Windows 8 Build 7989 vaza na Web

Coincidência ou não, após o boato de que a Microsoft teria demitido funcionários por colaborarem com o vazamento de informações acerca do Windows 8, o ritmo de vazamentos diminuiu bastante. Mas para a felicidade dos aventureiros de plantão, não cessou.

Mais uma compilação do Windows 8 vazou na Internet esta semana. O download já está disponível em vários trakers.

Pesando cerca de 3,5 GB, o Windows 8 build 7989 foi compilado no dia 21 de abril e faz parte da terceira etapa de desenvolvimento — a milestone 3 (M3), um dos últimos estágios antes da versão beta. Se você já perdeu as contas, esta é a quarta compilação que cai em domínio público.

Embora o download seja novo, é provável que a build vazada não traga nenhuma novidade. A Microsoft demonstrou o Windows 8 publicamente em um evento recente de tecnologia e apresentou as principais novidades que o sistema trará quando for lançado, o que deve acontecer já no próximo ano.

Por fim e não menos importante, vale lembrar que a instalação de versões do Windows vazadas ou baixas ilegalmente da Internet não são recomendadas. Faça por sua conta e risco — ou use uma máquina virtual.

 

Alojamento Web

Windows 8 estreia no outono

A versão beta do Windows 8 deverá começar a ser distribuída no outono de 2011. A versão definitiva do futuro sistema operativo da Microsoft só deverá chegar às lojas da especialidade no outono de 2012.

Dan’l Lewin, vice-presidente da Microsoft, admitiu que a versão beta do Windows 8 deverá ser lançada pouco depois da conferência BUILD que a Microsoft tem agendada para setembro.

Segundo o DailyTech, esta não foi a única “fuga de informação” quanto às datas de estreia do novo Windows: Lewin terá também referido que a Microsoft pretende fazer afinações e eliminar bugs da versão beta durante um ano. O que remete para o outono de 2012 o lançamento da versão comercial do Windows 8.

O vice-presidente da Microsoft confirmou ainda que o Windows 8 é mesmo o sistema operativo escolhido para “atacar” o segmento dos tablets.