Twitter: links serão independentes dos 140 caracteres

Sean Garrett (@SG) anunciou no blog oficial do Twitter que a rede social irá renovar a maneira como os URLs são gerados e mostrados na rede social. A grande razão por detrás destas mudanças têm a ver, principalmente, com a segurança dos utilizadores.

Actualmente ao vermos um link encurtado, como por exemplo: http://bit.ly/5dnAk, não temos a certeza de qual será o seu destino final e se conterá algum malware.

De modo a combater este problema, os links passarão a ser automaticamente encurtados usando o serviço de URL Shortening do próprio Twitter, o t.co. Outra boa notícias é que o URL gerado não contará para os 140 caracteres do tweet!

A maneira como os links serão mostrados ainda permanece em dúvida, mas Sean avança uma possível hipótese no post:

Ao inserirmos um link extenso num tweet, como por exemplo:
http://www.amazon.com/Delivering-Happiness-Profits-Passion-Purpose/dp/0446563048
o serviço t.co iria encurtá-lo para http://t.co/DRo0trj e este mesmo link seria visível via SMS (devido ao limite de caracteres nas SMS) enquanto que na versão web e nos clientes de Twitter poderia ser mostrado algo como “amazon.com/Delivering-” que depois nos remeteria para o site da Amazon.
Sendo que o principal objectivo do Twitter é mesmo transmitir ao utilizador aonde é que o link realmente o vai levar.

Este serviço, por enquanto, apenas está disponível para os funcionários do Twitter @raffi e @rsarver e para o profile @twitterapi, mas ao poucos mais utilizadores terão acesso a esta funcionalidade, tal como já aconteceu anteriormente para as funcionalidades das Listas e Retweets.

O Twitter conta de fazer chegar esta funcionalidade a todos os utilizadores durante este Verão.