Bluetooth pode ser um perigo?

bluetooth logo

É dos protocolos de comunicação sem fio (Wireless) mais utilizado nos diversos equipamentos e é dedicado a aplicação e transferência de informação.

Mas, um dos mais utilizado que nos acompanha todo dia em nossos bolsos é o telemóvel, unido com esta bela tecnologia chamada Bluetooth, pode-se tornar um perigo!

Mas qual o motivo para tal aparato?

Os nossos telemóveis contêm informações importantes e que não gostávamos que fossem roubadas.

O perigo do Bluetooth

Ao deixar a sua ligação Bluetooth activa no seu telemóvel, está a permitir que outras pessoas consigam obter informações privadas do seu dispositivo sem grande esforço.

Pessoas mal intencionadas poderão roubar informações privadas do seu telemóvel e expor dados recolhidos do mesmo.

Isto pode acontecer devido aos endereços actuais de uma ligação Bluetooth não serem encriptados, o que faz com que exista uma falha de segurança presente no seu telemóvel sem que sequer dê por ela.

Devido à falta de informação, muitas pessoas não alteram a password de ligação, deixando a password que vem por omissão, o que torna assim o trabalho da outra pessoa muito mais fácil.

Existem equipamento para determinar dispositivos Bluetooth ao seu redor e que permite uma leitura da informação muito mais rápida.

Estudos reveladores:

A recente polémica em torno da falta de segurança nos padrões Bluetooth aconteceu no Reino Unido, na cidade de Bath. Milhares de moradores tiveram suas actividades e deslocamentos diários monitorizados por meio de scanners de Bluetooth espalhados pela cidade com alcance de mais de 10 km, e isso ocorreu sem qualquer autorização ou consentimento fosse dotado, configurando a quebra de sigilo e privacidade dos habitantes e assim provando o quão grave é falha do sistema. Os dados foram repassados para o projecto Cityware. Depois de colocar este teste mirabolante de varredura de Bluetooth em prática, os desenvolvedores ainda disponibilizaram o projecto para download na Internet, o que agravou ainda mais a situação e provocando grandes brigas na justiça.

Como faço para me prevenir?

Actualmente não existe uma forma de saber o local no qual você está ou não é vigiado, portanto a melhor maneira de evitar o roubo das suas informações é deixar o Bluetooth desactivado sempre que não o estiver a utilizar.

Desta forma está, para além de poupar bateria no seu telemóvel, a manter o seu gadget em segurança.

Se quiser realizar transferência de dados entre 2 telemóveis, ou até mesmo para o seu computador, active temporariamente e após desactive. Uma boa ideia é também evitar locais lotados de pessoas, como shoppings e outros locais, onde a probabilidade de ser vitima destes ataques é ainda maior.

Alojamento Web

Apresentando me…. Sou Everton Cesario

Novo ajudante para a equipa do Webtuga.

Olá, e com muito prazer que venho anunciar a minha inclusão na equipa do Webtuga, e assim escrever sobre Windows, Telemóveis, e Portáteis.

Sou Brasileiro, tenho 16 anos, porém estou a  1 ano na blogosfera, sou Webdesigner, escrevo em meu Blog  o Ultimate Live, que fez um ano recentemente.

Farei o possível para estar a postar noticias de qualidade e assim informar a vocês leitores.

Peço que não estranhem  meu modo de escrita, por ser brasileiro irei me aprimorar com o tempo a linguagem de Portugal e assim estar a me proporcionar o melhor a vocês.

As minhas  Boas Vindas e Agradeço ao Cenourinha por estar me concedendo este espaço.

Alojamento Web

GelaSKins – Protecção para o seu iPhone

As capas de protecção da GelaSKins sempre me encantaram com seu design inovador que traz aos portáteis, iPhones, iPods, Playstation Portable e outros gadgets.

São feitas com um material 3M, que contem micro-canais que impedem a formação de bolhas de ar e permite uma fácil aplicação.

Alem disso pode-se retirar facilmente e voltar a colocar que não perde a qualidade do produto.

Se você se preocupa em ter os seus gadgets sem riscos, pode encontrar aqui uma boa solução juntando a protecção e beleza num só.

O preço começa nos $12 para iPods e pode ir até $29.95 para laptops de tela 17 polegadas. Pode encontrar mais informações no site oficial da GelaSkins.

Aqui vai uma imagem da skin que encomendei hoje para meu iPhone:

iPhone GelaSkins

Alojamento Web
Alojamento Web

Novos MacBook com Bastantes Novidades?

Novos MacBook Pro?

Com a chegada de mais uma época de Natal, também chegarão novidades da Apple. E, segundo os rumores, este ano é o ano dos MacBooks.

Tanto o MacBook como o MacBook Pro não são renovados desde a sua introdução em 2006 (não falando em pequenas actualizações de hardware). Segundo os rumores, serão ambos renovados em Setembro. Continue a ler para saber tudo sobre esta renovação.

Continue reading “Novos MacBook com Bastantes Novidades?”

Alojamento Web

Amazon vende mais Macbooks que PCs portáteis

Amazon vende mais macbooks que pcs portateis

A loja online Amazon tem uma ferramenta bastante útil chamada Amazon Meters que permite verificar rapidamente quais os produtos que mais têm sido vendidos.

Com esta ferramenta foi possível obter uma estatística de quantos macbooks são vendidos em relação a portáteis da Toshiba, Sony e HP.

Os valores estão à vista, 53% das vendas são portáteis Apple, contra os portáteis das restantes 3 marcas.

Alojamento Web

Rumor: MacBook Pro com drive Blu-ray

Após terminar a guerra entre o Blu-ray e o HD-DVD, da qual saiu vencedor o Blu-ray, surgem rumores que a Apple introduzirá drives Blu-ray nos próximos modelos dos MacBook Pro. Existem rumores que este modelo poderá ser actualizado a meio deste ano.

[Fonte]

Alojamento Web

Toshiba recolhe 340.000 portateis c/ baterias Sony

A Toshiba vai recolher 340 mil computadores portáteis equipados com baterias Sony. Segundo refere o jornal francês La Tribune, indicando que a ocorrência com componentes da Sony ameaça pesar nos encargos da líder japonesa da indústria electrónica. Depois da Dell e da Apple – que já tinham anunciado medidas semelhantes devido a sobreaquecimento das baterias de fabrico Sony – a Toshiba explicou que sua decisão tem a ver com uma deficiência distinta daquela. Segundo as mesmas fontes, os notebooks que a Toshiba pretende rever foram fabricados entre Março e Maio deste ano e o problema referenciado aponta para o risco de as baterias poderem, pura e simplesmente, deixar de funcionar.