25 anos de evolução do Apple Mouse

Um utilizador do Flickr raneko, criou uma galeria de fotos onde mostra todos os ratos da Apple, são 25 anos de história ali representados.

Apple Macintosh Mouse Design Evolução do Design
2009 – Apple Magic Mouse
2005 – Apple Mighty Mouse (2006 /Wireless)
2003 – Apple Wireless Mouse
2003 – Apple Pro Mouse (Branco)
2000 – Apple Pro Mouse (Preto)
1998 – Apple USB Mouse
1993 – Apple Desktop Bus Mouse II
1986 – Apple Desktop Bus Mouse
1984 – Apple Macintosh Mouse M0100

(via Planetamac.es)

Alojamento Web

Review sobre o Magic Mouse

DSC09738_small

Foi com na chamada da Sra. Rita Fresh (@RitaFresh), recente empregada da Promais, que informa-me que tinham chegado à loja uma nova remessa de Magic Mouses. Após feita a compra, quase que por “magia” (o que outros podem chamar de correios rápidos), no outro dia cá estava o dito rato.

Com isto, chego a casa, abro a caixa do “mágico”, liberto-o de todas informações, etiquetas, talões e outras complicações… E coloco-o finalmente nas minhas mãos. E a primeira impressão que tive, foi pensar que o rato não trazia pilhas – uma coisa muito fora do normal, neste tipo de compras. Porém, quando abro a tampa para colocar um novo par de pilhas, deparo-me que afinal de contas o espaço já estava ocupado, duas pilhas AA. Devo dizer que estou espantado o quanto o rato é leve. Agora quero é ver se sempre duram os 4 meses.

O Magic Mouse, ao contrário do que muitos pensam, por ele ser um rato Multi-Touch, ele possuí um clique real, inclusive, até pode ser configurado o clique direito, tal e qual como acontecia previamente com o Mighty Mouse.

DSC09735_small

Onde eu fiquei um pouco desiludido com o rato, foi apesar de ele ter uma superfície Multi-Touch, este não permitia activar certos atalhos, como o o Exposé e Show Desktop, que na minha opinião dão tanto jeito na usabiliade do Mac.

Então resolvi procurar no Google e descobri um post, no TheAppleBlog, que referia que com a ajuda dois programas, o SIMBL e o MultiClutch, era possível contornar este impasse. Contudo, após instalação, não demorou muito mais de 10 minutos para dar de conta que, não só não permitiam o que eu pretendia, como era preciso fazer muita coisa para o fazer.

Foi então graças ao Victor Domingos (@victordomingos), que ao referir-me um programa chamado BetterTouchTool, em poucos minutos tinha finalmente o que eu pretendia com o Magic Mouse, e mais mão cheia de opções para personalizar ainda mais o Multi-Touch do rato.

BetterTouchTool

Opinião geral?
Eu próprio, que já dei 70€ pelo meu antigo rato, um Logitech VX Nano, acho que é uma compra e pêras… ou devo dizer, e “maçãs”. As potencialidades do Multi-Touch, o facto de não ser necessário nenhum adaptador para o conectar ao Mac. Torna-se numa excelente compra, para quem quer o Kit completo para estar no Mac.