Wikipédia atingiu os 10 milhões de artigos

wikipediaDurante esta noite, por volta das 4h da manhã, deitei-me e fiquei a ver a série The Office até adormecer. A dada altura do episódio, o "chefe" diz que foi pesquisar tácticas de negociação à Wikipédia e que esta enciclopédia virtual é uma excelente ferramenta porque toda a gente pode escrever sobre o que lhe apetece, proporcionando a informação mais fiável que se pode ter.

Como sabemos – ou deviamos saber -, a informação na Wikipédia nem sempre é fiável. E nunca se deve utilizá-la como verdade absoluta, apenas como referência. E sim, é deprimente ver a TVI, mas não estava a dar nada melhor nos outros canais.

Mas há uma verdade na fala daquela personagem da série The Office: qualquer pessoa pode escrever ou alterar uma entrada na Wikipédia. E isso traduz-me em mais de 10 milhões de artigos actualmente disponíveis nas diferentes línguas – um marco alcançado durante esta semana.

A utilizadora que inseriu o artigo 10 milhões tem o nick Pataki Márta. A entrada é sobre o pintor Nicholas Hilliard e está disponível na versão húngara da Wikipédia.

Parabéns à Wikipédia por mais este marco histórico, e votos de muitas mais entradas adicionadas a este serviço que todos, incluindo eu, costumam utilizar como referência e ponto de partida para algumas pesquisas.

via Mashable.com

Alojamento Web
Alojamento Web

Criadores do Azureus criam lista de ISPs que fazem traffic shaping

bad ispOs criadores do famoso cliente bittorrent Azureus desenvolveram um plugin que tenta "caçar" os ISPs que estão a fazer traffic shaping à rede bittorrent.

Este plugin recolhe informações sobre o tráfego e conta, em intervalos de 10 minutos, o número de pacotes perdidos ou defeituosos. Depois, apresenta os resultados ao utilizador.

Se o utilizador o desejar, poderá enviar a informação recolhida, de forma anónima ou não. Ela será posteriormente adicionada à lista disponibilizada pelos criadores do Azureus, onde figuram os ISPs que limitam ou impossibilitam o tráfego através da rede bittorrent.

Mesmo que não utilizem o Azureus, podem consultar esta lista, ordenada por pais. Eu fui ver e sabem que ISPs nacionais lá vi? Oni e TVCabo – que agora é propriedade da Zon Multimédia.

via gHacks.net

Alojamento Web

Distribuição baseada no Ubuntu detecta traffic shapping

Ontem, o blog português Remixtures.com fez menção a uma ferramenta que permite saber se o teu ISP está a fazer traffic shapping à tua ligação à net.

Esta ferramenta é uma variante da distribuição de GNU/Linux, Ubuntu, disponível em 2 liveCDs que se conectam entre si através da internet, utilizando o protocolo bittorrent, para verificarem a existência de traffic shapping. O primeiro CD funciona como semente e o segundo como cliente bittorrent.

Depois de descarregados os dois CDs, o utilizador tem que inserir cada um deles num computador diferente e iniciar sessão. De seguida, tem que executar a aplicação Gemini-Tool, disponível nos dois CDs, e inserir o ip do outro computador. Feito isto, resta aguardar alguns minutos até o teste estar feito e o relatório ser apresentado.

Alojamento Web

Jornal O Publico inclui trackbacks dos blogues

O jornal O Público anunciou que vai passar a mostrar, no seu site, as reacções (trackbacks) da blogosfera às suas notícias, na zona abaixo da imagem de cada artigo.

Nesta zona, aparecerão as ligações para os blogues que comentaram a notícia em causa.

Para mostrar as reacções aos artigos publicados, o O Público utiliza o Twingly – uma ferramenta, diz o jornal, já utilizada por diversos jornais europeus.

Alojamento Web

eM Client – o Outlook Killer?!

Se o Thunderbird não corresponde às vossas expectativas e não têm paciência para o Outlook (lookout), o eM Client é uma boa opção para PIM (personal information managment).

Com funcionalidades como calendário, tarefas e contactos, este cliente de email é uma opção a ter em conta. Futuramente, terá integração com o Google Calendar, Google Contacts, redes de mensagens instantâneas, Facebook e anti-vírus; e suporte para ActiveSync.

Se estão habituados ao Microsoft Outlook ou ao Tunderbird, vão-se sentir mais ou menos à vontade com as funcionalidades do eM Client.

Recentemente, um projecto opensource semelhante chamado Spicebird, já aqui mencionado, foi lançado. Esta aplicação também tem calendário, gestor de tarefas e contactos e integração com a rede Jabber.

Com todas estas funcionalidades, será o eM Client o Outlook killer? Não sei porquê, mas não me parece. E a vocês?

Alojamento Web

Lexisum – uma forma rápida de ver e imprimir os artigos da Wikipédia

Lexisum é um site de bastante interesse para quem tem um trabalho para entregar, mas não quer ter o trabalho de reunir e filtrar informação.

Com o Lexisum, o utilizar insere uma keyword que deseje pesquisar e o site apresenta, com recurso a uns efeitos xpto web 2.0, a entrada da Wikipédia relativa a essa palavra-chave – isto, se ela existir, claro – sem a formatação do texto ou as imagens.

Depois de apresentado o resultado, o utilizador pode escolher entre 9 diferentes modos de visualização e escolher esse tipo de visualização para impressão do resultado.

Os resultados apresentados pelo Lexisum são apenas parciais. Mas para os malandros que não querem perder tempo a fazer o trabalho em condições, até é bom demais.

Lexisum, via Lifehacker.com

Alojamento Web
Alojamento Web

Spam do Gmail dobrou desde o início do ano

Nos primeiros dois meses deste ano, o spam proveniente do Gmail passou dos 1.3% para os 2.6%, de acordo com um relatório da empresa de segurança MessageLabs.

De acordo com a empresa, este aumento no número de spam enviado a partir de contas de email do Gmail deve-se ao facto dos spammers terem desenvolvido software capaz de identificar correctamente os sistemas CAPTCHA.

O mesmo relatório faz menção às tendências geográficas do spam e dos vírus informáticos, e ao crescente aumento no número de ataques virtuais que envolvem trojans.

via PCWorld.com

Alojamento Web

Últimos emails do Gmail através de uma subscrição ATOM

É possível saber quais os emails novos na vossa conta de email do Gmail através do formato de subscrição ATOM. Para terem acesso a ela, têm que estar ligados na vossa conta do Gmail.

O endereço de acesso é https://mail.google.com/mail/feed/atom/unread/

Convém que tenham algum cuidado em relação ao local onde utilizam esta funcionalidade, não vá alguém aceder a ela sem autorização.

Se utilizarem o Firefox e quiserem ser notificados de novos emails através desta funcionalidade, adicionem a feed à Barra de Marcadores do browser. Caso desejem um intervalo de tempo curto entre actualizações, acedam à configuração do Firefox através do enredeço about:config, procurem a chave browser.bookmarks.livemark_refresh_seconds (criem-na caso ela não exista) e alterem o valor para o intervalo de tempo, em segundos, que desejarem.

via Lifehacker.com