Review sobre o Magic Mouse

DSC09738_small

Foi com na chamada da Sra. Rita Fresh (@RitaFresh), recente empregada da Promais, que informa-me que tinham chegado à loja uma nova remessa de Magic Mouses. Após feita a compra, quase que por “magia” (o que outros podem chamar de correios rápidos), no outro dia cá estava o dito rato.

Com isto, chego a casa, abro a caixa do “mágico”, liberto-o de todas informações, etiquetas, talões e outras complicações… E coloco-o finalmente nas minhas mãos. E a primeira impressão que tive, foi pensar que o rato não trazia pilhas – uma coisa muito fora do normal, neste tipo de compras. Porém, quando abro a tampa para colocar um novo par de pilhas, deparo-me que afinal de contas o espaço já estava ocupado, duas pilhas AA. Devo dizer que estou espantado o quanto o rato é leve. Agora quero é ver se sempre duram os 4 meses.

O Magic Mouse, ao contrário do que muitos pensam, por ele ser um rato Multi-Touch, ele possuí um clique real, inclusive, até pode ser configurado o clique direito, tal e qual como acontecia previamente com o Mighty Mouse.

DSC09735_small

Onde eu fiquei um pouco desiludido com o rato, foi apesar de ele ter uma superfície Multi-Touch, este não permitia activar certos atalhos, como o o Exposé e Show Desktop, que na minha opinião dão tanto jeito na usabiliade do Mac.

Então resolvi procurar no Google e descobri um post, no TheAppleBlog, que referia que com a ajuda dois programas, o SIMBL e o MultiClutch, era possível contornar este impasse. Contudo, após instalação, não demorou muito mais de 10 minutos para dar de conta que, não só não permitiam o que eu pretendia, como era preciso fazer muita coisa para o fazer.

Foi então graças ao Victor Domingos (@victordomingos), que ao referir-me um programa chamado BetterTouchTool, em poucos minutos tinha finalmente o que eu pretendia com o Magic Mouse, e mais mão cheia de opções para personalizar ainda mais o Multi-Touch do rato.

BetterTouchTool

Opinião geral?
Eu próprio, que já dei 70€ pelo meu antigo rato, um Logitech VX Nano, acho que é uma compra e pêras… ou devo dizer, e “maçãs”. As potencialidades do Multi-Touch, o facto de não ser necessário nenhum adaptador para o conectar ao Mac. Torna-se numa excelente compra, para quem quer o Kit completo para estar no Mac.

Author: Caneco

Hello I'm Caneco. Breathing since '86 and I'm a Googlaólic, Twitterólic, Webdottaólic and a rookie Geek.

8 thoughts on “Review sobre o Magic Mouse”

  1. Pingback: Vitor Caneco 
  2. Sem dúvida o Magic Mouse é uma grande evolução de tecnologia, bonito e muito intuitivo!

    Eu até agora só tive a oportunidade de o experimentar por alguns minutos na Fnac e a primeira impressão foi realmente agradável.

    Obrigado Caneco a tua Review foi mais um ponto a favor para a minha compra, também tenho o Mighty Mous e não gostei muito dele, agora estou entusiasmando à espera do novo ratinho maravilha 😉

  3. Pingback: planetgeek
  4. Já tive a “brincar” com o magic mouse, e acredito que no inicio seja difícil trabalhar com ele. Mas passado algum tempo é muito mais difícil não trabalhar com ele. Quanto ao click real não fazia ideia que tinha….

  5. Pingback: PedroSousa
  6. é bonito sim, se experimentares numa loja uns minutos não te serve de nada se fores trabalhar com ele umas horas como 99% dos utilizadores de mac, ao final de 1h já vais sentir o ergonómico que eles dizem que é…

    é muito bom para navegar na web e ver as fotos das férias, para trabalhar, sublinho trabalhar… bem… acho que vou esperar uns meses e voltar aqui para ler uns posts bem engraçados

    durabilidade do iphone, o propósito do ipad e agora este rato ergonómico… os 3 momentos em que a apple, na minha opinião que está longe de ser única, falhou miseravelmente

  7. desculpem… esqueci-me do macbook air que também é completamente espectacular

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.