Pidgin 2.3.0

O cliente de mensagens instantâneas com suporte para múltiplas redes e sistemas operativos, Pidgin, chegou à versão 2.3.0.

Nesta versão, as maiores novidades são a transferência de ficheiros através da rede Bonjour, suporte de transferências de ficheiros por proxy na rede Jabber, possibilidade de aceder às configurações de rede do GNOME (quando executado neste gestor de desktop) e a mostragem de um ícone de nota musical nos contactos que usam a funcionalidade da rede MSN para anunciar o que estão a ouvir.

Os utilizadores podem fazer o download do binário para Windows, dos pacotes para Fedora, CentOS e RHEL ou do código fonte.

Alojamento Web

Skype 2.0 com suporte para chamadas de vídeo em GNU/Linux

O muito esperado suporte para chamadas de vídeo no Skype para GNU/Linux chegou na nova versão da aplicação: 2.0 beta. Para desfrutarem desta nova funcionalidade, apenas necessitam de uma placa gráfica com suporte para Xv, de uma webcam, ligação à internet, computador com GNU/Linux instalado, um processador a 1Ghz ou mais, 256 MB de Ram e o Skype.

O Skype 2.0 beta tem pacotes de instalação para Ubuntu, Debian, Mepis, Xandros, CentOS, Fedora, OpenSUSE e Mandriva. Para além disso, estão ainda disponíveis dois arquivos universais, que podem ser usados em qualquer distribuição.

Alojamento Web

Fedora 8 já está disponível

O projecto Fedora, a conhecida distribuição de GNU/Linux apoiada pela Red Hat, lançou hoje a nova versão. O Fedora 8 está disponível em DVD, LiveCD e numa imagem optimizada para arrancar a partir de um dispositivo externo USB.

Da longa lista de novidades destacam-se o novo tema, a inclusão do sistema de configuração de privilégios PolicyKit, as restrições no acesso à memória do Kernel, o uso do daemon de som PulseAudio, a instalação automática de impressoras e codecs proprietários, a diminuição do consumo de energia em computadores portáteis e a actualização do Network Manager.

Os interessados em testar o Fedora 8 poderão fazer o download da distribuição por Bittorrent, HTTP, FTP ou RSYNC.

update: Já há, pelo menos, dois mirrors portugueses, o http://darkstar.ist.utl.pt/ e o ftp://tux.cprm.net/pub/fedora/linux/releases/8/. Obrigado aos leitores Nuno Paixão, Jocaferro e G0sh por terem partilhado connosco estes mirrors.

Alojamento Web

Multimédia Livre

O Ubuntu Studio é, talvez, a distribuição multimédia mais popular da actualidade. Muito do seu sucesso deve-se ao seu "irmão grande", o Ubuntu. Mas multimédia em GNU/Linux não é apenas sinónimo de Ubuntu Studio. Existem mais distribuições orientadas para este campo, como o StartCom Linux e a Dyne:Bolic, duas distribuições que tiveram, recentemente, novas versões.

A Dyne:Bolic é uma distribuição orientada para todos os campos da multimédia (vídeo, audio, imagem, texto, 3D), com um vasto leque de ferramentas disponíveis, para além de ser executada a partir de um CD, sem que o desempenho seja afectado por isso. Ferramentas como o editor de vídeo Cinelerra, o Audacity ou o servidor de stream de audio IceCast fazem parte das aplicações incluídas. Os seus criadores dizem que é uma distribuição 100% livre.

O StartCom ML Edition é uma distribuição que usa o StartCom Enterprise Edition como base, sendo este baseado no RedHat Enterprise Linux e no Fedora. Esta distribuição é mais orientada para áudio e vídeo, também ela com muitas ferramentas incluídas. Pelo que consegui apurar, não existe uma versão Live, mas isso não impede a sua utilização.

Ambas as distribuições são excelentes escolhas para trabalhar com multimédia e uma excelente prova de que GNU/Linux também é muito bom para esta área, e não apenas Windows e Mac OS X.

Alojamento Web

Mandriva 2008 já está entre nós

Seis meses após o lançamento da última versão do Mandriva, o projecto lançou hoje a versão final do Mandriva 2008. É mais um marco importante para esta distribuição, depois de quase ter fechado portas devido a dificuldades financeiras.

O Mandriva 2008 continua na linha dos desktops, com a inclusão do KDE 3.5.7, GNOME 2.20, XFCE 4.4.1, OpenOffice 2.2.1, Xorg 7.2, Compiz Fusion 0.5.2, Firefox 2.0.0.6 e ainda uma preview do KDE4. No coração da distribuição está a mais recente versão estável do kernel do Linux, Linux 2.6.22.9, que vem com uma melhor gestão da energia – boas notícias para os utilizadores de portáteis.

Neste lançamento, a transição dos menus do sistema usado no Debian para o standard XDG está quase completa e o sistema de hardware foi alterado para aquele usado pelo Fedora. As ferramentas de configuração e gestão de rede foram fundidas numa única ferramenta, o Draknetcenter; foi criada uma ferramenta para importar as definições de uma instalação de Windows para o Mandriva; e foi introduzido um novo layout do menu. Poderão ver a lista completa de novidades aqui.

sadasdsadas s A distribuição está a apostar numa cada vez melhor experiência para os utilizadores e merece todo o destaque que se possa dar, não apenas por estar cada vez melhor, mas por não ter baixado as calças à Microsoft quando esteve com dificuldades financeiras.

Download
Lista de novidades do Mandriva 2008
Anúncio oficial
Screenshot

{Fonte: Linux Today}

Alojamento Web

UNetbootin – outra forma de experimentar GNU/Linux

Há um site que gosto de visitar de tempos a tempos, porque sei que tem conteúdos sempre interessantes: o Howto Forge. O Howto Forge é um site com tutoriais para GNU/Linux e software usado em sistemas livres. Um dos tutoriais que me despertou mais o interesse que o normal é um que aborda a instalação de uma distribuição de GNU/Linux através do programa Unetbootin.

O UNetbootin é um pequeno utilitário que permite a instalação de uma ou mais distribuições de GNU/Linux – Ubuntu, Fedora, Mandriva, OpenSuSE, Debian e ArchLinux – através da internet e respectiva criação de partições. É um pouco semelhante ao Wubi, mas este cria um sistema dual-boot.

O tutorial do Howto Forge explica todos os passos necessários para instalar o Ubuntu e o Fedora através do UNetbootin, sem grandes chatices e sem a, muitas vezes assustadora, criação de partições. O tutorial é acompanhado de screenshots, para uma fácil compreensão e também explica como remover a partição criada com o programa.

Querem instalar uma distribuição de GNU/Linux? Então este programa é uma excelente solução para experimentarem algumas das distribuições mais conhecidas.

{Tutorial: Installing Ubuntu Or Fedora From A Windows Or Linux System With UNetbootin}

Alojamento Web

Skype 1.4 para GNU/Linux

Demorou cinco meses, mas já está disponível. A versão 1.4 do Skype, para GNU/Linux, suporta drag & drop de ficheiros e contactos nas janelas de chat e janela de contactos, permite definir a auto-aceitação de ficheiros e clicar nas links do tópicos de um chat, e tem uma nova janela para notificar da existência de uma nova versão do programa.

O programa está disponível para download em pacotes pré-compilados para algumas distribuições conhecidas, como o Ubuntu 7.04, Fedora 7, Debian Etch e o OpenSUSE 10.x.

Alojamento Web

Vixta – GNU/Linux com aspecto de Windows Vista

Primeiro que tudo, quero esclarecer que não vou deixar links para sites de pirataria – a pirataria informática é crime. O que vou falar é de um “clone” do Windows Vista, pelo menos em aspecto: o Vixta.

As semelhanças com o Windows Vista começam e acabam no interface. O Vixta é uma distribuição de GNU/Linux, baseada no Fedora, com um interface semelhante ao do Windows Vista. O KDE é o gestor de desktop usado para dar o “ar de Vista”, onde até o menu é semelhante do da nova versão do Windows.

O Vixta tem uma versão exclusivamente em Português e, a julgar pelos screenshots, é uma distribuição feita por portugueses. Pelo menos é a crença do Cenourinha, que já a experimentou. E vocês, estão à espera de quê? Façam já o download.

vixta

Alojamento Web

Pidgin 2.2.1

Já está disponível a nova versão do cliente de chat multi-plataforma e multi-protocolo, Pidgin. O Pidgin é uma aplicação criada em GTK+, com suporte para as redes de chat Jabber, MSN, AIM, ICQ, Yahoo!, IRC, Napster, Gadu-Gadu, Novell Groupwise, SLIC, Rendezvous, MySpace, QQ, SameTime Trepia e Zephyr.

Nesta versão, a libpurple – o núcleo do programa – sofreu várias alterações. Foram corrigidos alguns bugs, entre os quais os erros que ocorriam durante a compilação do programa em Solaris, o erro que mostrava o tamanho errado de um ficheiro enviado pela rede MSN e as memory leaks nos protocolos XMPP e MySpace. Para além disso, as notificações do Gmail foram melhoradas.

O interface gráfico do programa também sofreu alterações. Durante a compilação, o X11 é correctamente detectado e as configurações de proxy já não se perdem quando o programa é reiniciado.

O código-fonte do programa e os binários de instalação para Windows, Fedora, CentOS e Red Hat Enterprise Linux estão disponíveis no site oficial do projecto.

Alojamento Web

Instalar o IBM Lotus Symphony em GNU/Linux

Depois de se ter juntado ao grupo de desenvolvimento do OpenOffice, a IBM lançou o pacote de aplicações IBM Lotus Symphony, que é baseado no OpenOffice. Este pacote tem um editor de texto, um editor de folhas de cálculo e um programa de criação de apresentações.

Se estão curiosos em relação a este programa, podem instalá-lo na vossa distribuição de uma forma fácil. Basta, para isso, seguirem o tutorial criado pelo site HowTo forge. Este tutorial foi feito no Ubuntu, mas pode ser aplicado a outra distribuição, como o Fedora ou o OpenSUSE. Boas "tuxadas"!

Installing The IBM Lotus Symphony Beta 1 Office Suite On Ubuntu 7.04