KDE 4.2 – The Answer

KDE logo“The Answer” é como é chamada a nova versão de um dos ambientes gráficos mais conhecidos para Linux, o KDE.

Foi lançado hoje e vem para ficar, o KDE 4.2 é o resultado do esforço e trabalho realizado por um conjunto de pessoas que têm o objectivo de melhorar a experiência do utilizador com o seu computador, mais propriamente com o desktop e todo o ambiente gráfico.

O que torna um sistema operativo prático, é o gestor de janelas. Quanto mais completo, rápido e organizado for um gestor de janelas, melhor vai ser a experiência.

O Plasma tem novos applets, incluindo uma aplicação QuickLauncher, informação sobre o tempo, notícias por rss feed e tiras de banda desenhada. É possível utilizar também os novos applets mesmo quando o screensaver está activo, desta foram poderá deixar notas importantes no topo do seu desktop, mesmo quando não está a utilizar o computador. No Plasma Panel é possível agora criar grupos de tarefas.

O Kwin agora apenas activa os efeitos no desktop caso o seu computador o permita, ou seja, não utilizará efeitos caso a sua máquina não cumpra certos requerimentos. Contém também um painel de configuração mais fácil de utilizar, o que permitirá ao utilizador final configurar eficientemente os efeitos que necessita.

Foi incorporado o PowerDevil, de forma a gerir e tirar melhor partido da energia. O Ark permite a extracção e criação de arquivos e foram também incorporadas novas ferramentas de gestão de impressoras, que permitirão para além de gerir as impressoras, gerir os documentos em processo de impressão.

O KDE 4.2 está agora disponível também em mais línguas, incluindo Árabe, Hebreu, Romeno, Islandês, Basco (?), Tajik e várias línguas Indicas.

O gestor de ficheiros Dolphin está mais rápido e eficiente, tendo novas funcionalidades como tooltips com pré-visualização,

O Kmail foi também melhorado, em parte por um aluno do Google Summer of Code, tendo melhorias no suporte ao IMAP e outros protocolos, o que o tornam agora muito mais rápido.

Para finalizar, o browser Konqueror tem agora um melhor suporte para gráficos em vector e mostra os bookmarks na homepage.

Para mais informações, ver a página do anúncio do KDE 4.2. Agradecimentos ao Nuno Pinheiro pela revisão ao texto.

Alojamento Web

As novidades do KDE 4.0

Após alguns atrasos, a versão 4.0 do gestor de desktop KDE, utilizado em várias distribuições de GNU/Linux e *BSD, chegou finalmente. Nova cara, maior performance e muito eye-candy são algumas das muitas novidades.

Nesta nova versão estável do KDE, houve uma reconstrução do núcleo do KDE, com recurso às novas bibliotecas QT, versão 4, da Trolltech. O uso destas novas bibliotecas traduz-se num aumento de performance, ao mesmo tempo que se adiciona suporte para composite, e numa superior framework multimédia.

Após muitos anos a servir fielmente a gestão de ficheiros e navegações web do KDE, o Konqueror foi relegado apenas para web browser, passando o papel da gestão de ficheiros ao Dolphin, que tem um interface mais intuitivo e simples. Mas, caso prefiram utilizar o Konqueror para gestor de ficheiros, podem configurar o KDE para isso.

Esta nova cara do KDE 4.0 é, sem dúvida, muito superior à anterior. Tanto os ícones como o tema são fruto do trabalho do projecto Oxygen, do qual faz parte o "nosso" Nuno Pinheiro – que, verdade seja dita, tem feito um trabalho, no mínimo, excelente. Pena é aquele menu de acesso às aplicações, que não me agrada muito – prefiro algo na onda do menu do GNOME.

Muitas aplicações do KDE sofreram alterações ao nível do interface e das suas funcionalidades. Exemplos disso são o visualizador de imagens Gwenview e o visualizador de documentos Okular. O Amarok é que, para infelicidade dos utilizadores do KDE, só vai ter nova versão daqui a algum tempo.

Ao contrário do que as vozes da desgraça dizem, eu não acredito que o KDE vá rivalizar com o GNOME, ou vice-versa. Esta nova versão do KDE é apenas mais uma excelente escolha, no meio de tantas, para os desktops livres. É certo que eles competem entre si, mas isso só é bom para os utilizadores, pois essa competição resulta num maior e melhor desenvolvimento.

Alojamento Web

KDE 4 beta 2

Utilizadores do KDE, rejubilem-se. Saiu a segunda beta do KDE 4.

A nova versão deste gestor de desktop parece, a julgar pelos screenhots que vi, que está (finalmente) amiga do utilizador. Aparenta ter um interface mais simples e intuitivo e tem um gestor de ficheiros – chamado Dolphin – que não é confuso e artilhado com botões, menus e opções em quantidade exagerada, como era o Konqueror.

Infelizmente ainda não tive oportunidade de ver o menu de aplicações; tenho curiosidade em ver se estão tão confuso como o da versão 3.5.x ou se, à semelhança do novo gestor de ficheiros, está intuitivo.

Uma coisa sei, quando o KDE 4 for inserido nos repositórios do Debian Unstable, vou instalá-lo e experimentá-lo.

Para mais informações sobre o desenvolvimento desta nova release do KDE, leiam o comunicado oficial.