Voxli – Teamspeak pelo seu browser

Voxli

Voxli é um sistema que permite através do seu browser iniciar uma conversa de áudio muito ao género dos servidores TeamSpeak.

O Voxli funciona via flash, no entanto necessita de um plugin adicional que tratará de se certificar que todo o sistema funciona correctamente com o seu hardware.

Poderá criar novas salas/canais de conversa, convidar os seus colegas e ainda editar uma série de preferências.

É ainda possível definir uma tecla do seu teclado para que ao ser premida o seu microfone fique activo, tal como no TeamSpeak.

O único contra neste sistema, é o facto de não funcionar em Linux, pelo menos sem algumas alterações (provavelmente bastará mudar o user-agent e o serviço já funciona em Linux).

Alojamento Web

TV Calendar – Não perca os episódios das suas séries

TV ShowsAinda a alguns dias atrás falei acerca do MyTVShows, um site feito pelo português Ivo Gomes que permite fazer a gestão de episódios e séries.

Graças ao @lebreiro (url) fiquei a conhecer o TV Calendar, que não é nada mais nada menos do que um calendário que lhe mostra os episódios que saem em determinado dia.

Por exemplo, hoje, dia 29 de Janeiro são lançados dois novos episódios de duas séries que eu costumo ver, Lost e Skins.

O TV Calendar mostra-nos a data, hora, um pequeno resumo do episódio, o canal de TV onde a série dá e ainda um link para o site oficial.

Desta forma nunca me esqueço de preparar para ver os episódios.

Alojamento Web

Canais de TV Nacionais

Canais de TV Portuguesa

Enquanto estava a ler as entradas dos Geeks do PlanetGeek, dei conta de um post do Tux Vermelho no qual se encontrava um cartoon associado às televisões portuguesas.

Decidi então desenvolver um pouco mais este assunto. Todos nós sabemos que a televisão Portuguesa é um degredo.

Reparemos nas séries e/ou nos filmes. O Dr. House na TVI começa às 2 horas da noite e as restantes séries que conheço a dar na televisão portuguesa, tem hora marcada para cima das 4 horas da noite, acontecendo a mesma coisa com os filmes que passam na TV.

Mas o mais incrível é que, na TVI, após o Dr. House, passa um excelente programa sobre cultura, chamado “Cartaz da Cultura”, em que são feitas análises a livros, filmes e outras novidades sobre a cultura portuguesa e não só.

Este programa devia ser apresentado no horário nobre pois certamente é algo bastante mais importante do que ouvir as notícias repetitivas da “Casa Pia”, “Apito Dourado”, “Vale Azevedo”, “Violência nas escolas”, etc.

Depois destes filmes ou séries, por volta das 4 ou 5 horas, começa na TVI e na SIC um programa totalmente igual ( que por acaso já vi o mesmo programa nos canais espanhóis ), com o objectivo de “oferecer” dinheiro aos tele-espectadores, onde a única coisa que muda são os apresentadores.

Na minha opinião, o único canal televisivo Português que tem alguma coisa de interessante para dar é o canal 2:, visto que é o único canal em que pelo menos dá uma série por dia em horário nobre e existem documentários científicos ( nada de documentários sobre a Maddie ou o Apito Dourado ).

Deixo aqui em aberto uma questão para quem quiser responder: O que acham que devia mudar na televisão Portuguesa?

Alojamento Web

Google TV Ads – A sua publicidade na TV?


A nova forma de publicidade que está a ser estudada pelo Google é a publicidade na TV.

Segundo o jornal online Multichannel, dentro de pouco tempo vai ser possível colocar o seu spot publicitário numa emissão de televisão através do Google TV Ads.

O Google desde Junho de 2007 que tem testado este serviço com várias empresas por convite, oferecendo um plano de 15 a 30 segundos de publicidade pela TV.

O serviço vai ter cobertura em várias redes televisivas Norte Americanas. Entre os canais estão presentes o Discovery, a MTV, CNN e Fox News Channel.

Quem sabe um dia destes não vemos na nossa televisão um passatempo do género: "O iPhone é um producto?" em que as opções são "Microsoft" ou "Apple".

Alojamento Web

Wikipédia atingiu os 10 milhões de artigos

wikipediaDurante esta noite, por volta das 4h da manhã, deitei-me e fiquei a ver a série The Office até adormecer. A dada altura do episódio, o "chefe" diz que foi pesquisar tácticas de negociação à Wikipédia e que esta enciclopédia virtual é uma excelente ferramenta porque toda a gente pode escrever sobre o que lhe apetece, proporcionando a informação mais fiável que se pode ter.

Como sabemos – ou deviamos saber -, a informação na Wikipédia nem sempre é fiável. E nunca se deve utilizá-la como verdade absoluta, apenas como referência. E sim, é deprimente ver a TVI, mas não estava a dar nada melhor nos outros canais.

Mas há uma verdade na fala daquela personagem da série The Office: qualquer pessoa pode escrever ou alterar uma entrada na Wikipédia. E isso traduz-me em mais de 10 milhões de artigos actualmente disponíveis nas diferentes línguas – um marco alcançado durante esta semana.

A utilizadora que inseriu o artigo 10 milhões tem o nick Pataki Márta. A entrada é sobre o pintor Nicholas Hilliard e está disponível na versão húngara da Wikipédia.

Parabéns à Wikipédia por mais este marco histórico, e votos de muitas mais entradas adicionadas a este serviço que todos, incluindo eu, costumam utilizar como referência e ponto de partida para algumas pesquisas.

via Mashable.com

Alojamento Web
Alojamento Web

Reddit irá permitir criação de canais de links personalizados

O site social de bookmarking Reddit.com anunciou que irá permitir a criação de canais de links personalizados – Reddits, como são conhecidos – a todos os utilizadores dentro de muito pouco tempo. Por enquanto, apenas alguns utilizadores poderão testar esta funcionalidade em fase beta.

Estes canais/reddits serão de três tipos: públicos, restritos e privados. Os públicos poderão ser acedidos por todos os utilizadores, que lhe poderão adicionar links; os restritos serão visíveis, mas moderados; os privados serão, como o nome indica, privados – acessíveis apenas pelo seu criador e membros convidados.

Esta nova funcionalidade do Reddit irá permitir uma melhor organização das links e irá possibilitar a criação de grupos onde os utilizadores partilham links sobre um determinado assunto.

Fonte: Wired.com

Alojamento Web

Listas, a rede social de partilha de conhecimento da Microsoft

Listas

A Microsoft parece estar empenhada em disponibilizar vários serviços online. Prova disso é o lançamento da primeira "preview" do Listas, uma rede social que permite aos utilizadores a partilha de conteúdo que encontram na web.

O funcionamento é simples. Os utilizadores podem guardar conteúdos em listas (tipo canais). Os conteúdos podem ser trechos de texto, feeds, imagens ou uma página inteira de um site. Como rede social que é, os utilizadores podem subscrever as feeds dos outros utilizadores. Mas, por pré-definição, todas as listas são privadas. E quando queremos partilhar uma, podemos escolher se poderá ser editadas pelos outros utilizadores, definir quais os utilizadores que a podem editar ou se poderá apenas ser lidas.

Esta rede social parece ser interessante, mesmo sendo de quem é e não tendo detectado o Iceweasel como Firefox (o Iceweasel é um clone livre do Firefox). Vou mantê-la debaixo de olho até ser lançada a versão final. Para já, continuarei o Google Calendar, Evolution, Osmo ou os favoritos do browser.

{Fonte: Webware}

Alojamento Web

Vuze – entretenimento na rede bittorrent

Vuze, ou Azureus 3.0, é um cliente de bittorrent multi-plataforma escrito em Java. O programa suporta múltiplos downloads, definição da velocidade de download e upload, e fornece várias informações sobre os torrents que está a fazer download ou partilhar.
O Vuze quer afirmar-se como uma plataforma de conteúdos de alta-definição. Os utilizadores e as empresas de entretenimento podem submeter conteúdos na rede gratuitamente (com ou sem uso a publicidade como forma de rentabilização) ou comercializá-los. Os conteúdos disponibilizados podem ser geridos dentro de canais, usar DRM (buh!) e até definir uma data de expiração dos mesmos.

É um programa interessante, para além de ser gratuito e multi-plataforma, ou seja, corre em qualquer sistema operativo com a versão mais recente do Java Runtime Environment.

Download do Vuze
Download do Java Runtime Environment

Alojamento Web

Avot Media – vídeos no telemóvel

Até à bem pouco tempo, ver vídeos através da Internet era bastante complicado devido ao seu formato, ao tamanho do vídeo e às velocidades ( em Portugal pelo menos, as velocidades eram bastante baixas).

No entanto começaram a aparecer na Internet vários sites que faziam o loading dos vídeos através de um reprodutor Flash que carrega os vídeos em formato FLV ( Flash Video ) e reproduz o vídeo à medida que este é descarregado, fazendo uma espécie de streaming do vídeo.

Isto não só possibilitou a visualização dos vídeos mais rapidamente, como também permitiu que vários serviços alojassem vídeos em massa gastando menos tráfego de transferência de dados.

Com a rapidez evolução das tecnologias, o YouTube conseguiu aumentar rapidamente as suas visitas, sendo hoje em dia um dos sites mais visitados na Internet.

Devemos ter em conta também que o Youtube fora criado em Fevereiro de 2006, altura em que já o WebTuga existia e, em tão pouco tempo conseguiu tal proeza.

Nesse mesmo ano, o YouTube chegou aos ouvidos do Grande Google, que o acabaria por comprar. Foi um dos maiores investimentos da história na Internet, cerca de 1,65 biliões de dólares em 13 de Novembro de 2006.

Todas estas tecnologias estão agora acessíveis através de qualquer dispositivo que tenha browser com suporte a adobe flash player. Logo qualquer consola, telemóvel, PDA podem ser usados para ver filmes através da Internet.

Para facilitar este acesso, a Avot Media, Inc. apresenta-nos um serviço extremamente útil. O Avot mV ( ainda em versão beta ) é uma solução que nos permite ver o que quisermos através do telemóvel.

Avot mV oferecer uma experiência esplendorosa que nos permite pesquisar e reproduzir vídeos directamente dos vários sites de partilha de vídeos, como é o caso do YouTube, do Google Videos, o Revver, Blip.tv, etc.

Esta aplicação permite ainda ao utilizador agregar canais de vídeos dentro desses sites e explorar entre milhões e milhões de vídeos.

É ainda possível organizar listas de reprodução ( playlists ) usando o Avot mV, tornando o seu telemóvel numa mesa virtual de mistura.

Este serviço é totalmente gratuito, só paga o que está marcado na sua operadora pelo acesso à Internet Móvel.

É recomendável uma ligação rápida, de preferência Wi-Fi que permite uma visualização dos vídeos rápida e sem paragens.

Para usar o serviço têm três hipóteses:

– Entrar no site m.avotmedia.com através do browser do seu telemóvel e fazer download do software cliente.

– Fazer download do software cliente pelo seu computador e posteriormente instalar no seu telemóvel.

– Fazer download do executável que lhe permitirá navegar no site através do seu computador.

Homepage: Avot Media
Homepage:
Avot Mobile Site
Blog: Avot Blog