Kuku Klok – Despertador online

Kuku KlokHoje enquanto “stumblava” descobri este novo site.

Pode parecer uma ideia inútil, mas o Kuku Klok, é um despertador online. Isso mesmo, agora posso acordar sem ter que utilizar o alarme do meu telemóvel e até posso configurar o som com o qual quero acordar.

Cheguei a utilizar o Aurora, uma aplicação para macOSx que tinha o mesmo efeito e que permitia até escolher uma música da minha playlist do iTunes.

O Kuku Klok permite escolher acordar com o som de um galo, de um relógio de corda, um relógio digital ou ainda com o som de uma guitarra eléctrica.

Alojamento Web

Versão vietnamita do Firefox infectada com malware

Firefox

Os utilizadores da versão vietnamita do Firefox 2.x que descarregaram o browser a partir do dia 18 de Fevereiro ficaram infectados com adware. O anúncio foi feito pela Mozilla, que só agora detectou o problema.
De acordo com a Mozilla, scans para detectar a presença de malware no Firefox são efectuados antes da disponibilização de cada nova versão; mas só agora, ao fim de três meses, foi detectado o problema pelos anti-vírus. Medidas de protecção adicionais já foram garantidas.
O malware encontrado é o Xorex Trojan. Esta praga apenas mostra irritantes popups e não se consegue propagar.

Felizmente, a versão portuguesa não foi infectada. Mesmo assim, é caso para perguntar: Mozilla, andas a dormir?

via Inforworld.com

Alojamento Web

Dia da mãe

Obrigado porque tiveste na tua vida um lugar para a minha vida, renunciando a tantas coisas boas que poderias ter saboreado. Porque – mais do que isso – fizeste da tua vida um lugar para a minha. E de muitas maneiras morreste para que eu pudesse viver.

Porque não eras corajosa, mas tiveste a coragem de embarcar numa aventura que sabias não ter retorno.

Porque não fizeste as contas para avaliar se a minha chegada era conveniente: abriste simplesmente os braços quando eu vim.

Porque não só me aceitaste como era, como estavas disposta a aceitar-me fosse eu como fosse. Porque dirias "o meu filhinho" mesmo que eu tivesse nascido deformado e me contarias histórias ainda que eu tivesse nascido sem orelhas. E me levarias ao colo mesmo que eu fosse leproso. E, mesmo com tudo isso, me mostrarias com orgulho às tuas amigas. Porque seria sempre o teu bebé lindo.

Devo-te isso, embora não tenha acontecido, porque o farias.
Obrigado porque não tiveste tempo para visitar as capitais da Europa. Porque as tuas amigas usavam um perfume de melhor qualidade que o teu. Porque, sendo mulher, chegaste a esquecer-te de que havia a moda.

Porque não te deixei dormir e estavas sorridente no dia seguinte. Porque foste muitas vezes trabalhar com manchas de leite na blusa. Porque me sossegaste dizendo "não chores, filho, que a mãe está aqui", e estar no teu regaço era tão seguro como dormir na palma da mão de Deus.

Obrigado porque é pensando em ti que posso entender Deus.

Obrigado porque não tiveste vergonha de mim quando eu fazia birras nos museus, ou me enfiava debaixo da mesa do restaurante porque queria comer um gelado antes da refeição. E porque suportaste que eu, na adolescência, tivesse vergonha de que os meus amigos me vissem contigo na rua.

Obrigado porque fizeste de costureira e aprendeste a fazer bolos. Porque fizeste roupas e máscaras para as festas da escola. Porque passaste uma boa parte dos fins de semana a ver jogos de rugby ou de futebol para que – quando eu perguntasse "viste-me, mãe, viste-me?" – pudesses responder com sinceridade e orgulho "é claro que te vi!".

Obrigado por o teu coração ser do tamanho de me teres dado irmãos. Como eu seria pobre se não os tivesse!

Obrigado pelas lágrimas que choraste e nunca cheguei a saber que choraste.

Obrigado porque me ralhaste quando me portei mal nas lojas, quando bati os pés com teimosia, quando "roubei" batatas fritas antes de o jantar estar servido, quando atirei a roupa suja para um canto do quarto. Obrigado por me teres mandado para a escola quando não me apetecia e inventava desculpas. E por me teres mandado fazer tarefas da casa que tu farias bem melhor e muito mais depressa.

Obrigado por teres mantido a calma quando eu num dia de chuva fui consertar a bicicleta para a cozinha, ou quando arranjei uma namorada de cabelo verde…

Obrigado por teres querido conhecer os meus amigos, e por todas as vezes que não me deixaste sair à noite sem saberes muito bem com quem ia e onde ia.

Obrigado porque eu cresci e o teu coração parece ter também crescido. Porque me deste coragem. Porque aprovaste as minhas escolhas, e te mantiveste a meu lado apesar de ter passado a haver a distância. Porque levantas a cabeça – mesmo sabendo que eu estou muito longe – quando vais na rua e ouves alguém da multidão chamar: "mãe!".

Obrigado por guardares como tesouros os desenhos que fiz para ti na escola quando era, como hoje, o Dia da Mãe. E por ficares à janela a ver partir o carro, quando me vou embora, comovendo-te com os meus sinais de luzes.

Obrigado – já agora… – por não teres esquecido quais são os meus pratos favoritos; por o sótão da tua casa poder ser uma extensão do sótão da minha casa; por teres ainda no mesmo lugar a lata dos biscoitos…

por Paulo Geraldo
Alojamento Web

Dosugus: almofada geek

dosugusSe passam muito tempo "colados" ao computador e pouco tempo a dormir, vão querer ter este item em casa: Dosugus.

Que raio será o Dosugus, não é? Bem, o Dosugus é uma almofada com um interface DOS cozido. Não é nenhuma Bash, mas serve para matar saudades dos anos 90 e para começar a dormir algumas horas por dia.

Esta almofada geek é uma criação do Art Lebedev Studio, que criou coisas como o Optimus Maximus keyboard e o Folderix (uma pendrive em forma de pasta).

via Geeksugar.com

Alojamento Web

Sugestões para o Natal

Eu tenho estado para aqui a pensar se escrevo um post com sugestões para o Natal. Após um longo período de reflexão, que durou o tempo necessário para abrir o Football Manager 2008, decidi partilhar convosco algumas sugestões de presentes para este Natal.

A minha primeira sugestão é o Tux Droid. Este belo gadget é um must have para todos os "membros" da comunidade livre. Para além de ser uma bela mascote, também é um telefone VoIP, um leitor de mp3 portátil, um alarme e um notificador de chegada de novos mails, notícias, etc. E o melhor de tudo é wireless – só têm que ligar o peixe que acompanha o Tux Droid ao computador.

A minha segunda sugestão vai para uma subscrição da Caixa Mágica. Esta subscrição dar-vos-á direito a suporte técnico, desconto em formação Caixa Mágica, um manual impresso e ainda a Caixa Mágica num belo DVD. É a melhor forma de utilizar GNU/Linux sem medo.

Os peluches em forma de micróbios são a minha terceira sugestão. Estes belos peluches em forma de herpes, malaria, doença das vacas loucas, gripe e outras doenças são, sem dúvida, um dos presentes mais originais deste natal. E o melhor é que a maioria das pessoas vai pensar que os peluches são uns bichos adoráveis!

Nenhuma cama pode passar sem uma almofada e um cobertor, por isso os geeks já vão poder começar a dormir numa graças à almofada e cobertor pretos com letras verdes em binário (quase parece o Matrix). Esta é a minha quarta sugestão.

E agora, last but not the least, uma conta de alojamento Webtuga. Geek que se preze tem um blog, por isso nada melhor que escolher um serviço de alojamento que fala português.

Estas foram as sugestões do Mestre Bruno, que prevê o passado, o presente, o futuro e o camandro. Quais são as vossas?

Alojamento Web

4 Rehabilitation

Alguns de vocês possivelmente já experimentaram drogas, sendo elas leves ou pesadas e sabem o mal que elas fazem ao nosso organismo.

Também sabem que as drogas provocam vicio e matam. Portanto se viciam, ou seja, apetece-nos cada vez mais e matam, nunca deveríamos experimentar drogas pois ao comprar drogas estamos a comprar a nossa própria morte e dar a nossa vida a um mundo desconhecido.

A maior parte das pessoas que experimentam droga, começam por pequenas doses e vão aumentando as doses, até ficarem viciadas e quando dão por ela já é tarde demais para voltar atrás.

As drogas matam células que são vitais para o bom funcionamento do nosso cérebro que nos vitaliza o corpo físico, logo diminui as nossas defesas.

Qualquer droga é potencialmente tóxica, o grau de intoxicação depende da intensidade de seu uso, sendo directamente proporcional.

Os motivos que leva as pessoas a recorrer ao uso das drogas são os mais variados, passando por problemas pessoais ou sociais, à influência de amigos, à publicidade ( no caso do tabaco ), a necessidade de ficar acordado ou dormir ( calmantes ), produtos para emagrecer, entre muitos outros motivos.

Hoje em dia, as drogas tão estão infiltradas na sociedade que se torna bastante difícil não fazer uso delas. E, apesar do que se pensa, já existem várias instituições de apoio à reabilitação de viciados espalhadas um pouco por todo o mundo que têm salvo muitas pessoas do pior.

Felizmente existe um site chamado 4 Rehabilition que oferece informação sobre tratamento de pessoas viciadas em drogas e / ou álcool.

O site tem várias categorias com informação para cada caso específico e tem ainda um número de telefone para que possa obter informações em tempo real.

Se pressente que está viciado em algo que lhe poderá estar a fazer mal à sua saúde, não hesite em pedir informações.

Não estrague a sua vida por causa de uma simples droga, temos a certeza que a sua vida vale mais do que isso…

http://www.4rehabilitation.com/intervention.php
http://www.4rehabilitation.com/addiction.php

Home

Alojamento Web

Um despertador que não é irritante

alarmeAcordar com um despertador pode ser bastante desagradável. Normalmente estes gadgets têm fraca capacidade de sintonização, o mau hábito de mudar de frequência sozinhos ou um beep desagradável. Por isso é que eu não uso despertadores para acordar. E se usasse, seria apenas o YOM, um despertador com suporte para mp3.

Para poder as suas músicas favoritas quando acorda, apenas precisa de as copiar para uma pendrive e ligá-la à entrada USB do YOM. Depois só tem que dormir uma boa noite de sono e acordar ao som da sua música favorita. Para mudar de faixa, apenas tem que usar a sua pendrive como joystick,uma vez que a entrada USB é sensível ao toque.

{Fonte: Forever Geek}

Alojamento Web

Parabéns cenourinha

O autor do webtuga, o cenourinha, faz hoje, 19 de Maio de 2007, 17 anos de idade.

Para quem não sabe ainda, eu vou fazer um resumo da vida deste geek rebardado que passa a vida a olhar para o seu macbook.

Este jovem nasceu no dia 19 de Março de 1990. Assim que nasceu mostrou logo uma tendência para a informática; a primeira coisa que disse foi apple.

Aos dois anos de idade faz-se militante da CDU, onde conheceu o Paulo Portas, pessoa por que nutre uma estranha e quase mórbida admiração (vá-se lá saber porquê).

Uns meses depois, o cenourinha escreve o seu primeiro programa, o belo do Hello World! O resto da sua infância foi passada entre programação e os teletubbies.

No início da sua adolescência, o cenourinha tentou, em vão, criar um programa que fizesse as suas tarefas diárias, podendo assim passar o dia inteiro a dormir.

Depois arranjou uma namorada, a virtual Jenna, que continua a deliciá-lo com as suas danças.

Hoje é conhecido como o gajo que não faz outra coisa que não seja estar sempre colado ao macbook.

Esta é a biografia (muito resumida e sem ponta de verdade) do criador do Webtuga, projecto que se tornou um fenómeno na Internet portuguesa.

Vamos todos dar-lhe os parabéns, porque este jovem merece (ele pagou-me para escrever isto).

PARABÉNS RICARDO!!

Se sofrem de insanidade mental ou querem cometer uma loucura, enviem os parabéns ao cenourinha através deste formulário.

Alojamento Web

Divagações sobre software e religião

Será o software como a história de Adão e Eva? Se comermos a maçã, isto é, virmos o código, somos expulsos do paraíso?

Se o software for como a história de Adão e Eva, então a Microsoft é Deus e os utilizadores os fiéis escravos, perdão, servos que não devem saber como o software foi programado, com o risco de serem expulsos do paraíso, aka processados? Reparem como a história de Adão e Eva tenta amedrontar o povo, de forma a eles não ganharem conhecimento e pensamento próprio.

Assentará o modelo closed-source nestas bases? Se sim, então a freira responsável pelo departamento IT do Vaticano está a cometer uma heresia ao usar software livre. Há um ditado que diz: "O conhecimento é poder". Se assim é, não é de admirar que a Microsoft queira acabar com o movimento FOSS. Assim acaba-se a grande ameaça e eles podem continuar a manter a posição monopolista que actualmente têm, sem o risco de a perderem. Como já comparei a Microsoft com uma religião, vou agora comparar os entusiastas do movimento FOSS com outra ou outras religiões. Os entusiastas do movimento FOSS são uma espécie de Buddha; são seres humanos que atingiram o nirvana e desejam um mundo melhor.

Mas talvez se aplique melhor os princípios do Zoroastrianismo, onde os apoiantes do movimento FOSS são Zoroaster, o profeta fundador do Zoroastrianismo que viu que afinal só havia um Deus e que os Deuses que ele servia eram maus. Esta última comparação talvez seja a mais correcta, porque os princípios base do Zoroastrianismo são: bons pensamentos, boas palavras e boas acções. Zoroaster também acreditava que cada um é livre de fazer as suas escolhas, mas que estas acarretam consequências. Outra das crenças deste profeta é que o conhecimento deve ser de todos, e talvez seja esta a maior semelhança com o movimento FOSS.

Como é óbvio, o software não é religião, embora o software, muitas vezes, seja usado para o mesmo fim que a religião: poder. Ring a bell?! Tenho lido em vários sites que o movimento FOSS não está muito preocupado com estas acusações; também já pude ver que eles têm muitas defesas e muito apoio. Mas a Microsoft não falava assim se não tivesse um trunfo na manga, digo eu. Ou então isto vai ser um tiro no pé por parte da Microsoft.

Este texto todo é só porque ando a ver muitos documentários, e é com muito prazer que os vejo. Adquirir novos conhecimentos é bom, porque assim evitamos ser controlados por alguém, tipo, vestir roupa mais quente no inverno para evitar-mos constipações.

Este texto foi pensado ontem à noite, enquanto estava a tentar dormir. Hoje trabalhei-o um pouco, mas sei que ainda está em bruto; mas vou deixá-lo como está e só altero algum erro ortográfico ou de pontuação que possa existir e que eu não tenha reparado. Se detectarem algum, avisem.

Agora vou ouvir Thievery Corporation – The Heart’s a Lonely Hunter, para relaxar o cérebro.