Apigee – Analytics para APIs

Apigee

O que e o Apigee?

O Apigee é um serviço que lhe fornece dados estatísticos, protecção e controlo do uso de uma API, possibilitando assim a que quem fornece APIs possa precaver problemas e proteger o seu serviço.

Este serviço suporte APIs REST e SOAP, tanto em XML como JSON e tem uma filosofia Freemium, em que ate 10.000 pedidos por hora e gratuito e poderá optar pelo serviço Premium de ate 20.000 pedidos por hora por apenas 100$/mês.

Apigee para fornecedores de APIs

Apigee para programadores

Site: APIgee

Alojamento Web

Web 3.0

Enquanto muitos ainda estão a tentar perceber o que é a Web 2.0 já se fala no que poderá vir a ser a próxima geração da web, a Web 3.0. Estes termos são mais do que modas e marketing.

A Web 3.0 é conhecida também como Web Semântica, será capaz de analisar toda a informação e liga-la entre si, as páginas vão ser feitas para ser lidas por pessoas mas também por máquinas, vamos afastar-nos das pesquisas por palavras-chave, a Internet aos poucos e poucos deixará de ser um mundo de documentos e passará a ser um mundo de dados (dados que descrevem dados). Para que isto aconteça será a importante a combinação de linguagens e tecnologias como o RDF (Resource Description Framework) com OWL (Ontology Web Language) e o XML (eXtensible Markup Language) que farão com que a informação possa ser analisada, percebida e usada por maquinas.

A Web Semântica… perdão, a Web 3.0, poderá demorar ainda uns anos a ser conseguida, os browsers terão de evoluir, serão precisas estruturas de dados mais complexas quase como um segundo nível de informação por baixo da web, vai ser quebrada a barreira entre o desktop e a web, a Web 3.0 terá mais matemática e mais engenharia, grande parte dos web sites serão web services.

Há empresas apostar em standards de web semântica como a Yahoo, empresas como a Polar Rose estão a melhorar a pesquisa através de imagens, a Microsoft e a Google estão a avançar para tecnologias 3D…  ninguém sabe ao certo como será o aspecto da terceira geração da Web mas uma coisa é certa… vai acontecer.

Está em curso uma mudança radical na forma como criamos e usamos a Internet, a Web 2.0 elevou a Internet a um nível diferente, é hoje uma plataforma de inteligência colectiva. A Web 3.0 será a materialização da web como agente inteligente.

Alojamento Web

fF – flashFolio, um free-portfolio

fF - flashFolio

Durante vários meses, o nosso colega Caneco teve a derreter alguns fusíveis enquanto desenvolvia o fF.

O fF trata-se de um projecto bastante ambicioso, com o principal objectivo de oferecer uma maneira facil e bonita de criar um portfolio.

fF, ou melhor, flashFolio, funciona com flash obviamente e permite-nos configurar o nosso portfolio apenas editando os ficheiros XML com os nossos dados.

Podemos fazer o carregamento de qualquer tipo de imagens ou fotos, adicionar musicas, personalizar o design ao nosso gosto, adicionar conteúdo ilimitado e em breve será possível alterar todo o site através de um backend, completando assim o termo de CMS.

Para já é necessário o feedback para melhorar o projecto e são necessários beta-testers para melhor perceberem o sistema e poderem dar algumas dicas para o melhoramento do mesmo.

Demo: fF
Blog: fF Blog

Alojamento Web

Tudo o que Precisa Saber Sobre o Snow Leopard

O nome do próximo sistema operativo da Apple foi revelado durante a Keynote do Steve Jobs, na WWDC 2008, embora apenas tenha revelado que se chamaria Snow Leopard, nos dias seguintes vieram a público mais informações sobre o Snow Leopard (por exemplo a página no site da Apple dedicada ao Snow Leopard), dando-nos a conhecer um pouco mais como será o próximo sistema operativo da Apple.

A principal informação revelada é o facto de o Snow Leopard ter o seu desenvolvimento focado na performance e segurança, devendo manter o mesmo aspecto que o Leopard.

Neste artigo é feita uma análise exaustiva do Snow Leopard, cliquem ao lado para continuar a ler: Continue reading “Tudo o que Precisa Saber Sobre o Snow Leopard”

Alojamento Web

Microsoft Suportará ODF com o SP2 do Office 2007

Office 2007 Save Dialog Box

A Microsoft anunciou hoje que com o Service Pack 2 do Office 2007 a sua suite de Office suportará a leitura e escrita de ficheiros no formato ODF 1.1, formato que é usado pelo OpenOffice.org e é um standart ISO.

Além do ODF, este SP2 permitirá gravar, sem qualquer plugin, em XPS (XML Paper Specification) e PDF (Portable Document Format).

Além dos novos formatos, o Office 2007 permitirá definir como default o ODF para gravação de ficheiros, ao invés do OOXML.

Apesar do anúncio hoje efectuado, a Microsoft continuará a dar suporte ao projecto alojado no SourceForge.net que “traduz” de OOXML para ODF.

Com o crescimento do mercado chinês, a Microsoft também quer suportar o UOF (Uniform Office Format), formato utilizado pelo governo chinês.

No entanto, este SP2 apenas deverá surgir no início de 2009. Se não quer esperar, porque não usar o OpenOffice.org?

Alojamento Web

Microsoft Suportará ODF com o SP2 do Office 2007

Office 2007 Save Dialog Box

A Microsoft anunciou hoje que com o Service Pack 2 do Office 2007 a sua suite de Office suportará a leitura e escrita de ficheiros no formato ODF 1.1, formato que é usado pelo OpenOffice.org e é um standart ISO.

Além do ODF, este SP2 permitirá gravar, sem qualquer plugin, em XPS (XML Paper Specification) e PDF (Portable Document Format).

Além dos novos formatos, o Office 2007 permitirá definir como default o ODF para gravação de ficheiros, ao invés do OOXML.

Apesar do anúncio hoje efectuado, a Microsoft continuará a dar suporte ao projecto alojado no SourceForge.net que “traduz” de OOXML para ODF.

Com o crescimento do mercado chinês, a Microsoft também quer suportar o UOF (Uniform Office Format), formato utilizado pelo governo chinês.

No entanto, este SP2 apenas deverá surgir no início de 2009. Se não quer esperar, porque não usar o OpenOffice.org?

Alojamento Web

The Hague Declaration – defende os teus direitos no “mundo virtual”

Todos vocês partem do principio que, ao viverem numa país democrático, não vão ser discriminados por esse Estado devido às vossas crenças, opiniões ou religião – ou falta dela. Vocês, e eu também, crescemos a acreditar nisto e a respeitar estes valores, estes direitos essenciais.

Quando se está no “mundo virtual”, esses direitos primários mantêm-se. Por isso são necessários formatos padrão livres, para que a informação possa ser acedida por todos, independentemente do software que utiliza, e transportada sem qualquer problema.

Se os formatos não forem abertos e livres, então estamos sujeitos ao controlo de uma entidade que pode muito bem ser um governo autoritário ou uma empresa sem escrúpulos que apenas vê dinheiro à frente e não se preocupa com as pessoas. Vejam o caso da Microsoft, que quase dá as licenças do Windows XP aos fabricantes de computadores económicos, desde que eles limitem ao máximo o hardware destes computadores: só aqui se vê que eles estão apenas preocupados com as vendas do Vista e com a ameaça do GNU/Linux, e não com o facto das pessoas mais desfavorecidas poderem ter acesso a um computador com especificações decentes e software que respeita a liberdade delas.

Por estes e outros motivos, é urgente a utilização de formatos realmente abertos e livres como o ODF – e não como o OOXML. Se não exigirmos a utilização destes formatos, perdemos o livre acesso à informação e permitimos que ela seja filtrada, censurada, ocultada. Assina a Declaração de Hague e defende os teus direitos no "mundo virtual".

via Paula Simões

Alojamento Web

Como alterar a ordem dos separadores do iGoogle

O Google adicionou uma funcionalidade ao iGoogle que permite a importação e exportação das configurações deste serviço. Isto é porreiro para fazer backups e importar configurações de uma conta para outra; mas também, como nota o Blogoscoped.com, para reordenar os separadores criados no iGoogle.
O método é simples: acede-se às opções do iGoogle; exportam-se as configurações do iGoogle, abre-se o ficheiro XML com um simples editor de texto; procura-se um trecho de texto que começa com "<Tab title=", e que é seguido do nome do separador que queremos alterar; copiamos todo o seu conteúdo até ao </Tab>; e colamos antes de outro "<Tab title=" ou depois de outro "</Tab".
Para que isto não pareça complicado, vou deixar um pequeno exemplo. Espero que ele torne a compreensão mais simples que a minha explicação.

tabs

Alojamento Web

Microsoft consegue aprovação da ISO para o formato MSOOXML

A Microsoft, ao fim de vários meses, conseguiu a aprovação da ISO para o seu formato MSOOXML. Mas este processo fica marcado por várias alegadas irregularidades e já valeu a investigação da União Europeia a alguns dos comités.

Mas isto não fica por aqui. De acordo com algumas pessoas que fizeram parte de alguns dos comités, o formato tem demasiados erros, como o mau cálculo de datas e simples operações matemáticas. E o formato, de acordo com o Software Freedom Law Center, não é compatível com a GPL e nem dá garantias de protecção de processos judiciais a quem o implemente ou utilize.

Ainda assim, a Microsoft conseguiu aprovar o seu formato – algo que, na minha opinião, é estranho (no mínimo). Mas a aprovação ainda não tem efeitos imediatos, porque haverá um período de dois meses para serem apresentados recursos da decisão da ISO.

Se quiserem saber mais sobre o caricato processo de aprovação do MSOOXML como norma ISO, visitem os sites Software Livre no Sapo, Groklaw.net, o blog pessoal do delegado brasileiro Jomar Silva e ainda o NoOOXML.org.

Alojamento Web

Jornal Telegraph publica lista dos 101 sites mais úteis da internet

internetO jornal inglês Telegraph publicou, na sua edição online, uma lista com os 101 sites mais úteis da internet. A lista está dividida em cinco categorias: tecnologia, entertenimento, dicas e informação, casa, social, compras e viagens.

Alguns dos sites desta lista são os sempre habituais Google, eBay, Flickr, Digg, Facebook, Wikipédia, entre tantos outros. Mas também estão presentes alguns não tão conhecidos, como o GetNetWise, Ask Philosophers ou bubbl.us.

Esta lista contém vários sites interessantes e outros que não vos despertarão grande interesse. Mas vale a pena ver, porque poderão descobrir um serviço que poderá ser útil.

Não se esqueçam de nos deixar as vossas sugestões de sites e opinião sobre a lista nos comentários.

via blog pessoal do Eurico Leite (o Southafrikanense do tugatrónica)