Tema Gnome no xp

O Concurso organizado por nós esta a ter boa adesão por parte de vocês, ao qual agradememos.

Hoje foi a vez da Tania de 20 anos e que esta a morar nos Estados Unidos da América, mais presizamente Nova York, a nos comtemplar com o seu magnifico tema.

O tema é inspirado no sistema operacional Linux Ubuntu, com um toque de Gnome.

Ele traz uma RocketDock, Wallpaper, Bootskin, cursor, visual style, ubuntu logon e o yodm 3D.

Juntamente com as screenshots aTania nos deixou as fontes, para quem quiser fazer o download.

O tema vem completo com as cacteristicas que citei acima: Download

Wallpaper estilo Gnome : Download

RocketDock : Download

Mas como a Tania não para de nos supreender tambem decidiu deixar uma foto sua, para quem queira meter como papel de parede.

Embora não nos disse isso, mas ficava muito bem em qualquer tela.

Parabens pelo tema, esta muito bem organizado e bastante bonito.

Mas axamos que a foto esta muito melhor.

Eu NSilva blogger do DeskmodPT e o cenourina  administrador da rede webtuga agradecemos a todos os nossos leitores dos 4 cantos do mundo o facto de nos visitarem diariamente, o que nos deixa inteiramente lisonjiados.

Alojamento Web

Tema Deep Green do Carlos Oliveira

Mais um tema enviado para nós, para o concurso mensal de deskmods que acaba no dia 10/01 de 2009 e o vencedor tera seu tema na pagina principal por um mês.

Este Deskmod foi enviado por um jovem de 18 anos que se chama Carlos Oliveira e tem um Linux Ubuntu 8.10, muito bem trabalhado e bastante bonito.

Ele contem um tema chamado Deep Green, um pack de icones estilo Mac e um Wallpaper.

Inclui tambem uma Avant Window Navigator, e por fim o utilitário gDesklets.

Juntamente com as screenshots o Carlos Oliveira tambem nos deixou os Links  e os respectivos comandos necessários para o Tema ficar completo.

Tema Deep Green: http://www.gnome-look.org/content/show.php/Deep+Green?content=80841

Icones estilo Mac: http://www.gnome-look.org/content/show.php/Munics?content=80156

Wallpaper OF- EARTH: http://moomba2.deviantart.com/art/Of-Earth-wallpaper-15807813

Avant Window Navigator:  pode ser adicionada da seguinte forma: Adicionar/Remover Aplicações; procurar a Avant Window Navigator e instalar.

Tema que usou na  AWN: http://rapidshare.com/files/175488873/66381-Elegant_glass.tgz

Por fim, tem o utilitário gDesklets que pode ser instalado com o seguinte comando: $ sudo aptitude install gdesklets.

Temos a dar os parabens ao nosso amigo Carlos pelo seu excelente trabalho, que originou este magnifico tema.

O concurso esta cada vez melhor e com mais temas, por isso todos ganhamos.

Se gosta de deskmod e esta hesitante em participar, não hesite, faça ja o seu e envie-nos para o nosso email que é o deskmodpt@webtuga.com, quem sabe não é você o vencedor.

Conhece o forum WEB TUGA, não? Registre-se e venha partilhar suas ideias conosco!

Forum

Alojamento Web

Vibuntu – Linux para insuficientes visuais

TuxA maior parte dos membros da Comunidade Linux que desenvolvem software opensource, faz isso por gosto e por amor à camisola.

Graças a essas pessoas, é possível obter ferramentas de qualidade sem custo ou a custos reduzidos em relação a software comercial fechado.

Mas o espírito da comunidade é ajudar e o software que vos tenho a apresentar é a prova disso mesmo.

O Vibuntu 1.0, é uma distribuição Linux, baseada no Ubuntu 8.10 que tem como objectivo ajudar aquele que sofrem de problemas de visão.

Porque não é justo que as pessoas com problemas de visão, ou qualquer outro tipo de problema não tenham a mesma facilidade de acesso à tecnologia, esta equipa reuniu-se para oferecer uma possibilidade a essas pessoas.

Entre as ferramentas disponíveis para facilitarem o uso do sistema operativo a pessoas com insuficiência visual, está o software Orca, que permite ler o que se encontra no ecrã e criar determinadas tarefas.

Para além disso o Gnome está optimizado para facilitar o uso do sistema operativo, recorrendo a teclas de atalho.

Alojamento Web

10 razões para não utilizar Ubuntu

Ubuntu Tux

Existem muitas pessoas que mesmo após utilizarem o Ubuntu (ou qualquer outra distribuição Linux) continuam a preferir/utilizar o seu Windows (provavelmente pirata ou que pagaram os olhos da cara para o ter ( ou então não )).

Enquanto estava a stumblar (estou viciado no stumbleupon), encontrei um artigo no Socialized Software que indica as top 10 razões para não utilizar Ubuntu e achei no mínimo engraçado.

1 – Não é possível testar antes de comprar

Como o Ubuntu é um software livre, não é possível testar antes de comprar, pois é impossível de comprar.

Por isso o Ubuntu não lhe dá a oportunidade de testar o software antes de pagar.

2 – A instalação de software é demasiado fácil

A instalação de software no Ubuntu via Synaptic ou apt-get é demasiado fácil. Com o synaptic basta fazer uma pesquisa, seleccionar as aplicações/bibliotecas que desejamos instalar e em poucos segundos elas estão instaladas. Simples, fácil e eficaz.

As pessoas estão habituadas a fazer muitas pesquisas e muitos click’s antes do programa estar instalado.

3 – Poucos vírus e muita segurança

Linux é um sistema bastante seguro, portanto não existe a necessidade de ter um anti-virus + anti-spyware + anti-adware + qualquer coisa para proteger os seus dados.

4 – Não tem software de produtividade caros

O Ubuntu não tem uma Suite de produtividade como o Microsoft Office que custa 400$, portanto provavelmente não presta.

O OpenOffice.org é gratuito e opensource, portanto se não se paga, não deve ser grande coisa (tal como o Ubuntu, se é gratuito não presta!).

5 – Não é possível comprar

Como já foi dito o Ubuntu é totalmente gratuito, portanto se não se paga e se até oferecem CDs do Ubuntu é porque provavelmente a ninguém quer o sistema operativo da Canonical e portanto a empresa distribui os CDs que não foram vendidos… provavelmente.

6 – Demasiadas aplicações gratuitas por onde escolher

Existem milhões de aplicações para Linux totalmente gratuitas e a maioria delas é opensource.

São tantas as aplicações que as pessoas têm problemas a escolher aquelas que lhe agradam.

7 – Documentado bem demais

A comunidade Ubuntu junta esforços para documentar todo o software e até mesmo traduzir em várias línguas. Ora se a documentação está em Português não vai prestar… pois o que é em Inglês é que é bom…

8 – Suporte gratuito e rápido

Para além da documentação, das centenas de sites/blogs/fóruns e restantes comunidades que existem para o ajudar a gerir o seu sistema operativo, existem ainda vários canais distribuídos pelas redes de IRC com pessoas dispostas a ajuda-lo em tudo o que for preciso.

9 – Demasiadas Interfaces por onde escolher

Apesar da maioria das pessoas pensarem que Linux ainda é um bicho de 7 cabeças e ainda é tudo por linha de comandos, o Linux permite escolher entre vários Gestores de Janelas (ex: Gnome, KDE, xFCE, etc…) e personalizar totalmente o sistema operativo.

Existem muitas mais configurações possíveis para deskmod em Linux do que em macOSx ou Windows.

10 – Demasiado Eye Candy

Para além dos gestores de janelas disponíveis, é possivel a instalação de pequenas aplicações que apesar de terem como principal objectivo tornar o ambiente Eye Candy, facilitam a vida de quem trabalha com várias aplicações, podendo ter vários desktops no mesmo sistema e agrupar as aplicações em cada um deles.

Alojamento Web

openSuse 11.1 beta 2

openSuseNa segunda feira recebi uma carta para levantar uma carga nos CTT vinda da Alemanha.

Achei estranho, pois não me lembrava de ter encomendado nada, muito menos vindo da Alemanha e ainda por cima uma carga que era gratuita e estava descrita como volumosa.

Como os CTT estiveram dois dias de greve e como ontem era Quinta-Feira, dia de feira aqui em Barcelos, decidi adiar a minha ida para hoje.

No carimbo da carta, indicava para levantar nos CTT de Arcozelo, no entanto quando cheguei aos CTT indicados, disseram-me que se tinham enganado no carimbo e portanto teria que me deslocar aos CTT de Barcelos para fazer o levantamento da carga.

Lá me desloquei até aos CTT de Barcelos e ao levantar a encomenda apercebi-me logo que eram CDs/DVDs com Linux, mais propriamente Linux OpenSuse.

Já tinha pedido à algum tempo DVDs do OpenSuse, no entanto não me lembrava de os ter pedido e nunca pensei que viessem da Alemanha.

Foram ao total 40 DVDs com o sistema operativo OpenSuse 11.0, totalmente gratuitos que se vão juntar aos outros CDs com Ubuntu e OpenSolaris que por aqui tenho para distribuir em Lan Parties e outros eventos sociais tecnológicos que visito.

O OpenSuse 11.0 é a ultima versão estável desta distribuição, no entanto aproveito a boleia para anunciar que o OpenSuse 11.1 beta 2 foi lançado hoje e pode ser descarregado dos repositórios oficiais.

Aqui fica uma lista das principais mudanças no OpenSuse 11.1 beta 2:

  • Live CDs para GNOME e KDE com tamanho reduzido
  • VirtualBox 2.0.2
  • OpenOffice.org 3.0RC2
  • GNOME 2.24.0
  • KDE 4.1.2
  • Mono 2.0 RC 3
  • Compiz 0.7.8

Queria deixar aqui o meu agradecimento à Novell pelo excelente trabalho na personalização da distribuição e também pelo envio dos DVDs.

Alojamento Web

Foresight Kid’s 1.0

Foresight Logo

Foresight é o nome de uma distribuição Linux com bastantes utilizadores que para além de ser bastante leve, é também muito versátil.

Para além das versões normais com Gnome e XFCE, existe também uma versão Mobile optimizada para os novos netbooks.

Mas a grande novidade não é a versão Foresight Mobile, mas sim o Foresight Kid’s Edition, direccionada a crianças com ferramentas de entretenimento e educação para além das grandes vantagens do gestor Gnome.

Será um bom sistema operativo a instalar no portátil Magalhães.

Alojamento Web

Ubuntu 8.04.1 – A minha experiência com…

Ontem à noite decidi dar utilidade ao HP 530 que comprei através do Projecto e-escolas e instalei-lhe o Ubuntu.

A instalação correu perfeitamente e esta tudo a funcionar. Ao primeiro pensei que tinha um problema com a placa wireless, mas afinal é só mesmo o botão do portátil que não liga a luz, pois a placa funciona perfeitamente.

Som, teclado, trackpad, wireless, tudo funciona perfeitamente.

Após instalar e verificar que tudo estava a funcionar em condições, decidi personalizar o ambiente Gnome e instalar algumas aplicações básicas para o meu dia a dia, o que não são muitas, pois o Ubuntu já vem com as principais, Firefox, Rhythmbox, etc.

Antes de tudo, actualizei o sistema, pois o CD que aqui tinha já leva com alguns meses de atraso, cerca de 250MBs de updates e instalei uns codecs de áudio e vídeo.

Como sou utilizador fanático das redes IRC, instalei o Konversation, um cliente de IRC bastante completo e fácil de utilizar.

Em seguida avancei para a personalização do ambiente Gnome e do gestor de login GDM. Para tal acedi ao site Gnome-Look e escolhi aquele que mais me agradou. Neste caso já tinha um em mente que era o Mockup do Will para o Entrepid Ibex, a próxima versão do Ubuntu.

Fiz o download dos dois pacotes, tanto do GTK2+ como o pacote do GDM e instalei. Ficou simplesmente bestial.

Curiosamente agora que verifiquei novamente o Gnome-Look, já existe uma nova versão do mockup disponível.

Chegou então a vez de adicionar alguma interactividade no ambiente e para tal instalei o AWN ( Avant Window Navigator ), uma espécie de dock para o Gnome e ainda o Gnome-do, um “lançador de aplicações” ( app launcher ).

Até aqui já tinha o ambiente perfeito, só faltava o cliente para o twitter. Como twitterólico que sou, não passo um dia sem twittar e foi então que decidi procurar por um cliente que me permitisse comunicar pelo twitter da mesma forma que faço com o Twitterrific no macOSx leopard.

A primeira opção foi o Twitux, no entanto o sistema não me agradou lá muito e após ouvir algumas sugestões no twitter, decidi dar uma oportunidade ao gTwitter, que até agora me tem agradado.

Para completar o sistema operativo, instalei um media center do qual já tinha falado aqui, que é o Elisa Media Center.

Já há bastante tempo que não corria Linux em ambiente gráfico e tenho a dizer que as dificuldades numa pessoa em se adaptar ao Linux são meramente nulas.

Porquê pagar por uma coisa que podemos ter gratuitamente e com mais qualidade?

Aqui ficam algumas screenshots do meu ambiente de trabalho:

Alojamento Web

Launchy 2.1 – Agora disponível para Linux (Gnome e KDE)

amarok

Se no macOSx o Spotlight é uma das formas mais rápidas de iniciar aplicações, no Windows o Launchy é uma boa escolha para efectuar esta tarefa.

Mas a nova versão do Launchy vem apimentar ainda mais as coisas, suportando agora Linux, funcionando tanto no Gnome como no KDE.

Para além disso o Launchy 2.1 integra também um plug-in para utilizar o Google Calculator e permite agora recuperar janelas fechadas.

Uma alternativa ao Launchy para Linux, seria o Gnome-Do que tem uma interface bastante simples e agradável.

Bem, eu por cá continuo a preferir o Spotlight… a maravilha das maravilhas no macOSx…

Alojamento Web

Tema para Gnome, em beta muito beta

gnome gtk murrine tema gnewsense
Clica na imagem para veres em tamanho real

Desde que comecei a usar o gNewSense que decidi dar uma ajuda a este projecto, dentro das minhas possibilidades. Por isso, comecei a dar uma pequena ajuda à artwork-team, o grupo de voluntários que trata do aspecto gráfico da distribuição.

Como a paciência não costuma ser muita, não tenho conseguido ajudar tanto quanto desejaria. Mas hoje, quando recebi um mail da lista da artwork-team do gNewSense sobre uma hack ao tema da distribuição, resolvi pegar nessa hack e pô-la como acho que ela deve ser.

Ainda não está acabado, nem nada que se pareça, porque a paciência anda no limiar do zero e o conhecimento da sintaxe dos temas não é a maior, mas já é uma mostra do que poderá vir a ser. Aceito sugestões para melhorar este tema para Gnome que utiliza o motor Murrine. Se quiserem, podem descarregar o tema aqui.

Nota: este post foi inicialmente publicado no meu blog pessoal. a sua reprodução aqui destina-se, tal como no meu blog, a pedir opiniões e sugestões para melhorar o tema.

Alojamento Web

OpenSuse 11.0 Download

No passado dia 19 de Junho, a equipa do openSuse Project anunciou o lançamento do OpenSUSE 11.0.

A nova versão do OpenSuse tem como núcleo o Linux Kernel 2.6.25 e inclui cerca de 200 novas características, incluindo o novo gestor KDE 4 e o Gnome 2.22, já com o Compiz Fusion, um novo instalador, o Firefox 3.0, o reprodutor de multimédia Banshee 1.0 e o OpenOffice.org 2.4.

Download: OpenSuse 11.0