Microsoft financia a Apache Software Foundation

Apache Software Foundation logo

A Microsoft vai financiar o desenvolvimento do servidor Apache, pelo que possivelmente implementará parte das suas funcionalidades no seu servidor web, visto que a licença do Apache, ASL v2 (Apache Software License v2) permite que o mesmo seja utilizado em software proprietário sem a necessidade deste o partilhar posteriormente como software livre.

Vejo isto como uma grande vantagem para ambos os lados, por um lado a Microsoft vai melhorar o seu software graças ao Apache e por outro lado a Apache ficará ainda melhor com o desenvolvimento de novas capacidades.

Alojamento Web

Android será 100% Open Source

Logo do android

Segundo diz o Google, ao contrário do que se tem dito, a plataforma Android, bem como todos os seus componentes e bibliotecas necessárias para fazer o port da plataforma para novos dispositivos, serão totalmente opensource para uso comum.

A licença usada será a ASL v2, ou seja, Apache Software License v2, usada também em projectos como o servidor HTTP Apache, o Tomcat e muitos outros grandes projectos opensource, existindo apenas duas excepções como é o exemplo do software que já está actualmente coberto por licenças, como é o caso do kernel Linux que usa a GPL ( Gnu Public License ) e ainda no que toca ao software Eclipe, que será licenciado pela licença Eclipse Public License (EPL).

O que poderá não ser open-source, serão as aplicações 3rd party criadas por desenvolvedores, que poderão ao abrigo da licença ASL v2, escolher qual será o licenciamento a proteger o seu software. Ou seja, o desenvolvedor poderá escolher se deseja ou não partilhar o código.

Alojamento Web

Projecto Escolas Livres reconhecido como associação

O projecto Escolas Livres, que pretende promover o uso de software livre no sistema de ensino, tornou-se uma associação – reconhecida aos olhos da lei -, e agora chama-se Associação Ensino Livre.

Mudaram o estatuto e o nome, mas os objectivos permanecem os mesmos: promover o software livre e conteúdos livres no sistema de ensino, realizar acções pedagógicas sobre software livre e desenvolver software livre educacional.

Comunicado oficial, via Software Livre no SAPO

Alojamento Web

Botnets albergam 11% dos computadores mundiais

Sabiam que o vosso computador pode fazer parte de uma botnet? E sabiam que ele pode ter sido usado para lançar ataques virtuais a vários servidores e quase de certeza utilizado para enviar milhares de emails de spam?

Se acham que estão seguros, pensem duas vezes. A PandaLabs publicou um relatório referente a 2007 em que afirma que aproximadamente meio milhão de computadores são infectados diariamente por trojans. Traduzindo por miúdos: perto de 11% dos computadores mundiais fazem parte de uma ou mais botnets, com 85% do spam a provir destas máquinas zombie.

Poderia entrar num tema que iria, certamente, dar origem a alguns comentários mais irados. Mas não vale a pena fazê-lo. Prefiro antes deixar-vos com um guia de segurança, dividido em sete partes, do site Programas Livres.

Guia de segurança livre no Windows, do Programas Livres:
Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4
Parte 5
Parte 6
Parte 7

via tek.sapo.pt

Alojamento Web

Projecto Escolas Livres pretender formar uma associação e precisa da vossa ajuda

O projecto Escolas Livres está empenhado em promover o software livre nas escolas portuguesas, por isso decidiu criar uma associação sem fins lucrativos. Com a criação da Associação Escolas Livres, o projecto poderá receber apoios, organizar acções de formação e realizar outras iniciativas que seriam difíceis de concretizar sem a protecção jurídica que a criação de uma associação sem fins lucrativos oferece.

Mas, para criar a Associação Escolas Livres, o projecto precisa de fundos e do envolvimento da comunidade. Contribuições monetárias serão aceites, bem como contribuições que visem promover a associação, apoio técnico e outras formas de ajuda que possam contribuir para o crescimento do Associação Escolas Livres.

Para já, o projecto Escolas Livres quer reunir 75 sócios fundadores até ao primeiro mês de 2008. Esses 75 associados pagarão uma cota anual de €10, a começar em Janeiro e apenas se o objectivo for atingido. Como sócios fundadores, terão direito a eleger e a ser eleitos para orgãos sociais da Associação Escolas Livres, e a participar nas decisões. Se esta primeira fase não for atingida, a criação da associação será adiada.

Para se tornar um sócio fundador, visite a página do projecto Escolas Livres e leia o press release do projecto para informações adicionais.

Alojamento Web

Dia da Liberdade de Software

Hoje, 15 de Setembro, festeja-se, um pouco por todo o mundo, o Software Freedom Day (Dia da Liberdade de Software). Para além dos festejos, serão mostradas as virtudes e benefícios do uso de Software Livre.

Mais de 330 equipas em 90 países participarão neste evento, que conta com o apoio das Nações Unidas, Canonical, Danish Unix User Group, Google, MindTouch, Free Software Foundation, Zenoss, ManComun.Org, IOSN, Linux Magazine, Zac-Ware, The Open CD e OLPC. Infelizmente, Portugal não tem uma equipa oficial, mas mais anos virão e a criação de uma equipa para o evento pode estar para breve.

O Software Freedom Day começou no dia 28 de Agosto de 2004; na altura, mais de 70 equipas de todo o mundo participaram no evento. No segundo ano do evento, a data de festejo mudou para o dia 10 de Setembro e, mais tarde, foi estabelecido o terceiro sábado de Setembro como o Dia da Liberdade de Software.

As comemorações deste dia também estão a acontecer, de forma informal, em Portugal, este país agarrado tão agarrado à Microsoft. O site Programas Livres está a oferecer o cd oficial do projecto a quem deixar, até às 23h59m de hoje, um comentário no artigo sobre o Dia da Liberdade de Software; para ganhar um cd, basta apenas, no comentário, contar a vossa história de mudança do software proprietário para o software livre. Também no âmbito das comemorações, mas fora do país, o projecto The Open CD actualizou o conteúdo do CD com software livre para Windows e já o tem disponível; se tiverem interessados, podem fazer o download aqui.

Alojamento Web

Ministério da Educação disponibiliza CD com software livre

software_livre_nas_escolas

O Ministério da Educação, com o apoio da ANSOL e da SUN, está a promover a utilização de um CD com software livre nas escolas.

O CD contém software útil ao corpo docente e estudantil. Da lista de aplicações incluídas destaca-se, para além dos conhecidos Firefox, Thunderbird, Gaim e OpenOffice, a inclusão de software direccionado para o ensino da matemática – disciplina mal amada pelos estudantes – e um gestor de projectos. A lista completa de aplicações pode ser vista no site do Ministério da Educação.

O CD pode ser descarregado daqui ou requisitado em qualquer Direcção Regional de Educação e Centros de Competência.

Se quiserem ajudar o projecto ou apenas recolher mais informações, visitem a lista de discussão do projecto.

{Fontes: Blog do Gonçalo Rodrigues && Blog do Rui Az && EscolasLivres.org}