Pombo é mais rápido que banda larga na África do Sul

Hoje em dia a Internet é um meio fundamental para todos nós (há quem esteja/seja dependente da mesma), não só por fins pessoais e de lazer mas também como meio de trabalho e de comunicação, mas se estiver na África do Sul, pense se não será melhor utilizar um pombo correio ao invés da “tradicional” Internet.

Ao que parece uma empresa de informática disse ter provado que é mais rápido transmitir informações na África do Sul com um pombo-correio do que usar o principal provedor de acesso à Internet do país, a Telekom.

Pombo-Winston

O pombo Winston levou um cartão de memória de 4GB amarrado numa das patas num percurso de cerca de 80 km entre um escritório da empresa Unlimited IT, na cidade de Howick, e outro na cidade costeira de Durban.

Segundo a Unlimited IT, levou uma hora e oito minutos para que a ave chegasse ao destino e mais uma hora para que o conteúdo do cartão fosse colocado num computador. Durante o mesmo período, a empresa disse que enviou de um computador no primeiro escritório a outro no segundo os mesmos dados e apenas 4% deles haviam sido baixados durante esse tempo, apesar de ter sido usada banda larga.

A ideia da prova apareceu quando um funcionário da Unlimited IT reclamou da baixa velocidade na transmissão de dados por ADSL.

A prova empolgou alguns sul-africanos, fazendo com que centenas deles acompanhassem os passos da corrida na Internet em redes sociais como o Facebook e o Twitter.

Mas será que a culpa é da empresa?

A Telekom disse que não é responsável pela velocidade baixa da Internet usada na empresa.

“No passado, várias recomendações foram feitas ao cliente (Unlimited IT) mas nenhuma delas, até agora, foi aceite”, disse Troy Hector, da Telekom, por e-mail, à agência de notícias da África do Sul, Sapa.

O correspondente da BBC no país, Andrew Harding, disse que a “corrida” foi uma jogada publicitária criativa da Unlimited, mas que o resultado dá alguma indicação sobre o estado da banda larga no país e no continente africano como um todo.

Há expectativa de que a velocidade da Internet na África melhore em breve, com a chegada de uma nova ligação por fibra óptica conectando o sul e o leste do continente, acrescentou Andrew Harding.

Segundo o repórter, Winston pode ter sido vitorioso nesta corrida, mas os provedores de Internet já estão a desafiar o pombo para uma desforra.

Alojamento Web

La Fonera 2.0

Fonera

A Fon lançou esta semana a nova La Fonera 2.0 que não é mais apenas um simples router, mas sim um potente router.

A La Fonera 2.0 tem agora uma porta USB que permite conectar um disco externo e criar assim o seu próprio “Time Capsule” sem ter que pagar valores adicionais. Esta porta USB poderá ser utilizada ainda para utilizar uma Impressora de rede via Wi-Fi.

Uma das grandes novidades é a possibilidade de correr software no router, como por exemplo um cliente Bittorrent e fazer assim o download, mesmo quando não tem o seu desktop ligado. O software corre num sistema com kernel Linux, permitindo criar outras funcionalidades devido a ser um sistema modular.

Para além disso a nova Fonera permite partilhar não só a sua ligação ADSL, mas também a sua ligação 3G, bastando para isso apenas ligar a sua Pen 3G USB ao router La Fonera 2.0.

O preço da La Fonera 2.0 é de 49.95€, o que são trocos comparado com aquilo que se pode fazer com este router, sendo uma excelente opção ao Time Capsule que custa 200 e tal euros e apenas permite efectuar backups, ou tem como principal objectivo, os backups de um Mac.

Tenho a dizer que já tive várias La Foneras, uma La Fontenna e também lhes adquiri um adaptador USB Wireless da SMC e nunca tive qualquer tipo de problemas, são productos bastante bons, além de ter uma comunidade bastante engraçada por detraz do projecto.

Verifique o vídeo com os comentários e testes do CEO da Fonera, Martín Varsavsky:

PS: Ele também diz backapes (será que o pessoal da Exame-Informática tem razão? #lol)…