguintes objectivos gerais:

– potenciar a neutralidade tecnológica nas instituições de ensino, de forma a que a utilização de recursos electrónicos não esteja dependente das plataformas e ferramentas dos utilizadores;
– garantir o máximo de justiça e igualdade na utilização dos recursos electrónicos;
– garantir o acesso, agora e no futuro, a informação produzida no decurso das actividades institucionais;
– fomentar a literacia tecnológica;
– reduzir o desperdício de recursos no sector das tecnologias de informação;
– tornar a tecnologia mais acessível;

Um Guia de Aplicação do "Manifesto sobre Standards Abertos no Sistema de Ensino" será publicado em breve.

Sensibilizem os vossos alunos, professores, familiares e amigos para a importância da utilização dos formatos livres. Sem eles, o "mundo virtual" não é um mundo democrático, mas um local ditatorial e autoritário. Defendam a vossa liberdade.

Download do manifesto, em PDF

via blog.softwarelivre.sapo.pt

Alojamento Web

Fedora 9 – Download

Fedora 9

Já está disponível para download o novo Fedora 9.

De entre as novidades está a versão 2-6-25 do kernel Linux, o Gnome 2.22 e ainda a oferta do KDE 4, que há muito se espera para a distribuição. A beta 5 do Firefox 3 está também incluída, oferecendo um menor consumo de recursos aliado a uma performance de topo, oferecendo uma experiência de navegabilidade muito melhor comparada com a do Firefox 2.

O chamado Sulphur, também inclui novidades a nível mais técnico, como o servidor de som PulseAudio e o PolicyKit que implementa uma segurança muito mais rígida ao sistema, que agora está incorporado de forma mais completa e firme.
O NetworkManager, que facilita configurações de rede e ligações mais simples a redes sem fios, traz agora suporte a dispositivos GSM e CDMA.

Outra novidade é o PackageKit que oferece uma gestão universal de instalações, pacotes e actualizações de forma fácil e rápida. Esta plataforma é compatível com diversos sistemas de gestão de pacotes, deste o YUM do próprio Fedora até aos doutras distribuições, o que faz do PakageKit uma bela implementação para outras soluções.

O tema visual Nodoka foi também aprimordiado. Está mais limpo e mais refinado no Fedora 9. Agora é mais consistente e mais polido e suporta as novidades da nova versão do Gnome.

O Fedora está disponível em 3 downloads: Install Media, Desktop Live Media e KDE Live Media. As dua últimas são versões LiveCD com instalador.
Alojamento Web

Microsoft Albany entra em beta

O Albany, o rival do Google Docs que a Microsoft está a desenvolver, entrou em beta privada. O anúncio foi feito pela empresa no seu site oficial.

O Albany é um serviço de subscrição que oferece aos utilizadores o Microsoft Office Home ou Student, o OneCare, o Microsoft Office Live Workspace e serviços Windows Live num único instalador.

Este seria um normal pacote de aplicações, não fosse a presença do Microsoft Office Live Workspace, que permite aos utilizadores guardar os seus documentos nos servidores da Microsoft.

Ao contrário do que a Microsoft diz em comunicado oficial, esta oferta aparece devido à entrada do Google Docs no sector empresarial e crescente popularidade no doméstico, e não devido ao desejo dos utilizadores.

O lançamento da versão final do Albany deverá ocorrer até ao final deste ano.

via Slashdot e eFluxMedia

Alojamento Web

Como acabar com o spam no Google Calendar

Se utilizam o Google Calendar e sofrem da recente vaga de spam que assola este serviço, a lista Google Calendar Help apresenta uma simples solução para este problema.
Não, não é deixar de utilizar este serviço – que é o único que conheço que envia mensagens de texto de alerta para operadoras nacionais. Mas é igualmente simples: basta irem a "Definições" e desactivar a opção "Adicionar automaticamente convites ao meu calendário".
Se o idioma do Google Calendar estiver definido como inglês, têm que clicar em "Settings" e desactivar a opção "Automatically add invitations to my calendar".

É assim tão simples. 🙂

Alojamento Web

Mac OS X e Vista comprometidos em concurso de segurança. Ubuntu sobrevive.

TuxNa passada semana decorreu o concurso PWN2OWN, inserido na conferência de segurança CanSecWest. O objectivo era conseguir acesso remoto aos três sistemas operativos escolhidos para o concurso – Ubuntu 7.10, Mac OS X 10.5 e Vista – através de uma falha de segurança desconhecida.

No primeiro dia, foram apenas permitidos ataques através da rede. Nenhum dos participantes conseguiu comprometer qualquer dos sistemas.
No segundo dia, os utilizadores poderam utilizar um browser e um cliente de email. Dois minutos após o inicio do segundo dia de concurso, o Mac OS X caiu devido a uma falha de segurança do Safari.
Ao terceiro dia, a organização do evento instalou alguns plugins (Flash, Silverlight e afins) e aplicações nas máquinas. Resultado: Vista OWND devido a uma falha do Flash Player.

O único sistema que "sobreviveu" aos três dias de tentativas de exploração de falhas de segurança ainda não conhecidas foi o Ubuntu, a famosa distribuição de GNU/Linux.

Os participantes que conseguiram invadir os sistemas em concurso ganharam o portátil em que o sistema que comprometeram estava instalado e ainda um prémio de 10 mil dólares para o participante que subjugou o Mac OS X e 5 mil dólares para o que "cegou" o Vista. O participante que tentou comprometer o Ubuntu ficou de mãos a abanar.

via Desktoplinux.com

Alojamento Web
Alojamento Web

Mostrem-nos os vossos truques

Hoje, enquanto lia o Lifehacker.com, reparei que eles lançaram um concurso que visa premiar as melhores "life hacks" enviadas pelos leitores. O prémio é uma cópia autografada do livro Upgrade Your Life, da editora deste blog, Gina Trapani.

Nesse tópico, reparei numa imagem enviada por um dos leitores, onde é visível a "life hack", a organização que ele fez com a cablagem do computador. E esta ideia agradou-me. Por isso decidi trazer até aqui o mesmo desafio, mas sem prémio, pois ainda não escrevi um livro.

Mostrem-nos que truques têm na manga. Pode ser a organização que dão aos vossos ficheiros no computador, a forma como arrumam a cablagem ou mesmo como defendem o vosso Fiat Uno de um ladrão com uma simples colher de café.

Enviem as vossas hacks e questões para o email abaixo, acompanhadas, se possível, por imagens e/ou vídeos. Será com todo o prazer que as receberei. Depois, farei uma pequena selecção e mostrarei as que considerar melhores.

Endereço electrónico: endereco