Alojamento de ficheiros online

Por vezes existe a necessidade de partilhar arquivos, sejam eles ficheiros de som, documentos, vídeos ou qualquer outro tipo de ficheiro, com colegas e amigos nossos.

No entanto nem sempre existe a disponibilidade ou a necessidade de alugar uma conta de alojamento para partilhar estes ficheiros e para partilhar ficheiros as pessoas recorrem a serviços de File Upload, como são o exemplo do rapidshare, megaupload e tantos outros.

Outra das razões às quais as pessoas recorrem a estes serviços é o desconhecimento de tecnologias como o Bittorrent, apesar de que as velocidades geralmente são mais baixas em bittorrent, dependendo não só da velocidade de download do utilizador que está a descarregar, mas também da velocidade de upload daquele que faz de servidor, ou seja, aquele que está a enviar o ficheiro para o outro.

As pessoas recorrem aos File Uploaders pois é uma opção gratuita e rápida, no entanto poderia ser utilizado um servidor de FTP, uma conta de alojamento web, partilha por um dos canais de bittorrent ou gnutella, entre muitas outras formas de partilha de ficheiros.

Todos estes protocolos e serviços de partilha de ficheiros têm as suas vantagens e desvantagens, no entanto vou-me focar nos File Uploaders que funcionam através da web, pelo nosso próprio browser e estão associados a endereços web.

Existem centenas ou até milhares de File Uploaders, apesar disso, apenas uma pequena percentagem destes sites oferece propostas apetitosas.

Fiquem aqui com uma lista dos mais populares file uploaders, uns gratuitos, outros pagos e outros com vários planos grátis e com subscrições premium, como é o caso do rapidshare:

A lista é extensa e tal como disse, cada um tem as suas vantagens e desvantagens. Fica o tópico em aberto para todas as sugestões que não tenham sido aqui referidas e deixo um inquérito de forma a saber se costumam utilizar este tipo de serviços.

[poll id=”5″]

Alojamento Web

Ensaio sobre Software Livre e como ganhar dinheiro com ele

gnuÀ uns 14 meses atrás, fiquei completamente farto do Windows XP e decidi mudar de sistema operativo. Apesar de todos os cuidados que tinha e das aplicações de segurança que utilizava – firewall, anti-vírus, anti-spyware e por aí fora -, acabava com infecções de malware; e quando não era malware, era um decréscimo absurdo na performance.
Como, na altura, tinha aqui mencionado o Ubuntu algumas vezes e sabia que a comunidade portuguesa em torno desta distribuição era grande, mantive um dual-boot com o Windows Xp e o Ubuntu. Ao fim de duas semanas com dual-boot, removi a partição do Windows.
À medida que fui conhecendo mais sobre o GNU/Linux e os sistemas operativos livres em geral, fiquei a conhecer o movimento open source. Mais tarde, fiquei a conhecer o movimento Free Software, movimento em que me revejo.
Como a minha inaptidão para programar é tão grande como a inaptidão para desenhar, e como sinto que devo dar algo à comunidade que me deu o software que hoje utilizo, decidi escrever um pequeno ensaio sobre formas de ganhar dinheiro com software livre, para ajudar a desmistificar algumas ideias incorrectas que existem. O texto é simples, curto e direccionado para o público com menos conhecimentos de informática.
O texto original está disponível em português, sob uma licença GNU Free Documentation License. Uma tradução para inglês, igualmente sob a FDL, e revista por Karl Berry, a quem eu deixo o meu agradecimento, também está disponível para download. Ambos os documentos estão no formato ODF e PDF e não garanto que os disponibilize noutro formato.

Download da versão portuguesa (PDF)
Download da versão inglesa (PDF)

Alojamento Web

Monopólio (o jogo) à Google

Googolopoly é um jogo inspirado pelo Google. Em poucas palavras: é o Monopólio normal onde, em vez de se comprarem casas, se compram empresas. Outra diferença em relação ao Monopólio tradicional é o uso de Google Dollars como moeda. De resto, é exactamente o mesmo que o bom velho Monopólio.

Se quiserem jogar o Googolopoly e comprar todas as empresas que vos aparecem pela frente, podem descarregar e imprimir este PDF.

via Labnol.org

Alojamento Web

FileQube – mais um serviço de armazenamento de ficheiros

Nos serviços de alojamento de ficheiros, opções gratuitas é coisa que não falta: Box.net, Mediamax.com, Divshare.com, ElephantDrive.com, etc, etc, etc… Eu ainda podia inserir aqui mais uns quantos que tenho nos meus favoritos, uns melhores que outros, mas não vale a pena estar a bombardear-vos com serviços deste género.
Mas vou falar-vos de mais um que apareceu, chamado FileQube. Este serviço é muito semelhante ao Box.net, como poderão ver pela lista de funcionalidades; contudo, tem algumas características bem mais interessantes:
– 2 GB de espaço para as contas gratuitas
– partilha de ficheiros através de widgets,
– organização de ficheiros por tags
– upload de múltiplos ficheiros
– limite máximo do tamanho dos ficheiros a 150MB para os utilizadores que não têm conta registada e 500MB para quem tem conta no FileQube
– partilha de pastas
– acesso aos ficheiros através de RSS
– downloads directos
– interface agradável
– apenas 512 MB de tráfego
O serviço parece ser interessante: 2GB de espaço e organização de ficheiros por tags são funcionalidades bastante apelativas. Mas se utilizarem o FileQube para partilhar ficheiros com os vossos colegas, familiares e amigos, o limite do tráfego a 512 MB estraga tudo.

FileQube, via 2.0 Webmania

Alojamento Web

MyBloop: alojamento de ficheiros ilimitado

MyBloop é um serviço de alojamento e partilha de ficheiros, semelhante ao Box.net ou Mediamax.com. Para enviar os ficheiros, os utilizadores podem utilizar o interface web, que suporta o envio de múltiplos ficheiros, ou o cliente para desktop, compatível com Windows e Mac OS X.

O MyBloop oferece espaço ilimitado para alojar os ficheiros, mas limita o tamanho de cada um a um máximo de 1GB – algo que não deve ser grande incómodo para a maioria dos utilizadores.

Os utilizadores podem partilhar os seus ficheiros no serviço, podendo ser acedidos através de uma pesquisa feita pelos outros utilizadores do MyBloop. Também é possível inserir um código html num blog, fórum ou qualquer outro site, por forma a que outros utilizadores acedam aos ficheiros partilhados.

Outras funcionalidades do MyBloop são a organização de músicas em playlists, interface em AJAX para permitir uma fácil organização dos ficheiros e tráfego ilimitado.

MyBloop.com

Alojamento Web

Box.net torna-se colaborativo

O Box.net, um serviço de alojamento e partilha de ficheiros, adicionou uma funcionalidade de colaboração ao serviço. Agora, os utilizadores podem partilhar uma ou mais pastas com outros utilizadores. Esta partilha pode ser feita apenas com permissão de visualização ou edição dos conteúdos.



Esta possibilidade de colaboração é compatível com o serviço OpenBox, do Box.net, que permite utilizar serviços web externos para editar os ficheiros. Por isso, se uma pasta partilhada tiver um documento de texto, os utilizadores convidados poderão editá-lo no Zoho.com ou Thinkfree.com; as imagens poderão ser editadas, por exemplo, com o Picnik.



Esta nova funcionalidade do Box.net ainda está em fase beta, mas já disponível a todos os utilizadores. Os detentores de contas gratuitas poderão partilhar até três pastas, enquanto os utilizadores premium não têm limite definido.

Box.net, via ReadWriteWeb.com

Alojamento Web

gOS 2.0 Rocket na CES 2008

A CES 2008, Consumer Electronics Show, começa dia 7 de Janeiro e acaba três dias depois em 10 de Janeiro.

Durante este evento a decorrer em Las Vegas, esperam-se grandes novidades no mundo electrónico em geral, mas o que aqui nos interessa é o lançamento da segunda versão do gOS.

A nova versão da distribuição linux gOS tem como nome gOS 2.0 Rocket e promete grandes avanços, sendo um deles a pré-instalação do Google Gears, permitindo assim o acesso à informação da sua Google Account, mesmo estando offline.

Será também melhorada a integração de aplicações web como é o caso da rede social Facebook e também o disco online virtual powered by Box.net.

Alojamento Web

GDrive para breve?

Parece que, pelo menos de acordo com o Wall Street Journal, o tão falado serviço de alojamento de ficheiros do Google, o GDrive, pode estar para breve.

Os rumores sobre este serviço começaram a aparecer, pelo menos com mais força, o ano passado, depois do Google ter feito uma apresentação sobre os futuros projectos da empresa. Nessa apresentação falou-se de algo apelidado de GDrive, onde os utilizadores poderiam guardar os seus documentos, imagens, músicas, vídeo – a sua vida.

De acordo com os vários rumores que têm aparecido e com a apresentação feita, o GDrive não será mais que um serviço de alojamento semelhante ao Box.net ou MediaMax.com, destacando-se apenas na integração com, pelo menos, alguns dos serviços já existentes do Google.

Alojamento Web

Zune Lançado nos EUA

A Microsoft lançou um leitor de MP3 com vista a combater o iPod. Juntamente com o leitor, lançou o software que o permite controlar e a sua loja online.

O leitor de MP3 custa 250$ (195€), tem um disco de 30GB, um ecrã de 3" e Wireless.

Prevê-se que saia na Europa no final de 2007/início de 2008.

Entretanto, para quem quiser o software (e uma vez que o do site da Microsoft não funciona), deixo aqui o link para ele.