budurl – Links pequenos

BudUrl

Por vezes encontramos endereços gigantes que não nos favorece nada quando queremos partilhar por exemplo no Twitter ou então enviar numa SMS e em situações do género.

Para resolver este problema existem vários serviços web que permitem criar endereços mais curtos, no entanto, o budurl tem permite para além de “encurtar” o url, obter estatísticas em tempo real acerca dos cliques e acessos do mesmo.

Para tal basta criar uma conta e em menos de 10 segundos poderá criar endereços curtos e gerir os cliques.

No futuro o budurl terá mais novidades, como gráficos estatísticos, alertas e relatórios enviados por e-mail, a santíssima API, RSS feeds, criar endereços personalizados e a possibilidade de adicionar tags e posteriormente procurar endereços por tags.

Alojamento Web

Ferramentas e dicas de blogging

Ferramentas para Blogar

Hoje em dia qualquer pessoa tem o seu blog, ou pode ter em poucos segundos.

No entanto para blogar, não basta apenas ter um blog, é necessário ter vontade e escolher as ferramentas mais apropriadas para o acto do blogging. É quase como um soldado quando entra em batalha, tem que ter a arma correcta e as munições necessárias para estar totalmente preparado.

Na minha actividade como blogger, são várias as ferramentas que utilizo antes de colocar um post aqui no WebTuga ou em qualquer outro blog em que participe.

Google Reader / Gmail – Subscrição de conteúdo

Para estar sempre a par das notícias, subscrevo cerca de 790 rss feeds de sites em várias línguas, sendo a maioria em Espanhol, Inglês e Português. O Google Reader permite-me uma rápida leitura e selecção do conteúdo que me interessa.

Para além de subscrever rss feeds, participo em várias Mailing Lists e nada melhor que o Gmail para ler e gerir as entradas das mailing lists.

Bloco de notas – Editor de texto

Antes de começar a escrever o meu post no editor WYSIWYG do cms que uso ( Joomla ou WordPress ), começo sempre por escrever um rascunho no editor de texto mais simples que tenha à mão.
Ao escrever um rascunho, preocupo-me sempre por estruturar bem as frases de forma a ficar simples e de percepção fácil.

Revisor/Orangoo – Correctores ortográficos

Após criado o artigo, tento sempre dar uma vista de olhos pelos erros e correcções gramáticas, mas existe sempre um erro que deixo para trás, portanto nada melhor que um corrector ortográfico automático para ter uma menor probabilidade de deixar passar erros ortográficos.

Como corrector ortográfico costumo usar o Orangoo, ou então o Revisor, que basicamente são a mesma coisa, mas quando um está em falta, tenho sempre o outro para substituir.

Photoshop – Edição de imagem

Se há coisa que gosto de ver nos meus artigos, é um texto simples e uma imagem cuidada a acompanhar o texto. Penso que isso faz com que o leitor não perca o interesse pelo post.

É então aí que entra o editor de imagem, normalmente photoshop, para tratar uma imagem que vai acompanhar o texto.

Tenho o cuidado de criar uma imagem com fundo transparente, pois seja qual for o fundo, a probabilidade de ficar mais atractivo é maior.

Google Docs – Blogging cooperativo

Muitas das vezes antes de colocar o post no blog, gosto que algumas pessoas o leiam.

Há sempre algo que pode ser melhorado e portanto uso o Google Docs para poder distribuir aos meus colegas bloggers de forma a fazerem uma pequena revisão a este antes da sua publicação final.

O Google Docs é uma ferramenta on-line muito útil na cooperação em equipa. A possibilidade de partilhar e convidar outras pessoas para colaborarem consigo no documento é simplesmente fantástico.

eyeOS – Sistema Operativo Online

Normalmente, após a revisão de um outro blogger, o artigo é submetido no editor do CMS que uso e publicado no site.

Mas existe ainda outra aplicação que uso no meu dia a dia como blogger. Como devem saber, sou estudante e passo bastante tempo na escola. O tempo que me disponibilizam para aceder à Internet é aproveitado ao máximo para ler as RSS feeds, recolher noticias e começar a escrever textos ou pequenos trechos.
Como nem sempre tenho acesso ao mesmo computador ou nem sempre tenho tempo de publicar o post, comecei a usar uma ferramenta chamada eyeOS.

O eyeOS é um sistema operativo on-line que me permite o acesso a aplicações simples e armazenar pequenos ficheiros.

Muitas das vezes uso o RamISP, um serviço que corre a plataforma eyeOS, para guardar pequenos posts e links importantes que posso voltar a rever mais tarde sem a necessidade de guardar numa pen ou enviar para o e-mail. Basta-me apenas aceder ao meu sistema operativo on-line.

Esta é a minha rotina diária, parece um pouco complicado e trabalhoso, mas o resultado final vale sempre a pena. E quase que me esquecia, durante estes passos todos, nada melhor do que uma música para fazer as ideias vir ao de cima.

Fiquem bem e bons posts.

Alojamento Web

Google Docs – offline mode

Novas features do Google Docs

Pois é, agora é possível usar a folha de cálculo e criar apresentações offline no Google Docs.

E se pensam que as novidades ficavam por aqui, então estão bem enganados, pois isto é só o começo para aquecer.

Agora para além de poder alterar o HTML dos seus documentos, é possível ir ainda mais longe e alterar o CSS do ficheiro, o que lhe permite uma maior personalização do seu documento.

Imagine agora como seria se pudesse pegar num dos milhões de vídeos do YouTube e inserir-lo directamente na sua apresentação sem a necessidade de fazer download do vídeo ou converter para outro formato, pois bem, agora é possível com o Google Docs.

E se por algum motivo necessitar de ser lembrado para uma intervenção durante a sua conferência? Deixe apenas o Google Docs tratar disso…

Ora bem, são apenas 4 as novidades, mas a sua importância merece o maior aplauso à equipa por detrás do projecto. Mais uma vez vamos relembrar as 4 novidades:

1. Modo off-line para apresentações e folha de cálculo;
2. Possibilidade de editar o CSS ( antes apenas era possível alterar o HTML );
3. Adicionar vídeos do YouTube nas apresentações;
4. Adicionar notas de conferência nas apresentações.

Cada vez mais recorro a aplicações web para as actividades do meu dia a dia como blogger e cybernauta e felizmente o Google Docs tem sido uma grande ajuda no que toca a "blogar".

Do que está à espera? Clique aqui e teste já as novas funcionalidades do Google Docs.

Alojamento Web

Como instalar o Ubuntu sem remover o Windows

Se são utilizadores de Windows e gostavam de experimentar uma distribuição de GNU/Linux, um dos vossos grandes receios deve ser a provável remoção do Windows para instalar o Ubuntu, por exemplo.

Felizmente para vocês, intrépidos utilizadores com vontade de experimentar um sistema estável, o guiaubuntupt.org tem um guia com as noções necessárias para terem o Windows XP e o Ubuntu instalados na mesma máquina.

Para além deste guia, o Guiaubuntupt.org está repleto de dicas e tutoriais para todos os utilizadores, como a instalação de software nesta distribuição ou uma explicação do que é o Ubuntu.

Alojamento Web

CodecInstall – uma forma mais simples de instalar codecs

Ao contrário da maioria das distribuições de GNU/Linux direccionadas para o desktop pessoal, que vêm com codecs ou oferecem uma forma incrivelmente simples de os instalar, Windows praticamente não consegue ler os formatos multimédia mais usados.

A forma de contornar isto é instalar os codecs, seja um pack deles ou um a um. A segunda opção é muito morosa e a primeira boa demais, porque um pack instala uma panóplia de codecs quando não precisamos, sequer, de metade deles.

Para contornar estas duas situações, existe o CodecInstall, uma pequena aplicação que analisa um conteúdo multimédia e pesquisa o sistema pelo codec necessário. Se o codec estiver instalado, a aplicação fornecerá informação sobre o codec e notificará o utilizador da presença do mesmo no sistema; se o codec não estiver instalado, o CodecInstall faz o download e instalação do mesmo, tornando uma situação chata em algo trivial, ao mesmo tempo que mantém o sistema mais limpo (leia-se, com menos tralha desnecessária).

Mas o CodecInstall faz mais que pesquisa e instalação automática de codecs. Esta aplicação também permite gerir os codecs instalados no sistema e remover aqueles que não queremos e até serve como leitor multimédia, apesar dessa funcionalidade vir desactivada.

Duas pequenas notas: necessitam da versão 2.0 do .NET e não instalem a toolbar do programa

CodecInstall, via FreewareGenius.com

Alojamento Web

Osmo 0.1.2

Osmo é um pequena grande agenda para GNU/Linux, que acabou de lançar a nova versão, com a tradução portuguesa actualizada.

Esta aplicação inclui um calendário, um gestor de notas e um gestor de contactos, para que possa organizar todas as suas tarefas sem complicações.

No calendário é possível adicionar várias notas a qualquer dia, inserir um cronograma com o intervalo de tempo que o utilizador desejar, calcular datas e até ver o calendário anual completo.

O módulo de tarefas permite criar tarefas divididas em categorias, com designação da prioridade das mesmas e atribuição de cores, para uma organização mais eficaz.

O gestor de contactos suporta a funcionalidade "find as you type", ou seja, à medida que vai pesquisando, os resultados vão aparecendo. Também é possível adicionar fotos aos contactos, exportar a lista de contactos para XHTML e até mesmo CVS.

Nesta nova versão, foi adicionada uma calculadora de datas, é possível atribuir uma cor às notas diárias, o interface foi melhorado, foram adicionadas as traduções para francês e checo e as traduções para polado e português foram actualizadas.

Para poderem usufruir das funcionalidades do Osmo, terão que compilar o programa. Mas não se assustem, porque isso é extremamente simples; basta apenas que instalem a libxml2 e a libgtk2, disponíveis nos repositórios da vossa distribuição e depois um ./configure, seguido de um make e de um make install.

Screenshot
Download

Alojamento Web

Osmo 0.1.2

Osmo é um pequena grande agenda para GNU/Linux, que acabou de lançar a nova versão, com a tradução portuguesa actualizada.

Esta aplicação inclui um calendário, um gestor de notas e um gestor de contactos, para que possa organizar todas as suas tarefas sem complicações.

No calendário é possível adicionar várias notas a qualquer dia, inserir um cronograma com o intervalo de tempo que o utilizador desejar, calcular datas e até ver o calendário anual completo.

O módulo de tarefas permite criar tarefas divididas em categorias, com designação da prioridade das mesmas e atribuição de cores, para uma organização mais eficaz.

O gestor de contactos suporte a funcionalidade "find as you type", ou seja, à medida que vai pesquisando, os resultados vão aparecendo. Também é possível adicionar fotos aos contactos, exportar a lista de contactos para XHTML e até mesmo CVS.

Nesta nova versão, foi adicionada uma calculadora de datas, é possível atribuir uma cor às notas diárias, o interface foi melhorado, foram adicionadas as traduções para francês e checo e as traduções para polado e português foram actualizadas.

Para poderem usufruir das funcionalidades do Osmo, terão que compilar o programa. Mas não se assustem, porque isso é extremamente simples; basta apenas que instalem a libxml2 e a libgtk2, disponíveis nos repositórios da vossa distribuição e depois um ./configure, seguido de um make e de um make install.

Screenshot
Download

Alojamento Web

Google Notebook no seu telemóvel

O serviço do Google para criar notas, Google Notebook, ganhou uma versão optimizada para telemóveis e outros dispositivos móveis de pequeno porte. Nesta versão é possível adicionar pequenas notas, mas não é possível editar as notas, adicionar tags, alterar as configurações do serviço ou pesquisar as notas.

{Fonte: Google Operating System}

Alojamento Web

Google Notebook com novas funcionalidades

O Google Notebook, um dos serviços menos conhecidos do Google, adicionou etiquetas e importação dos favoritos do Google Bookmarks ao serviço. Com estas novas adições, será possível pesquisar as notas de uma forma mais simples e eficaz, assim como criar notas de alguns dos nossos favoritos.

Estas novidades já podem ser usadas com a extensão do serviço, disponível para Firefox e Internet Explorer.

{Fonte: Google Operating System}

Alojamento Web

GIMP 2.4 lançado hoje

O editor livre de imagem mais conhecido do mundo, o GIMP, lançou hoje a versão 2.4. Esta versão é a mais recente versão estável. Infelizmente, ainda não há novo interface, o que é pena, mas trás um GIMP ainda melhor.

O GIMP agora suporta as brushes do Photoshop, tem um filtro para remoção dos famosos "red eyes", tem uma nova ferramenta de selecção, uma nova ferramenta de crop, consegue abrir e gravar ícones do Windows Vista, vem com uma ferramenta para alinhar automaticamente as imagens, completou a gestão dos perfis de cor e tem um sistema de impressão mais simples e optimizado.

O GIMP trás mais novidades, mas são tantas que é difícil dizê-las todas aqui. Para verem a lista completa de novidades, dêem um salto às notas de lançamento oficiais. O download do programa, como sempre, pode e deve ser feito no site oficial do programa, que teve direito a um novo layout, bastante mais agradável que o anterior.