Como usar e optimizar a bateria do MacBook

Para todos os aqueles que têm um MacBook, MacBook Air ou MacBook Pro, esta é sem dúvida a informação mais importante para uma vida saudável do equipamento!

Tenho visto que muitos dos utilizadores ligam o transformador ao MacBook e deixam-no ligado por horas a fio, mesmo quando não estão a fazer nada ou com ele desligado. Podem muito bem ficar com bateria viciada e até pode muito bem inchar e arrebentar, vejam aqui algumas fotos!

A tecnologia de baterias recarregáveis baseada em lítio proporciona, actualmente, o melhor desempenho para o seu portátil Apple. Pode também encontrar esta tecnologia de bateria em muitos outros dispositivos. As baterias Apple partilham as características comuns à tecnologia baseada em lítio existente noutros dispositivos. À semelhança de outras baterias recarregáveis, estas baterias podem, eventualmente, necessitar de ser substituídas.

Com um pouco de cuidado, pode maximizar a autonomia da bateria (ie: o tempo que a bateria funcionará até ter de ser recarregada) e a vida útil da bateria do computador portátil. Ainda mais importante, utilize o computador portátil Apple na sua zona de conforto térmico (Consulte “Zona temperada do computador portátil”). Por exemplo, não o deixe fechado num carro quente durante o Verão.

Quanto ao tempo de vida útil da bateria a Apple afirma que esta está preparada para manter 80% das suas capacidades, aos 1000 ciclos completos de carga e descarga. Num portátil normal a capacidade total da bateria começa a ser perdida aos 300 ciclos. Para termos uma bateria que aguente o maior numero de anos possível de uma forma saudável, temos de ter um cuidado periódico e seguir algumas recomendações!

Funcionalidades que podem influenciar a autonomia da bateria:

  • Ligações sem fios como Bluetooth e WiFi. Este tipo de tecnologias consomem mesmo não estando em utilização
  • Utilização da drive óptica. Se não está a utilizar o DVD ou CD ejecte-o
  • Brilho no Ecrã. Quanto menos brilho menos consumo da bateria
  • Iluminação do teclado. Em ambientes claros, desactive-o por completo
  • Utilização do Som. Opte por utilizar uns auscultadores para poupar bateria
  • Dispositivos ligados, como webcams, discos rígidos externos. Desligue tudo que não for necessário
  • Número de aplicações abertas. Quanto mais aplicações abertas mais recursos de processamento são utilizados

Como aumentar o tempo de vida útil, e a autonomia da bateria:

  • Carregue totalmente a bateria na primeira vez que liga o portátil depois de o comprar.
  • Utilize ou configure um novo plano de energia no Sistema Operativo.
  • Mantenha o sistema operativo actualizado. Algumas actualizações podem melhorar o consumo energético do computador.
  • Não mantenha o portátil sempre ligado a corrente, já que isso não exercita a bateria.
  • Se não vai utilizar o MacBook por um período superior a 6 meses, ao desliga-lo, certifique-se que a bateria ficou com 50% da carga.
  • Não deixe o portátil por longos períodos de tempo em zonas muito quentes ou muito frias. Por exemplo, não o deixe fechado no carro durante um dia quente de Verão. O ideal é utilizar e armazenar o MacBook numa temperatura ambiente de 22ºC.
  • Faça um ciclo completo de carga, ou seja, carregue e descarregue totalmente a bateria, pelo menos uma vez por mês.

Calibrar a bateria do MacBook para obter um melhor desempenho:

  • Ligue o transformador e carregue totalmente a bateria até a luz do MagSafe ficar Verde
  • Com o transformador ainda ligado, deixe a bateria no estado de totalmente carregada pelo menos 1 hora.
    Pode trabalhar normalmente durante esse tempo.
  • Desligue o transformador da corrente e continue a trabalhar normalmente até a bateria ficar fraca. Guarde os ficheiros abertos, mas continue a utilizar o computador até ele entrar em modo suspensão. Deixe o computador em suspensão até ficar sem bateria nenhuma. Isto pode levar alguma horas, perlo menos 5. Existe um led branco na parte frontal do MacBook que acende quando ele está em suspensão.
  • Quando o Led branco deixar de piscar, ligue o transformador até a bateria estar novamente carregada.

 

Aplicação que recomendo!

coconutBattery 2.6.5 é um software que lê os dados da bateria do MacBook. Dá-nos um constante feedback, do estado de “saúde” da bateria, como também os dados instantâneos do tempo de carga e de carregamento.

Esta ferramenta importantíssima, mostra a carga actual da bateria, bem como relaciona a actual capacidade máxima com a original. Podemos verificar a capacidade que a bateria já perdeu. É possível gravar a informação do estado da bateria com apenas um clique e assim ficamos com um histórico da evolução da bateria! CoconutBattery utiliza a nova e realmente poderosa tecnologia denominada “CoreData” para perceber isso.

Este é o relatório da bateria do meu MacBook
(Este é o relatório da bateria do meu MacBook)

Links Importantes


Baterias de Polímeros de Lítio

MacBook e MacBook Pro

iPhone

Família iPod

Alojamento Web

Apple Apresenta iPhone 3G na WWDC

 

A Apple apresentou hoje ao Mundo, pela mão de Steve Jobs, a sua nova geração do iPhone, denominada iPhone 3G.

Esta nova versão do dispositivo altamente aguardado da Apple brinda-nos com tudo aquilo que já foi apresentado em Março no evento do Roadmap do iPhone e umas alterações menores em Software como a calculadora científica quando em modo Landscape.

Em termos de Hardware, o novo iPhone inclui conectividade 3G, até 2 vezes mais rápido que EDGE e 35% mais rápido que outros smartphones 3G, aliada a um A-GPS (GPS assistido pelas antenas de telemóvel, tecnologia que a Apple já utilizava sem o GPS).

O sistema de GPS do iPhone permite detectar a localização e possivelmente indicar o percurso a decorrer (esta função não é confirmada pois não está referida em qualquer documento da Apple).

Em termos de bandas, o iPhone suporta 4 bandas dentro do GSM e 3 dentro do UMTS/HSDPA, fazendo dele virtualmente compatível com qualquer mercado do Mundo.

Em termos de bateria (e sim, ela continua a ser fixa), o novo iPhone permite 10 horas de conversação em GSM, 5 horas em 3G, 5 a 6 horas em navegação Web, 7 horas em vídeo e 24 horas em música.

O preço desta nova versão é exactamente metade na versão de 8GB, ou seja, 199$ e 299$ na versão de 16GB, que terá também uma versão em branco pelo mesmo preço.

O novo iPhone sairá para o Mundo a 11 de Julho, juntamente com o iTunes 7.7 e o iPhone OS 2.0.

Durante toda esta notícia usei a palavra Mundo. E não, não me enganei. A Apple vai lançar o iPhone em 70 países este ano, 22 dos quais já a 11 de Julho. Portugal encontra-se no lote dos que receberá o iPhone a 11 de Julho.

O iPhone em Portugal estará disponível pela Vodafone e Optimus. Por parte da Vodafone já está confirmada a existência de tarifários pré-pagos (o sistema que Portugal se orgulha de ter inventado) para o iPhone. A Optimus ainda não informou que tipo de tarifários irá disponibilizar.

O preço destes mesmos tarifários também é desconhecido, devendo ser revelado nos próximos dias. 

Alojamento Web

Drummer – Toca bateria no teu iPhone ou iPod touch

Já tínhamos apresentado o iAno. Hoje vamos mostrar o Drummer.

O Drummer é uma aplicação para o iPhone ou iPod touch que simula uma bateria.

Contem 15 teclas, utiliza as propriedades multi-touch, o que permite pressionar 5 teclas de cada vez e permite escolher vários estilos (Rock, Dance, Jazz1, Jazz2, Electro)

Podem fazer download através do instaler introduzindo a seguinte fonte: http://modmyifone.com/installer.xml

Podem ver em baixo um pequeno vídeo que demonstra as suas capacidades:

[Fonte]

Alojamento Web

How To: Aumentar a vida útil da bateria do iPod

Aqui vão algumas dicas para aumentar a vida útil da bateria do iPod:

Basicamente os passos que devem seguir são:

  • Bloquear o iPod.
  • Desactivar o equalizador.
  • Desactivar o brilho.
  • Criar listas de musicas para não perder tempo a selecciona-las .
  • Coloca-lo em modo de repouso quando não se está a utilizar.

Também convém deixarem terminar o ciclo de carga completo.

[Fonte]

Alojamento Web

MacBook Air: O Portátil Mais Fino Do Mundo

Durante a keynote de hoje, Steve Jobs tirou da manga o terceiro elemento da família MacBook: o MacBook Air.

O novo portátil da Apple está introduzido no segmento dos ultraportáteis, onde se destaca o Sony Vaio TX, portátil usado pela Apple para comparar o MacBook Air. Este novo MacBook é o portátil mais fino do mundo, tendo entre 0,4 e 1,9 cm de espessura e o peso de 1,4 Kg.

O portátil traz de origem um CPU Intel Core 2 Duo a 1,6GHz feito propositadamente para ele, sendo 60% mais pequeno que a versão normal deste CPU. Além deste modelo, existe um de 1,8GHz em opção BTO (Build-to-Order). O portátil vem de origem com 2GB de memória RAM e um disco de 80GB de 1,8″ (igual aos usados nos iPod), tendo ainda como opção um disco de 64GB de flash.

O ecrã normal desta classe é de 10″, mas a Apple colocou um ecrã de 13,3″ com retroiluminação por LED, suportado por uma gráfica Intel GMA X3100 que partilha 144MB com a memória RAM.

O sistema inclui um teclado de tamanho completo com retroiluminação e sensor de luz ambiente e um trackpad multitouch. Com este trackpad pode mover janelas, fazer zoom e rodar imagens, entre outros, apenas com os seus dedos, sem usar o botão do rato. Incluído ainda está uma iSight.

Em termos de conectividade, o MacBook Air oferece Wireless N e Bluetooth, 1 porta USB, 1 Micro-DVI e uma saída de áudio. O MacBook Air não inclui drive de DVD, mas pode por 99$ comprar uma SuperDrive USB. A bateria dura para 5 horas de utilização contínua.

Não se limitando à inovação tecnológica, a Apple tornou este portátil amigo do ambiente. A sua estrutura é totalmente feita em alumínio, o ecrã não contem mercúrio nem chumbo e tem um vidro livre de arsénio, os cabos internos não contêm PVC, as suas placas não contêm BFR e a embalagem é 56% menos volumosa que a do MacBook.

Mas a Apple adicionou ao MacBook Air uma aplicação que lhe permite usar DVD sem ter que comprar uma SuperDrive. Para tal, basta ligar-se a um PC ou Mac da sua rede e pedir-lhe “emprestada” a drive de DVD dele. Assim, pode instalar qualquer aplicação.

O novo MacBook Air está disponível dentro de 2 semanas pelo preço de 1699€ na versão base, e de 2878€ na versão de 1,8GHz e drive SSD.

Alojamento Web

Mais Sobre os Novos MacBooks

More About New MacBooks

Aparentemente não são só os MacBook que deverão ser redesenhados, mas os MacBook Pro também.

Segundo o site MacSlice, os MacBook Pro também serão em alumínio preto e prateado, serão mais finos que o modelo actual e terão um LCD retroiluminado por LED em todos os modelos. Estes novos modelos deverão ainda incluir um novo teclado retroiluminado, um novo trackpad com funções novas, mais tempo de bateria e um leitor de impressões digitais que deverá ser incorporado no trackpad.

Em termos técnicos, os novos MacBook Pro deverão ter processadores até ao Core 2 Extreme Mobile (X7900) a 2.8 GHz, placa gráfica NVidea GeForce 8600M GT (256MB no modelo inferior, 512 ou mais como opção) e uma Superdrive com drive de Blu-Ray como opção.

Já no que toca ao MacBook, deverá ter o mesmo trackpad, 1GB de RAM e 100GB de HDD na versão inferior e 2GB de RAM e 160GB de HDD no modelo superior e um chip gráfico Intel GMA X3500.

Os novos MacBook deverão ser lançados num evento especial, onde deverá ser lançado também o Leopard e novos Mac Pro.