O que é o wget?

O que é o Wget

Para quem nunca ouviu falar e não sabe para que serve, o wget é uma ferramenta para a linha de comandos que permite efectuar o download de ficheiros ou páginas web através dos protocolos FTP, HTTP e HTTPS, recorrendo a várias opções.

Para além disso, o wget não tem um interface interactivo, correndo totalmente na consola, o que permite a possibilidade de o executar em background, sem a necessidade de existir um utilizador logado para que o programa efectue as suas operações.

O wget permite fazer o download total de páginas web em HTML e XHTML, reconstruindo a estrutura base das mesmas e respeitando a informação que lhe é fornecida pelo robots.txt.

Neste artigo vou exemplificar algumas das opções de transferência que o wget permite e que são, a meu ver, bastante úteis.

Continuar um download

Se necessitar de parar uma transferência e pretender continuar novamente mais tarde, deverá usar a opção -c:

wget https://www.webtuga.com/download -c

Traffic shaping / Limitar a velocidade de transferência

Para aquelas pessoas que têm uma ligação à Internet lenta ou de pouca capacidade, esta é a melhor opção para usar o wget sem perturbar as restantes ligações à Internet. Tudo o que necessita é de usar a opção –limit-rate para limitar a velocidade a que a transferência vai ser realizada.

wget https://www.webtuga.com/download –limit-rate=20k

Deixar o wget a continuar a trabalhar depois de sair da conexão SSH

Muitas das vezes necessitamos de efectuar transferências de ficheiros de um servidor para o outro, usando para tal o wget. No entanto, para não haver a necessidade de estarmos conectados ao servidor enquanto o download continua, podemos usar a opção -b ( background ):

wget -b https://www.webtuga.com/download

Guardar os registos ( logs ) num ficheiro

Esta opção é bastante útil, pois permite-nos depurar problemas ocorridos durante a transferência, verificando os registos criados num ficheiro externo.

wget https://www.webtuga.com/download -o $HOME/logstransferencia.txt

Para além destas opções existem muitas mais, que poderão ser encontradas mais detalhadamente no man wget.

Alojamento Web

CMS sem base de dados

CMS Sem base de dados

Hoje em dia, qualquer plano de alojamento de qualquer empresa de hosting tem suporte a pelo menos uma base de dados.

No entanto, para aqueles servidores que não têm suporte ou aqueles que atingiram o limite máximo da base de dados no seu plano de alojamento, existe uma solução para esse problema: usar um CMS que não use uma base de dados, mas sim um ficheiro de texto para guardar a informação.

Desta forma, os ficheiros de texto vão realizar a mesma tarefa que uma base de dados, não havendo a necessidade de haver outro módulo a correr no servidor para a base de dados, tal como no caso do MySql.

Em baixo, deixo algumas soluções de sistemas de gestão de conteúdo que não necessitam de base de dados para correrem.

Flatpress

Já aqui tínhamos falado acerca do Flatpress. Um cms opensource para a plataforma de blogging, bastante semelhante ao WordPress, mas que não necessita de base de dados MySql.

Usa o sistema de templates Smarty e tem o suporte para Widgets e Plugins, tal como no WordPress.

Caso queira e após a instalação e o uso intensivo do FlatPress, deseje instalar o WordPress, poderá importar a base de dados usando este script.

Pivot

O Pivot é uma ferramenta gratuita, distribuída sob a GNU Public General License, que lhe permite criar páginas dinâmicas, como pequenos blogs ou jornais online em PHP, sem a necessidade de funções ou base de dados adicionais.

A razão pela qual o Pivot usa ficheiros de texto e não uma base de dados para guardar a informação, é fazer com que o sistema possa correr numa quantidade maior de servidores possível.

Cute News

Cute News é um poderoso sistema de gestão de notícias que permite facilmente adicionar notícias, comentários, efectuar pesquisas e envio de ficheiros, tudo sem a necessidade de usar MySql.

Para além de um excelente editor WYSIWYG, apresenta ainda um sistema de templates bastante fácil de usar.

simplePHPblog

simplePHPblog é a mais simples ferramenta de criação de blogs que pode existir.

Com este cms poderá em poucos segundos ter o seu blog com as funções básicas e sem a necessidade de uma base de dados.

CMSimple

Um cms dividido em duas versões, uma comercial e outra sob as licenças GPL e AGPL 3. Visite o site do CMSimple OpenSource.

E pronto, penso que podemos ficar por aqui. Caso seja programador e tenha criado algum CMS, leia acerca do txtsql e faça uma versão do seu gestor que não necessite de base de dados.

Alojamento Web

Fedora 9 – Download

Fedora 9

Já está disponível para download o novo Fedora 9.

De entre as novidades está a versão 2-6-25 do kernel Linux, o Gnome 2.22 e ainda a oferta do KDE 4, que há muito se espera para a distribuição. A beta 5 do Firefox 3 está também incluída, oferecendo um menor consumo de recursos aliado a uma performance de topo, oferecendo uma experiência de navegabilidade muito melhor comparada com a do Firefox 2.

O chamado Sulphur, também inclui novidades a nível mais técnico, como o servidor de som PulseAudio e o PolicyKit que implementa uma segurança muito mais rígida ao sistema, que agora está incorporado de forma mais completa e firme.
O NetworkManager, que facilita configurações de rede e ligações mais simples a redes sem fios, traz agora suporte a dispositivos GSM e CDMA.

Outra novidade é o PackageKit que oferece uma gestão universal de instalações, pacotes e actualizações de forma fácil e rápida. Esta plataforma é compatível com diversos sistemas de gestão de pacotes, deste o YUM do próprio Fedora até aos doutras distribuições, o que faz do PakageKit uma bela implementação para outras soluções.

O tema visual Nodoka foi também aprimordiado. Está mais limpo e mais refinado no Fedora 9. Agora é mais consistente e mais polido e suporta as novidades da nova versão do Gnome.

O Fedora está disponível em 3 downloads: Install Media, Desktop Live Media e KDE Live Media. As dua últimas são versões LiveCD com instalador.
Alojamento Web

Windows se7en – As novidades que estão para chegar…

Logo do Windows Se7en

O sucessor do Windows Vista já está a causar rumores na Internet.

Windows se7en, o nome de código do próximo sistema operativo da Microsoft, irá trazer novidades significantes no seu gestor de ficheiros, tal como um duplo painel de gestão quando está ligado a um servidor de FTP.

Para além disso, é possível, através de um vídeo que foi divulgado na Internet, verificar opção de captura do ambiente de trabalho e de animações e ainda um sistema de automatização para criação de desenho de sites e blogs.

Veja o vídeo abaixo:

Alojamento Web

Torna a PlayStation 3 num servidor multimédia com GNU/Linux

Um dos pontos fortes dos sistemas operativos livres, seja o GNU/linux, FreeBSD, OpenBSD ou outro, é a sua portabilidade: tanto podem correr num x86, como num x86_64, SPARC, PPC, etc. Isto faz com que seja possível usá-los em imensas plataformas.

Uma dessas plataformas é a PlayStation 3, da Sony, que pode ser usada como Media Server (servidor de conteúdos multimédia). Para saberem como a podem tornar no vosso servidor multimédia caseiro, leiam o tutorial do howtoforge.com.

Alojamento Web

SmartFTP 3.0.1014.6

SmartFTP

SmartFTP é um excelente cliente de FTP shareware.

Com o SmartFTP poderá aceder a um servidor que corra o File Transfer Protocol e gerir remotamente a informação contida no mesmo.

A novidade desta versão é a possibilidade de editar múltiplos ficheiros em simultâneo.

Download: SmartFTP 3.0.104.6

Alojamento Web

eyeOS 1.6 – Gala Sync

eyeos 1.6 Gala Sync

Enquanto que no mundo dos sistemas operativos para desktop e servidores as atenções estão todas viradas para o Ubuntu 8.0.4 Hardy Heron, o mundo dos sistemas operativos on-line recebe grandes novidades.

Hoje nas minhas leituras diárias, reparei num "post" do meu colega Bit.ate do PlanetGeek que fala sobre a nova versão do eyeOS.

O famoso eyeOS, um sistema operativo on-line open-source, recebeu ontem uma das maiores actualizações desde a sua existência.

Na versão eyeOS 1.6 “Gala Sync”, todos os esforços foram centrados na melhoria da experiência do utilizador com este sistema, tendo sido implementadas novas aplicações e novas ferramentas que facilitam o desenvolvimento de web-apps para este sistema operativo.

Gala Sync tras novidades fresquinhas como um novo sistema de Drag and drop, novos widgets, um novo leitor de rss ( eyeFeeds ), um novo editor de texto com cores para as principais linguagens de programação e um sistema de auto-completar para facilitar a programação on-line, um IDE para desenvolvimento chamado eyeCode, uma nova calculadora e ainda um novo jogo chamado eyeTetravex.

No entanto a novidade mais relevante no eyeOS é a possibilidade de criar aplicações capazes de comunicar com o seu sistema operativo Desktop, sendo o eyeSync uma das primeiras aplicações que permite sincronizar os seus sistemas operativos.

Para já a versão 0.1 do eyeSync só está disponível para macOSx e para Linux, no entanto nas próximas semanas estará pronta para correr em Windows.

+info

Alojamento Web

Valve poderá lançar versão para GNU/Linux do jogo Half-Life 2 Orange Box

Um alegado representante/colaborador da Valve entrou no canal de IRC #ubuntu-offtopic de um qualquer servidor e informou os presentes que a empresa está à procura de programadores para portarem o jogo Half-Life 2 Orange Box para GNU/Linux.

Um anúncio feito desta forma deixa bastantes dúvidas, mas o endereço deixado pelo alegado representante/colaborador realmente liga a uma página do site da Valve, onde está uma oferta de emprego em que se pode ler o seguinte: "Port Windows-based games to the Linux platform."

É uma notícia bem-vinda, mas que poderá não ser tão boa quanto isso se a Valve mantiver o código do jogo fechado.

via Tuxvermelho

Alojamento Web

Microsoft vai terminar o acesso ao Hotmail a partir do Outlook Express

stopA Microsoft anunciou que vai terminar o acesso ao Hotmail a partir do Outlook Express em Junho deste ano. Este é mais um prego no caixão deste cliente de email da Microsoft que servirá para aumentar a adopção do Windows Live Mail.

Apenas o Outlook Express será "bloqueado". O Outlook poderá continuar a ser usado, mas os utilizadores terão que actualizar a ferramenta de sincronização Outlook Connector. Outras aplicações, como o Thunderbird e qualquer outro cliente com suporte para POP3, poderão também continuar a ser usadas.

A razão para o fim do suporte do Hotmail no Outlook Express é a mudança do protocolo utilizado para comunicar entre as aplicações e os servidores do Hotmail. Em vez do WebDav, será utilizado o DeltaSync que, pela discrição, parece ser bastante similar ao IMAP, mas com a vantagem de suportar mais que emails.

via Inforworld.com e mes-newslive.blogspot.com

Nota: a imagem deste post é a autoria de Elephant wearing striped pants, que a disponibilizou sob uma licença Creative Commons 2.0

Alojamento Web

Microsoft Albany entra em beta

O Albany, o rival do Google Docs que a Microsoft está a desenvolver, entrou em beta privada. O anúncio foi feito pela empresa no seu site oficial.

O Albany é um serviço de subscrição que oferece aos utilizadores o Microsoft Office Home ou Student, o OneCare, o Microsoft Office Live Workspace e serviços Windows Live num único instalador.

Este seria um normal pacote de aplicações, não fosse a presença do Microsoft Office Live Workspace, que permite aos utilizadores guardar os seus documentos nos servidores da Microsoft.

Ao contrário do que a Microsoft diz em comunicado oficial, esta oferta aparece devido à entrada do Google Docs no sector empresarial e crescente popularidade no doméstico, e não devido ao desejo dos utilizadores.

O lançamento da versão final do Albany deverá ocorrer até ao final deste ano.

via Slashdot e eFluxMedia