Synergy – Controlar dois ou mais computadores com apenas um teclado e rato

Nas ultimas semanas tenho recorrido a uma ferramenta chamada Synergy2 para controlar o meu macbook, o HP 530 do e-escolas e o meu desktop com apenas o teclado e rato do meu desktop.

Acreditem ou não, isto poupa-me tempo, possibilitando-me por exemplo copiar texto de um computador para o outro em apenas alguns segundos, sendo bastante útil quando quero ver determinado site no desktop e copio o endereço do macbook para o pc.

Esta aplicação é OpenSource, sendo a sua licença GNU Public License (GPL) e para além disso é multi plataforma, o que me facilita imenso. Alguns de vocês devem estar a pensar que o Synergy não passa de um cliente de VNC, pois ai é que se enganam, o Synergy não é nada do que se pareça a um cliente/servidor de VNC.

No meu caso estou a utilizar o Synergy em 3 sistemas operativos distintos, macOSx 10.5 Leopard no Macbook como seria de esperar, Windows Vista no desktop-PC e Ubuntu no HP 530 e todos funcionam perfeitamente.

Para Windows, o software tem um interface gráfico, combinando a versão cliente e servidor num único só e facilitando a configuração da “rede” de monitores, já em Linux ou macOSx apenas estão disponíveis os binários que poderão ser executados pelo terminal e a configuração poderá ser feita editando um ficheiro de configuração ou então utilizando uma aplicação chamada QuickSynergy caso não queira perder tempo ou não tenha conhecimentos para executar os ficheiros via Terminal.

Em macOSx ou Linux, depois de descarregar os ficheiros, deverá tornar-los executáveis utilizando o comando chmod +x synergyc ou chmod +x synergys no caso da versão servidor e de seguida executa-los pelo terminal usando ./synergyc -f -n nomealternativo ipdoservidor, exemplo: ./synergyc -f -n macbook 192.168.1.200. Poderá obter uma lista de todos os parâmetros utilizando o comando ./synergyc –help.

Para utilizar o software, terá que criar uma espécie de árvore, indicando qual é o computador que está ao lado direito do computador1, qual é o computador que está à esquerda do computador 2 e por ai fora, bastando apenas indicar o IP ou o hostname das máquinas.

Deverá ter em atenção ao servidor, pelo que as portas na sua firewall ou router devem estar abertas para que consiga configurar correctamente a sua rede.

Por defeito, o Synergy2 não encripta a ligação e alguma informação poderá ser obtida desde que a máquina esteja identificada no servidor, portanto não é recomendável o uso do Synergy em redes partilhadas. Como alternativa poderá utilizar o OpenSSH para que a informação seja encriptada, pode ver aqui mais informações acerca deste processo.

Esta ferramenta pode ser utilizada em bastantes casos, possibilitando-o por exemplo poupar espaço na sua secretária caso tenha vários computadores como eu ou até mais.

Muitos de vocês provavelmente sabem que podem fazer isto com um KVM Switch, no entanto esta solução para além de prática, torna-se muito mais económica.

Deixo-vos aqui com um vídeo que poderá ajudar a quem não percebeu o que eu escrevi:

Como já disse, o software é totalmente gratuito e opensource e pode ser instalado em qualquer sistema operativo que suporte o protocolo TCP-IP. Qualquer dúvida, deixem um comentário que tentarei ajudar-vos a montar a vossa rede com o Synergy2. Para além disso, caso saibam alguma aplicação que faça o mesmo para além do Synergy2, sintam-se livres para partilhar.

Alojamento Web

CrossLoop – Rede social de Suporte remoto?

CrossLoop logo

Hoje “descobri” o CrossLoop, uma ideia bastante interessante e que desejo seguir por perto.

O objectivo do CrossLoop é permitir aos utilizadores dar e receber suporte através de acesso remoto. Para tal, basta registar no site e fazer o download da aplicação de acesso remoto, que usa os binários do TightVNC.

A partir daí cada utilizador é possuidor de um código de acesso que terá de dar a quem lhe for dar o suporte.

Quem estiver no CrossLoop para ajudar, poderá ainda cobrar pelos serviços e será pago via Paypal.

Para já está apenas disponível em Windows, mas espera-se que venha a ser lançada uma versão para macOSx e Linux. no futuro.

Alojamento Web

O que esperar do Ubuntu 8.04

ubuntuA próxima versão do Ubuntu, que é também a próxima Long Term Support (versão com suporte de três anos para o desktop e cinco para o servidor), está apenas a seis dias de ser lançada. Por isso, está na altura de fazer um pequeno resumo do que se pode esperar da nova versão desta distribuição de GNU/Linux.

Uma das novidades é a inclusão do Wubi, algo que interessa bastante a quem utiliza Windows e quer experimentar o Ubuntu. Esta aplicação permite instalar o Ubuntu a partir do Windows, sem necessidade de criar partições.
A versão 7.3 do Xorg será incluída. Isto permitirá uma melhor configuração automática do hardware gráfico e será usado em conjunto com um utilitário que permite alterar de forma dinâmica a resolução, taxa de refrescamento e rotação de um segundo monitor.
A versão do Linux incluída será, à partida, a 2.6.24. Ela inclui um novo scheduler, melhor gestão de energia e melhor suporte de dispositivos wireless.
O Gnome continuará a ser o gestor de desktop por omissão. A versão que figurará no Ubuntu 8.04 será o Gnome 2.22; no Kubuntu, será utilizado o KDE 3.5.9; o Xubuntu terá a versão 4.4.2 do XFCE
Para uma gestão mais simples e usável das permissões, será usado o PolicyKit. Esta framework de segurança estará integrada nas ferramentas administrativas, na forma de um botão.
A gestão do som ficará a cargo do PulseAudio, uma framework que permite controlar o som de cada aplicação individualmente na ferramenta de volume do desktop.
Outras novidades são um novo cliente de bittorrent, uma nova aplicação para gravar CDs e DVDs, um novo cliente VNC, adição do Inkscape, suporte para o sistema de virtualização do Linux, integração com ActiveDirectory, uso de um interface gráfico para a firewall e melhor protecção da memória.

Isto acabou por não ficar pequeno, mas continua a ser um pequeno resumo. A próxima versão do Ubuntu parece ser interessante. Talvez seja esta que vos fará largar os sistemas proprietários. Se não, podem sempre ver a Caixa Mágica, Fedora, Mandriva, gNewSense, Mandriva, etc.

Alojamento Web

Correr programas de GNU/Linux em Windows

O conhecido blog lifehacker tem um artigo sobre um programa de interesse para os utilizadores de Windows: o Xming.

Este programa permite a execução de aplicações de GNU-Linux em Windows mas, para isso, é necessário aceder a uma sessão remota (ssh, vnc, etc..) de uma máquina com GNU-Linux.

Se ainda não sabiam como experimentar GNU-Linux, agora já têm uma solução: cravem um amigo vosso e peçam-lhe acesso por vnc ou ssh à máquina dele e testem.

Download

{Fonte: Lifehacker}