WordPress 2.7.1

Para quem ainda não reparou, já saiu o WordPress 2.7.1 que corrige alguns bugs e apresenta algumas melhorias em relação ao 2.7.

Poderá verificar a lista das alterações a partir do WordPress Trac e provavelmente encontrará bugs com os quais já se tinha deparado no desenvolvimento de themes ou plugins.

A actualização pode ser feita manualmente, fazendo o download do pacote do site oficial do WordPress ou então utilizar a actualização automática presente no painel de administração do WordPress em Tools > Upgrade. Se escolher esta ultima opção, deverá ter em conta que as actualizações automáticas podem dar conflito com certos Plug-ins, portanto é recomendado que desactive primeiro todos os plug-ins e apenas faça o upgrade posteriormente.

Alojamento Web

Olá MySQL Workbench! Adeus DBDesigner4!

Foi lançado hoje o MySQL Workbench, uma ferramenta visual de modelação de dados com suporte alargado das funcionalidades do MySQL.

A principal característica que todos nós procuramos numa ferramenta destas para MySQL é a “unificação” das tarefas mais importantes (analisar, conceber e implementar) necessárias para uma base de dados, no contexto de um processo de desenvolvimento integrado e interactivo.

Até há pouco tempo, a principal ferramenta de modelação de dados no MySQL era o DB Designer 4, um projecto open source sem suporte oficial por parte da MySQL.

Muitos achavam que apesar de implementar as características necessárias para a modelação, o DB Designer4 deixava um pouco a desejar, mostrando-se pouco eficiente. Apresentava alguns “bugs irritantes”, uma utilização desleixada e uma configuração muito abstracta.

É aqui que entra o Workbench, o sucessor de DB Designer 4 mas construído de raiz a pensar no suporte alargado a todas as funcionalidades do MySQL. Apresenta uma interface melhorada, mais fácil de usar e é mais estável que o seu antecessor. Para além disto, tem a promessa de evoluir rapidamente com base no feedback que a comunidade devolve: bugs, pedido de novas funcionalidades e até de plugins!

O Workbench será distribuído de duas formas, grátis e paga. A versão grátis (Workbench OSS) terá certas “funcionalidades trancadas” para o uso do utilizador. Isto não significa que não o poderemos utilizar na sua totalidade, não sejam induzidos ao erro, até porque a própria MySQL admitiu que não. A principal diferença entre as duas versões é que na versão paga (Standard Edition) poderás adicionar módulos e plugins para o utilizar de forma optimizada.

Os Plugins disponíveis (brevemente) para o Workbench são desenvolvidos sob a linguagem Lua (originalmente do Brasil) e, apesar de ainda não estar “aberto ao público”, o repositório de plugins tem um lugar reservado no site oficial do produto.

Fonte: André Torgal

Alojamento Web

MessengerTV para Windows Live Messenger

A partir do dia 8 de Maio, o Windows Live Messenger recebeu uma nova actividade chamada MessengerTV ( ver aqui ).

O MessengerTV permite aos utilizadores do serviço, visualizarem vídeos do portal MSN Video em simultâneo com os seus contactos.

Para tal deverá adicionar o utilizador robot do MessengerTV ( messengertv@live.com ) e em seguida enviar uma mensagem a esse mesmo contacto, que irá convidar-lo para iniciar a actividade de MessengerTV.

Aparecerá uma widget na sidebar, tal como aparece em baixo:

Curiosidade: Algum dos desenvolvedores da Microsoft, responsável pelo site do MessengerTV esqueceu-se de retirar o lorem ipsum… 😛

Alojamento Web

Open Source Rails – Directório de aplicações Rails código-livre

Ruby On Rails tem sido uma das linguagens mais prometedoras e usadas em aplicações Web 2.0.

Para quem programa em RoR, ou está a pensar em começar a aprender, o Open Source Rails reúne uma compilação de aplicações web open-source criadas em Ruby On Rails totalmente gratuitas.

Desde aplicações para serviços de endereços curtos, redes sociais e gestores de tarefas online, o Open Source Rails é uma referência a não faltar para quem estuda a linguagem.

Alojamento Web

Ferramentas e dicas de blogging

Ferramentas para Blogar

Hoje em dia qualquer pessoa tem o seu blog, ou pode ter em poucos segundos.

No entanto para blogar, não basta apenas ter um blog, é necessário ter vontade e escolher as ferramentas mais apropriadas para o acto do blogging. É quase como um soldado quando entra em batalha, tem que ter a arma correcta e as munições necessárias para estar totalmente preparado.

Na minha actividade como blogger, são várias as ferramentas que utilizo antes de colocar um post aqui no WebTuga ou em qualquer outro blog em que participe.

Google Reader / Gmail – Subscrição de conteúdo

Para estar sempre a par das notícias, subscrevo cerca de 790 rss feeds de sites em várias línguas, sendo a maioria em Espanhol, Inglês e Português. O Google Reader permite-me uma rápida leitura e selecção do conteúdo que me interessa.

Para além de subscrever rss feeds, participo em várias Mailing Lists e nada melhor que o Gmail para ler e gerir as entradas das mailing lists.

Bloco de notas – Editor de texto

Antes de começar a escrever o meu post no editor WYSIWYG do cms que uso ( Joomla ou WordPress ), começo sempre por escrever um rascunho no editor de texto mais simples que tenha à mão.
Ao escrever um rascunho, preocupo-me sempre por estruturar bem as frases de forma a ficar simples e de percepção fácil.

Revisor/Orangoo – Correctores ortográficos

Após criado o artigo, tento sempre dar uma vista de olhos pelos erros e correcções gramáticas, mas existe sempre um erro que deixo para trás, portanto nada melhor que um corrector ortográfico automático para ter uma menor probabilidade de deixar passar erros ortográficos.

Como corrector ortográfico costumo usar o Orangoo, ou então o Revisor, que basicamente são a mesma coisa, mas quando um está em falta, tenho sempre o outro para substituir.

Photoshop – Edição de imagem

Se há coisa que gosto de ver nos meus artigos, é um texto simples e uma imagem cuidada a acompanhar o texto. Penso que isso faz com que o leitor não perca o interesse pelo post.

É então aí que entra o editor de imagem, normalmente photoshop, para tratar uma imagem que vai acompanhar o texto.

Tenho o cuidado de criar uma imagem com fundo transparente, pois seja qual for o fundo, a probabilidade de ficar mais atractivo é maior.

Google Docs – Blogging cooperativo

Muitas das vezes antes de colocar o post no blog, gosto que algumas pessoas o leiam.

Há sempre algo que pode ser melhorado e portanto uso o Google Docs para poder distribuir aos meus colegas bloggers de forma a fazerem uma pequena revisão a este antes da sua publicação final.

O Google Docs é uma ferramenta on-line muito útil na cooperação em equipa. A possibilidade de partilhar e convidar outras pessoas para colaborarem consigo no documento é simplesmente fantástico.

eyeOS – Sistema Operativo Online

Normalmente, após a revisão de um outro blogger, o artigo é submetido no editor do CMS que uso e publicado no site.

Mas existe ainda outra aplicação que uso no meu dia a dia como blogger. Como devem saber, sou estudante e passo bastante tempo na escola. O tempo que me disponibilizam para aceder à Internet é aproveitado ao máximo para ler as RSS feeds, recolher noticias e começar a escrever textos ou pequenos trechos.
Como nem sempre tenho acesso ao mesmo computador ou nem sempre tenho tempo de publicar o post, comecei a usar uma ferramenta chamada eyeOS.

O eyeOS é um sistema operativo on-line que me permite o acesso a aplicações simples e armazenar pequenos ficheiros.

Muitas das vezes uso o RamISP, um serviço que corre a plataforma eyeOS, para guardar pequenos posts e links importantes que posso voltar a rever mais tarde sem a necessidade de guardar numa pen ou enviar para o e-mail. Basta-me apenas aceder ao meu sistema operativo on-line.

Esta é a minha rotina diária, parece um pouco complicado e trabalhoso, mas o resultado final vale sempre a pena. E quase que me esquecia, durante estes passos todos, nada melhor do que uma música para fazer as ideias vir ao de cima.

Fiquem bem e bons posts.

Alojamento Web

CD Software Livre na Escola: 2.ª Edição disponível

A DGIDC/ECRIE, em parceria com a Sun Microsystems Portugal, disponibilizou a nova versão do CD "Software Livre na Escola". Neste CD, professores e alunos terão acesso a 24 aplicações livres, onde se incluem o OpenOffice, Pidgin, Firefox, GIMP, VLC, Blender, Modellus e JMOL.

Para além das aplicações, poderão descarregar os manuais das aplicações, também eles disponibilizados gratuitamente, e a capa e contracapa do CD.

O CD tem perto de 672 MB, por isso comecem já a descarregá-lo.

Alojamento Web

Theme New XP live Blue para Windows

New XP Live Blue Theme

O New XP live Blue é um tema para o Windows Xp com cores azuis, basta atractivo, muito semelhante ao interface do Windows Live.

Para instalar o tema deve seguir os seguintes passos:

1. Fazer o download do pack através do Deviantart e descompactar o ficheiro.

2. Quando descompactado, será possível verificar 3 pastas/ficheiros: style toolbar, visual style e o wallpaper.

3. Aceda ao Visual style e copia a pasta New XP live Blue para C:\Windows\Resourcers\Themes

4. Faça um duplo clique em New XP Live Blue.msstyles

 Só me resta desejar que o tema vos agrade!

Alojamento Web

Dungeons & Dragons viaja para o reino da internet

A próxima edição do Dungeons & Dragons, o jogo criado pelo recentemente falecido Gary Gygax e Dave Arneson, vai chegar à internet em meados deste ano.

Para complementar o lançamento de uma versão online do jogo, a Wizard está a criar uma rede social para os admiradores deste RPG (Role Playing Game).

Os fãs deste jogo poderão jogar a versão online por uma cota mensal de 14.95 dólares, que poderá ser descida para 9.95 dólares se o jogador fizer um contracto de um ano.

via huffingtonpost.com

Alojamento Web

Southpark disponibilizado gratuitamente

Dos criadores de South Park, chega-nos Southparkstudio.com: o local onde as mentes malévolas que criaram esta série animada disponibilizaram todos os episódios gratuitamente.

Os vídeos, infelizmente, estão disponíveis apenas em flash. E, de momento, ainda não há uma forma de os descarregar. Mas não se preocupem, porque não deverá faltar muito até estes episódios aparecerem em trackers bittorrent.

Mas enquanto não os podem descarregar, podem ver todos os episódios de todas as temporadas sem correrem o risco de acabarem no tribunal, a responder por pirataria. Argh

Alojamento Web

Jornal O Publico inclui trackbacks dos blogues

O jornal O Público anunciou que vai passar a mostrar, no seu site, as reacções (trackbacks) da blogosfera às suas notícias, na zona abaixo da imagem de cada artigo.

Nesta zona, aparecerão as ligações para os blogues que comentaram a notícia em causa.

Para mostrar as reacções aos artigos publicados, o O Público utiliza o Twingly – uma ferramenta, diz o jornal, já utilizada por diversos jornais europeus.