AMD FX está de volta

A marca FX da AMD está de regresso e vai ser aplicada a plataformas criadas para jogadores exigentes.
Recorda-se dos processadores AMD com a marca FX? Eram o equivalente aos Extreme Edition da Intel. A AMD fez saber via comunicado que a denominação FX vai voltar para ser aplicada em plataformas criadas para jogadores exigentes.

De acordo com o comunicado referido, a marca FX vai ser “associada aos processadores e plataformas de maior desempenho da AMD”. A primeira plataforma e exibir no o logótipo renascido vai ser a plataforma “Scorpius”, constituída pelas recém-lançadas placas-mãe com chipset da série AMD 9, placa gráfica da família Radeon HD6000 e processadores “Zambezu” de oito núcleos desbloqueados, para facilitar o overclock.


A AMD acredita que a nova plataforma vai trazer a marca para o topo do mercado de alto desempenho, sobretudo na área dos jogos e vídeo de alta definição.

Alojamento Web

Speccy – Informações do hardware do seu computador

Speccy

Speccy é uma aplicação desenvolvida pela Piriform, a mesma empresa que desenvolve o conhecido CCleaner.

Esta ferramenta permite-lhe obter informações acerca do seu computador, incluindo um resumo de todo o hardware e detalhes acerca da marca, modelo e estado do processador, memória ram, placa gráfica, motherboard, discos rígidos, drives ópticas e placa de som.

Com o Speccy, qualquer administrador de sistemas poderá facilmente obter as informações acerca do hardware do seu computador e assim diagnosticar possíveis causas de problemas que tenham ocorrido.

Tal como as restantes aplicações da Piriform, o Speccy é grátis e está neste momento em fase Beta. Pode efectuar o download da aplicação aqui.

Alojamento Web

Muito em breve, processadores Atom mais rápidos

Faster AtomOlá a todos, este é o meu primeiro post que escrevo como um membro pertencente à equipa WebTuga (colaborador). Espero trazer-vos , regularmente, notícias fresquinhas do mundo da tecnologia e das áreas associadas a ela!

Julgo que todos nós já andamos um pouco “fartos” dos netbooks ou mesmo dos computadores “all-in-one” que têm saído até agora, pois as características não têm mudado muito desde o aparecimento desta linha de portáteis.

Apesar de haver pequenas alterações de modelo a modelo, a velocidade do processador (Atom) era quase sempre a mesma…

Felizmente isto irá mudar, pois a Intel irá introduzir um novo processador (Atom N470) que irá funcionar a 1.83GHz, mais rápido que os actuais processadores Atom N270 que funcionam a 1.6GHz.

Não foram ainda divulgadas informações sobre a data de lançamento deste processador. Contudo, é de esperar que sejam lançados para o mercado computadores mais rápidos (que utilizam actualmente processadores Atom), já no início do próximo ano! Isto porque o processador Atom N450, que funciona a 1.66GHz, irá ser lançado no 1º trimestre de 2010.

Alojamento Web

Tutorial rocketdock

Requerimentos de Sistema: Processador de 500Mhz e 10Mb de memória RAM
Sistema Operacional: Windows XP/Vista
Tamanho: 6,16Mb

Download

Entrando nas configurações:

Clicando com o botão direito na dock

Clicando com o botão direito na dock

Para começar o simples tutorial, primeiro você deve ter o Rocket Dock instalado no seu computador, assim que ele for aberto, clique com o botão direito em cima da Dock e clique em “Configurações do Dock”

Menu:

Menu do RocketDock

Menu do RocketDock

Como você pode ver, as configuração da Dock são divididas em categorias, “Geral”, “Ícones”, “Posição”, “Estilo”, “Comportamento” e “Sobre”, Cada um mostra várias funções para alterar diversas coisas no Dock, Iremos começar com a categoria “Geral”

Categoria Geral:

Categoria Geral

Categoria Geral

1-Idioma: Aqui é o lugar onde você pode escolher o idioma da dock
2-Carregar na inicialização do Sistema: Esta opção serve para você definir se a dock irá inicializar junto com Windows
3-Travar Ícones: essa opção serve para bloquear os ícones da dock, impossibilitando a modificação dos ícones

Categoria Ícones:

Categoria Ícones

Categoria Ícones

1- Qualidade da dock: Define a qualidade da Dock (Recomendável colocar em Média, pois não tem grande diferença entre a alta qualidade e é muito mais leve, enquanto a baixa qualidade é muito leve, mas dá pra notar a diferença de qualidade)
2-Opacidade: Essa opção dá transparência á dock
3-Tamanho: Define o tamanho dos ícones da dock
4-Efeito ao deslizar o mouse: Define o jeito em que a ampliação é feita
5-Ampliação: Define quanto que os ícones aumentam de tamanho quando colocado o mouse por cima
6-Escala da ampliação: Quando algum ícone é ampliado, a escala da ampliação faz com que os ícones que ficam perto desse ícone também sejam ampliados um pouco
7-Tempo de ampliação: Define o tempo que o ícone demora a ser ampliado

Categoria Posição:

Categoria Posição

Categoria Posição

1-Monitor: Se você usa mais de um monitor no computador, nele você escolhe em qual monitor deseja que a dock apareça
2-Posição na tela: Serve para trocar o dock de lugar, que dá a opção de além de ficar no rodapé, ficar nas lateriais e na parte superior do desktop
3-Sobreposição: Define a reação da dock com as outras janelas, quando colocado “Sempre abaixo” a dock nunca irá fica na frente de outras janelas, quando colocado “Sempre acima” a dock sempre irá ficar na frente das janelas, e quando colocado “Normal” ela funciona como uma janela normal, se está selecionada, está na frente das outras janelas, e quando não estiver selecionado, vai ficar atrás das outras janelas
4-Deslocamento: Serve para deslocar a dock para direita ou para a esquerda
5-Compensação vertical: Serve para deslocar a dock na vertical

Categoria Estilo:

Categoria Estilo

Categoria Estilo

1- Tema: Opção para trocar o tema e pode ser baixados mais temas no botão “Baixar mais”
2-Opacidade: Define a opacidade(Transparência) somente do tema
3-Legendas nos ícones: Aí você pode definir as legendas dos ícones (Para ativar e desativar a legenda, marque a opção “Desativar Legendas nos Ícones”)
4-Opacidade da borda: Define a transparencia da borda da legenda
5-Opacidade da sombra: Define a transparencia da sombra da legenda

Categoria Comportamento:

Categoria Comportamento

Categoria Comportamento

1-Efeito ao lançar o ícone: Quando o ícone da dock é clicado, você pode definir que efeito será realizado no ícone clicado
2-Duração do auto ocultar: O auto-ocultar serve para a dock automaticamente ser ocultada quando não está em uso, a duração do alto-ocultar define em quanto tempo ele demora para fazer o efeito de ocultar (para ativar ou desativar ou ativar o auto-ocultar marque a opção “Auto-Ocultar”)
3-Atraso do alto ocultar: Define quanto tempo ele demora para se auto-ocultar
4-Atraso do Popup: O Popup faz com que a dock fique na frente das outras janelas quando o mouse é colocado por cima da dock, o Atraso do Popup define em quanto tempo deve colocar o mouse em cima da dock para ela aparecer na frente das outras janelas

Este tutorial foi retirado do site  desckware.wordpress.com

Alojamento Web

Novos MacBook com Bastantes Novidades?

Novos MacBook Pro?

Com a chegada de mais uma época de Natal, também chegarão novidades da Apple. E, segundo os rumores, este ano é o ano dos MacBooks.

Tanto o MacBook como o MacBook Pro não são renovados desde a sua introdução em 2006 (não falando em pequenas actualizações de hardware). Segundo os rumores, serão ambos renovados em Setembro. Continue a ler para saber tudo sobre esta renovação.

Continue reading “Novos MacBook com Bastantes Novidades?”

Alojamento Web

Spore Creature Creator para Mac

A EA disponibilizou finalmente o Spore Creature Creator para Mac OS X. O Spore, um dos jogos mais esperados do ano, é um jogo em que o objectivo é evoluir uma criatura e dominar o Universo com ela. O jogo estará disponível para Windows e Mac e possivelmente iPhone (de relembrar que foi um dos apresentados em Março no evento do SDK).

O Creature Creator permite criar criaturas que depois poderão ser usadas no jogo, quando ele for lançado para o público. Está disponível para download um demo, e para quem o quiser comprar o preço é de 9,95$.

Para correr o Spore Creature Creator é necessário um Mac com processador Intel e OS X Leopard instalado, além de uma placa gráfica Intel GMA X3100 ou superior.

No entanto, se tiver uma GMA 950 (única não compatível da era Intel) também é possível correr o jogo. Para tal deverá fazer o seguinte:

1- Download do trial;

2- Clicar em “Mostrar Conteúdo” (menu de contexto);

3- Abrir a pasta Resources;

4- Abrir o ficheiro tginstall.plist com o Property List Editor (convêm ter o Xcode instalado);

5- Procurar InsufficientRenderers;

7- Mudar de Intel GMA 950 OpenGL Engine para Intel GMA 850 OpenGL Engine;

8- Gravar e correr o instalador.

Este método permite o jogo correr mas deverá ter em atenção que ele não irá correr a 100%.

Download Trial | Spore Creature Creator

Alojamento Web

Apple em negociações por empresa de microprocessadores

Já se perguntaram o que é que a Apple poderia fazer com os biliões que tem em caixa? Pois, 278 milhões de dólares já parecem ter como destino a compra da P.A. Semi, uma empresa de microprocessadores fundada por Dan Dobberpuhl, designer chefe dos processadores Alpha e StrongArm da DEC e responsável pela introdução de processadores de 64-bit, dual-core, a funcionar a 2GHz, que, em Fevereiro de 2007 era 300% mais eficiente que qualquer processador que funcionasse na gama dos 5 aos 13 watts.

A Forbes especula que a Apple irá desenvolver os seus próprios processadores ARM, diferenciando-se da competição. Alguns analistas especulavam que a Apple iria desenvolver os seus futuros iPhones e iPods utilizando a plataforma Intel, especialmente com a gama Atom que a Intel lançou recentemente, mas com esta notícia, parece que a Apple não tenciona “tornar-se toda Intel-based”.

Alojamento Web

Rumor: Novos processadores Penryn no iMac e Mac mini em breve

Já havia anteriormente rumores que a Apple estaria a preparar-se para actualizar os iMac, agora surgem mais rumores dão conta que a Apple poderá actualizar também os Mac mini nas próximas semanas.

>Estes poderão vir com a arquitectura 45nm Penryn e com a actualização da gráfica do Mac mini para a GMAX3100, a qual é usada actualmente nos MacBook.

A actualização está prevista para Abril, mantendo assim as actualizações semanais da Apple.

[Fonte]